Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

É hoje noticiado e confirmado pelo próprio, que Mickael Meira está de saída do Sporting, a título definitivo, para representar o AEL Limassol do Chipre.

 

O guarda-redes, de 20 anos, é natural de Ajaccio, França, e dividiu a sua formação entre o GFCI Ajaccio, GRAP, uma época no Benfica e duas no Fátima, antes de chegar ao Sporting em 2009. Estreou-se pela equipa B no dia 16 de Dezembro de 2013, em jogo contra o SC Braga B, a contar para a II Liga. As palavras de despedida do jogador:

 

«Obrigado Sporting Clube de Portugal, clube do meu coração, por estes 5 anos de prendizagem e de crescimento. Muito obrigado aos meus colegas, treinadores, empregados e adeptos do Sporting, muitas amizades e alegrias tive neste clube.

 

O Sporting é passado... novo desafio AEL Limassol. Estou muito contente por este novo projecto, para daqui a uns anos estar no topo do futebol.

 

Só tive pena pela forma como trataram das coisas para a minha saída. Penso que depois destes 5 anos no clube merecia mais respeito.»

 

Por desconhecermos as circunstâncias que levaram à separação, devemos exercer uma certa cautela com o comentário, mas é impossível ignorar a reincidência de queixas de jovens, pela forma como o processo das suas saídas do Sporting é tratado pela SAD.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:23

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Tarcísio Cleonaldo a 31.08.2014 às 18:07

O Mickael Meira, na temporada passada, renovou o contrato quando tinha melhores propostas e lhe pediram para ganhar menos do que ganhava na altura. Outros jogadores - como o Farley Rosa, um jogador extremamente promissor, ou o Ricardo Tavares, capitão da selecção nacional - recusaram esse tipo de proposta e foram à sua vida.

Quando renovou, o Mickael referiu publicamente que o fez por acreditar no clube, por acreditar no projecto de uma equipa com base na formação. Renovou porque o Sporting era a sua casa há 4 temporadas e ele queria retribuir o muito que o clube lhe tinha dado. Quando renovou o contrato, o Sporting tratou de anunciar o facto no seu sítio, para júbilo dos muito aficionados do regime. Um ano depois, sai pela porta dos fundos para um clube cipriota, com as queixas do costume.

Não é o primeiro a falar de falta de respeito e não será o ultimo. E isso porque o perfil do líder que tem 400 jogadores para gerir assim o determina: duas minutas de contrato e uma vontade férrea, se não gostam da nova ordem, a porta dos fundos é a serventia da casa, e se um dia quiserem regressar terão de ir ao beija-mão primeiro.

A saída do Mickael não surpreende ninguém. Não é previsível que seja uma grande perda desportiva. Mas o Sporting não era uma casa apenas dele. Era dele e dos seus irmãos. Aqueles com quem partilhou o balneário nos últimos 5 anos, sempre à procura do melhor para si e para todos, e consequentemente para o clube.

E o Sporting, que tinha a 'melhor formação do mundo' e era um clube de 'ingratos' passou a ser um clube que justifica 3 dezenas de contratações no espaço de 1 ano e um clube onde todos os formandos que saem sentem o alívio da saída associado à ingratidão e desrespeito com que foram confrontados à saída. E é apenas porque se sentem frustrados que desabafam e acabam a dizer mais do que deveriam. Quem não se sente...

A história do Mickael Meira encaixa no post abaixo e é igual à do Ilori, do Bruma, do Eric ou do Ruben Semedo, só para referir aqueles que, sabendo que com isso nada ganhariam, resolveram denunciar o embuste que é a 'aposta na formação'.

http://anortedealvalade.blogspot.pt/2014/06/formacao-de-daniel-carrico-eric-dier.html#

Como os piores exemplos, o que o Bruno está a destruir pode demorar mais de uma década a reconstruir.
Sem imagem de perfil

De J. a 31.08.2014 às 21:14

A sério, que já chega a ser comédia...Regime?
O ultimo parágrafo então é delicioso!!!
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 31.08.2014 às 21:36

Li o seu comentário e foi concordando com o que escrevia apesar de estar bem consciente do seu proposito, mas ai chegou o momento em que meteu todos no mesmo saco Mikael misturado com Ilori, Bruma, Dier e Ruben Semedo ... a sério!?

Mistuarar alhos com bugalhos só para fazer número não me parece correto! até para o próprio Mikael.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo