Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O "derby" e as diferenças

Rui Gomes, em 06.02.15

 

lissabon-derby.jpg

 

Os dois rivais de Lisboa encontraram-se no dia 31 de Agosto de 2014, no Estádio da Luz, em jogo a contar para a 3.ª jornada do campeonato. Pedro Proença foi o árbitro e o jogo terminou com um empate, 1-1, com golos de Nico Gaitán (12') e Islam Slimani (20'). As equipas alinharam com os seguintes:

 

Sporting

 

Rui Patrício; Ricardo Esgaio, Maurício, Naby Sarr e Jefferson; William Carvalho, Adrien Silva (Carlos Mané, 79') e André Martins (Oriol Rosell, 81'); Nani, André Carrillo (Diego Capel, 60') e Slimani.

 

No banco ainda estavam Marcelo Boeck, Paulo Oliveira, Fredy Montero e Junya Tanaka.

 

Disciplina: 3 cartões amarelos - Carrillo (25'), Esgaio (33') e Adrien Silva (69')

 

Benfica

 

Artur; Maxi Pereira, Luisão, Jardel e Eliseu; André Almeida, Enzo Perez e André Almeida; Talisca (Derley, 86'), Salvio e Lima.

 

No banco ainda se encontravam Júlio César, Lisandro, Samaris, Ola John, Pizzi e Tiago

 

Discplina: 2 cartões amarelos - Maxi (31'), Perez (70') e Salvio (90+3')

 

 

O jogo teve 4 minutos de tempo adicional: 1' na primeira parte e 3' na segunda.

 

 

No Sporting são expectáveis pelo menos cinco alterações: Ricardo Esgaio, agora na Académica, dará lugar a Cédric Soares; Maurício, agora na Lazio, dará lugar a Paulo Oliveira, Sarr, relegado para o banco, dará lugar a Tobias Figueiredo, André Martins, agora num papel mais secundário, terá João Mário no seu lugar, e, por fim, Slimani, ainda sob alguma dúvida, deverá ser substituído por Montero.

 

Não vou tentar advinhar a equipa do Benfica, mas algumas diferenças são óbvias: Júlio César nem  no banco estará, devido a lesão; Enzo Perez foi para o Valência e Jonas, na altura ainda no Brasil, deverá fazer parte do onze. Algumas dúvidas sobre a titularidade de André Almeida e o estado clínico de Nico Gaitán.

 

Os treinadores são os mesmos, embora... quase que não eram. E... Bruno de Carvalho continuará no banco, infelizmente.

 

Pedro Proença retirou-se da arbitragem e teremos Jorge Sousa, da Associação de Futebol do Porto, a dirigir este "derby".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:38

O resultado acaba por agradar...

Rui Gomes, em 31.08.14

 

 
O Sporting fez os seus melhores 45 minutos desta época, não se deixou abater com o golo de Gaitán - aos 11' - igualou o marcador aos 20' com um golo oportuno de Slimani, numa jogada em que o muito alerto Carrillo bloqueou o passe de Artur, e até ao intervalo até acabou por se superiorizar ao Benfica e criou algumas oportunidades para marcar. 
 
A segunda parte apresenta um cenário diferente, com o Benfica a entrar muito forte e a controlar o meio campo, e salvou o Sporting pelo menos três intervenções decisivas de Rui Patrício.
 
Na minha opinião, Marco Silva tardou a mexer na equipa e terá errado quando fez entrar Diego Capel para o lugar de Carrillo, aos 60', quando era aparente que o meio campo necessitava, urgentemente, de ser reforçado. Durante cerca de 30 minutos a equipa da Luz dominou as operações, salvo uma ou outra jogada de contra-ataque do Sporting, que viu a sua melhor oportunidade para vencer a partida aos 88', quando Slimani recebeu um cruzamento de Nani para rematar de primeira, com uma boa defesa de Artur.
 
A defesa do Sporting não fez um jogo deslumbrante mas, em geral, esteve muito bem, com destaque para o jovem Ricardo Esgaio que registou uma excelente exibição. Maurício, Sarr e Jefferson, não sem ocasionais lapsos, também registaram boas exibições.
 
Islam Slimani estreou-se oficialmente esta época e, além do golo, teve mais duas ou três oportunidades de grande perigo. Em abono da verdade, fez sentir a sua presença a um nível que Fredy Montero ainda não conseguiu realizar.
 
Lamento, como sempre, a total ausência de jogo pelo corredor central para criar os indipensáveis desquilíbrios. O Sporting é previsível com o seu jogo pelas alas e os respectivos cruzamentos, que facilita, e muito, a vida a qualquer defesa. Vale o ocasional rasgo em diagonal pelos extremos, no último terço do terreno.
 
Ao fim e ao cabo, o resultado acaba por agradar e, sobretudo, por ser justo, face às exibições das duas equipas e às oportunidades criadas por ambas.
 
O Sporting termina o mês de Agosto com uma vitória e dois empates, 5 pontos entre os possíveis 9.
  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:56

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Posts mais comentados



Cristiano Ronaldo