Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fotografia com história dentro (68)

Leão Zargo, em 22.10.17

 

20699372_aPvG9.jpg

 

Vadinho, “minino da mamãe”

 

Osvaldo Cordeiro, conhecido por Vadinho, foi um avançado-centro, vindo do Vasco da Gama, que tinha uma técnica refinadíssima e jogou no Sporting entre 1957 e 1961. A primeira época foi muito boa para o ex-vascaíno. Apenas o “violino” Vasques marcou mais golos do que ele. Era mesmo bom de bola, um ás do esférico, que com um movimento interior, uma diagonal, levava o perigo à grande área adversária. Teve uma tarde de glória num Sporting 6 – FC Porto 1, em 24 de Janeiro de 1960, com uma exibição de sonho e um hat-trick fulminante.

 

Para além de um jogador muito tecnicista, era aquilo a que os brasileiros chamam de “cara legal”. A conquista do título de Campeão Nacional em 1957-58 foi o maior momento que Vadinho viveu no Sporting. Na festa da vitória disse de rompante para um microfone da rádio que estava por perto: “Dedico esta vitória para a mamãe…”. Desmaiou no momento seguinte, tal foi a emoção provocada pelo sucesso no Campeonato.

 

Vadinho não repetiu a época promissora de 1957-58. Por azar houve sempre diversos problemas, muitas coisas complicadas, atrasos relacionados com isto ou com aquilo, nomeadamente por causa da “mamãe” que vivia no Brasil. No entanto, generosos, os sportinguistas compreenderam-no e passaram a chamar-lhe carinhosamente o “minino da mamãe”. E assim ficou até ao seu último dia em Alvalade em Junho de 1961.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 12:38

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


5 comentários

Imagem de perfil

De Naçao Valente a 22.10.2017 às 15:41

Caro Leão Zargo,
A conquista do campeonato que refere está ligado à minha descoberta como sportinguista. Na minha aldeia só havia três sportinguistas adultos e um jovem com a alcunha de Vadinho. Na conquista desse campeonato ganhou mais um. Vadinho foi talvez o meu primeiro ídolo. Por isso é com agrado que o vejo aqui recordado.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 22.10.2017 às 16:25

Ele há coincidências, caro Nação Valente... De facto, o Vadinho prometeu muito, os sportinguistas entusiasmaram-se e falou-se bastante dele pois era um bom jogador! Ele integra uma lista restrita de treze jogadores leoninos que marcaram no velhinho Estádio de Alvalade logo no primeiro minuto de jogo. Um ídolo, sem dúvida!

Um grande abraço
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 22.10.2017 às 16:43

Será que o tal jovem com a alcunha de "Vadinho" era o Nação Valente ?
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 22.10.2017 às 17:08

Não. Antes fosse. A minha alcunha era muito menos interessante. Eu era o segundo sportinguista jovem e no total chegámos a ser três. Éramos poucos mas valíamos pelos outros todos. Agora se me perguntar o nome dos outros jogadores, de memória não sei dizer nenhum.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo