Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sporting B (2016-17)

Leão Zargo, em 29.05.17

 

Portimonense Sporting B 2016-17.png

 

As equipas B participam no Campeonato da 2ª Liga desde 2012-13. Logo nesta época, o Sporting inscreveu na competição uma equipa com origem, essencialmente, na Academia de Alcochete, constituída por seniores de 1º e de 2º ano e por juniores de último ano. Jogadores mais experientes (3º e 4º ano), formados na Academia, proporcionaram uma maior capacidade competitiva. Houve, ainda, alguns jogadores contratados, no Verão de 2011 e em Janeiro de 2013, ou por empréstimo. No decurso da época de 2012-13 houve atletas que transitaram da equipa B para a equipa A.

 

Apesar de Bruno de Carvalho sempre ter afirmado (e de constar no seu programa eleitoral de 2013) que dirige pessoalmente todo o futebol do Clube, há em muitos sportinguistas a convicção de que nunca existiu um projecto específico para a equipa B. De facto, é pouca ou nenhuma a reflexão e a intervenção do presidente nessa área.

 

O Sporting B teve em 2016-17 uma época penosa, tendo permanecido durante algumas jornadas na zona de despromoção. A partir do mês de Fevereiro, com a substituição do treinador João de Deus por Luís Martins, houve uma recuperação significativa e evitou-se a despromoção. No final, a equipa classificou-se no 14º lugar, com 55 pontos, mais 3 pontos do que o Académico de Viseu, obrigado a participar no playoff de manutenção.

 

Para esta época foram contratados dezasseis jogadores e nas 42 jornadas da 2ª Liga alinharam 41 jogadores com a camisola leonina. Um número tão elevado de contratações nunca se tinha verificado anteriormente. Os técnicos da equipa B trabalharam com um plantel excessivo. Com um plantel assim não é possível haver um bom planeamento individual e colectivo, tudo é casuístico, decidido de acordo com as necessidades de cada momento competitivo.

 

Evitou-se um grande mal quando Luís Martins assumiu a orientação técnica da equipa. Com o novo treinador passou a haver uma maior solidez defensiva, com os jogadores mais próximos uns dos outros e mais pressionantes sobre os adversários. Isto permitiu maior posse de bola, menos riscos na grande área leonina e melhores soluções ofensivas. Havendo mérito de todos os jogadores em campo, destaca-se a boa integração do médio Rafael Barbosa, que regressou em Janeiro do empréstimo ao União da Madeira, e do avançado Gelson Dala que se estreou em Portimão, em 15 de Janeiro, e foi o melhor marcador da equipa.

 

Outro aspecto em que Luís Martins revelou grande acerto foi na utilização dos “reforços” da equipa A. Esta utilização é habitual e verifica-se todos os anos, embora nem sempre seja bem sucedida. Também se verificou com João de Deus, mas com resultados muito irregulares. O novo treinador teve o contributo de jogadores “resgatados” em Janeiro que alinharam na B com elevada mestria. Refiro-me a André Geraldes, Francisco Geraldes, João Palhinha (no jogo com o Guimarães B) e Ryan Gauld. Ricardo Esgaio e Matheus Pereira também desempenharam um papel relevante. Luís Martins foi capaz de colocar a qualidade individual destes jogadores ao serviço da dimensão colectiva da equipa.

 

Nas catorze jornadas em que orientou o Sporting B, Luís Martins obteve oito vitórias, três empates e três derrotas. Foram estes resultados desportivos que possibilitaram que a equipa saísse da zona de despromoção, quando estranhamente alguns sportinguistas já questionavam sobre a valia ou a necessidade da existência de uma equipa B. É importante que não se repita uma época assim. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.


25 comentários

Sem imagem de perfil

De Balajic a 29.05.2017 às 13:40

«(...) há em muitos sportinguistas a convicção de que nunca existiu um projecto específico para a equipa B.»

Diria mesmo mais - há em alguns sportinguistas (cada vez mais) a a convicção de que nunca existiu um projecto. Pode terminar por aqui mesmo...
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 29.05.2017 às 14:38

Balajic,
na realidade estou convicto de que não há projecto algum. Não há agora, como não havia em 2013.
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.05.2017 às 14:36

Excelente texto caro Leão Zargo. Tem razão ao apontar o dedo à ausência de um projecto que, na realidade, é precipitado pela ausência de uma estrutura de qualidade. Muito indica que vamos continuar assim, dado que a cabeça que orienta o corpo é a mesma.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 29.05.2017 às 14:40

Caro Rui Gomes
É muito preocupante a falta de qualidade profissional na estrutura do futebol do Sporting. Chega a parecer que é de propósito!
Imagem de perfil

De Rui Gomes a 29.05.2017 às 14:50

Consequência natural de amadores arrogantes !
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 29.05.2017 às 15:04

Parece que disso ninguém nos livra!
Sem imagem de perfil

De J. a 29.05.2017 às 16:11

Excelente post, comentários já menos acertados...
Luis Martins antes de ser o treinador "salvador" desta equipa B, pertencia á tal estrutura que geria o futebol formação. Acho então que podemos pensar que afinal existe mesmo competência em quem gere a formação...
Aliás, já este ano tem havido uma clara melhoria nos resultados em todos os escalões.
Campeões em Juniores com fortes possibilidades de ser também campeões em Juvenis, estando ainda na luta (com menos possibilidades) em Iniciados.

Quanto á equipa B, na minha opinião pagou o preço de uma/duas gerações de menos qualidade que sairam da Academia, levando a uma politica errática de contratações em qualidade e quantidade.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 29.05.2017 às 16:49

J.
Creio que se deve separar a área da Formação da equipa B. São coisas diferentes.

Na minha opinião, o sector da Formação viveu uma grave crise em virtude da instabilidade introduzida em 2013 por Bruno de Carvalho nesse “departamento”. Houve estabilidade a partir de 2015 e, principalmente, a com a escolha em 2016 de Luís Martins, para o cargo de Director Técnico do Futebol de Formação. O mesmo Luís Martins substituiu João de Deus na equipa B em Fevereiro de 2017.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 29.05.2017 às 16:55

Opa. O LZ está a falar a sério?

A formação antes BdC e antes reestruturação financeira e despedimentos colectivos, já tinha perdido dezenas de colaboradores por falta de pagamento. Estava em fase de implosão.

A formação, no que à qualidade de jovens diz respeito, está bem e recomenda-se.

A actual B é resultado também de 2 gerações sub19 fracas, independentemente das razões que aponta no post inicial, que globalmente subscrevo.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 29.05.2017 às 17:05

Lion73,
agradeço que volte a ler o que escrevi!
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 29.05.2017 às 17:28

Como assim? Então afirma que a formação viveu um periodo de forte instabilidade com BdC, quando anteriormente havia colaboradores que não recebiam e se despediram dezenas deles?

Quando muito, os problemas não foram resolvidos nos primeiros tempos de BdC, também pelos despedimentos colectivos transversais que se deram.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 29.05.2017 às 17:49

Lion73

A eleição de Bruno de Carvalho provocou uma situação de instabilidade no sector de Formação. Essa instabilidade decorreu do seu desconhecimento e ausência de projecto para o sector.

No entanto, o Lion73 refere-se a outra instabilidade que decorria de incapacidade de reformar a Academia de Alcochete, o que era evidente desde 2009 ou 2010. Esta incapacidade de reformar e reajustar foi agravada pela crise financeira.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 29.05.2017 às 18:39

Se não tinha nem conhecimento nem projecto, a coisa resolveu-se depressa, como mostra a qualidade actual dos jogadores em todos os escalões.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 29.05.2017 às 21:00

Lion73
Felizmente os resultados desportivos melhoraram muito esta época. Em breve perceberemos melhor a razão.
Sem imagem de perfil

De Lion73 a 29.05.2017 às 21:06

Os resultados são algo irrelevantes. Os sub19 do ano passado estiveram perto de ser campeões e eram uma geração fraca. Tal como a anterior.

Os actuais juniores, juvenis e iniciados têm todos excelentes executantes. Os iniciados são os que têm a questão do título mais difícil e se calhar são os que têm mais talento.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 29.05.2017 às 21:10

Tem razão. Nem sempre as equipas campeãs têm jogadores com a qualidade de que o Sporting necessita. E o processo evolutivo de um jogador é longo e cheio de armadilhas.
Sem imagem de perfil

De J. a 29.05.2017 às 17:08

Bom, e também podemos assumir um muito maior investimento dos rivais, principalmente o Benfica, no sector da formação o que não acontecia há 10 anos atrás...
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 29.05.2017 às 17:21

J.,
é verdade o que refere quanto ao Benfica que alterou substancialmente a sua filosofia no que refere à Formação.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 29.05.2017 às 19:11

Caro LZ,

Concordo que a equipa b não cumpriu o designio a que está destinada, excesso de jogadores e de jogadores estrangeiros.

Mas também tem de ser reconhecido que ao nível da formação voltamos a crescer... voltamos a ser campeões de juniores p.ex... relembro as muitas criticas que se fez àquela equipa de juniores na Champions do tempo MS, e que são esses jogadores que resultam desta equipa b... temos todas as condições para nos próximos 2/3 anos termos uma excelente fornada na equipa b, contrariamente ao que os profetas da desgraça que diziam que tinhamos sidos ultrapassados pela formação do cubo mágico.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 29.05.2017 às 21:07

Caro Schmeichel

Sim, tem razão, e excesso de jogadores estrangeiros. Cada fornada de juniores A é importante para “alimentar” a equipa B e o plantel principal. Oxalá estejam na forja jogadores de elevada qualidade.

O Benfica está a trabalhar muito bem na área da Formação. Olharam para o que se fazia em Alcochete, contrataram técnicos e investiram muito dinheiro. É bom que a direcção do Sporting trabalhe com inteligência e conhecimento de causa.
Sem imagem de perfil

De Schmeichel a 29.05.2017 às 22:02

O benfica esteve foi muitos anos sem trabalhar na formação... e agora apareceu uma geração muito boa, mas com isso não significa que nos suplantaram... para mim a diferença está no tipo de jogador a criar, e com excepção do B.Silva (que até é filho de sportinguistas), o benfica normalmente não cria os criativos... o Sporting na Selecção domina em todas essas posições há muitos anos porque procura características distintas... os nossos normalmente não se evidenciam pela força e tamanho (porque isso podem ganhar mais tarde) mas sim pela qualidade técnica. Pode-se dizer que o mais importante é manter esta filosofia... manter o tipico jogador à Sporting, não é um acaso formarmos Gelson, Podence, Matheus, Geraldes.
Imagem de perfil

De Leão Zargo a 29.05.2017 às 22:09

Não se trata de suplantar ou não. Cada um dos clubes faz o seu caminho.
O Sporting só tem de se ocupar daquilo que é seu, mudar o que é de mudar, manter o que é de manter, sabendo que não pode dormir sobre louros antigos.
Sem imagem de perfil

De Francisco Maria a 30.05.2017 às 11:18

O SL Benfica nunca deixou de trabalhar a formação e a prova disso tem sido a regular presença em fazes finais e conquista de títulos em vários escalões, apenas aumentou o investimento com a construção da academia do Seixal há 10 anos e também mudou a estratégia e objectivos da formação, agora mais virada para a formação de jogadores destinados aos seniores, sendo conquista de títulos nacionais um objectivo secundário.
Não tem nada que ver nem copiado com a formação do Sporting ou do Porto, cada clube tem os seus próprios meios, métodos e estratégias de formação de jogadores.
Sem imagem de perfil

De Francisco Maria a 30.05.2017 às 13:36

Com o inverno tão longe já está a cortar lenha para a lareira? :-)

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo