Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Mais outro "reforço" referenciado

Rui Gomes, em 23.06.14

 

 
Informações sobre o jogador sueco de ascendência moçambicana aqui.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:41

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


33 comentários

Sem imagem de perfil

De RRAleixo a 23.06.2014 às 15:14

Mais um reforço refenciado e mais uma noticia desta vez a dar como certa a nega do Dier quanto á renovação... Assim é que é! Ainda bem que não temos um Ronaldo novo na formação iria ser complicado quando este não quisesse renovar aos 20 anos por 20mil/mês.........

Será que todos vão dizer Amén outra vez quando este se for embora por 5M€?

SL
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.06.2014 às 15:47

É verdade que não sinto grande optimismo quanto ao caso do Eric , mas por enquanto não me vou fiar no que A Bola diz.

Acho que por agora não há muitos mais para dizer ámen .
Sem imagem de perfil

De Mário a 23.06.2014 às 18:09

Já temos, chama-se Carlos Mané.
5M ? Amen. Ninguém dá mais pelo craque ....
Sem imagem de perfil

De RRAleixo a 23.06.2014 às 22:08

Ah bom assim fico mais descansado, o Mané é o novo Ronaldo, eh pah só uma coisa não sei a sua idade Mário mas eu acompanhava o Ronaldo com a idade do Mané e a diferença qualitativa é bastante grande mas são opiniões tem a sua e eu tenho a minha.

5M€ pelo Dier Amen? a sério chegou-se a este ponto onde a cegueira é tão grande que se perde a capacidade de raciocinio e de avaliação de jogadores?

Respeito a sua opinião Mário mas discordo dela por completo (e vejo na mesma muito potencial no Mané)

SL
Sem imagem de perfil

De Mário a 23.06.2014 às 22:32

Quanto ao Mané, o futuro dirá do seu valor sobretudo se tiver a mesma capacidade de trabalhar que o Ronaldo.

Quanto ao Dier, não percebo como é que se defende um jogador que não quer ficar.

A exemplo do Ilori espero que e consiga um bom negócio já que é de gestão de danos que se trata e os casos parece-me ter algumas semelhanças.

Erros do passado que ainda nos irão custar mais jogadores infelizmente.
Mas a incompetência só a vê quem quer ver, como no caso do Paulo Bento que já se devia ter demitido, mas permanece agarrado à cadeira qual Godinho Lopes à espera de um milagre.

Sem imagem de perfil

De Marcos Cruz a 23.06.2014 às 15:46

A primeira época do Dier, quando o SCP jogava mal e perdia, foi muito promissora; a segunda, quando o SCP jogava bem e ganhava, foi uma desilusão. Ainda ninguém se dedicou a tentar explicar isto. Se me disserem que foi por falta de oportunidades, eu refuto. As que teve em 2012/13 ele agarrou-as com unhas e dentes. Mostrou-se um jogador raçudo, empenhado, concentrado, de compromisso. As que teve em 2013/14 ele desperdiçou-as. Mostrou-se um jogador desgarrado, displicente, aéreo, desligado. E isto num quadro de valorização de praticamente todo o plantel do SCP. Ou seja: ele não apanhou boleia porque não quis apanhar. Ninguém me convence de que ele não tinha já outras coisas na cabeça. Aliás, quem prescinde assim de evoluir - tal como, pelos vistos, acontece agora com o Ramy Rabia no Al Ahly - e até aceita ficar dois anos de molho é porque sabe o que o espera algures. Fokobo igual, Matheus Pereira igual: qualquer deles renovaria se não tivesse vida garantida noutro lado qualquer. Bruma fez o mesmo. Moutinho fez o mesmo. De símbolos destes o SCP não precisa. Voltando ao Ramy Rabia: a crer nas notícias, o SCP dá um péssimo exemplo incentivando um jogador a fazer ao seu clube o mesmo que os supracitados lhe fizeram. Por mim não vinha Rabia nenhum. Ou então vinha num negócio sem estas sujidades. A lealdade ao clube é uma disciplina nuclear. E se os jogadores em causa vêm da formação do SCP mais o deviam saber. Ponham os olhos no William: ganhou pouco esta época, ganhará algo mais na próxima, é craque feito e o que o ouvem dizer é "No final do Mundial volto ao Sporting". Não se queixa. Aprende, evolui e joga. O William corporiza a imagem que eu gostaria de ter do Sporting de hoje.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.06.2014 às 15:57

A sua opinião, claro. Haverão outras significativamente diferentes, especialmente quanto à sua muito deliberada e acentuada adjectivação: "jogador desgarrado, displicente, aéreo e desligado".

A primeira adjectivação que vem à mente sobre esta avaliação é "extremar pelo exagero absurdo". Minha opinião, claro.

Será que já está a preparar a justificação para a saída dele ?

Concordo, no entanto, com o que cita sobre Rabia. Pela informação disponível, ele está decidido em vir para o Sporting e está a exercer enorme pressão no seu clube para aceitar uma oferta inferior para viabilizar a transferência. Depois o Sporting não se pode queixar quando lhe fizerem o mesmo.
Sem imagem de perfil

De Marcos Cruz a 23.06.2014 às 16:23

Eu, felizmente, quanto ao SCP, não tenho de preparar justificação nenhuma para nada. Agora, também é sintomático que no caso do Dier o Rui não concorde comigo e no caso do Rabia já concorde. Por aí, novidades zero.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.06.2014 às 16:46

Não vejo nada sintomático nisto Marcos. Sou fã de Eric Dier há anos e não gostava de o ver sair do Sporting. Não falei com ele recentemente, mas creio que o seu maior desejo continue a ser de continuar no clube.

Quanto a Rabia, até me parece um jogador interessante, embora seja mais um jovem central para o grupo que já temos. Tudo indica que há acordo com o jogador mas não com o clube.

A minha referência a "justificação" é enquanto adepto, claro.
Sem imagem de perfil

De HY a 24.06.2014 às 09:21

totalmente de acordo com o Marcos Cruz e o Rui quanto a este aspecto "ético". Se apoiamos certo tipo de atitude, não podemos chorar quando os papéis se invertem....e portanto esperar que o Rabia nos faça o mesmo no dia em que (oxalá) um grande da Europa o queira levar.

Já notara o paralelismo das atitudes nos casosLabyad/Bruma...

Sem imagem de perfil

De Balakov10 a 23.06.2014 às 16:12

Com todo o respeito e porque acho piada (sem qualquer tipo de ironia) à sua lista, devo acrescentar o Christian Bolaños, que foi hoje apontado também ao Sporting.

Um abraço
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.06.2014 às 16:17

A lista é uma brincadeira um pouco a sério, porque, na realidade, uma boa percentagem dos noticiados foram referenciados/contactados/negociados.

Aind não vi esse. Terei de investigar e adicionar lista. Obrigado.

Abraço
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 23.06.2014 às 16:46

É mais um nome (ou dois )- nem ligo já muito

Curioso ou não - nos 2 ou 3 dias que antecederam o jogo da selecção - essa lista pouco evoluiu, ou melhor aparecer Tanaka que pelos visto será mesmo para assinar

Quanto a Dier - temos de perceber melhor tudo que se passou e ainda estará a passar

No entanto é estranho um jogador (pela boca do seu pai) dizer há umas semanas que amava muito o Sporting e queria renovar e que os sacanas dos dirigentes é que não apareciam com propostas e agora surgir esta noticia de que não quer renovar
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.06.2014 às 16:51

Nem uma coisa nem outra correspondem inteiramente à verdade. Como indicou, o pai/representante dele disse há pouco tempo que ainda não tinham sido aproximados pelo Sporting quanto a renovação. O que o Eric disse foi que o seu objectivo primordial é jogar.
Sem imagem de perfil

De Marcos Cruz a 23.06.2014 às 16:56

Entre as Brumas da memória... Não é, Iorda9? Histórias que se repetem. Muda a cor do protagonista e a natureza da paternidade: biológica ou... comercial.
Sem imagem de perfil

De iorda9 a 23.06.2014 às 17:01

Tudo gira à volta do verde, mas é o verde das nossas camisolas
Sem imagem de perfil

De Marcos Cruz a 23.06.2014 às 17:31

Gostava de abordar esta questão dos jogadores formados no SCP para lembrar uma coisa que deve ser tida fortemente em conta quando se fala de salários. É objectivo que nenhum clube em Portugal (e poucos no mundo) se acerca da qualidade patenteada pelo SCP ao nível das camadas jovens. E não tem só a ver com prospecção. O que um jogador evolui nas escolas do SCP não se compara com o que um jogador evolui nas escolas do Porto ou do Benfica. Vejam-se os casos ainda recentes do Moretto Cassamá (que Bruma dizia ter tudo para vir a ser o melhor do mundo) e de Idrisa Sambú, estagnados no FC Porto. Não vão dar nada. Ou seja: um jogador formado no SCP é pago em dinheiro e condições de excepção para evoluir. O SCP investe porventura menos em dinheiro no formando e mais e melhor do que os outros na sua formação, no seu crescimento, no desenvolvimento do seu potencial. Ora, como todos sabemos, embora haja casos e casos, regra geral uma promessa de craque com 19/20 anos está ainda em fase de maturação, de adaptação a planos competitivos elevados, de afirmação - e essa afirmação não assenta apenas nas suas virtudes técnicas ou tácticas ou mesmo futebolísticas; a ela subjaz necessariamente uma solidez de carácter, uma forte estrutura psicológica e bons princípios (mais do que de jogo) de vida. E assenta em gratidão, em lealdade. Eric deve estar grato ao SCP como o deveriam estar Bruma ou Moutinho. Formar um jogador, ainda por cima nos moldes globais em que o SCP o assume, não é o mesmo que comprar um jogador e espremer o seu rendimento futebolístico. Se o Eric for o tal craque que dizem, ele só tem de o mostrar: de lutar, de conquistar o seu espaço, de se valorizar. E então, depois, na hora de sair, fazer um contrato que seja bom para ele e para o clube que tão bem o formou. Quem sair disto que seja ao menos coerente e assuma que está a desproteger a vertente formativa das garras do mercado. E não é preciso ir mais longe: com outra formação em Portugal, com outros Sportingues, a Selecção Nacional não teria feito a figura que fez no Brasil.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.06.2014 às 17:47

Esta questão da formação funciona nos dois sentidos. Para o Sporting é um investimento com a expectativa de ter um retorno desportivo/financeiro , não é um favor que anda a fazer, até porque sem os jovens a querer evoluir no futebol não haveria Academia.

Quem diz que o Eric é "um muito bom jogador" é Aurélio Pereira. Estará equivocado, decerto. Para finalizar esta "conversa", reitero o que já escrevi aqui no blogue em diversas ocasiões: a época passada era a ocasião ideal para a afirmação deste jovem defesa na equipa principal. Precisava de jogar com regularidade, mesmo cometendo alguns erros no percurso, porque a sua evolução depende de jogar a esse nível e não como suplente nem como reforço ocasional da equipa B.

Esta é a minha opinião e a opinião de quem por direito participa na formação do Sporting.
Sem imagem de perfil

De Marcos Cruz a 23.06.2014 às 17:52

Pois, não é a minha. Não invoco ninguém em meu auxílio. Resta-nos esperar para ver.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.06.2014 às 18:06

Auxílio ?... Quem sou eu para contrariar Aurélio Pereira ? Tenho uma opinião como adepto, que decerto será o fundamento da sua.
Sem imagem de perfil

De Mario a 23.06.2014 às 18:05

Ele precisava de jogar com regularidade, mesmo para cometer alguns erros, diz o Rui.
Ele não jogou com regularidade porque se calhar cometeu mesmo esses erros, digo eu ( e o Leonardo Jardim).

Ainda não sei qual a estratégia que os defensores do Dier pretendem que o Sporting pratique neste caso. É fácil criticar, mas idéias para resolver... zero.

Há muito que venho a dizer que o Dier é carta fora do baralho e certamente não será por culpa desta direcção e quem disser o contrário ou é cego ou mal intencionado.

5M já é bom, 7 seria excelente.
Boa sorte Dier.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.06.2014 às 21:44

Caro Mário,

Não era para responder, pela óbvia futilidade, mas apenas uns reparos:

1. "Defensores do Dier" ?... E eu a pensar que ele era jogador do Sporting e que todos queremos o seu melhor.

2. "Carta fora do baralho" ?... Estamos a falar de futebol ou de uma outra modalidade incógnita ?

3. "Quem culpar esta direcção é cego ou mal intencionado" !!!... Aqui está a essência do "Sporting é Nosso". Mais palavras para quê ?

4. Por fim, "se calhar cometeu erros". Mas há algum jogador que não cometa erros ?.. E se um jovem não tiver margem para os cometer, como é que pode evoluir ?

Não necessito de resposta, apenas pretendi acentuar estas suas incríveis afirmações.
Sem imagem de perfil

De Mário a 23.06.2014 às 23:31

Também não lhe vou responder caro Rui, apenas retorquir as suas incríveis respostas.

1.Queriamos, ele é que não quer ou ainda precisa de mais histórias para acreditar?

2. Carta fora do baralho é uma forma de expressão para dizer que já não conta para o plantel.

3. A Céar o que é de César a Godinho o que é de Godinho (e sua competente equipa).

4. Pode evoluir nos B, a equipa principal deverá ter outro grau de exigência e apostar nos que dão mais garantias. Se calhar o que fez falta ao Dier foi ter sido emprestado para rodar como o João Mário e o Betinho e até agora não vi ninguém a falar disso.

E por favor não venha dizer que o Dier não teve oportunidades. Teve, mas por lesão ou por forte concorrência não conseguiu afirmar-se.
Sem imagem de perfil

De HY a 23.06.2014 às 19:34

Para que não restem dúvidas, ficarei muito triste se o EDIÇÃO sair agora e não duvido que haverá alguma inabilidade na forma de a SAD tratar do problema. Mas quanto à questão do ano da afirmação do Dier, eu ponho uma questão concreta. Nós tínhamos um treinador, LJ, que suponho quea todos admiraram durante o ano e cuja saída lamentamos (pelo menos enquanto esperamos que o MS nos mostre que é ainda melhor). Alguém insinua que o LJ pura e simplesmente não pôs o ED a jogar por indicação da SAD apesar de achar que ele era o melhor? Gostaria de ter uma resposta clara a esta questão.

Outra questão é: deve um certo jogador, em nome da sua possível afirmação, ter preferencialmente lugar numa equipa, apesar de o treinador estar convencido que outro poderá fazer melhor o seu lugar? Em teoria posso aceitar que a resposta seja positiva, em função de determinados objectivos. Mas, será que o Sporting do ano passado se podia dar a semelhante luxo?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 23.06.2014 às 21:33

Caro HY,

Não deixa de me surpreender quando a minha ideia da sua pessoa é outra.

Ninguém lhe poderá dar uma resposta clara à questão salvo os dirigentes da SAD e o próprio presidente, disposição que não impede de se formar uma opinião pela conjuntura de factores que não vou recapitular.

Com ou sem influências laterais, Leonardo Jardim decidiu logo a partir do primeiro dia apostar no desconhecido Maurício e dar-lhe toda a oportunidade de crescer na equipa, em vez do jovem que já estava no Sporting há mais de dez anos. Felizmente para a equipa, o brasileiro foi suficientemente competente para contribuir para o relativo sucesso da época. Louva-se pela sua entrega e garra mas é um jogador muito limitado tecnicamente. Veremos o seu rendimento na nova época.

A prioridade deste treinador - e a sua saída no final da época prova isso - eram resultados no imediato e não integrar jovens da formação. Carlos Mané teve alguma oportunidade porque pelo seu talento foi capaz de dar algum rendimento espontâneo, mas foi o único. Os outros eram chamados a treinar com a equipa principal e de tempos a tempos equipou um ou outro só para se sentirem parte do grupo, mas nunca passou disso. William Carvalho foi um caso excepcional porque já estava formado há muito tempo e necessitava de ser integrado e bem orientado.

A equipa precisava de um construtor de jogo e tinha o João Mário na B. Todos nós sabemos o que aconteceu com ele. Não teve oportunidade alguma. Se daria ou não resultado nunca saberemos, mas esperamos que mostre o seu valor agora.

Se na época passada, pelas suas palavras, o Sporting, sem quaisquer objectivos definidos excepto recuperar o respeito do seu futebol, não se podia "dar ao luxo" de integrar um ou outro dos melhores talentos, quando é que o poderá fazer ?... Esta época, com a Champions pela frente e um leque de expectativas muito mais elevadas ?

Houve uma missão resultadista no imediato e LJ soube satisfazer o desejado. Daí que tenha feito a época com 13/14 jogadores e muito antes da jornada final quase todos já estavam arrebentados, inclusive do próprio William .

Para ser sincero, já estou farto e saturado da conversa em torno do Eric Dier . Ele que decida o que é melhor para ele e o Sporting que faça o mesmo. Nós cá estaremos para apreciar as decisões.
Sem imagem de perfil

De HY a 24.06.2014 às 09:15

Não compreendo essa da ideia sobre a minha pessoa, Rui, o que é que há no meu comentário que o leve a tal conclusão?
O Rui diz que já está farto da conversa sobre o ED, de acordo, mas não fui eu que a comecei, nem que de dois em dois dias me focalizo no assunto. Até nem costumo intervir no debate, mas achei dever intervir para clarificar este ponto.
Nunca percebi se ao longo do tempo, alguns admiradores do ED estavam a insinuar (quiçá com conhecimento de causa) que o ED não jogou mais este ano por outras razões que as escolhas técnicas do LJ. Eu até poderia compreender isso, se a SAD decidisse não contar com o jogador, mas fazendo ele parte do plantel, acharia grave que um treinador aceitasse interferências nas suas escolhas técnicas. Pessoalmente, nunca acreditei que o LJ fosse esse tipo de treinador, como penso que o prova o modo como se põe a andar quando quer ou as coisas não lhe agradam. Mas se foi isso que se passou acho grave. Se não foi – hipótese que me parece a mais provável – então, paciência para o ED e para os seus admiradores. LJ pode errar nas escolhas, como qualquer treinador, também eu acho que o ED tem mais potencial que o Maurício, mas também eu achei que das vezes que apareceu, nem sempre justificou a oportunidade (embora pelo menos uma vez estivesse muito bem e mesmo assim saiu da equipa). Mas errar é uma coisa, fazer fretes à direcção é outra e eu não aceitaria isso. Eu não quero o Bruno, nem qualquer outro presidente a meter-se nas escolhas técnicas do treinador, seja ele quem for.
Por outro lado, quando o Rui critica o facto de o LJ ter entregado o lugar logo de início ao Maurício acho que se está a esquecer que o ED começou a época lesionado e perdeu o arranque. Tendo o Maurício agarrado a oportunidade…
Também concordo que o LJ é um treinador algo conservador e cauteloso, mas dizer agora que fez uma gestão “resultadista” e “imediatista”… Na situação em que estávamos o que queria que fizesse? Não era essencial garantir o ano passado que o pesadelo do ano anterior não se voltaria a repetir? Nãp é verdade que não tínhamos objectivos, era essencial garantir o apuramento para a Europa e se possível para a Champions, e esse objectivo que desde cedo se mostrou realizável deve ter determinado o essencial das escolhas do LJ. Além disso, convém não esquecer que o WC praticamente nunca tinha posto os pés na equipa principal e que o Mané apareceu muito mais do que se esperava. Talvez o LJ achasse que na charneira central da defesa queria jogadores mais maduros e que lhe dessem um certo tipo de garantias que o ED não lhe dava (na opinião dele).
Ver as coisas por este prisma favorece uma leitura mais sóbria do que que está a passar, acho eu.
E se não concordo com os que dizem agora cobras e lagartos do ED e até posso conceber que a política da SAD não é a mais adequada para com jovens como o ED – embora não saiba qual poderá ser a política correcta, uma vez que de uma maneira ou outra o resultado é sempre o mesmo, ficamos a vê-los voar cedo demais…- reconheço que pelo menos tem o mérito da coerência…

Sendo agora aparentemente já claro que o ED não tem mesmo intenção de por cá continuar (alguma vez terá tido?)… então será melhor que o Sporting se preocupe em tentar assegurar o seu futuro e conseguir algo de razoável pelo investimento realizado. E boa sorte ao ED, como diz…

Finalmente, é verdade que jogaram quase sempre os mesmos. Mas jogadores rebentados por terem feito menos de 40 (ou menos) jogos oficiais na época? Algo falhou ao nível físico, então (não incluíndo aquio Montero por razões óbvias)
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 24.06.2014 às 11:16

Passamos a vida a evocar a ficção conveniente, ou então, uma mentira contada muitas vezes torna-se verdade. Isto, em referência ao Eric se ter lesionado no início da época, que não é verdade. Ele teve uma breve lesão na pré-época que não afectou a sua dispinibilidade para a terminar e começar a época oficial.

Já publiquei a lista completa dos seus jogos e a utilização que LJ lhe deu, que mesmo depois de jogar bem a titular, foi de seguida logo para o banco:

http://camaroteleonino.blogs.sapo.pt/884344.html

Como é que é agora "aparentemente claro" que não tem intenção de continuar e essa sua insinuação (é nisto que me surpreende, ou talvez não) "alguma vez terá tido". Eke assinou um contrato profissional aos 18 anos por 4 épocas e sempre disse que pretendia continuar.

Fico na dúvida se viu os jogos do Sporting, especialmente as últimas 4/5 jornadas.

Os jogadores que CLARAMENTE arrebentaram, inclusive do Maurício, inclui Adrien, Jefferson e William. Estes os principais.
Sem imagem de perfil

De HY a 25.06.2014 às 11:48

Rui, acho que está numa maré de pessoalizar demasiado a discussão, o que me espanta porque me parecia não estar assim tão em desacordo com o que diz (até digo claramente que povavelmente há inabilidade da parte da SAD em lidar com este tipo de casos, veja lá, você que me acusa sempre de defender tudo o que a direcção faz)..

Desculpe, mas ele ter assinado um contrato de profissional por 4 anos quando tinha 18 anos nada nos diz quanto à sua intenção de agora pretender continuar por cá após o final desse contrato. Trata-se da renovação que falávamos, não era? E ele disse agora claramente que não tenciona renovar para lá do contrato em curso, ou não disse (sempre a fazer fé nas notícias vindas a público). A minha "insinuação" como lhe chama, visava apenas a intenção dele desde que esta novela da renovação começou, uma vez que um dia o pai dele dizia que o Sporting não lhe apresentara qualquer proposta, enquanto os jornais tinham noticiado que a proposta do Sporting não era satisfatória, etc. Perante este errático processo negocial (ou ausência de) interrogo-me (não insinuo) se o ED tinha mesmo intenção de continuar por cá uma vez expirado este contrato de 4 anos. É tudo e não vejo sequer isso como um juízo negativo em relação ao ED, ele tem todo o direito de pensar que deve seguir outro rumo.

Em contrapartida, já que falou de insinuação, gostaria de perceber claramente se o Rui pensa que o LJ foi instruído para não "abébias" ao ED e se o fez em detrimento das suas apreciações técnicas. Dizer-me agora para ir perguntar ao Presidente e à SAD...bom, então eu podia-lhe responder para ir perguntar ao pai do ED se ele queria mesmo ficar...não adianta nada, estamos a falar de conviccões (ou informações, no seu caso, porque eu não tenho qualquer contacto em Alvalade), opiniões entre adeptos, valem o que valem.

Finalmente, eu de facto não vi os últimos jogos do Sporting, como já lhe tinha dito há tempos. Mas continuo na minha. Jogadores que estouram por fazerem menos de 40 jogos por época, quase sempre ao ritmo de 1 por semana...... algo foi mal planeado, não acha?
Sem imagem de perfil

De HY a 25.06.2014 às 12:16

E já agora, estarei talvez confuso, mas não é verdade que o ED teve no início da temporada uma lesão e uma participação num qualquer campeonato de jovens que atrasaram a sua integração plantel? Eu creio recordar-me disso.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 25.06.2014 às 13:21

Voltamos ao mesmo. Eu já lhe apresentei o calendário dos jogos todos desde primeira jornada, em que ele esteve em jogo/banco.

Ele sofreu uma breve lesão durante a pré-temporada, no entanto recuperou a tempo de a completar e preparar-se para a época oficial.

Podemos dar as voltas que desejarmos, mas o problema é simples: a) ele esperava que a época passada fosse a da sua afirmação total na equipa principal. Embora não se saiba o pensar de Marco Silva, se Rojo ficar, mais Maurício, mais Paulo Oliveira e este Rabia que estão a tentar tudo para contratar, veremos como é. E depois ainda temos o Tobias, Nuno Reis e, especialmente, o Rúben Semedo.
b) Não vai renovar por mais 5 anos pelo baixo salário que a SAD oferece. O William, mesmo depois da época que fez, vai passar de 10 mil para 30 mil/mês, supostamente. Dá para ter um ideia. Quaisquer dos flops que vieram na época passada e que já foram - nem todos ainda - ganham mais do que isso.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 25.06.2014 às 12:24

HY ,

Eu só sei aquilo que o pai e o jogador disseram. O primeiro que só queria jogar, e o segundo, que a SAD ainda não tinha apresentado proposta de renovação. O resto que a CS publica não tem fundamento algum, salvo ser confirmado pelas partes.

O Eric além de querer oportunidade clara para ser titular, está a receber 15 mil euros/mês. Se acha que é assim que vamos segurar os melhores talentos, nada mais há a dizer.

Eu não sei, concretamente, se houve ou não uma acção deliberada da SAD e LJ , na época passada. No entanto, reparei que o HY evitou comentar o uso irregular que foi dado ao jogador, de acordo com o post que publiquei. Não faz sentido que um jogador faça uma excelente exibição e depois vai para o banco 2/3/4/5 jogos, como aconteceu com ele mais do que uma vez.

Na minha opinião, esta SAD não dá prioridade à formação. Tínhamos diversos centrais na calha e quase todos foram postos de parte: Nuno Reis foi para a Bélgica, Tobias Figueiredo para a terceira divisão da Espanha, o Abel não sabe lidar com o Rúben Semedo e o Eric é o que se sabe. Entretanto, vamos à II divisão brasileira contratar um central (Maurício) a quem foi dada toda a oportunidade desde o primeiro dia. Felizmente, ele correspondeu, mas a questão é o que ocorreu à raiz. Ah, sim, ainda temos/tínhamos o Fokobo , que a SAD queria que renovasse por mais 5 anos com o mesmo nível salarial já referido. Ele exigiu 30 mil/mês. A SAD recusou. Pelos vistos é melhor ele sair no dia 1 de Julho a custo zero.

Sejam quais foram as razões, pergunte a outra pessoa que viu todos os jogos para confirmar. Os elementos principais da equipa arrebentaram todos. Além do mais, a avaliação não pode ser limitada à computação 1 jogo por semana. Depende também muito do sistema de jogo da equipa e como os jogadores são utilizados. Não é por mero acaso, que nenhum extremo do SCP com LJ aguentou a época, longe disso.

Por fim, quanto ao Eric , não tenho dúvidas que vamos perder o jogador, mais dia menos dia. Damos 500 mil aqui e 500 mil acolá por jogadores desconhecidos, mas para os da casa são só os trocos. A política salarial não pode tratar todos da mesma maneira. Os talentos acima da média devem ser reconhecidos e tratados de modo diferente. Caso contrário, acabam por sair . Tão simples como isso.
Sem imagem de perfil

De HY a 23.06.2014 às 19:35

O corrector automático é terrível. Em vez de ED escreveu EDIÇÃO...

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo