Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Noções descaminhadas no tempo

Rui Gomes, em 29.07.16

 

13754546_633841543460117_6286101931697936437_n.jpg

 

Num Clube com mais de 110 anos e uma notável história, com mais de 100 mil registos de inscritos, é deplorável ouvir um sócio com um longínquo n.º 3289, afirmar que “…não tinha a noção de que o Sporting tivesse tantos adeptos em qualquer parte do mundo."

 

Um caso de noções descaminhadas no tempo, mas que, mesmo assim, não ameniza a sua notória jactância, hoje e sempre:

 

«Sei o meu valor. Sei que tenho sido importante, não só para os clubes onde trabalho, mas também para criar ideias novas para o futebol. Esta distinção dá-me algum prestígio, porque valoriza a minha carreira, que ainda tem muito para conquistar».

 

Esta última "modesta" consideração de Jorge Jesus, em relação à designação atribuída pela revista inglesa Four Four Two de 10.º melhor treinador.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:37

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


16 comentários

Imagem de perfil

De Profeta a 29.07.2016 às 19:53

Quero ver o farás na champions...
Sem imagem de perfil

De Oceano Vermelho a 29.07.2016 às 20:02

Foi JJ que disse isso?

Tenham paciência, caros sportinguistas: nada do que eu, enquanto adversário, ou a dita CS «lampiã» possam dizer será tão contundente como estes «lapsos» do vosso atual timoneiro.
Sem imagem de perfil

De LionClaw a 29.07.2016 às 21:05

Algo que, aliás, o mesmo JJ rezava, não bastas vezes, aquando dos 6 anos que vestiu de "encarnado", com a vossa - acérrima - defesa. Houve até quem (António Pedro Vasconcelos) dissesse que JJ era melhor que Mourinho - pasme-se!

Mas visto que esses 6 anos foram apagados da história, excepto no que alguém (incógnito) ganhou nesse período, o caro Oceano Vermelho com certeza já não trará na memória tais desideratos. Nems equer a memória de que JJ fora, algum dia, treinador do SL Benfica...
Sem imagem de perfil

De MM a 29.07.2016 às 21:09

"Houve até quem (António Pedro Vasconcelos) dissesse que JJ era melhor que Mourinho - pasme-se!"

Jorge Jesus já é melhor do que Mourinho desde há alguns / bons anos. Não o é desde que ingressou no Sporting. Aliás antes de ingressar no Sporting, Jesus era o treinador do "limpinho limpinho" e o tipo que não sabia falar PT. Incrível como entretanto tanta gente mudou de opinião ...
Sem imagem de perfil

De LionClaw a 29.07.2016 às 21:18

MM,

Quando APV disse tal coisa, estava ainda no programa Trio d'Ataque (RTP N, depois RTP Informação e agora RTP 3) - já dá para ter uma noção de há quantos anos foi (6/7 seguramente), julgo que durante o primeiro ano de SL Benfica, acabado de chegar do SC Braga.

Quanto ao seu segundo parágrafo, posso assegurar-lhe que nunca mudei de opinião. Eu, pelo menos, que só por mim falo. Continua a ser o Treinador do "limpinho, limpinho", dos pontapés na Língua Portuguesa, das tiradas ególatras e por aí adiante. Agora, como antes, não deixa de haver uma inegável consideração: é um treinador por excelência.

A menos que, como muitos, se prefira o tal futebolzinho, sempre demasiado lateralizado, que vive à custa da individualidade (ao invés do colectivo). Desses, admita-se, há muitos (como os chapéus). Alguns têm sucesso, dependendo dos Clubes que representam e os plantéis que se lhes põem ao dispôr.

Fernando Santos, numa tirada feliz, fez não há muito tempo a distinção entre «ver a bola» e «ver futebol». Parecendo que não, são coisas distintíssimas! Independentemente do parco Futebol por ele idealizado - o mensageiro não anula a mensagem.
Sem imagem de perfil

De MM a 29.07.2016 às 21:30

De acordo. Na íntegra.

Há 6 ou 7 anos J. Mourinho já há muito havia mudado a sua visão do jogo ou aquilo que pretende para as suas equipas. A sua competência permanece (julgo) inalterável; mudaram os seus objectivos e (repetindo-me) aquilo que pretende das suas equipas. Foi pena. Já Jorge Jesus permanece fiel aos seus princípios desde que treinava em Belém. Melhorou muito provavelmente o método de treino (que na altura já seria - presume-se - soberbo) e claro, tem agora quase 10 anos de experiência de clube grande. Em 2009/10 o seu trabalho adquiriu tons de brilhantismo mas porque o Benfica nessa temporada tinha jogadores como Aimar ou Saviola. Isso pesa muitíssimo.
Sem imagem de perfil

De Oceano Vermelho a 29.07.2016 às 21:22

Lion Claw,

Não gosto de Jorge Jesus fora das 4 linhas e, mesmo aí, há muitos aspetos em que o homem me desagrada. Da mesma forma que considero que Vieira não tem estatura para presidir ao Benfica, pelo menos ao clube em que me revejo.

Dito isto, tenho a acrescentar que não me conhece de lado nenhum para me atribuir quaisquer apagamentos da História do Benfica. Jorge Jesus esteve seis anos a comandar a equipa principal do meu clube e ganhou variadíssimos títulos e ficará o seu nome para sempre inscrito na «nossa» vida. O mesmo se pode dizer, por exemplo, de Máxi Pereira. Não há aqui revisionismos.

Por outro lado, a opinião que tinha da figura é igual hoje à de há dois anos atrás. E, se não me esqueço dos títulos, também não olvido os episódios com o treinador dos Spurs, do Nacional, de Guimarâes, a forma como tratava Raúl José, os empurrões a Shéu Han.

Por último, a minha observação tinha a ver, exclusivamente, com a afirmação sobre a sua falta de noção acerca dos adeptos do Sporting pelo mundo fora. Obviamente, que a sua garra verde teria de ser acicatada pelos fantasmas que viu na opinião de alguém «vermelho».
Sem imagem de perfil

De LionClaw a 29.07.2016 às 21:30

«Obviamente, que a sua garra verde teria de ser acicatada pelos fantasmas que viu na opinião de alguém «vermelho». »

Não tinha. E, aliás, nem tem. Pelo menos não tanto ao ponto de me ver a comentar o que quer que seja num blog tão obviamente Sportinguista. Achei por bem responder a um benfiquista que se intromete nas conversas dos outros, tão só. Mea culpa.

Já agora, tão contundente como os seus comentários, nada - mesmo nada - facciosos, é o facto de o seu SL Benfica contratar para director de comunicação quem, por interposta(s) pessoa(s) andou a achincalhar o ano todo. Corrijo: tão contundente como elucidativo.

Terminando, e voltando a JJ, é o mesmo personagem que sempre foi, com as suas virtudes e defeitos. E quem não os tenha, que atire a primeira pedra. Ou´, revisitando o "imaculado" Rui Vitória, que atire a primeira SMS...
Sem imagem de perfil

De Oceano Vermelho a 29.07.2016 às 21:53

1. Não posso vir aqui, de vez em quando, deixar a minha insignificante pegada? Sim, sei que a minha presença (ou, se preferir, a presença de não sportinguistas) provoca algum incómodo a alguns comentadores, baseados na ideia dos compartimentos estanques. Já disse e repito: quando o autor do blogue o entender e disser que não sou pessoa desejável neste espaço, meterei a viola no saco e deixarei de o fazer.

2. O que tem a ver o diretor de comunicação que Vieira contratou com este «post» ou a minha surpresa pela frase de JJ?

3. De igual modo, qual a razão para Rui Vitória (assoberbado pelo qualificativo «imaculado») ser convocado para a nossa troca de impressões?

Só posso considerar que o caro afina pelo mesmo diapasão de muita gente e cai na mesma ladainha de tantos adeptos de todas as cores.

E o meu ponto era só este: JJ não tinha noção da força e da massa adepta do Sporting por esse mundo fora? O que tem esta minha angústia existencial a ver com tudo aquilo que convocou para a conversa?
Sem imagem de perfil

De MM a 29.07.2016 às 21:16

Caro Rui,

Sei que não é apreciador de Jesus e essa é uma posição completamente respeitável. Igualmente louvável, não ter mudado a sua opinião só porque o português agora é nosso treinador. Todavia, personalidades de parte (sei que esse não é o único motivo para que desgoste dele), a importância de JJ no clube é imensa. Não é por acaso que logo no 1º ano luta pelo título, fazendo-o sem 2/3 da qualidade individual à disposição de Benfica e FC do Porto.

E tal como da noite para o dia o futebol do Sporting mudou com Jesus, sem ele, muitos dos podres no Sporting viriam tão ou mais rapidamente à tona.

Abraço.
Sem imagem de perfil

De MM a 29.07.2016 às 21:21

"Fazendo-o sem 2/3 da qualidade individual à disposição de Benfica e FC do Porto."

Isto está mal alinhado mas percebe o ponto.

Outra coisa, li há uns dias que em 1979 uma das suas equipas deu 3-0 ao FC Porto. Poderia detalhar (na medida do possível, e caso pretenda obviamente) o contexto dessa vitória e os nomes dos treinador (principal) e jogadores envolvidos?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.07.2016 às 21:42

Caro MM,

Essa é uma conversa para outro dia e até acho que já aqui referi esse jogo e até terei publicado uma foto da equipa.

No entanto, posso adiantar que o treinador era o Benvindo Assis e que a equipa contava com, entre outros, o Marinho (Sporting), João Moniz (da formação do Sporting e que chegou a ser campeão, salvo erro em 1982), Tito (ex-Guimarães e cunhado de Marinho), Francisco Bolota (ex-União de Tomar) e José Testas (ex-Benfica, Guimarães e mais alguns).

Histórias do passado...
Sem imagem de perfil

De MM a 29.07.2016 às 21:55

Tito o 'Gerd Muller de Guimarães'? Já ouvi falar. Muito bom.

Procurarei esse 'post' e foto a que se refere. Obrigado pela dica.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.07.2016 às 21:58

Para ser sincero, não fiz pesquisa, mas tenho uma vaga ideia de o ter feito. Sei que já referi essa equipa no passado.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.07.2016 às 22:05

O Chico Bolota é meu afilhado e se a memória não me falha, marcou 14 golos na 1.ª Divisão, em 1973, pelo União de Tomar.

Ele é do Montijo e é muito amigo do Futre (a razão que este me ofereceu uma camisola sua do Atlético de Madrid) e do Manel Fernandes, entre muitos outros bem conhecidos futebolistas.

Tenho a camisola do Beckenbauer, que resultou de uma troca de camisolas com o Chico depois de um jogo e que este me ofereceu posteriormente.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.07.2016 às 21:55

P.S. Não refuto o mérito técnico de Jorge Jesus mas não posso dizer que hoje é mentira o quem ontem e durante muitos anos era verdade.

É uma questão pessoal e nem sequer se relaciona com o facto de não simpatizar com Bruno de Carvalho. Preferia não ter este treinador no Sporting e acredito que ele só está no Clube por força de circunstâncias algo imprevistas e que tendo alternativas viáveis, em Portugal, na altura, não estaria.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo