Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O que dizer deste árbitro ?

Rui Gomes, em 03.11.17

 

 

Mais uma vez, fica comprovado que há arbitragens bem mais polémicas por esse mundo fora do que propriamente aquelas que tanta celeuma provocam em Portugal. Este exemplo chega da II divisão B espanhola, no dérbi entre o Gimnástica Segoviana e o Ponferradina, onde alinha o extremo português David Caiado (ex-Sporting, Estoril ou Vitória de Guimarães).

 

Nos últimos segundos do jogo, que se encontrava empatado (0-0), Andy, jogador do Ponferradina, recebeu a bola na área contrária e, quando rematou, só com o guardião adversário pela frente, viu o árbitro... terminar o jogo. O médio marcou golo, mas o apito do juiz soou mais duas vezes, indicando o final da partida quando passavam 17 segundos dos três minutos de descontos dados pela equipa de arbitragem.

 

Como era de esperar, o lance originou grande contestação por parte dos jogadores do Ponferradina, mas até acho que se comportaram muito bem considerando a calamidade da decisão. É  impossível não ficar no ar a suspeita que houve algum interesse "especial" do árbitro que o levou a agir daquela maneira.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:01

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Aracaçu a 03.11.2017 às 11:55

O árbitro devia ter terminado o jogo a partir do momento em que o nº 2 da equipa do Ponferradina manda a bola p/ a área, já que por essa altura deviam passar uns 12 segundos dos 3 minutos de compensação dados, teve-se foi o azar de o avançado marcar o golo mas aí o jogo já devia ter acabado... penso que aconteceu algo parecido num Suécia - Brasil há muitos anos (Mundial na Argentina em 1978) em que os canarinhos marcaram um golo depois da compensação e foi anulado o golo do Zico... é algo sempre complicado mas aqui em Portugal se isto acontecesse a um grande contra um pequeno ah voariam centenas de cadeiras p/ o relvado não tenho dúvidas
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.11.2017 às 14:32

Na minha opinião, a partir do momento que ele assinala a falta e indica a marcação de um livre, deve permitir que este seja executado. Depois do primeiro toque na bola na área, pode então dar o jogo como terminado. Não como ele fez, com a bola no ar a caminho de golo.
Perfil Facebook

De Mike Portugal a 03.11.2017 às 20:03

Eu lembro-me dum jogo contra o SLB (já não me recordo em que ano mas o Carlos Martins ainda jogava no SCP) em que o árbitro terminou o jogo com o Carlos Martins a rematar à baliza do SLB. Por sorte a bola foi para fora. Se tivesse entrado....
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 03.11.2017 às 20:19

Boa memória Mike!

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo