Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os vira-casacas e a arbitragem

Rui Gomes, em 10.11.17

 

Eram humanos coagidos há quinze dias e agora são maus árbitros. E o Conselho de Arbitragem, que fazia bem em calar-se, agora faria bem se falasse.

 

19668301_GZJst.jpg

Há apenas duas semanas, os árbitros eram mártires sob coação infame e intolerável. Em quinze dias passaram a ser de qualidade muito duvidosa e os seus erros demasiado graves para que o Conselho de Arbitragem continue calado. No entanto, são as mesmas pessoas e os erros também não variam muito, excepto no nome das equipas beneficiadas ou prejudicadas.

 

O que mudou foram algumas opiniões, antes muito severas com os críticos e meigas com os árbitros, agora muito severas com os árbitros e meigas com os críticos. Calculo que o contrário também seja verdade. A incoerência é o contributo dos jornalistas para o ruído e para a desinformação, com as mesmas responsabilidades dos directores de comunicação que todos gostamos de censurar ou das manobras de propaganda que ora denunciamos, ora aceitamos como acções legítimas dos clubes.

 

Os árbitros não mudaram: o Conselho de Arbitragem (CA) continua a gerir um grupo enfraquecido pela inexperiência e, nalguns casos, falta de qualidade evidente; uma parte desse grupo continua marcada pelas ligações, justas ou injustas, a um processo judicial pendente que tornaria sempre inevitável a ultra-vigilância de FC Porto e Sporting (e dos portistas e sportinguistas), como aconteceria com quaisquer outros clubes na mesma situação.

 

O VAR complica tudo, porque amplifica os erros que prometia atenuar e distribui as culpas pela arbitragem inteira. Por isso, partilho a opinião dos vira-casacas (ou melhor, são eles que agora partilham comigo) de que o CA deve ser o mais transparente possível quanto à mecânica do video-árbitro, quanto aos castigos pelos maus desempenhos e quanto ao esclarecimento dos erros. Era assim há duas semanas e continua a ser.

 

 

José Manuel Ribeiro, jornal O Jogo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:13

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


8 comentários

Imagem de perfil

De juliuscoelho a 10.11.2017 às 13:47

A pergunta tão simples....

É assim tão dificil decidir perante varias imagens á frente do nariz? Tão corrompido está o sector da arbitragem em Portugal?
Necessita de uma vassoura a sério?

Depois do lance do Eliseu passar impune nunca mais pode haver um vermelho nos campos de futebol portugues a menos que se arranque os olhos ou parta as pernas dos adversários.

Coragem precisa-se...!!!
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 10.11.2017 às 13:49

Para pegar na vassoura.
Sem imagem de perfil

De LeaoCovilha a 10.11.2017 às 14:11

Seremos sempre tão pequeninos enquanto andarmos numa autêntica caça às bruxas em relação ao Benfica. Andamos sempre a falar do VAR e dos árbitros e do Benfica e não olhamos nem para fora (aliança virtual com o Porto que nos últimos tempos tem sido favorecido pelas arbitragens), nem para dentro (negociatas do Tanaka, comunicação péssima do Saraiva e do Carvalho, expulsão de sócio do PPC, etc). O que faz falta ao Sporting é união e, creio que enquanto este presidente lá estiver, isso será palavra que não constará no seio da família sportinguista.
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 10.11.2017 às 14:41

Sim, já conheceu dias melhores .Mas serão e só sempre os resultados desportivos a ditar as leis .

De todas as formas nao podemos nunca ficar alheios ao que se passa no exterior , á mais de 3 decadas de nos comem por parvos e temos que estar sempre atentos á montagem dos esquemas , mas quer acreditem ou não só mesmo fazendo barulho e muito, sem tréguas algo pode mudar .
Sem imagem de perfil

De O Cid a 10.11.2017 às 14:39

o lance do Eliseu.
O Juliuscoelho que brilha pela observação e a quem nada escapa, não quer falar do Felipe, (lá fora) e do Coates, (cá dentro)?
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 10.11.2017 às 14:48

Nao tenho qualquer problema en falar do Felipe , que abusa porque o deixam abusar e ele ja percebeu isso .
O Coates é muito esporádico e dos 3 (Eliseu, Felipe) é dos mais castigados com amarelos. Não será por acaso.

Mas voltando ao lance do Eliseu nada se compara , é surreal , nenhum lance se aproxima daquela ação , visto pelo árbitro , pelo fiscal de linha e pelo arbitro do VAR o tal de Vasquinho, bem conhecido e que ja fez mais do que o suficiente para ser irradiado.
Sem imagem de perfil

De Bento Jesus Carvalho a 10.11.2017 às 16:43

Gostei do comentário. Ninguém pode negar que o VAR tem trazido benefícios, mas que tem muito por onde melhorar.
Quanto a mim um dos primeiros problemas a resolver tem a ver com os fora de jogo.
A versão que tem circulado é que os fiscais de linha passaram a não deixar seguir em caso de dúvida, porque eram muito penalizados nas notas de cada vez que o VAR corrigia as suas decisões.
Ora parece-me do mais elementar que devia ser ao contrário, deveriam alterar a regra passando o fiscal de linha apenas a assinalar os fora de jogo completamente evidentes, deixando assim ao VAR a responsabilidade de decidir, sem penalizar o fiscal de linha, pois estaria apenas a cumprir o regulamento.
Tem de haver coragem para fazer estes melhoramentos ao sistema com rapidez, sob pena de cada vez este ser descredibilizado.
Sem imagem de perfil

De Bento Jesus Carvalho a 10.11.2017 às 16:47

Acrescento que em meu entender o VAR deveria poder punir com cartões os jogadores que incorram em comportamentos violentos, mesmo depois de o lance ter decorrido.
Ou seja, verificando uma entrada mais gravosa o VAR deveria simplesmente transmitir ao árbito de campo que deverá exibir o cartão a determinado jogador, sem que este se possa opor a isso.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo