Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O que é um dia sem "guerra" ?

Rui Gomes, em 12.10.16

 

naom_57bbe1628ede2.jpg

 

Nuno Saraiva - director de comunicação do Sporting - a reagir aos "acontecimentos" dos últimos dias e, no processo, a alimentar, inevitavelmente, a guerra de missivas fortuitas entre Sporting e Benfica. Alguém devia alertar Nuno Saraiva, e outros, tanto do Sporting como do clube da Luz, que "enough is enough" !

 

«Nos últimos 15 dias tenho assistido, em silêncio forçado, às mais diversas enormidades.

 

Cumprido o castigo que me foi imposto com diligência e celeridade – ao contrário do que acontece com outros – pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, é tempo de voltar à defesa intransigente dos interesses do Sporting Clube de Portugal.

 

As últimas duas semanas foram pródigas em mentiras e calúnias. De directores de jornais que, por terem uma agenda clubística não assumida, escrevem colunas de opinião eivadas de ódio contra o Presidente do Clube e o treinador principal; a “opinadores” que, depois de reunirem ao almoço para elaborarem, com a bênção do seu presidente, um novo ror de mentiras sobre as nossas Assembleias Gerais insinuando e afirmando que, por exemplo, estou arrependido de trabalhar no e pelo Sporting Clube de Portugal.

 

Sejamos então claros: Trabalhar no Sporting Clube de Portugal não é, nem nunca será, passível de arrependimento. O convite, que muito me honrou, foi-me dirigido pelo Presidente do Clube tendo sido também por ele que aceitei este desafio. Não vale por isso a pena tentarem, com a má-fé habitual, abrir brechas onde elas não existem. Estou e estarei aqui, leal e convictamente, enquanto o meu Presidente entender que sou útil e que acrescento valor ao Sporting Clube de Portugal.

 

Confesso que, ao fim de tantos anos, ainda me surpreendem as virgens ofendidas que, ganhando a vida a insultar e a caluniar meio mundo, ainda por cima sem contraditório, se indignam de cada vez que alguém decide responder-lhes à letra. Esta conduta, a par de tudo o resto em que vão chafurdando, diz tudo sobre o carácter dos Guerras, dos Venturas e dos Silvas. Como disse um dia Abraham Lincoln, “pecar pelo silêncio, quando se deveria protestar, transforma os homens em cobardes” e isso, podem estar seguros, nós nunca seremos porque jamais nos calaremos sempre que esteja em causa a defesa do Sporting Clube de Portugal e dos Sportinguistas.

 

Fazendo uma breve retrospectiva do que foram estes 15 dias, além das calúnias e da desonestidade habituais, assistimos a notícias plantadas e encomendadas com o objectivo denegrir e amesquinhar Bruno de Carvalho, Jorge Jesus, a equipa de Futebol Profissional e, por consequência, o Clube. É uma autêntica campanha negra, típica das que se fazem na política, em que se repetem falsidades sobre as nossas contas ou sobre as relações entre o Presidente e o treinador, escamoteando aquilo que são as dificuldades e os fracassos de outros; amplificam-se impactos de lesões num único jogador – bem sei que o nosso Capitão é pendular na nossa equipa – escondendo aquilo que se passa noutros clubes em que, desde o início da época, já houve pelo menos 19 atletas sujeitos a baixa médica; inventam-se tensões inexistentes entre jogadores com contrato em vigor e a SAD do Sporting a pretexto de hipotéticas renovações, e não se escreve uma linha que seja, por exemplo, sobre o incumprimento de obrigações contratuais de outros e dívidas a clubes que até já se queixaram à FIFA por causa deste calote; difamam-se os nossos Grupos Organizados de Adeptos que, ao contrário de outros, estão legalizados e reconhecidos como se os deles fossem meninos de coro que não partem um prato e como se não existissem abundantes exemplos de, na casa deles, terem uma conduta imprópria de gente civilizada; e, tão grave como tudo isto, o branqueamento mediático doloso daquilo que é uma evidência: a dualidade ou tratamento diferenciado a que temos estado sujeitos por parte da justiça desportiva que não merece qualquer reflexão crítica por quem tem por missão escrutinar os diversos poderes.

 

Os exemplos são mais que muitos: enquanto se abrem processos sumários e se castigam à pressa o Presidente, directores, treinadores, médicos e atletas do Sporting, outros há que agridem nos túneis de Arouca, que insultam dirigentes da arbitragem em plena tribuna presidencial, que violam na televisão semana após semana o regulamento disciplinar da Liga, mas os processos arrastam-se sem que haja notícia de quaisquer consequências. Isto para já não falar de funcionários e de responsáveis de canais de televisão de clube que vivem obcecados pelo insulto ao Sporting Clube de Portugal, ao seu Presidente e ao seu Treinador, sem que sequer um auto seja levantado. Mas sobre nada disto se escreve uma linha ou se discute nas TV’s. A subserviência não o permite.

 

Aos meus camaradas jornalistas não peço que digam bem de nós se não tivermos mérito para que tal aconteça. Apenas que confiram ao Sporting Clube de Portugal o mesmo tratamento que dão aos outros. Isso sim é coragem, isso sim é rigor, isso sim é independência, isso sim é honestidade e seriedade. Se o não fizerem, connosco ou com quaisquer outros, de uma coisa podem estar certos: os clubes existirão sempre mas os jornais, como a história nos tem mostrado, definham e morrem quando não têm credibilidade. E fiquem cientes de uma coisa: os sportinguistas representam uma fatia de mercado de 3,5 milhões de potenciais consumidores. Se os continuam a tratar assim, depois não se queixem».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:15

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


18 comentários

Sem imagem de perfil

De Angelo Pereira a 12.10.2016 às 17:53

Para mim está tudo certo mas já sei que daqui a pouco aparece aqui algum vermelho a
desdizer isto tudo.
Sem imagem de perfil

De Oceano Vermelho a 12.10.2016 às 17:54

Muito do que Nuno Saraiva diz relativamente ao «inimigo sem nome» aplica-se à própria casa.

Só uma picardia, porque já não há pachorra para isto e só se pode seguir levando as coisas com o máximo de bonomia possível: «Aos meus camaradas jornalistas não peço que digam bem de nós se não tivermos mérito para que tal aconteça. Apenas que confiram ao Sporting Clube de Portugal o mesmo tratamento que dão aos outros.»

Olvidando o «passar a mão pelo pêlo» aos camaradas, urge questionar: afinal Nuno Saraiva está a pedir que o Sporting tenha o mesmo tratamento que, segundo ele, é dado ao Benfica e que passou o comunicado a execrar? ;)
Sem imagem de perfil

De jpinto a 12.10.2016 às 19:08

custa muito perceber ?

tratem os clubes pela mesma forma e medida, nada mais
Sem imagem de perfil

De Oceano Vermelho a 12.10.2016 às 19:30

Por acaso custa muito perceber como, numa época de acelerada evolução em que se esperava que o ser humano fosse mais letrado do que nunca e o seu espírito crítico, livre e independente se acentuasse cada vez mais, afinal se constata que regrediu.

No entanto, se olharmos para o desporto norte-americano, constaremos como «eles» criaram atividades desportivas destinadas, entre muitas outras coisas, ao alívio do instinto bélico humano. Daí o futebol americano e o hóquei no gelo. É verdade que o sucesso da forma de «alívio» não se constata na sociedade em geral, onde morrem, em média, 88 pessoas por dia, assassinadas a tiro. Contudo, não se pode dizer que não tentaram.

O meu problema, se assim o posso designar, não é que Vieira e Carvalho se insultem e andem à estalada, Gomes da Silva e Dolbeth façam carinhos no cabelo um do outro... O meu problema é que esses «carinhos» estão a migrar para o adepto comum.
Sem imagem de perfil

De jpinto a 12.10.2016 às 21:26

Nao tenho dados para saber se os adeptos andam mais violentos por causa de BC ou LFV- pode ser que sim, ou pode ser que essa violencia seja apenas virtual, mas isso já há muito tempo que existe.

não sei se se lembra (nem sei se ainda há) do forum TSF, onde via radio assistiamos a verdadeiras peixeiradas entre adeptos dos varios clubes

Da minha parte apesar de me incomodar esta guerra, passa-me um pouco ao lado porque vivo o Sporting normalmente no estádio ou no café (normalmente com amigos Benfiquistas e Sportinguistas) e nao é BC ou LFV que consegue alterar isso
Sem imagem de perfil

De Oceano Vermelho a 12.10.2016 às 22:42

Sim, lembro-me do Forum TSF, como me lembro do primeiro programa desportivo radiofónico marcante: o «Livre e Direto» da RDP.

Como é óbvio, não quis afirmar que o jpinto seja diretamente afetado por estas cenas lamentáveis, desde logo porque não o conheço, mas não tenha dúvidas que determinados setores mais radicais dos clubes se deixam arrastar por este clima.

Felizmente, são uma minoria, sejam reais ou virtuais, mas não lhe parece que deveria ser papel dos dirigentes dos clubes contribuir para que o clima fosse exatamente o oposto? E não o fazem, bem pelo contrário. A coberto da pretensa defesa dos clubes que dirigem (quando estão, no fundo, a defender a sua «vidinha»), fomentam esta guerra estúpida e pornográfica, seja pela própria voz, seja pelas marionetas que manipulam.

Sem imagem de perfil

De Ripadas a 12.10.2016 às 18:19

- "Cumprido o castigo que me foi imposto com diligência e celeridade – ao contrário do que acontece com outros..."

Estaria a referir-se ao Slimani?


- "Os exemplos são mais que muitos: enquanto se abrem processos sumários e se castigam à pressa o Presidente, directores, treinadores, médicos e atletas do Sporting..."

Esqueceu-se de referir um jogador de futsal do Benfica castigado à pressa duas horas antes de um jogo do playoff contra o Sporting na época passada.


- "não se escreve uma linha que seja, por exemplo, sobre o incumprimento de obrigações contratuais de outros e dívidas a clubes que até já se queixaram à FIFA por causa deste calote"

Deve estar a referir-se ao Vasteras, antigo clube do Lindelof que reclama uma verba do Benfica. Foi noticiado (mas não se escreveu uma linha) em vários jornais e aguarda decisão da UEFA.




Sem imagem de perfil

De O Cid a 12.10.2016 às 18:31

Ou ao Fulham a quem, segundo se consta com foros de máxima credibilidade, devem 200.000 dele pelo negócio do Rojo
Sem imagem de perfil

De Jpinto a 12.10.2016 às 19:09

è capaz...
Sem imagem de perfil

De Sérgio Palhas a 12.10.2016 às 19:45

Amanha bem o Ace >Ventura dissertar para a CMTV uma qualquer teoria acerca de uma divida ao Fulham pelo negócio Rojo :).

O facto do Rojo ter sido transferido so Spartak Moscovo para o SCP será apenas um qq pormenor sem qq interesse.

O caro devia se identificar como lampião senão o Ace Ventura pensará que se trata de um qualquer Sportinguista logo credivel suficiente para servir como uma fonte fidedigna.

Sem imagem de perfil

De Gonçalo a 12.10.2016 às 19:49

Mais uma dose de vergonha alheia para a nossa mesa.
Há motivos de queixa relativamente à disciplina e á comunicação social? Sim, mas não é com calimerismo disparado em todas as direcções que realmente se coloca o dedo na ferida, até porque isto é usar o dedo, a mão, o braço inteiro. É totalmente ineficiente na forma e pouco válido no conteúdo.
Alguns exemplos: "amplificam-se lesões..." : o Adrien é um jogador fundamental e sublinhar a sua importância não tem nada de insultuoso (pelo contrário) e nem sequer inverdadeiro. Quanto às lesões do Benfica... sinceramente não leio a fundo os artigos sobre o assunto, não tenho esta obsessão que a nossa comunicação tem, mas só de passar os olhos pelas capas já vi várias vezes o assunto falado e muitas dúvidas levantadas. Outra: "inventam-se tensões...": esta até mete medo. É que as tensões com o Carrillo e com o Marco Silva, e outras tantas, também eram invenção... Quanto à dívida do benfica, também foi pela CS que soube (eu e todos nós) pelo que dizer "não se escreve uma linha" é simplesmente infantil. Em relação às claques, primeiro era mentira completa, os meninos "jamais" interferiram nas AG; agora já estamos no "desacatos fazem todos", como se o mau comportamento dos outros validasse o mau comportamento dos nossos. Enfim... cada vez mais descontente e preocupado com o que se está a tentar esconder com estas lenga-lengas.
Sem imagem de perfil

De Amaf a 13.10.2016 às 00:11

Gonçalo, pode esclarecer se é o mesmo Gonçalo que em tempos disse isto:

"..então foi mais uma mentira do vosso presidente. Segundo, estou a falar à sério, espero MESMO que fique muuuuuuito tempo..."

Sem imagem de perfil

De Gonçalo a 13.10.2016 às 10:09

Confesso que já houve 2 ou 3 momentos de soberba em que pensei "talvez seja melhor usar um nick mais identificável e único para que não fiquem dúvidas sobre a autoria dos meus posts". Mas depois pensei que só eu próprio na blogosfera inteira tinha essa preocupação relativamente ao que eu próprio escrevo. Portanto é com graça que vejo o seu comentário, afinal parece que estava enganado. Seja como for, qualquer um por aqui pode assinar Gonçalo, Manel, Maria... é a magia/cobardia da internet. Isto tudo para dizer que não, naturalmente que em comum com esse autor só tenho o nome.
Sem imagem de perfil

De Amaf a 13.10.2016 às 11:17

Gonçalo, peço desculpa pela ousadia. Efectivamente recordava um Gonçalo que em tempos comentava por aqui, com uma postura muito critica em quase tudo com referencia ao Sporting. Apôs algumas interpelações feitas por outros comentadores, admitiu que não era sócio nem adepto do Sporting, apesar de algumas intervenções poderem levar a essa interpretação.

Assim sendo, renovo o pedido de desculpa, por ter feito esta interpelação directa, agradeço a sua resposta e na certeza que compreendo, aceito e valorizo com todo o respeito e desportivismo todas as opiniões criticas sobre o n/ clube, sobretudo as vindas de sócios e adeptos. Claro que as opiniões dos rivais, desde que não enfermem de faltas de respeito grosseiras, tem da minha parte a mesma consideração.

Sem imagem de perfil

De Errata - Correcção a 12.10.2016 às 20:14

Bom texto do Sr Saraiva. Apenas uma ligeira, breve correcção. Em Portugal o SCP não tem mais que 2,7 Milhões de adeptos. Logo essa dos 3,5 milhões é igual à dos 6 milhões do vizinho.

Assim que corrija lá esse exagero, lapsus linguae
Sem imagem de perfil

De roc a 12.10.2016 às 21:27


É capaz de dar a fonte desse número?

Se calhar é o mesmo que diz que há 6 milhões de benfiquistas , um número que se houve há 20 anos!



Sem imagem de perfil

De abreosólhosvasco a 13.10.2016 às 22:36

houve ... houve ... mas entretanto entrou o Jazus e deu-se o milagre dos os surdos !!!
Sem imagem de perfil

De Isaltino a 13.10.2016 às 03:51

Saraiva, atingiu finalmente a maior idade do estatuto "responder à voz do dono".
Fala de si e da sua pessoa para atestar fidelidade sem limites acima de todas as causas, assume o estilo de BdC de olhos fechados... Até que a morte os separe?
Não sei se irá a tempo já que para BdC: “Alianças só na mão esquerda e com a minha mulher.”

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo