Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 

Nunca foi meu hábito exigir a cabeça de treinadores - embora já tenha sido obrigado a demitir alguns - nem é este o caso agora, necessariamente, com Paulo Bento, mas acho que após o regresso a Portugal os principais responsáveis da Federação Portuguesa de Futebol devem entrar num período de profunda reflexão, porque é por mais evidente que o desempenho da Selecção Nacional no Mundial foi de tal modo negativo, que seria seriamente irresponsável não o fazer.

 

A partir de hoje, e durante alguns dias e semanas, vão surgir muitos artigos do género deste a comentar a história de uma campanha futebolista que não deixa saudades algumas e, inevitavelmente, a apontar dedos e encontrar culpados. É pura natureza humana e quem assume a liderança de um grupo e de um projecto, tem a obrigação de saber que quando as coisas não correm bem, as achas para a fogueira não só vão ser muitas e impiedosas como também vão arder por algum tempo.

 

Para ser justo, devemos reconhecer que não obstante um leque de decisões discutíveis por parte de Paulo Bento e, porventura, também pelos dirigentes federativos, houve uma boa dose de azar: as adversidades que surgiram no jogo inaugural que levaram à goleada pela Alemanha; lesões a jogadores importantes da equipa, como foi o caso de Fábio Coentrão; critérios de arbitragem sem o mínimo de benefício da dúvida, a começar pelo referido primeiro jogo, em que Portugal foi vítima uma grande penalidade (mal assinalada) logo aos 10 minutos e acabou por jogar mais de uma hora apenas com dez elementos em campo; e, sobretudo, um Cristiano Ronaldo significativamente condicionado por problemas físicos.

 

Com tudo isto dito e analisado, é missão praticamente impossível não regressar ao ponto de origem e questionar as escolhas de Paulo Bento. Muito em linha com o seu carácter, insistiu no "núcleo duro" de jogadores que o acompanharam desde o primeiro dia, recusando reconhecer que alguns deles não estavam em condições para satisfazer as exigências da competição no Brasil. Contrário à esperança que a sua pré-convocatória chegou a indicar, acabou por não integrar jogadores para determinadas posições que requeriam alternativa, assim como mais alguma juventude, de modo a dar maior estabilidade e equilíbrio ao grupo.

 

Não me vou dar à ousadia de sugerir que Paulo Bento perdeu a confiança de uma Nação, mas creio que não será exagero algum adiantar que a vasta maioria de portugueses deixou de acreditar na sua capacidade para liderar a Selecção Nacional, apesar de Fernando Gomes já ter reafirmado a sua confiança plena na permanência do técnico até ao Euro 2016. A questão prioritária que está sobre a mesa é se o antigo treinador do Sporting, face ao que sucedeu, é o homem indicado para orquestrar a inevitável renovação que esta selecção terá de ser alvo. E, isto, muito em breve, porque a fase de apuramento começa em Setembro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:54

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


16 comentários

Sem imagem de perfil

De comentador desportivo a 27.06.2014 às 08:41

Apesar de todas as suas tentativas de dissimular as suas intenções,e quando deveria ter outra postura, é mais um no meio da turba
Sem imagem de perfil

De carlos a 27.06.2014 às 10:27

O Paulo Bento tem a consciência tranquila porque faz o melhor que pode. E efectivamente até pode ter. Tem convicções fortes, mantém-se fiel a elas, é obstinado.
E a nossa sociedade parece dizer-nos todos os dias, que se dermos o nosso melhor, se perseguirmos os nossos sonhos, se nos mantivermos fieis a nós e aos nossos princípios, acontece-nos sempre o melhor.
Infelizmente nem sempre é assim, e, o esforço de Paulo Bento, não chega.

Ao fim de quase 4 anos à frente dos destinos da selecção, o balanço é mediano. Os apuramentos fizeram-se de forma sofrida, a equipa não evoluiu técnica e tacticamente, não tem uma personalidade de jogo marcada (e isto é um contra muito grande), apostando quase sempre na táctica (se lhe podemos chamar isso) de sofrer e apostar no contra-ataque (ou seja, fé no Ronaldo ou no Nani) e pouco mais que isso.
A prova disso, são realmente os apuramentos e a inabilidade de ganhar qualquer dos jogos contra Israel, ver-se em caldos contra os EUA e contra equipas desse nível. Será mais fácil jogar contra equipas que nos dominam, a surpresa foi ter corrido tão mal contra a Alemanha.
Apesar de ter testado e lançado dezenas de jogadores nesses 4 anos, continuam a jogar os mesmos e só a muito custo coloca alguém novo no núcleo duro. A resistência em colocar os jogadores que estão em melhor forma, como foi o caso do William roça o limite.
De resto, a única coisa que aconteceu, foi ter-se incompatibilizado com Ricardo Carvalho, Bosingwa e Danny, ter-se demonstrado inábil para convencer Tiago que fazia falta à equipa - e fazia mesmo.

Não penso que seja a pessoa ideal para dar a volta aos jogadores que dispomos, introduzindo alguma renovação na equipa, porque está esgotado o seu momento.
E falta-lhe rasgo e qualidade para ir mais além.
Sem imagem de perfil

De George a 27.06.2014 às 10:37

Na minha opinião, não tem.
Mas, PB nunca comete erros. O seu lugar nunca está à disposição, ele é sempre o melhor e o maior, insubstituível. É sempre um perseguido de peito feito, até às balas resiste, uma espécie de Super-Tuga. Tem uns valores incríveis, sobretudo nas amizades que estabelece com as lideranças, valores esses que ultrapassam o cidadão comum. É um renovador nato e de provas dadas, pelos diversos clubes por onde passou, e porque renova a auto-estima a jogadores que já deram o que tinham a dar, mas que são intocáveis. Ainda não deram conta, mas a renovação começou há muito com Nélson Oliveira, André Almeida, Cavaleiro, Vieirinha, etc. É humilde e escuta as críticas, mas estas nunca têm razão de ser. É igualmente um mestre da táctica, só que os jogadores que ele adora por vezes não conseguem interpretar, demasiadas vezes por serem burros. Por último, é um mártir, pois PB vence sempre, e quando não vence a culpa não é dele, existem "outros factores".

Ironia à parte, ele, o João Pinto, o Humberto Coelho, e outros, devem ser todos corridos em simultâneo.

E sim, os portugueses são quase todos uns Raúl Meireles.
Sem imagem de perfil

De George a 27.06.2014 às 10:45

Uma adenda: Fernando Santos, esse sim, merece ser o seleccionador de Portugal, que é um cargo de enorme prestígio Europeu e Mundial, que só deveria estar disponível para gente com CV para tal.
Sem imagem de perfil

De carlos a 27.06.2014 às 11:13

Toda a gente sabe que o Humberto Coelho é muito vermelho, que gosta muito de dinheiro - para pagar as horas de golfe, pelo que a renovação da equipa, como referes, já começou há algum tempo e só vai incluir jogadores que "interessem".

Imagem de perfil

De juliuscoelho a 27.06.2014 às 11:42

Boa caro"DE George" subescrevo totalmente o seu comentário ele PB é exactamente tudo isso é FANTÁSTICO........ porque bebe muita Fanta.
Imagem de perfil

De juliuscoelho a 27.06.2014 às 11:56

e já agora quanto á renovaçao que segundo ele ja começou com os andrés almeidas e gomes (este ultimo bem o tentou levar) e cavaleiros e porque o Benfica nao tem mais portugueses na sua equipa ..até ver, deveria continuar já de imediato a substituir-se por alguem com outra visão e tambem e levar consigo essa dupla Joao Pinto, Humberto que tudo fazem para manter o tacho. Os insucessos e as derrotas vão ser transformadas em percurso normal de evoluçao e que na próxima é que vai ser.....?
Sem imagem de perfil

De comentador desportivo a 27.06.2014 às 11:42

" Esta completo o alinhamento dos oitavos de final do Mundial. Com os resultados desta quinta-feira, a Alemanha, primeira classificada do grupo de Portugal (grupo G), vai defrontar a Argélia, segunda classificada do grupo H, no dia 30 de junho em Porto Alegre.

A Bélgica, primeira classificada do grupo H, vai defrontar os Estados Unidos, segundos classificados do grupo G, no dia 1 de julho em Salvador.

Colômbia-Uruguai (sábado), Grécia-Costa Rica (domingo), Brasil-Chile (sábado) e Holanda-México (domingo), são os outros embates dos oitavos de final "

Apesar de faltarem aqui algumas selecções, e sem tirar o mérito às selecções, é óbvio que o campeonato perde interesse e elen.
Algumas das melhores selecções não se conseguiram adaptar ás condições adversas que encontraram, e quando se começavam a adaptar, já tinham as malas feitas.
Péssima preparação do campeonato por parte do organismo que superintende o futebol, que não permitiu que as selecções europeias se apresentassem ao melhor nível.
Também não esquecer as arbitragens que mandaram algumas selecções para casa.
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 27.06.2014 às 13:15

Bom, tiro uma bonita e bela conclusao :) Culpados : meteoreologia, arbritros e quem superintende o futchibol (FIFA?)

Viva o D.Bento I.... Prandelli, Suarez e outros que tal, regressem aos seu postos LOOOOOLL !!

(V)Balha-nos Deus e todos os santos pescadores e nao perdadores
Sem imagem de perfil

De Pedro51 a 27.06.2014 às 12:05

Segundo Poiares Maduro, aA culpa do insucesso da selecção não é do Paulo Bento mas sim dos juízes do TC 😹
Sem imagem de perfil

De Carlos N.T. a 27.06.2014 às 12:46

Estamos de acordo total e mais...........Dom Bento I, onde está o teu sentido patriótico??

A Selecao nao é um clube, nao devia ser em certo sentido, isto é: só me tiram daqui quando me pagarem as clausulas, os ordenados e sei lá mais o que ....................Numa só palavra, és masoquista !!!

...... nao gosto muito de discutir clubes quando falo ou escrevo sobre a Selecao mas, sim vai-se vendo as intencoes.... Um portista (deve ser como aqueles que eu conheci no tempo que o FCP nao ganhava nada, portista e benfiquista. Havia muitos) a Presidente, benfiquinhas J.V. Pinto (tipo Messi, o mesmo caracter. Ao menino nao se toca), H.Coelho, D. Bento I e companhia............treinadores das camadas jovens

Onde ficou o suposto embaixador L.Figo ele que é benfiquinha desde pequenino mas, fez-se homem no Sporting ???


P.S.... Desculpe Rui Gomes mas, o Bruno :) é que tem razao.....Benfica e FC Porto tem uma "panelinha"
Sem imagem de perfil

De Marcos Cruz a 27.06.2014 às 13:24

Paulo Bento meteu uma ideia na cabeça: compromisso é tudo. E não sai disso. Não quebra compromissos com ninguém nem perdoa a ninguém que quebre compromissos com ele. Acontece que este conceito de compromisso é dimensionado à pequena escala da inteligência de Paulo Bento: ele não percebe que o compromisso com a Federação se encaixa num compromisso maior com os portugueses. Daí ele dizer: aconteça o que acontecer, não me demito. Ou seja: a Federação, com a qual eu não quebro o meu compromisso, é que tem de decidir se me quer despedir ou não.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 27.06.2014 às 15:15

Fernando Gomes, pelas suas declarações repetidas, dá a entender que esse compromisso é mútuo.
Imagem de perfil

De meninaquenaosabenada a 27.06.2014 às 22:37

De facto,não sei bem se Paulo Bento está capacitado de continuar a apostar na nossa selecção portuguesa mas já ouvi dizer que ele disse que ia ficar até 2016 com eles,não sei se é verdade,se é mentira!! Temos que pensar positivo e que Paulo Bento fará coisas melhores do que foi o campeonato mundial deste ano de 2014!!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 28.06.2014 às 00:10

Ele e o presidente da FPF ambos afirmaram que ficará até ao Euro 2016.

É uma situação complicada que será discutida nos próximos meses.

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo