Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Não matem o futebol !

Naçao Valente, em 22.04.17

 

Em dia de derby quatro palavras apenas: não matem o futebol. Apesar das peripécias próprias do calor do jogo que este decorra com correcção e lealdade, dentro de uma sã rivalidade. Que os adeptos vibrem com o espectáculo e apreciem os artistas. Torcendo para que a vitória pertença ao meu clube, que vença o melhor no contexto do jogo jogado.

 

Ischddd.jpg

 
Disse o velho senador do futebol, Manuel José, que hoje não existe rivalidade mas ódio. De facto vivemos tempo de retrocesso civilizacional nas nossas sociedades. A solidariedade foi substituída pela xenofobia, e pelo despertar de demónios que julgávamos extintos. O futebol não está imune a esta reversão de valores.


Como tenho escrito, e não sou o único, os actuais dirigentes desportivos têm contribuído para o crescimento desta situação. Com a sua atitude fundamentalista, estão a transformar os clubes em guetos de cariz religioso. As suas prédicas constantes apelam à “guerra santa”, à cruzada contra os "infiéis". É certo que forem eleitos pelos adeptos e com base nisso requerem total  impunidade. Também muitos ditadores o foram com consequências trágicas para a humanidade.

 

Emirates-Fire.jpg

 
O problema é que as massas anónimas são presas fáceis da demagogia e do populismo em períodos de grande descontentamento e desespero. É assim que “vales azevedos” chegam impantes ao poder. O mais grave é que as massas não aprendem nada com a história. O clima de ódio instalado entre clubes, está a matar o futebol. Acordem enquanto é tempo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


32 comentários

Sem imagem de perfil

De Cris Dileo a 22.04.2017 às 15:32

Subscrevo a 100% o seu apelo para que não matem o futebol.

O clima de guerra que se vive entre os 3 grandes é insuportável e até acho que o governo devia actuar

Pensam todos que as vitorias se ganham fora de campo e usa-se tudo e mais alguma coisa para condicionar pessoas, entidades, CS, etc.

E somos todos culpados - os dirigentes que todos os dias aparecem no facebook ou outros meios a incentivar ao odio, os que o fazem atraves de papagaios, os programas de merda que falam de tudo menos de futebol, as pessoas que os vêm, etc.

Não vejo no entanto qualquer relação entre essa realidade e os dois exemplo que dá depois - dos vales e azevedos e dos ditadores.

No primeiro caso e se for uma colagem do antigo presidente do Benfica ao actual presidente do Sporting - sabe tão bem como eu que se BC não subiu ao poder pela força da rivalidade contra os nossos adversario - o motivo que levou os Sportinguista a eleger um presidente diferente dos anteriores tem apenas motivos internos - nomeadamente os acumular de maus resultados quer desportivos quer financeiros.

E também nao concordo nessa colagem a qualquer tipo de ditadura porque nesses regimes nao existe um condicionamento psicologico, mas sim bastante fisico.

Mas aqui o importante é o que aconteceu, que espero que não traga mais qualquer tipo de incidente durante o dia de hoje e que espero que seja uma especie de "trigger" para que alguem tenha coragem de fazer alguma coisa para acabar com esse clima e expulsar das nossas vidas todos aqueles que andam a matar o futebol.
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 22.04.2017 às 19:12

Cris Dileo ,
Tem razão, tal com digo, por outras palavras, maus resultados desportivos (uso descontentamento) contribuíram para a eleição do actual presidente, tal como para o caso citado. Agora se é diferente de outros é relativo: será nalgumas coisas e não tanto noutras. Nem se pode estabelecer uma bitola única para os presidentes anteriores. Quanto ao exemplo dos ditadores foi utilizado com o intuito de dizer que nem sempre a maioria que elege tem razão. Apenas isso. mais nenhuma similitude.
Sem imagem de perfil

De Pedro Silva a 22.04.2017 às 15:33

Naçao Valente

Quando morreu o adepto no Jamor que presidente o Sporting tinha?

Sem imagem de perfil

De Aracaçu a 22.04.2017 às 15:59

Caro Pedro Silva,

Penso que já era José Roquette.

(Desculpe a intromissão da resposta, caro Nação Valente, só quis ajudar)

Cumprimentos
Sem imagem de perfil

De Pedro Silva a 22.04.2017 às 16:02

Obrigado, Aracaçu
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 22.04.2017 às 19:51

Aracaçu,
Obrigado pela ajuda.
Sem imagem de perfil

De Carlinha MR a 22.04.2017 às 16:13

Excelente estimado Nação valente!

Deixo apenas esta frase: castiguem exemplarmente todos os agentes desportivos que incendeiam o futebol e não só. TODOS sem excepção...!
Em Inglaterra, eliminaram o hooliganismo e outros focos de violência...porque não em Portugal?? Qual é o medo??
O secretário de Estado para o desporto tem de actuar!
Será preciso muito mais tragédias para 'limpar' o futebol português?

Já agora e porque há que olhar para a nossa casa primeiro, digo de caras:
- Feche a sua matraca incendiária senhor presidente do Sporting!

Grande abraço NV (com bastante tristeza)

P/S - Lamento a morte do Marco, o rapaz italiano e deixo desde já as minhas condolências à sua família.
Que esta desgraça sirva de reflexão...!
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 22.04.2017 às 19:20

Cara Carlinha,
Concordo que com os poderes que tem o governo deve intervir. Mas não podemos esquecer que os órgãos do futebol têm poderes autónomos para agir e não podem estar sempre a assobiar para o lado. E que mais esta desgraça sirva para, como diz, para reflectir e actuar.
Grande abraço
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 22.04.2017 às 17:00

Este texto é muito oportuno, estimado Nação Valente. Estamos todos à beira de uma tragédia maior do que as que já existiram.

Tem de se dizer convictamente que basta, pois a violência no futebol já adquiriu uma dimensão muito para além da pulsão agressiva aceitável em seres humanos. É algo teorizado, organizado e planeado que não decorre essencialmente da paixão e da emoção do jogo, mas que resulta da incorporação de valores de identidade exacerbados e estereotipados que predispõem para o ódio e para o confronto físico.

Imagem de perfil

De Naçao Valente a 22.04.2017 às 19:27

Se o clima de ódio não for travado pelos poderes instituídos podemos como diz, caro Leão Zargo, a beira de uma tragédia de grande dimensão. É preciso actuar na área da persuasão, mas sobretudo barrar os incendiários institucionais.
Grande abraço
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 22.04.2017 às 17:11

Eu não comentava aqui há bastante tempo porque estou no estrangeiro, mas esta situação deixou me bastante revoltado...

Não concordo que este tipo de situações sejam o resultado do discurso dos dirigentes... temos o exemplo do PdC que governa há quase 40 anos e não é um pacifista...

A minha opinião é que isto é um problema social e que tem de ser combatido de forma penal... vejam o exemplo do Lyon Besiktas... multa de 100 mil euros e pena suspensa durante 2 anos. Ninguém veio dizer que a culpa era dos dirigentes....

Qual o enquadramento penal para os clubes portugueses sobre este caso? Creio que só com a penalização dos clubes isto pode ser combatido.... trata se de hooliganismo... exemplos como o inglês têm de ser seguidos.

Por exemplo a forma descomplexada como se encara natural o facto de a claque do benfica não se querer legalizar... como se não houvessem mecanismos para os obrigar.... desde detê-los, a fechar o estádio, a multar o clube, etc.
As pessoas dizem que a legalização não vale de nada, pois eu considero muito importante a identificação dos elementos das claques, e criar um estatuto legal para serem punidos... não podem ser considerados adeptos normais já que são apoiados pelos clubes. A vídeo vigilância nos estádios e o trabalho da polícia judiciária poderiam facilmente deter muitos destes hooligans e os clubes deveriam ser punidos por não conseguirem controlar os seus adeptos. Continuar a assobiar para o lado como é comum na mentalidade portuguesa é uma das razões porque a violência nos estádios não diminiu.... não são só as declarações dos dirigentes que criam o hooliganismo mas sim a apatia da sociedade civil e penal perante a criação de mafias que alguns apedilam de claques.

SL
Sem imagem de perfil

De Hipocrita a 22.04.2017 às 17:23

Como a legalização das claques é muito importante, o que fazia a claque legal do sporting às 3h da manhã no estádio da luz? E os adeptos da claque legalizada já se entregaram por não terem prestado auxilio? Quais é que foram ao estádio da luz, já fizeste o relatório?
As claques legalizadas portam-se tão bem como as não legalizadas e são punidas da mesma forma, nada acontece. Continua a assobiar para o lado e faz de conta que a jl esteve muito bem em ir ao estádio da luz, e os do benfica estiveram muito mal por terem lá estado, os da jl iam prestar homenagem ao Cosme Damião e os do benfica não deixaram.
Isto não tem nada a haver com a legalização ou não das claques.
O teu comentário é uma aberração como o comportamento das claques e dos dirigentes.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 22.04.2017 às 18:05

Eu não digo que a legalização das claques acabe com a violência... digo apenas que a forma como se encara o não cumprimento das regras existentes como demonstrativo do pensamento português.

Eu sempre defendi penalizações aos clubes por nada fazerem sobre as suas claques.... incluindo o Sporting. Acho que se a juveleo fizer actos de violência o Sporting deveria ser penalizado.... a minha posição não tem nada de hipócrita.
Sem imagem de perfil

De Hipocrita a 22.04.2017 às 18:18

Estás a dizer que o sporting já devia ter divulgado a lista com o nomes dos membro da jl que estiveram naquela triste situação e os devia ter expulso? Muito bem Schmeichel, e talvez ainda pedir para ser castigado?

Isso nunca acontecerá em Portugal em nenhum dos clubes, pelo menos nos próximos anos e tu também não queres que o sporting o faça, deixa de ser hipócrita
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 22.04.2017 às 19:13

Neste caso que vai ser alvo de investigação.... sou a favor de proibir a entrada em estádios de futebol dos intervenientes, incluindo os do Sporting.

Os clubes não podem dizer que não são responsáveis pelos actos das suas claques... dão lhes apoio, logo são coniventes com os seus actos.

Não é o Sporting que tem de dizer quem lá esteve... para isso é que se legalizou as claques.... têm um estatuto legal que deveria servir para identificar e punir legalmente. O Sporting deverá ser punido se apoiar um grupo que comete crimes.... isto aplica se a todos os clubes.

Não gosto dessa visão de que nada podemos fazer... isso é o que as claques querem....
Sem imagem de perfil

De Oscar Alho a 22.04.2017 às 17:55

Como se no estrangeiro não houvesse acesso à net para postar aqui?

A legalização das claques só faz sentido porque alguns dos seus elementos são identificados e registados mas cerca de 90% actualmente não o são e até os seus mais destacados operacionais fazerem parte de forças de segurança como já foi publicado por aí.
O FCP e o SCP fazem das claques um corpo pretoriano organizado beneficiando da ligação umbilical aos seus actuais presidentes.
Há uns anos atrás antes de existir a SPDE, Pinto da Costa fazia-se escoltar ás sessões de tribunal pelos super dragões, assim como escoltavam elementos da sua família em lugares fora do âmbito do futebol, já Bruno de Carvalho nasceu no meio deles, é um deles; foi há muito pouco tempo ter com eles ás bancadas com o à vontade de quem dá ordens.
Se todos invalidarem as claques como organização com carta branca para fazerem o que quiserem deixa de haver suporte colectivo a um grupo de delinquentes e passarão a ser responsáveis individualmente pelos seus actos perante a lei.
FCP e SCP não querem porque ter o braço armado atemoriza opositores e rivais.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 22.04.2017 às 18:09

No estrangeiro existem coisas mais importantes a fazer....

Você vê este problema pelo BdC... já agora quem eram os presidentes naquele jogo no Jamor?!?
Sem imagem de perfil

De João Chaves a 22.04.2017 às 19:17

E o que é que aconteceu no Jamor?
Já agora, estou curioso.

Um acidente infeliz perpetrado por um idiota que devia ter enfiado o foguete num sítio que bem sabemos, ou um homicídio premeditado?
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 22.04.2017 às 19:37

Usei esse exemplo para demonstrar que a violência das claques é muito anterior ao Bruno de Carvalho....

E já agora esse idiota que fala... continuou após esse incidente a ir ver jogos no estádio da Luz, a coberto da sua claque No Name boys....
Sem imagem de perfil

De João Chaves a 22.04.2017 às 19:53

Deve ser como o palerma do vosso assaltante que até sai da cadeia para ver a final da taça ou o camelo do de azul que escreve livros a dizer como assalta estações de serviço e é tratado por "Doutor".

Hooliganismo é para ser erradicado e ninguém faz nada, todos assobiam para o lado.
A morte do rapaz, ontem, suja de sangue as mãos a muita gente responsável pelos clubes visados, mas a resposta tem sido assobiar para o lado.

E insisti na história do Jamor porque o autor do crime será tudo e mais alguma coisa - e é, ao que consta até andou fugido da polícia e a pena que teve foi LEVE - , mas não matou de forma premeditada.

E cansa ver muita gente aproveitar-se da memória de um homem ceifado antes do tempo para instigar ódios estúpidos.

Claques são um mundo à parte, com subgrupos, onde até um sportinguista ou benfiquista é capaz de espancar um adepto do próprio clube para defender um adepto rival que ostente o "88".

Enfim.
Dadas as circunstâncias, só me apraz enviar a si e a todos os sportinguistas um grande abraço, sabendo que hoje à noite vão chamar nomes à minha mãe, mulher e eventualmente a mim.

O que só tenho a saudar.

O jogo nem se devia realizar, mas...
Boa sorte e que ganhe o melhor.
Sem imagem de perfil

De António Domingues a 22.04.2017 às 18:30

As claques leoninas e o seu conhecido Grupo 1143 são useiras e vezeiras neste tipo de acção junto aos estádios não é de admirar, só espero que a justiça seja implacável desta vez.

https://jpn.up.pt/2006/01/26/politica-nas-claques-portuguesas/
Imagem de perfil

De Naçao Valente a 22.04.2017 às 19:50

Schmeichel,
São bem vindos os seus comentários, até para fazer o contraditório. Subscrevo muito do que diz, mas não branqueie os dirigentes.
SL
Sem imagem de perfil

De Hipocrita a 22.04.2017 às 17:25

Agora os clubes emitem comunicados a dizer que estão muito chocados, a liga e a federação emitem outro comunicado a dizer que lamentam, ou seja, assobiam todos para o lado e o circo continua passados dois ou três dias.

Os clubes têm de ser castigados, não multados, jogos à porta fechada, a promoção do ódio não pode continuar, isto provoca o crescimento da crispação idiota entre os clubes . A federação e a liga também têm muita culpa pois há muito que deixam o ódio ser praticado e nada fazem para parar os clubes e não falo só destes dois clubes em causa.

Que faziam adeptos do Benfica às 3h da amanhã junto ao estádio da luz? Que faziam adeptos da JL no estádio da luz às 3h da amanhã? O que fazia um italiano sportinguista acabado de chegar a Portugal às 3h da amanhã junto ao estádio da luz?
E os valentões dos "benfiquistas" e "sportinguistas" que lá estavam, fugiram todos em vez de prestar auxilio a um humano que tinha acabado de ser atropelado? Que raio de pessoas são aquelas?
Isto tem alguma coisa a haver com serem claques legais ou ilegais? Será que a porcaria é a mesma e ninguém vai ser castigado? Será que o que os dirigentes dizem afinal incendeiam as mentes dos adeptos?

Que sentido faz realizar o jogo de hoje quando uma pessoa morre por causa do futebol?
A meio da semana já ninguém se lembra e vamos insultar-nos todos outra vez,
VIVA O FUTEBOL PORTUGUÊS
Sem imagem de perfil

De FF a 22.04.2017 às 17:46

Boa-tarde, Hipócrita:
Respondo apenas ao seu último parágrafo, lembrando que numa final entre Sporting e Benfica, no Jamor, foi morto um sportinguista e o jogo continuou como se nada tivesse acontecido...
O clima de ódio instalado no futebol tem a ver, entre outros factores com a cobardia dos governantes que nada fazem para acabar com essa situação, o que até se compreende, dada a promiscuidade existente entre o futebol e a política.
Acresce ainda o comportamento dos dirigentes do futebol que atiram gasolina para a fogueira.
O exemplo vindo de Inglaterra que acabou com o holiganismo seria, de facto, uma boa medida.
Apesar de o futebol ter deixado de me interessar, desejo que haja hoje um bom jogo e, se possível, que ganhe o nosso Sporting.
Saudações leoninas.
FF
Sem imagem de perfil

De José Relvas a 22.04.2017 às 18:06

Já reparou que para o bem ou para o mal esse foi o unico que até hoje foi entregue às autoridades, cumpriu duas penas de prisão e não poderá nunca mais abeirar-se de um estadio?
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 22.04.2017 às 19:19

Não é verdade.... Hugo Inácio esteve fugido a policia durante muitos anos..... e foi apanhado precisamente no estadio da luz apos agressão a um polícia.

Esse caso só é demonstrativo da falta de vergonha do sistema judicial em Portugal.
Sem imagem de perfil

De Paulo a 22.04.2017 às 19:50

No estrangeiro não há intenet e aqui mente com os dentinhos todos. Ele não foi apanhado no estádio da luz e muito menos por ter batido num policia.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 22.04.2017 às 19:54

Noticia de 08.11.2012 (é muito importante saber a verdade das coisas... não vá passarmos por mentirosos)

"PSP deteve ontem no exterior do Estádio da Luz o autor do disparo do very-light que vitimou um adepto do Sporting, Rui Mendes, na final da Taça de Portugal, em 1996. De acordo com um comunicado da Polícia, divulgado pela agência Lusa, Hugo Inácio foi identificado como sendo o apoiante do Benfica que arremessou uma cadeira que atingiu um agente da autoridade, causando-lhe ferimentos na mão e na perna. Recorde-se que Hugo Inácio foi recapturado em fevereiro de 2011, depois de se ter evadido do estabelecimento prisional do Linhó, em 2000, onde se encontrava a cumprir 4 anos de prisão, por homicídio por negligência (faltavam-lhe 15 meses e 6 dias de pena efetiva).A PSP deteve mais 30 adeptos do Spartak, por se terem envolvido em desacatos com adeptos dos encarnados na Praça Centenário. Todos os detidos serão presentes hoje ao Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, para aplicação de medidas de coação. "
Sem imagem de perfil

De Augusto Matos a 22.04.2017 às 20:01

Mentiroso sou eu e não minto tanto.
Estás a misturar factos de um momento e a acumular noutro.
O que se passou no estadio da Luz nada tem a ver com a anterior fuga durante uma visita precária.
Nessa altura era cidadão livre no uso de seus direitos, só que mostrou que não tinha cura e levou mais uma pena.
Bem ou mal tem cumprido o que a lei lhe impôs ao contrário de outros casos noutras claques com reincidencias semelhantes.

http://www.cmjornal.pt/desporto/futebol/detalhe/very-light-hugo-inacio-recapturado

http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/inacio-na-cadeia-e-fora-do-estadio
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 22.04.2017 às 20:33

Ele foi apanhado a agredir um policia no estádio da Luz... e há anos que existem tarjas no estádio da Luz a vangloriar o Hugo Inácio... e a direcção que se apelida da mais profissional no futebol português.... nada faz... isto é a verdade sobre esse individuo que deveria de ser impedido para sempre de entrar num estádio de futebol!

Ele é benfiquista... mas se fosse sportinguista... eu não viria para a internet defendê-lo... isso sim é triste!
Sem imagem de perfil

De Augusto Matos a 22.04.2017 às 22:49

Vieste cruxificá-lo por ser benfiquista, agrupando tudo o que ele fez de mal com essa condição, tentando atingir quem nada fez mas que o usam para irritar os adeptos rivais como um avivar de memória de factos desagradáveis.
É um pouco como na simplicidade de um exemplo prático sem danos reais:
- Se alguem estiver a ler um jornal por cima do ombro de outro desplicentemente perturbador, pode ser socialmente condenável mas não é proibido ou ilegal.

Imagem de perfil

De Naçao Valente a 22.04.2017 às 19:45

FF,
Tem razão. A inércia na acção é geral. Ninguém quer ser politicamente incorrecto perante adeptos/votantes. Faço também votos que para além do resultado que desejamos os protagonistas, sejam dignos, e que dentro do campo, façam o que melhor sabem, jogar o jogo pelo jogo.
saudações leoninas

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo