Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Pavilhão João Rocha.jpg

 

A Sporting SAD ainda não procedeu ao pagamento voluntário da dívida à Doyen Sports relativa à transferência de Marcos Rojo para o Manchester United e da rescisão do contrato com Zakaria Labyad. Inicialmente tratava-se de 14,2 milhões de euros (Rojo) e de 1,5 milhões de euros (Labyad), acrescidos de uma determinada quantia referente a juros (0,5% por cada mês de atraso). A decisão do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), depois confirmada pelo Supremo Tribunal da Suíça, foi tomada em Dezembro de 2016 e considerada irrevogável.

 

O acórdão do TAS foi particularmente duro ao declarar que “o painel determina que o Sporting não pode, em boa-fé, alegar que tinha justa-causa para terminar unilateralmente a relação contratual com a Doyen”. Os juízes consideraram que Carlos Vieira, administrador financeiro da Sporting SAD, “não foi capaz de responder à questão lançada pelo painel sobre quais os danos materiais causados pela Doyen ao Sporting”. Foi rejeitado, assim, o pedido de indemnização apresentado pelos leões.

 

Em Maio de 2017, o TAS executou 2,5 milhões de euros que entregou à Doyen. A verba para essa execução foi retirada de um montante de 18 milhões de euros referentes aos prémios de participação do Sporting na Liga dos Campeões em 2016-17 e que se encontram retidos no ‘Office des Poursuites’, na Suíça. Nessa data a dívida era de cerca de 17 milhões de euros, embora a empresa de fundos reivindique um valor superior a 20 milhões de euros.

 

Por enquanto, a Doyen optou por não acionar a penhora das verbas retidas na UEFA, através de um tribunal de Nyon, pois, oficialmente, aguarda pelo pagamento voluntário da dívida. Entretanto, os juros vão aumentando a cada mês que passa, agravando a factura. Carlos Vieira defende-se afirmando que o Sporting aguarda uma decisão de uma instância portuguesa (Tribunal da Relação de Lisboa) e que o valor devido está provisionado no último Relatório e Contas semestral.

 

Na inauguração do Pavilhão João Rocha, no passado mês de Junho, Bruno de Carvalho recordou que tinha garantido “que iríamos ter pavilhão 'Doyen a quem doer' e aqui está”. Sublinhou dessa maneira que a construção da obra, em grande parte, verificou-se com dinheiro da dívida à empresa de fundos. Mas, oxalá que ele saiba o que está a fazer e que o pavilhão desportivo não se torne num dos mais caros do mundo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:27

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


41 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 27.07.2017 às 13:02

-"Doyen a quem doer" -
Razão tem o Bruno....
Vai doer e todos nós sportinguistas(inclusivé os 90%) sabemos a quem vai doer!!

P.S...Repito o que aqui já tinha escrito.
O pavilhão ainda vai fazer correr muita tinta.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 13:08

Tem razão, Carlos. Mas, ainda haverá outro custo, pelo menos perante algumas entidades, pelo facto do Sporting surgir como um clube incumpridor de contratos que assinou.
Sem imagem de perfil

De Carlinha MR a 27.07.2017 às 13:25

Boa tarde caríssimo LZ,

Tanta banha da cobra sai da boca desse senhor, que até aflige!
O Sporting poderá vir a pagar muito caro ( pressinto que sim), mas se incluir o desmascarar de uma série de 'aldrabices' valerá a pena!

Beijinhos amigos
Sem imagem de perfil

De Carlinha MR a 27.07.2017 às 13:14

Subscrevo o meu xará Carlinhos lololol !!

Beijinhos
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 13:38

Ele há coisas, Carlinha!... Pelos vistos há muita cabecinha criativa por aí! Beijinhos.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 27.07.2017 às 13:45



Xará


Sem imagem de perfil

De João Silva a 27.07.2017 às 13:23

Bom dia,
Além da dívida da Doyen rasgou o contrato com a construtora Somague, são mais de 10 milhões de €. O caso está em tribunal é um facto, mas o Sporting assinou um contrato com a construtora para a construção e após a assinatura desse contrato queria que a empresa fizesse um desconto de 20% ! Depois de contrato assinado?! LOL Carvalhices!! Ora rescindiu unilateralmente e....sem razão para tal. O resto é esperar mas já se sabe o desfecho quem perde somos nós e o clube.
O BdC?! Nunca ele esteve tão bem na vida.
PS- os contornos deste caso com a construtora são iguais ao da Doyen...vou rasgar porque sim.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 13:41

João Silva

De facto, o caso com a Somague ainda não teve solução. Bruno de Carvalho retirou à Somague a construção do pavilhão e entregou à Ferreira Build Power. A Somague acusou-o de "deliberadamente deturpar e manipular factos" e requereu uma indemnização pelos "prejuízos causados pelo incumprimento das obrigações contratuais".
Veremos como é que isto acaba!
Sem imagem de perfil

De sergiom_ a 27.07.2017 às 14:49

Mas onde raio vai buscar essa história do desconto de 20% que nem sequer apareceu no comunicado que a somague fez?
Sem imagem de perfil

De Cris Dileo a 27.07.2017 às 15:40

Tem forma de provar isso que está a dizer, João Silva ?

A versão que tem aparecido (que admito ser a versão do Sporting, mas não vi mais nenhuma) é que a Somague à ultima hora informou que haveria custos adicionais, propondo a alteração de condições de contratação estabelecidas no concurso.

Em lado nenhum vi referencia a esses desconto de 20% e como referi - as rescisão aconteceu precisamente porque a Somague queria aumentar o valor já acordado.

Para alem disso não tenho a certeza sequer que haja um processo a correr da somague contra o Sporting e muito menos o valor pedido como indemnização.

As ultimas noticas que se encontram na net referem-se a uma intensão de avançar com um processo, mas se realmente avançou, estranho não haver mais novidades.

Quanto à Doyen - mesmo não estando na posse de todos os dados, concordo com o post - não vejo razão para não se ter já pago
Sem imagem de perfil

De J. a 27.07.2017 às 13:40

Acho que se estão a misturar muitas coisas neste post.

O pavilhão custou aquilo que custou, se foi caro ou barato é outro tema, mas neste momento estamos todos super orgulhosos daquilo que voltamos a ter em Alvadade.
Acho que aqui estamos todos de acordo.

Outra coisa é a divida á Doyen. Que aliás é uma divida hoje em dia, porque o Sporting arrecadou esse dinheiro no seu devido momento e não o devolveu ainda(15 milhões).
Logo dos 17 ou 18 milhoes que estão por devolver haveria que subtrair aquilo que antes se arrecadou, sendo o resto juros que o SPorting está a incorrer por não querer resolver isto já.
E ai posso concordar pq é que insistimos em não resolver isto já, pois nao percebo qual é o recurso que o SPorting ainda tem a decorrer que pode dar volta a isto....

Por fim e o mais importante, tanta é a ânsia de dizer mal, que para mim banha da cobra é prometerem-nos um Gestão de topo e de pedigree no clube com JEB e GL e em 4 anos apresentarem-nos 150 milhões de euros de prejuizo acumulado e os piores resultuados desportivos de sempre...
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 13:47

J
Se ler o texto com atenção verá que se relaciona apenas o que tem relação entre si. O dinheiro é uma mercadoria cujo preço flutua. No caso do dinheiro em dívida à Doyen está a subir de preço constantemente. É só fazer as contas.

Bettencourt e Godinho Lopes não são chamados para esta conversa.

Sem imagem de perfil

De J. a 27.07.2017 às 13:57

O que se está a discutir é apenas a divida á Doyen que está a subir sim, e são os valores que o Sporting e a gestão de BdC tem que responder.
Não são os 18 milhões que aqui se diz, levando a entender que parece que esses 18 milhões se deve á má gestão de BdC.
Repito, o SPorting teria sempre que devolver um valor á Doyen, sendo BdC na presidência ou qualquer outro. Por não o querer devolver, é penalizado em juros que obviamente não são os valores que se fala. Consegue-me dizer quanto é que o Sporting deve em juros acumulados?

Não falar em JEB ou GL é ignorar os comentários ao seu post...

Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 15:26

J

Desconheço o valor rigoroso da dívida à Doyen quanto aos juros. É difícil fazer as contas e a Sporting SAd não informa. Em Dezembro de 2016 li num jornal que seriam 17 milhões e confiei na informação. Não refiro no post que seriam 18 milhões.
Em Maio foram executados 2,5 milhões de euros que foram entregues à Doyen. Pagam-se 0,5% de juros ao mês. Creio que é muito dinheiro para um clube como o Sporting.

A minha referência a JEB e a GL é porque considero que más gestões não justificam más gestões posteriores.
Sem imagem de perfil

De jose a 27.07.2017 às 16:59

Caro Zargo,
No contexto de empréstimos financeiros no mundo de futebol, 0.5%/mês (6% ao ano) julgo que é muito bom para o devedor (sporting). Empréstimos mais baratos do que este provavelmente só na banca e como sabe, a maioria dos clubes têm dificuldade e contrair empréstimos à banca, recorrem a fundos e a outros esquemas em que os juros são exorbitantes.

Em resumo, se a Doyen não está preocupada em forçar o pagamento e o sporting acha que os juros de 6% são razoáveis, não vejo problema.
O sporting tem fatias de empréstimos seguramente com juros bem mais altos e é com esses que se deve preocupar.

Uma coisa é certa, temos um pavilhão, o melhor de Portugal e se tivéssemos pago a Doyen, seguramente que ainda não tínhamos pavilhão ou se pedíssemos dinheiro para a construção do pavilhão, seguramente que seria superior aos 6%
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 18:10

Caro José

Bruno de Carvalho (ou talvez a sua máquina de propaganda) é que pôs a correr que os juros são baixos e que aquilo é dinheiro para usar e depois logo se vê. Penso que não é nada disso e que se trata de uma verba muito elevada e com juros confortáveis para a Doyen. Como era previsível, aliás.
Agora, cada um faz as contas que considera razoáveis e aceitáveis para o Sporting. Estou convicto de que se trata de um acto de má gestão financeira.

Sem imagem de perfil

De Puro a 27.07.2017 às 13:50

E os outros pagam o que devem?
Um clube ou um "senhor" pode dever milhões, já um rapazinho como eu é penhorado a dobrar, antes de ser informado de suposta dívida à segurança social. É a vida!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 13:54

Puro,
cada um, pequeno ou grande, tem de pagar aquilo a que está obrigado. É um princípio básico da vida!
Sem imagem de perfil

De Puro a 27.07.2017 às 13:54

Neste momento quero é ganhar, mas sem ajudas de apito como o Papa e o Orelhas. Já as dívidas ficam para outras núpcias.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 15:27

As dívidas têm de ser pagas. E quando há juros paga-se sempre ainda mais dinheiro.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 27.07.2017 às 14:09

Deixo aqui algumas perguntas....

1) quanto custou o novo estádio de Alvalade?! não me lembro de alguém perguntar quem o iria pagar.... aliás ainda o andamos a pagar!! Ainda para mais sem um pavilhão para as modalidades... este sim foi um erro estratégico, e um erro que contraria a história do Sporting!

2) No ultimo relatório e contas a divida à Doyen já está contemplada.... a minha pergunta visa somente isto.... o que mudaria se tivéssemos pago à Doyen aquando da venda do Rojo? basicamente aquela equipa do Marco Silva nunca teria existido.... teríamos de ter vendido alguns jogadores para cumprir o fairplay financeiro.

3) O Pavilhão João Rocha foi construído com o apoio de muitos sportinguistas... custa-me ver que outros sportinguistas não compreendam a necessidade de a maior potência desportiva nacional de ter um pavilhão que possam chamar de Casa! Quantas receitas vão ser geradas futuramente com o novo pavilhão em contraponto com a despesa constante de anos e anos a andar com a casa às costas?!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 15:36

Caro Schmeichel

O meu post refere-se a uma situação concreta que se arrasta com elevados custos para o Sporting devido a uma teimosia de Bruno de Carvalho. É uma teimosia estratégica, mas é uma teimosia que o Clube vai pagar com elevados custos.

O novo Estádio de Alvalade foi muito caro, mas não é isso que está em causa. Mas, se houve má gestão financeira deve ser denunciada.

De acordo com essa linha argumentativa, a contratação de Shikabala estaria justificada porque antes houve o Bojinov e muito antes o Mosquera. É uma conversa que não interessa a ninguém. Exige-se competência e transparência, antes e agora.

Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 27.07.2017 às 16:07

Leão Zargo,

Desculpe lá... você está a argumentar que é uma teimosia a construção do pavilhão ou o não pagamento à Doyen?

No primeiro caso ainda bem que ele é teimoso (corrigiu um erro histórico), se for no segundo caso, já lhe disse que os valores para pagar à Doyen estão cativos no ultimo relatório e contas.

A teimosia também é importante para marcar uma posição de que o Sporting não está refém dos empresários.... não é por acaso que o benfica paga 30M/ano de comissões e o Sporting apenas 4M.

Essa teoria de que ficámos prejudicados por não pagar a um grupo de ladrões, ficou posta de parte com os acordos com a NOS e as maiores vendas de sempre de jogadores do Sporting. Atingir estes acordos é sinal de credibilidade.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 16:10

Schmeichel,
a teimosia refere-se ao adiamento do pagamento à Doyen acumulando ainda mais juros.

Esses 4M de comissões referem-se a quem? Ao Costa Aguiar?
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 27.07.2017 às 16:34

As verbas para pagar estão retidas... logo não existe nenhum risco de não as pagarmos.

O que você chama teimosia eu chamo de posicionamento estratégico.... o Sporting vendeu o Rojo por 20M e ganhou quanto?!? isto eu chamo de roubar o Sporting....

BdC teve uma posição publica conhecida com a Doyen, com os resultados que estão à vista.... existe um clube que no mesmo período do ano passado pagou 7,5 vezes mais comissões que o Sporting... é isto não ser teimoso?! pagar e fazer tudo o que os fundos/empresários querem?!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 16:43

Schmeichel

O dinheiro está penhorado pela UEFA precisamente para ser pago. Onde você imagina um "posicionamento estratégico" genial trata-se apenas de teimosia estratégica que o Sporting vai pagar. Quanto ao "Bruno" nesse próprio dia vai a correr para mais uma entrevista numa TV qualquer para ser apresentado como um paladino da mula ruça!
Sem imagem de perfil

De Jorge a 27.07.2017 às 16:30

Se estivessem cativos nalguma conta bancária ainda serviam para alguma coisa.

"Cativos num R&C" não quer dizer coisa nenhuma e o seu provisionamento não é garantia de o dinheiro existir.

Já podiam parar com essa falácia.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 27.07.2017 às 16:37

A Uefa reteve 17,156 milhões de euros dos prémios a que a SAD leonina tinha direito. Você está a dizer que os prémios da Uefa não são reais?!?!

Sim... concordo.... parem com essa falácia!
Sem imagem de perfil

De Jorge a 27.07.2017 às 16:41

"...já lhe disse que os valores para pagar à Doyen estão cativos no ultimo relatório e contas. "

Não é a primeira vez que usa esse argumento nem é a primeira vez que lhe faço este reparo.

Não vire o bico ao prego, pf.
Sem imagem de perfil

De Joao a 27.07.2017 às 17:46

O Schemeichel deve pensar que existe um cheque agrafado ao RC! Deve ser o que ele acha que significa "cativos no ultimo relatorio e contas".
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 18:23

Schmeichel,
não é uma falácia, mas também não se trata de um pagamento!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 16:44

Tem razão, Jorge. Estar provisionado no papel quer dizer isso mesmo. Está provisionado, mas não quer dizer mais do que isso.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 27.07.2017 às 16:52

Estar provisionado significa que está garantido o pagamento pela Uefa....

Em relação ao R&C, o valor da divida à Doyen já está contemplado nos lucros apresentados...
Sem imagem de perfil

De Joao a 27.07.2017 às 17:48

Nao Schmeichel. Provisionado apenas significa que a empresa antecipou contabilisticamente o pagamento dessa quantia. Nao significa que tenha fundos ou que existam fundos para efectuar esse pagamentos.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 27.07.2017 às 18:04

O Sporting antecipou contabilisticamente o pagamento dessa quantia, com os 17M retidos pela Uefa.... qual a dúvida?!
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 18:16

Schemeichel

Tem razão quando escreve que o “ Sporting antecipou contabilisticamente o pagamento dessa quantia com os 17M retidos pela Uefa”. Exacto.
Mas, tenho a dúvida de que seja um bom acto de gestão não pagar o que o TAS determinou em Dezembro de 2016, para em contrapartida continuar a pagar juros sobre a dévida. E, mais tarde, pagar o que foi determinado judicialmente, entretanto acrescido de juros.

Sem imagem de perfil

De Jorge a 27.07.2017 às 18:43

De que está a misturar alhos com bugalhos? Nenhuma.

São duas coisas separadas.
Uma é reconhecer que é um caso perdido e ai provisiona-se.
Outra é a Uefa intervir e penhorar as receitas da CL.

Mas a vontade de transformar uma calotice num bom acto de gestão é tanta....

Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 27.07.2017 às 20:28

Jorge,

Afinal reconhece que é uma falácia dizer que não existe dinheiro para pagar à Doyen.

Sobre o acto de gestão... de facto foi uma boa decisão não pagarmos a pronto à Doyen, permitiu cumprir o fairplay financeiro e evitou vendas de jogadores... isto tudo à custa de um juro abaixo do que nos seria imposto pela banca.

O Sporting não fez isto perante a Mesericordia de Lisboa.... fez isto a um grupo de agiotas que nada ajudaram o Sporting... aliás comprova-se que negócios deste género nunca mais aconteceram no Sporting, quando antigamente diziam que era inevitável porque não tinhamos dinheiro... BdC demontrou a falácia desta ruinosa gestão do passado!
Sem imagem de perfil

De M1950 a 27.07.2017 às 14:10

Meu caro Leão Zargo , esta é uma informação que o Sporting fez correr e de forma errada e que inquieta alguns sportinguistas.

O dinheiro do pavilhão , nada tem a ver com a venda do Rojo ou da Doyen , foi um lapso populista num dia quente e de emoção para os sportinguistas - o regresso de Nani - que alguém se lembrou de justificar a rescisão dos contratos com a Doyen com a construção do pavilhão.

O dinheiro do pavilhão vem se me recordo e chegou inclusivamente a ser comunicado pelo Sporting a posteriori das declarações populistas , um comunicado bastante complexo para a interpretação ( propositadamente) de quem não tem formação em economia , mas basicamente o dinheiro do pavilhão é dívida.

O Sporting pediu dinheiro para liquidar dívidas intra-grupo a referir , Sporting SAD e Sporting Clube , e houve um excesso de 8.6M na avaliação da verdadeira dívida da SAD para com o Clube , e foi esse dinheiro que foi adjudicado ao Clube para a construção do pavilhão.

Toda a história da Doyen e do Pavilhão , foi só porque alguém fala demais , e quem fala demais acaba sempre por mentir.

Não há qualquer perigo em relação ao pavilhão , que é passivo bancário do SCP já previsto na reestruturação financeira , o dinheiro a mais não foi devolvido e serviu para fazer o pavilhão.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 27.07.2017 às 15:44

Caro 1950

Tenho muito gosto em revê-lo!

Tem razão no que refere sobre o dinheiro da Doyen e a construção do Pavilhão. Historicamente foi como diz. Mas, também é verdade que foi estabelecida uma relação de causa e efeito. E no dia da inauguração do pavilhão essa relação voltou a ser feita.

Então, é legítimo concluir-se que se o dinheiro que se deve à Doyen está a ficar mais caro a cada mês que passa, o Pavilhão que foi construído em grande parte com esse dinheiro também vai ficar mais caro.

Numa coisa tem razão, caro 1950, “quem fala demais acaba sempre por mentir”.

Uma saudação leonina


Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo