Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O erro de Simão

Rui Gomes, em 01.06.17

 

Faltou a inteligência

 

20411729_tZ9D7.jpg

Não me juntarei ao coro dos que entendem que um futebolista não pode eleger o pior onze com que jogou. O discurso de futebol em Portugal está tão formatado, esvaziado e banalizado que censurar tal possibilidade já nem fica no domínio do politicamente correto, mas no do (digamos) insuportavelmente bafiento.

 

Falta sentido de humor entre nós. Falta ironia e falta autocrítica, e um jogador escolher o pior onze da carreira pode não só constituir uma importante ressalva a essa melancolia, mas trazer uma nova perspectiva a um debate que o excesso de "soundbite" ameaça reduzir a quase nada.

 

Tudo isto em abstracto, claro. Em concreto, Simão foi Simão. Esqueceu-se da delicadeza essencial de se colocar a si mesmo no dito onze. Não por verosimilhança, mas por cortesia: ele próprio, no ataque, ao lado de Ouattara.

 

Teria sido um acto de inteligência capaz de proteger todo o humor da entrevista sem, por exemplo, provocar a reacção - humana, evidentemente - de Fernando Aguiar. Mas eu não esperava melhor de alguém que tantas vezes vilipendiou o clube que o foi buscar pré-adolescente a Trás-os-Montes e lhe deu tecto e sustento até o entregar à oportunidade de se tornar um homem...

 

 

Joel Neto, jornal O Jogo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:52

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


24 comentários

Sem imagem de perfil

De Balajic a 01.06.2017 às 10:05

Mais nada!
Sem imagem de perfil

De I. Dias a 01.06.2017 às 10:11

Vilipendiou? O Simão antes de voltar para Portugal perguntou so Sporting se não o queriam, como sinal de respeito.
Não o quiseram, então representou o rival.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.06.2017 às 11:54

Não fale daquilo que não sabe !!!
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 01.06.2017 às 12:15

Rui assim virava mudo!
Sem imagem de perfil

De Aracaçu a 01.06.2017 às 11:36

Simão Sabrosa na capa da Revista "Mundial", em 1999, já vestido c/ a camisola do Barcelona e a beijar a camisola do Sporting. Título da capa: "Devo tudo ao meu querido Sporting."

Logo após a saída do Sporting rumo a Barcelona, Simão afirmou, ainda ao lado do então presidente do Clube, Dr. José Roquette que "em Portugal só jogarei no Sporting"

Simão foi para o Benfica em 2001 e o Sporting, que até tinha direito de preferência sobre o atleta, não foi informado das condições do acordo, nem pelo clube catalão, nem pelo jogador, não tendo hipótese de exercer esse direito.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.06.2017 às 11:56

Se a memória não me falha, o Barça acabou por informar dos termos da transferência, o que não foi revelado foi os termos do contrato. Daí que o caso tenha ido para tribunal.
Sem imagem de perfil

De Rui Carvalho a 01.06.2017 às 12:33

isso não é verdade, foram informados, como é óbvio, dos termos da transferência, quanto ao contrato que o Benfica propôs era o que mais faltava ter de ser informado, foi mais um caso em tribunal para nada, isto afinal nem começa com BdC é mesmo do Sporting, ele apenas segue a tradição...

quanto a um jogador dizer que "aqui só aqui", estamos a falar da realidade certo? ninguém vive no pais das maravilhas ou vive?

e quanto ao post... não querendo defender o Simão para nada ate porque não o conheço de lado nenhum não sei o que ele "vale" (mas um grande profissional pelo meu clube isso foi),mas o que não fallta são jogadores que já foram instados a isto, a nomear os piores e (ou) os melhores.

o drama aqui a "gente" sabe qual é... e juntando isso ao efeito "manada" que a internet/redes-sociais provocam em que poucos pensam por si próprios e seguem a tendência... se por acaso o "Robocop" tem regido com menos azia a uma verdade incontornável, a de que é provávelmente um dos piores jogadores(!) que jogou com o Simão, e tem tido capacidade de encaixe não se indignando de uma forma que eu acho exagerada, qual a repercursão deste fait diver na "manada"...

digo mais que poucos "tomates" tem um gajo tão grande para ´so falar de tão grande injustiça depois disto, nunca enfrentou a "grande maldade" de frente.

o Simão pode ser o maior crápula do mundo, nem me interessa discutir isso, mas este caso isolado... meus amigos, cambada de meninas...
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 01.06.2017 às 12:24

A questão do Simão não é ter jogado no benfica ou ser benfiquista... é a forma como despreza e ataca o Sporting, não é normal ele não respeitar um clube que o tirou de uma aldeia e que o fez profissional. Ele continua a desrespeitar o Sporting como se viu nesta lista onde quase só colocou jogadores do Sporting, quando passou poucos anos na nossa equipa sénior.
Sem imagem de perfil

De Rui Carvalho a 01.06.2017 às 12:38

bem, isto de só ver um lado da moeda...

e como foi considerado pelo Sporting/sportinguistas quando asssinou pelo Benfica? até em tribunal meteram o assunto sem razão nenhuma.

e como digo no meu comentário.. o drama aqui a "gente" sabe bem qual é.. é este!

Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.06.2017 às 13:05

Não venha defender o indefensável com a sua "bíblia" encarnada. A questão, hoje e sempre, é que Simão foi um ingrato e, como homem, não vale nada. Até na Luz deu provas disso. O resto é conversa...
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 01.06.2017 às 14:05

Basta ver o episódio da braçadeira de capitão para ver que tipo de pessoa é o Simão.
Sem imagem de perfil

De Rui Carvalho a 01.06.2017 às 15:59

Bíblias, episódios... em que parte do que escrevi defende alguma coisa? em que parte eu julgo ou não o seu carácter, apenas referi que por ter assinado pelo Benfica foi tratado exemplarmente pelas hostes sportinguistas, até ai não me lembro de nenhum sportinguista reclamar do seu carácter...

se devolveu a simpatia, eu se calhar também a teria devolvido, não sou de dar a outra face para levar mais, e julgo as situações pelo que são, pelos factos, e em resposta ao comentário é o que tenho para dizer, na realidade quem tratou mal o Simão foram vocês.
Imagem de perfil

De Mike Portugal a 01.06.2017 às 16:04

LOOOOOOOOOL

Que frase mais ridicula, quem tratou mal o Simão fomos nós.
Nós não dissemos nada quando ele veio para o SLB. Nós dissemos quando ele disse a famosa frase: "Quero ganhar em Alvalade e se isso tirar o título ao SCP ainda melhor" (nessa altura seria o FCP campeão se o SCP não ganhasse)
Sem imagem de perfil

De Rui Carvalho a 01.06.2017 às 16:15

tratar mal? nada! nunca! óbvio que não, olha quem! Looooooool

nem meteram isso em tribunal nem nada!

nem foi apelidado logo a cabeça de traidor!

e até acho isso normal, ainda agora no Benfica se passou o mesmo com o Maxi... e ele não se coibiu de fazer o que fez quando marcou na luz.

não podem é achar que porque vos "desrespeitou" é porque voces o trataram muito bem.

é como eu digo o drama, ah o drama, o drama é que ele foi para o Benfica, então não presta!

Sem imagem de perfil

De Rui Carvalho a 01.06.2017 às 16:10

e terei de fazer uma adenda, "o que fez no Benfica", mal ou bem liderou um grupo que inclusive se sagrou campeão nacional, teve boas prestações Europeias onde conseguiu alguns resultados historicos com várias eliminatórias onde eramos considerados imensamente mais fracos...

agora, a "estrela da companhia" ter tiques de vedeta é algo de anormal? ter colegas que não gostam dele? talvez até por inveja? Ronaldo?

o que fica para a história é a classe do Simão dentro de campo e ai todos queriam jogar com ele.

o que dizem agora?

olha e o que dizia Trap? mesmo com um joelho ligado não o tirava porque "a equipa não podia despir o fato de gala", e tempos depois " o jogador mais completo e profissional com quem trabalhei".

isto foi o que ele provou no Benfica.

como já disse o drama aqui é outro e de outros.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 01.06.2017 às 17:09

Na verdade o drama aqui e em qualquer discussão que envolva desporto neste país, é pura a simplesmente a mania que vocês têm que tudo o que acontece é em função do impoluto Benfica.

O resto é conversa...da treta , diga-se de passagem.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.06.2017 às 17:24

Aceitamos a sua versão das coisas, porque o Jorge tem exibido uma certa perícia em "conversas da treta".
Sem imagem de perfil

De Miguel Raimundo a 01.06.2017 às 16:25

Até hoje só me lembro de quatro vira-casacas deste gabarito que se travestiram assumidamente em momentos definidos da sua carreira:
- Simão
- Moutinho
- Quaresma
- Figo
Tem em comum o facto de serem todos produtos do Sporting facto este incontornável que caracteriza a tal diferenciação que os adeptos mais fervorosos querem fazer valer.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.06.2017 às 17:25

Está a generalizar quando cada um tem a sua história, e nenhumas são idênticas.
Sem imagem de perfil

De Miguel Raimundo a 01.06.2017 às 17:43

Se fossem iguais eram um caso para estudo.
Não tem que ser idênticas para se notar que tem um facto comum que não é só a mudança de campo.
O que mais castiga os adeptos sportinguistas é uma especie de traição ou morder de mão e não tanto o que saíu da boca deles.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.06.2017 às 17:59

Uma das coisas que mais afecta a vida humana, futebol ou não, é a ingratidão.

Há variáveis nestes casos no que a isso diz respeito. Sabrosa há muito, neste contexto e não só, até na sua vida particular, que é um homem com um "h" pequeno.

Não foi surpresa alguma as "bocas" que ele proferiu no programa televisivo e só veio pedir desculpas depois de ter sido aconselhado a fazer isso e após a "ameaça" de Fernando Aguiar, que eu conheço bem, e é homem para lhe dar uma boa bofetada, com ou sem mão.
Sem imagem de perfil

De Rui Carvalho a 01.06.2017 às 18:39

se o conhece tão bem e ele é assim tão H maiúsculo nunca lhe ocorreu como ele engoliu tanto tempo isto e porque na altura não se insurgiu?

balelas meu caro, ser homem com H grande é saber quem somos e não estrebuchar á primeira boca isso é de meninas, e digo mais, muito menos bofetadas!

e o que ele fez não foi nenhuma bofetada sem mão foi tão somente um ataque a um suposto mal estar que tem desde que foram colegas e ele com o H tão grande nunca os teve no sitio para tomar uma atitude, engoliu e sorriu sempre!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 01.06.2017 às 18:44

Bem... esta conversa já enjoa e não vou adiantar mais do que isto...

Aguiar reagiu logo após o referido programa televisivo. A sua referência a muito tempo ter passado ultrapassa-me.

Eu não fiz referência alguma a Fernando Aguiar ser um homem com "h" grande ou pequeno, mas sim que (temperamentalmente) é homem para reagir de modo pouco delicado.

Leia os comentários com mais atenção. Da minha parte, assunto encerrado. Nem sequer compreendi o que pretende defender, salvo a proverbial "dama", como usual aliás.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo