Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Frase da Semana

Rui Gomes, em 28.02.14

 

 
«Cada dia que passa você cria uma expecttiva, acha que vai dar certo, que eles vão aceitar
e acabam não aceitando. Fecha uma janela, outra, só a porta de saída
para eu ir embora é que não se abre.»
 
-    Elias    -
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 04:43

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


16 comentários

Sem imagem de perfil

De Sim Abelha a 28.02.2014 às 08:44

Ponto prévio: não tenho informação para dizer quem terá aqui mais razão, se o Sporting é que se está a fazer "desrazoavelmente" dificil ou se o Elias está a fazer tudo para ser vendido "barato" ao Flamengo. Dito isto, considerando a vergonhosa falta de esforço e empenho que o Elias demonstrou quando jogou no Sporting - em que vimos, jogo após jogo os jogadores da mesma posição das equipas adversárias, mesmos ao nível de Moreirenses e afins, parecerem melhores jogadores que um internacional brasileiro - ele, para mim, é talvez o jogador que passou pelo Sporting que mais desprezo (excluindo talvez o Simão...). Acresce que logo que saiu do Sporting, "reaprendeu" a jogar e começou de facto a mostrar o que deveria ser o seu verdadeiro nível. Por isso, e mesmo que BdC esteja de facto a ser desrazoavel (mas por tudo o que se passa tendo a acreditar, neste caso, - e eu não sou de todo fã do nosso presidente - que o Elias e seu pai achavam que o Sporting ia amochar e vender barato), não tenho pena nenhuma do homem, e se isto implicar que tenhamos que pagar o ordenado e ele correr à volta do campo e falhar o mundial, acho muitissimo bem feito, e uma lição para futuros "craques" que achem que podem vir para cá passear e não suar a camisola.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 28.02.2014 às 09:07

O melhor é "chorar". É tão "duro" receber milhares de euros por mês sem fazer nada. Ninguém mais do que o Sporting está estalando para que se abra a porta de saída para ele se ir embora.
Sem imagem de perfil

De Carlos Alves a 28.02.2014 às 09:20

O Iturbe do Sporting: algum talento, fraquíssima cabeça. Pior que a sua conduta só a que permitiu a sua contratação e aquela que agora gere a sua depreciação total a peso de ouro.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.02.2014 às 12:48

É verdade que sabemos muito pouco sobre este caso em curso. É hoje noticiado que recebeu e recusou uma oferta do Fluminense, sem divulgação dos valores da alegada proposta nem confirmação da mesma, salvo a sua suposta declaração: "Todos os jogadores sonham jogar numa grande equipa. Fico feliz pelo interesse, mas hoje, no Rio de Janeiro, não me vejo jogar noutra equipa que não seja o Flamengo."
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 28.02.2014 às 09:23

Ainda a propósito deste caso Elias, um dos mais tristes da história do Sporting, na sua base está o poder que os fundos, em particular o do BES, adquiriu sobre o futebol do Sporting, devido à fragilidade financeira da SAD. Por analogia, o que se passa entre o Sporting e esse fundo em particular (havendo ainda a complicação com o caso Jéffren, devido à sua rescisão ter sido feita sem a autorização do fundo, como se algum clube quisesse pagar por um jogador que esteve seis meses sem jogar, jogou 45 minutos e lesionou-se novamente) é muito semelhante à que é noticiado hoje relativamente às PPP entre as autarquias e os privados. Aliás, tudo o que seja PPP entre Estado e privados é uma negociata em que deve ter havido comissões pelo meio, dado ser sempre desgraçadamente penalizador para o Estado.

No Sporting, quando há lucros divide-se pelo Sporting e pelo fundo, com uma proporção exagerada para este último (porque entretanto o Sporting alienou percentagens significativas dos direitos económicos dos principais jogadores por valores discutíveis). Mas quando o jogador não valoriza, porque afinal não presta, ou não se adaptou, ou o que quer que seja, a SAD tem de indemnizar o fundo. Quer dizer, o prejuízo do Sporting é a dobrar, enquanto o fundo nunca perde dinheiro. Isto é OBSCENO! Jamais a repetir por uma questão de princípio, ainda para mais se corre mal, como foi o caso, porque muitos jogadores ou não prestavam, ou não tinham carácter.
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 28.02.2014 às 12:01

Como a maior parte dos Sportinguistas, não sei se calhar nem 10% de todo o caso Elias

Mas o pouco que sei, faz-me pensar que o Sporting pouco ou nada terá a lucrar com a venda do jogador

Também não me parece que o jogador tenha alguma razão em fazer queixa na FIFA porque senão já o tinha feito

No entanto esta situação terá de ser desbloqueada e depressa nem que seja pelos altissimos valores salariais que o jogador recebe por mês

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.02.2014 às 12:06

Há dias questionou o meu uso da palavra "amistoso", mas nunca esclareceu qual é a questão que tem com a palavra.
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 28.02.2014 às 12:59

Caro Rui

Já não me lembrava :) - era apenas uma pequena provocação

É que como sabe sou assíduo leitor e por vezes comendador blog e por não haver mais nada para criticar nesse dia - resolvi embirrar com o termo que não gosto minimamente mas que não tenho ou não que gostar

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.02.2014 às 13:27

Como já expliquei, uso a palavra há anos e contrário ao que disse um outro leitor, nunca a associei a um termo brasileiro. "Amistoso" é sinónimo com "amigável" e no contexto futebolístico serve para substituir "jogo amigável" ou "jogo particular".

Ñem sequer levei a mal, mas fiquei curioso. É uma questão de preferências.
Sem imagem de perfil

De Tywin Lannister a 28.02.2014 às 16:34

Não sabia que havia "comendadores" entre nós, muito bem, este é deveras um blogue bem frequentado.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.02.2014 às 18:03

O Tywin é o mais elevado da ordem dos "comendadores" :)
Sem imagem de perfil

De L a 28.02.2014 às 16:56


No mínimo curioso, que depois de mais uma ameaça velada, já tenham vindo falar as partes interessadas todas e só o Bruno é que continua sem contar o estratagema, para nos podermos rir todos com ele.

Nem tanto pelo Elias, que acaba também por ser citado, mas sobretudo pela insistência deste Sporting em não acatar a mais recente decisão do CD da FPF:

http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=462658

Unicamente por insistir em ganhar na secretaria o que não conseguiu no campo e que é preciso não querer sair de alguns ambientes mais ou menos controlados da blogosfera leonina para não perceber a chacota nacional que já para aí vai. Mas sobretudo por um excelente artigo:

http://www.record.xl.pt/opiniao/artigos/interior.aspx?content_id=870290

Nomeadamente a parte respeitante à credibilidade, para um clube a precisar de receitas como de pão para a boca:

“A marca e a credibilidade serão provavelmente os ativos de maior valor, estão diretamente relacionados entre si e ao mesmo tempo os mais negligenciados pela gestão. Observe-se a comunicação e as ações de alguns clubes e percebe-se que os gestores dessas instituições continuam a pensar que aquilo que os adeptos e os outros stakeholders querem é unicamente a vitória, esquecendo-se que os tempos mudaram e os adeptos e principalmente os patrocinadores não querem associar-se a falta de ética e credibilidade desportiva ou económica que comprometam as marcas.”

Mesmo que haja quem ainda defenda que caso Josué falhasse a penalidade já não havia nada a reclamar, no mínimo estranho, porque o “pecado”, esse, continuava lá ou não? A fazer lembrar demasiado a verdade desportiva lampiã, que também diz que o Benfica nunca pode ser eliminado.

Através de alguns responsáveis comerciais que também decidem patrocínios percebe-se bem até onde já chegou o patético da situação e o grande contributo para o Sporting. Qualquer lei para além da letra tem espírito. Por isso é que surgiram de imediato duas questões. Quando é que o Sporting deu afinal conta dos famosos 2’? E se o Porto retirou ou não alguma vantagem desses 2’? E todos sabemos muito bem que não. Sobretudo quem começou isto tudo e a maior prova é que num primeiro momento até do penalty reclamou. E quando deu conta ainda é mais fácil, porventura quando já se festejava e para isso também bastava ter ouvido antes o treinador afirmar que o jogo do Dragão não ia interferir em nada no jogo do Sporting.

Por isto tudo é que aqui sim, aplica-se bem o termo estratagema para não assumir mais um falhanço de outro objectivo, que qualquer decisor suficientemente independente percebeu logo. Como senão bastasse ainda fomos todos sujeitos à coacção na forma tentada sobre os decisores. Uma coisa era denunciar o atraso e acatar ou não a multa, fosse ela qual fosse. Outra totalmente diferente é uma denúncia acompanhada de sentença em causa própria.

Vale a pena tentar perceber as consequências de uma manobra como esta no artigo. E já agora tentar perceber o que pensa a grande maioria dos portugueses de manobras deste tipo porque costuma ser o que mais preocupa e mais interessa aos sponsors. Sobretudo quem também pensa que um escroque como o Gomes da Silva acorda todos os dias muito preocupado com o Sporting.




Sem imagem de perfil

De Lionheart a 28.02.2014 às 17:45

Você é que parece muito preocupado com o recurso do Sporting, porque não vejo mais ninguém gastar tanto "latim" com isso. A sério, porque é que assume as "dores" do Porto? Faz-me impressão. E acredite que ninguém está indignado pelo Sporting tentar ganhar na "secretaria" a quem ganhou tanta coisa com a "fruta" e outras coisas. O Sporting nunca foi, e nunca será, alvo deste tipo de chacota, seja com que presidente for.

http://www.dn.pt/desporto/porto/interior.aspx?content_id=3105562
Sem imagem de perfil

De L a 28.02.2014 às 20:19


Quem está a falar do Porto é o Lionheart, eu falei da credibilidade que falta ao Sporting neste caso.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 28.02.2014 às 20:29

Acho que a falta de credibilidade está mais do lado de quem agiu de má fé e depois mentiu para o encobrir. Mas nem nisso foram muito competentes, tal a pêta evidente da "lesão" do Fernando. O que lhes vale são uns "regulamentos" e "juízes" muito jeitosos.
Sem imagem de perfil

De L a 28.02.2014 às 21:45


Claro que sim e no essencial o país viu todo que o Sporting só saiu da Taça da Liga porque outro juiz arranjou um penalty ao Porto.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo