Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O "modesto" Miguel Guedes

Rui Gomes, em 12.09.17

 

 

Miguel Guedes assume-se como o melhor comentador afecto ao FC Porto. Diz ele que é o único capaz de levantar os problemas sem cair no ridículo, o único capaz de ser coerente nas apreciações e incisivo na defesa do seu clube.

 

E, pelos vistos, também é um "rapaz" modesto. De qualquer modo, aqui está ele e o defensor "encarnado" João Gobern em debate.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:15

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


44 comentários

Sem imagem de perfil

De Justino a 12.09.2017 às 12:14

O VAR, como explicado em cima, tem acesso a todas as câmaras no estádio (em número superior às da transmissão), podendo aceder em qualquer momento a qualquer delas e visionar as imagens frame by frame. O s arbitros VAR têm uma consola de realização para esse efeito e receberam formação no seu manuseio.

Reparo que continuam a insistir na questão da BTV. Já aqui foi explicado que quem realiza as transmissões da BTV é a mesma empresa que assegura as transmissões da Sportv. A linha ser na BTV ou na Sportv é indirente.
Imagem de perfil

De PSousa a 12.09.2017 às 12:17

Justino,
Então se é a mesma empresa, questione-se a mesma qual a razão de não haver linha no jogo do Braga, terão instruções?
Não quero com isto dizer que foi propositado, mas que levanta suspeitas...isso levanta!
Quanto ao VAR eu não acredito que sem linha tenham conseguido "tirar" este fora de jogo.
Sem imagem de perfil

De Francisco Maria a 12.09.2017 às 14:50

As linhas de fora de jogo não são processadas pela mesma empresa que realiza os jogos, são empresas diferentes e cada uma faz a sua parte.
Para existir transmissão de repetições com linhas de fora de jogo é preciso que a empresa que as realiza seja previamente contratada o que me parece não acontecer em todos os jogos.
Talvez seja essa a razão (estou a especular) de não poderem ser utilizadas pelo VAR uma vez que a FPF não contrata as transmissões e, por maioria de razão, também não contrata a empresa que processa as linhas de fora de jogo.
Imagem de perfil

De PSousa a 12.09.2017 às 14:55

Francisco,
Até pode acontecer o que você diz, mas é um pouco rebuscado demais!
O que é certo, infelizmente, este dois lances, sem entrar noutros, são exemplo do que não pode vir a acontecer no futuro.
Clubismos à parte, não acha que isto levanta suspeições?
Se fosse no SCP eu diria o mesmo, não pode ou não devem acontecer situações diferentes de tecnologia nos jogos.
Uma coisa era não terem existido "casos", outra é existirem e não existir a tecnologia.
Pense comigo, no caso do Braga em que não à linha o VAR tem duvidas e deixa o árbitro decidir, no lance contra o Portimonense o VAR tem duvidas mas como vê a linha na transmissão diz que é fora de jogo. Mas não é o SLB ou a BTV que se tem de explicar, mas sim, supostamente, a tal empresa que tem o Software.
Sem imagem de perfil

De juliuscoelho a 12.09.2017 às 16:17

Caramba e quando percebeu o fora de jogo os gritos de aleluia quase que o sufocaram, que alivio para quem estava à sofrer na cabine do video arbitro
Sem imagem de perfil

De Pedro Wasari a 12.09.2017 às 16:51

Não meu caro

O que diz não é verdade, existem mais empresas a fazer transmissões, ou seja, o importante é o realizador, é ele que comanda tudo. Exemplos: Diz aos câmera man quais os planos, qual o ângulo de imagem, define a posição das câmaras etc. O VAR recebe o que na gíria se chama cleanfeed ou seja a imagem limpa sem gráficos, rodapés ou outras coisas, inclusive as tais linhas. Se a transmissão for de 12 câmeras o VAR recebe essas 12 imagens ou até mais se tiverem câmeras próprias (VAR).

A questão é que o realizador é no caso, da BTV, o que não se passa nos outros jogos dos outros clubes. E sabendo nós a importância do realizador na transmissão e captação de imagens pode-se sempre pôr em duvida a imparcialidade do mesmo.

Ao contrário do que disse ontem o Guerra, a Wtvision é uma empresa que insere os grafismos nas imagens dos jogos, mas não é autónoma, ela só faz o que o realizador mandar. Esclarecido?
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 12.09.2017 às 23:24

Óptima explicação caro Pedro Wasari.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo