Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

bruno_de_carvalho_5_1177f404.jpg

 

A Sporting SAD vai apresentar as Contas de 2015/16 - período em que regista um prejuízo de 32 milhões de euros - em uma Assembleia Geral convocada para o próximo dia 30.

 

Nestas Contas não entram ainda as transferências de João Mário para o Inter de Milão (40 milhões de euros + 5) e de Slimani para o Leicester (30 milhões de euros + 5), assim como os custos das mais recentes contratações, a exemplo de Bas Dost (10 milhões de euros + 2).

 

De acordo com o comunicado enviado à CMVM, a Ordem de Trabalhos é a seguinte:

 

"1. Deliberar sobre o Relatório e as Contas relativos ao exercício findo em 30 de Junho de 2016.
 
2. Deliberar sobre a proposta de aplicação de resultados.


3. Proceder à apreciação geral da administração e fiscalização da sociedade.


4. Apreciar e aprovar a declaração sobre a política de remuneração dos titulares dos órgãos sociais da Sociedade elaborada pela comissão de accionistas relativa ao exercício de 2016/2017.


5. Ratificação da designação, por cooptação, do Senhor Dr. Nuno Jorge Lopes Correia da Silva, para exercer o cargo de Vogal do Conselho de Administração até ao final do mandato em curso."

 

Na data da divulgação da presente Convocatória, 8 de Setembro de 2016, serão postos à disposição dos senhores Accionistas, na sede social e no sítio da internet www.sporting.pt, os seguintes elementos: a própria convocatória, o número total de acções e dos direitos de voto reportados, também, à data da divulgação da convocatória, incluindo os totais separados para as acções da categoria A e as acções da categoria B, os formulários de documento de representação e de voto por correspondência, as propostas de deliberação apresentadas, bem como o texto integral dos documentos relativos às mesmas, e ainda, a informação indicada no art. 289 nº 1 do Código das Sociedades Comerciais".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:56

Será melhor esperar sentado...

Rui Gomes, em 09.06.16

 

image.jpg

 

Mário Costa, Presidente da Mesa da Assembleia Geral, da Liga de Clubes, anunciou que da reunião extraordinária desta quarta-feira, realizada no Auditório João Aranha, na Sede da Liga, no Porto,  saiu uma decisão deveras interessante. Vejamos: 

 

«Serão sancionados todos os agentes que, directa ou indirectamente, coloquem em causa a boa imagem do futebol em Portugal. Para os comentadores televisivos alusivos aos clubes as multas serão pesadas».

 

Isto é uma questão de Direito que exige alguma ponderação. Depreende-se que "agentes" é em referência a agentes desportivos e, neste contexto, a jurisdição da Liga é amplamente reconhecida. Já o mesmo não se pode dizer no que a "comentadores televisivos alusivos aos clubes" diz respeito.

 

É muito possível que a linguagem do Regulamento seja mais específica, mas fica no ar se o termo é aplicável apenas a comentadores televisivos que, em simultâneo, ocupam cargos oficiais num clube, a exemplo de Rui Gomes da Silva do clube da Luz (não podia deixar de ser) ou, no caso do Sporting, a Augusto Inácio.

 

Quanto aos restantes comentadores, indiferente da sua simpatia ou até associação clubista, parece-me claro que se situam completamente fora da jurisdição da Liga e que a imposição de uma sanção seria uma violação do seu direito a liberdade de expressão.

 

Dito isto, vem-me à ideia as Ligas profissionais norte-americanas, onde o mesmo direito a liberdade de expressão é preservado, no entanto, é por de mais evidente que os comentadores televisivos são bastante cautelosos com as suas críticas, nomeadamente no que diz respeito a arbitragem.

 

De qualquer modo, recorrendo ao título do post, vou esperar sentado pelas sanções que vão ser aplicadas aos ditos comentadores. E se forem do mesmo nível das que são actualmente impostas a treinadores, vai dar para rir muito.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:19

 

naom_56c7762ff1d08.jpg

  

Segundo o que está a ser noticiado e entretanto confirmado pelo antigo comandante dos bombeiros, Marta Soares, vários elementos do Sporting vão reunir e conversar sobre vários temas, antes da Assembleia Geral do dia 24, com foco na permanência ou destituição de Rui Barreiro, membro do Conselho Leonino.

 

Isto, sem ser surpresa alguma, uma vez que já na Assembleia Geral de 17 de Janeiro, o presidente da Mesa tinha dito que que ia propor a sua exoneração. Eis a sua recém-confirmação:

 

«Vamos analisar a quebra da disciplina regulamentar por parte do dr. Rui Barreiro, o que pode levar à sua destituição». 

 

A pessoa de Rui Barreiro é-me indiferente, mas é por de mais evidente que o objectivo é punir - já que não é possível silenciar - uma voz crítica, mesmo estando integrado no Conselho Leonino. O que vai ser debatido por Marta Soares e outros elementos, na acima referida reunião, não será a causa e a legalidade da destituição de Rui Barreiro - optando por essa via, arranja-se sempre argumentos - mas sim os prós e os contras mediáticos desse eventual acto, e o seu impacte na campanha eleitoral de Bruno de Carvalho.

 

Todavia, não obstante quaisquer manejos finórios, dificilmente não vai ficar a impressão de que tudo isto não é mais do que uma medida ditatorial por quem tem o poder entre mãos e "os trunfos na manga".

 

Rui Barreiro garante não ter conhecimento das “razões formais que levam a que surja essa proposta”“não recebi nada, zero”, garante – e lamenta que este tipo de questões surja numa “fase extremamente importante para o Sporting no campeonato nacional”.

 

“Quanto menos ondas houver, melhor. Pelos vistos, os dirigentes gostam de criar manobras de diversão nestas alturas, que julgo não serem úteis. Prefiro falar com propriedade após a reunião do Conselho Leonino de terça-feira, sendo certo que não vislumbro nenhuma razoabilidade jurídica, nem formal, para uma proposta dessas. Apenas, eventualmente, aquela lógica de ‘quem não está comigo, está contra mim e deve ser silenciado'".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:39

Assembleia Geral - 24 de Abril

Rui Gomes, em 15.04.16

 

phpThumb.jpg

 

Nos termos do disposto nos artigos 32.º número 1, 43.º número 1 alínea i) e n), 44.º, 50.º alínea a) e 51.º número 1 alínea b) dos Estatutos, convoco a Assembleia Geral Comum do Sporting Clube de Portugal para reunir, ordinária e extraordinariamente, no dia 24 de Abril de 2016, pelas 15:00 horas, na sede do Clube, no Piso 3 do Estádio José Alvalade (Edifício Multidesportivo).

 

Nos termos do artigo 52.º número 2 dos Estatutos, a Assembleia Geral reunirá, em primeira convocação, às referidas 15:00 horas do dia 24 de Abril de 2016, caso se encontre presente a maioria absoluta dos Sócios com direito de voto. Caso tal presença não se verifique e de harmonia com a mesma disposição estatutária, a Assembleia fica desde já convocada, com a Ordem de Trabalhos abaixo indicada, para as 15:30 horas do referido dia, reunindo nessa altura seja qual for o número de Sócios presentes.

 

De harmonia com o estabelecido nos artigos 20.º número 1 alínea a) e números 2, 4 a 11, bem como no artigo 42.º dos Estatutos, bem como de acordo com o estabelecido no artigo 5.º do Regulamento da Assembleia Geral, podem estar presentes todos os Sócios no gozo dos seus direitos, com o pagamento da quota relativa ao mês de Março de 2016; poderão, porém, participar nos debates e votar, apenas os admitidos como Sócios do Clube há pelo menos doze meses ininterruptos e que tenham, de acordo com a lei, atingido a maioridade. Para efeitos de credenciação, os sócios deverão apresentar, juntamente com o cartão de Sócio, um documento de identificação que possua fotografia identificável.

 

As propostas apresentadas no âmbito dos pontos da Ordem de Trabalhos serão divulgadas nos termos previstos nos Estatutos do Clube e no Regulamento da Mesa da Assembleia Geral.

 

A Assembleia Geral terá a seguinte Ordem de Trabalhos:

 

Ponto Um: Autorizar, nos termos e para os efeitos do disposto no artigo 43.º, número 1 alínea n) dos Estatutos, a permuta com a CML de parcelas de terreno em direito de superfície, mediante (i) a revogação do direito de superfície constituído a favor do SCP, por escritura pública de 18 de Julho de 2015, sobre a parcela de terreno, com a área de 4500 m2, sita na Avenida Santos e Castro, em Lisboa, e (ii) a constituição, a título gratuito, a favor do Sporting Clube de Portugal de direito de superfície sobre uma nova parcela de terreno, com a área de 7.624 m2, sita na Avenida dos Condes de Carnide, destinada à instalação de um posto de abastecimento de combustíveis, ficando o direito de superfície a constituir sujeito às condições previstas no Contrato-Programa de 5 de Agosto de 2002, na Proposta n.º 150/2005 aprovada pela Câmara Municipal de Lisboa em 08/06/2005 e pela Assembleia Municipal de Lisboa em 05/07/2005 e na Proposta n.º 113//2016 aprovada pela Câmara Municipal de Lisboa em 16/03/2016.

 

Ponto Dois: Autorizar, nos termos e para os efeitos do disposto no artigo 43º, número 1 alínea n) dos Estatutos, a constituição a favor da PETRÓLEOS DE PORTUGAL – PETROGAL, SA de direito de superfície sobre um terreno, com a área de 2690 m2, sita na Rua Francisco Stromp, freguesia do Lumiar, destinada à instalação e funcionamento de um posto de abastecimento de combustíveis, nos termos e condições do contrato-promessa de constituição de direito de superfície celebrado entre o SCP e a PETRÓLEOS DE PORTUGAL – PETROGAL, SA em 14 de Julho de 1999.

 

Ponto Três: Apreciar e votar, nos termos dos artigos 43.º número 1 alínea i) e 50.º alínea a) dos Estatutos, o Orçamento de Receitas e Despesas do Sporting Clube de Portugal para o exercício de 1 de Julho de 2016 a 30 de Junho de 2017, elaborado pelo Conselho Directivo e acompanhado do Plano de Actividades e do Parecer do Conselho Fiscal.

 

Ponto Quatro: Discutir e deliberar, na qualidade de accionista maioritário da “Sporting Clube de Portugal – Futebol, S.A.D.”, sobre questões relacionadas com acções de responsabilidade civil.

 

Ponto Cinco: Discutir outros assuntos do interesse dos Sócios.

 

As propostas apresentadas no âmbito dos pontos da Ordem de Trabalhos serão divulgadas nos termos previstos nos Estatutos do Clube e no Regulamento da Mesa da Assembleia Geral.

 

Lisboa, 13 de Abril de 2016

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral

Jaime Marta Soares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:11

 

15804534_4J3b8.jpeg

 

Caros consócios, admiro o vosso empenho e paciência por terem estado na última Assembleia-Geral, promovida apenas devido às criticas de um sócio. Sei que vocês são, na esmagadora maioria, apoiantes indefectíveis do Bruno Carvalho. Escrevo-lhes hoje em particular na sequência da entrevista que ele ontem deu à RTP3 porque serão os que estarão mais desiludidos.

 

Ontem, se duvidas tivessem, ficaram a saber que o Bruno Carvalho que tanto apoiam é um mentiroso. Conseguiu desmentir aquilo que todos ouviram claramente no Sábado “.. só não dei um chuto no “rabo” do árbitro porque ele poderia gostar”. O incrível é que provavelmente ele até passaria num detector de mentiras tal a forma tranquila como o disse, mostrando ter anos de experiência nisto. Faz-me lembrar cada vez mais um antigo Presidente dos nossos vizinhos.

 

Quanto ao que ele disse aos árbitros no jogo com o Tondela, cada um que tire as suas conclusões mas também aqui parece-me evidente que está a mentir. Aquele seu meio “mea culpa” ao assumir que a expulsão apesar de justa foi estratégica, como ele gosta de dizer, para desculpar as mentiras que diz. O objectivo é ver se os árbitros não embirram mais connosco, mas acredito que terá o condão de os atiçar ainda mais contra nós.

 

A postura estadista / presidencial que sabia ele iria adoptar nesta entrevista (como qualquer mentiroso ele é um bom actor) uma vez que a imagem pública dele está "pelas ruas da amargura" caía logo por terra quando o entrevistador “apertava” com ele, como no caso do processo do Benfica com uma carta que lhe foi parar a casa. A vitimização e o chamar à colação as filhas foi apenas mais um episódio triste de vários deste personagem que não olha a meios para atingir os seus objectivos: a reeleição.

 

Depois de na Assembleia Geral vocês terem ouvido ser criticados actuais sócios, antigos participantes nas Assembleias-Gerais, o estádio do Sporting e todo o nosso passado, não se devem ter admirado com o que ouviram ontem, a propósito de nada, do estado caótico que o “Salvador” do Sporting encontrou quando chegou a Alvalade. Não explicou que foi com os jogadores que já lá estavam que conseguimos as receitas que lhe permitiram comprar quase 50 novos jogadores, a grande maioria dos quais autênticos “flops”. O personalizar em si toda a responsabilidade pela reestruturação financeira (sempre eu, eu, eu) é gozar com as dezenas de pessoas (muitos grandes leões) que trabalharam na mesma, mas faz parte da campanha eleitoral que está em curso há algum tempo.

 

Como li aqui no Camarote Leonino aquela de dizer que, até ele chegar, a nível internacional ninguém sabia quem era o Sporting  é já ir longe demais. Chega à falta de noção de dizer que ele foi o causador das alterações tecnológicas para apoio à arbitragem e ao fim dos fundos. Lembro que até no tempo de Godinho Lopes onde as coisas correram francamente mal, eliminámos o Manchester City e sempre fomos um clube respeitado lá fora, até por sermos um crónico participante nas competições europeias.

 

Não sei se acharam alguma graça às constantes contradições como aquela de se queixar que os processos na Liga demoram muito tempo e que não devia haver suspensões preventivas, mas depois não dizer o mesmo do caso Carrillo que está a ser demoradamente tratado no nosso clube enquanto fica suspenso .. preventivamente.

 

A forma como habilidosamente conseguiu escapar de falar do Cáala é de se lhe tirar o chapéu e nem precisou mentir.

 

Eu consegui-me rir quando ele disse que era amigo do José Peseiro há bastantes anos numa ânsia de mostrar que já era  alguém no futebol antes de chegar ao Sporting. Com aquela forma de ser duvido mesmo que tenha muitos verdadeiros e desinteressados amigos.

 

Em relação ao caso Doyen disse que podemos suspender o pagamento mas não explicou como e afinal, como souberam em primeira mão, lá fomos “com o rabinho entre as pernas” fazer a tal provisão nas contas.

 

Enfim caros consócios espero que a entrevista de ontem vos tenha acordado finalmente para quem é esta pessoa que hoje lidera o nosso clube. Se não a viram ainda aconselho-os a verem porque vos irá elucidar sobre quem é mesmo o Bruno Azevedo de Carvalho.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:38

 

phpThumb (2).jpg

 

Critica-se o presidente do Conselho Directivo Bruno de Carvalho ou a sua liderança do Clube, e a punição não tarda: processos em tribunal, expulsão de sócio e, no caso de Rui Barreiro, expulsão do Conselho Leonino.

 

O presidente da Mesa da Assembleia Geral, Jaime Marta Soares, revelou este sábado que vai propor a expulsão do Conselho Leonino do associado Rui Barreiro. Esta foi uma das deliberações da reunião magna que, segundo consta, reuniu cerca de 270 associados no Pavilhão Multidesportivo, em Alvalade:

«Convidei amavelmente o senhor Rui Barreiro para estar presente na AG, mas este recusou o convite vitimizando-se. Não posso estar de acordo com esta sua forma de estar na vida. Ele é reincidente neste tipo de situações. Por isso, tenho 30 dias para propor ao Conselho Leonino a sua exoneração. E, segundo os regulamentos do clube, nem sequer é preciso um processo disciplinar para consumar a sua expulsão. O senhor Rui Barreiro voltou a fazer-me acusações infames e que não se coadunam com o lugar que ocupa no Conselho Leonino»

 

Pensava eu que tinha acompanhado o todo desta "novela" desde o primeiro dia, mas parece-me agora óbvio que não será esse o caso, dado que me escapou as "acusações infames" que Rui Barreiro alegadamente dirigiu a Jaime Marta Soares.

 

Um cínico até diria que tudo isto faz parte de um  estratagema muito bem elaborado. Convida-se Rui Barreiro para se fazer ouvir em uma reunião magna; muito provavelmente ele não aceitará esse convite e teremos então o pretexto para o expulsar do Conselho Leonino.

 

Mas isto sou eu que tenho uma imaginação muito fértil. Nesse sentido e, também, no que diz respeito, segundo Marta Soares, aos 40 associados que tiveram "total liberdade" para falar. Não sou muito bom em matemática, mas 40 vezes não sei quantos minutos cada, com "total liberdade", ainda agora a Assembleia Geral estaria a decorrer.

 

Fico a pensar que depois de Eduardo Barroso apanhamos com este Marta Soares. É o caso clássico da cura ser igual ou ainda pior do que a doença, e não sei bem o que fizemos para merecer isto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:14

Comunicado de Rui Barreiro

Rui Gomes, em 16.01.16

 

img_472x263$2015_11_18_18_10_36_144319 (2).jpg

Em dia de Assembleia Geral, Rui Barreiro, antigo autarca de Santarém e actual membro do Conselho Leonino, veio através de comunicado responder às recém-críticas de Bruno de Carvalho e desafiar o presidente do Sporting para um debate: 

«Tendo sido, há escassos dias, alvo e destinatário exclusivo de um comunicado por parte do Conselho Directivo do Sporting Clube de Portugal, venho por este meio tornar público que sempre tive a exacta noção do que me move em relação ao Clube, da lealdade que me merece e da defesa intransigente que impõe. Por essa razão, e só por essa razão, levei as minhas posições ao Conselho Leonino.

De facto, entendo ser possível um tipo de intervenção mais tranquilo e substantivo no Conselho Leonino do que na Assembleia Geral, órgão por norma caracterizado por uma dinâmica nem sempre adequada ao entendimento das ideias expostas. Aliás, à luz do clima em que decorreu este último Conselho Leonino, por responsabilidade directa dos presidente do Conselho Directivo, Bruno de Carvalho, e da Mesa da Assembleia Geral, Jaime Marta Soares, torna-se previsível como acabaria por não ser esclarecedora qualquer intervenção minha em sede da próxima AG.

A este propósito estou, ainda assim, disponível para participar num debate com Bruno de Carvalho. Estou certo de que seria essa uma iniciativa de grande utilidade para os sócios e os adeptos do Clube de todo o País.

Como já disse nada tenho a ver com os cartazes contestatários (leia-se outdoors) relativos a Bruno de Carvalho, insinuação torpe e que refuto com todas as minhas forças.

Entendo que as falsas acusações sobre mim lançadas e as ameaças verbais poderão pretender alimentar polémicas estéreis, provocar eventualmente um clima favorável à extinção do Conselho Leonino ou esconder erros de gestão no futebol profissional.

Mas eu, que sou um homem livre, não deixarei, sempre que for visado e ofendido, de recorrer à verdade e ao fair-play para criticar o que, a meu ver, enquanto sócio do Clube e conselheiro leonino eleito na lista de Bruno de Carvalho, não estiver conforme o exemplo de ambição, ética e excelência que deverão sempre constituir as linhas orientadoras da vida do Sporting Clube de Portugal.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:36

 

pedroproenca3.jpgng4959494.jpg

 

Dando seguimento ao nosso post desta manhã, em que referimos a Assembleia Geral Extraordinária da Liga de Clubes a realizar esta quarta-feira, é agora do conhecimento público que os os 16 clubes da I Liga e seis da II Liga que estiveram representados, aprovaram a continuidade da Comissão de Instrução e Inquéritos e mandataram a Direcção liderada por Pedro Proença para nomear o novo presidente da Comissão.

 

José Mendes, presidente da Assembleia Geral da Liga, explicou que foi hoje decidido "mandatar a Direção da Liga no sentido de escolher um novo nome ou não" para presidir à Comissão, acrescentando que "se não houver unanimidade na escolha de um novo nome, mantém-se a pessoa que actualmente preside à Comissão de Instrução e Inquéritos, a jurista Cláudia Santos."

 

Salvo alguma dúvida sobre a continuidade de Cláudia Santos a liderar o organismo, precisamente o que era esperado acontecer nesta Assembleia Geral, muito embora seja lógico depreender que foi um tema muito debatido, dado que os membros da Liga presentes estiveram reunidos mais de seis horas.

 

Neste momento, não existem indicações sobre a participação dos presidentes dos três "grandes".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:51

Quando a verdade confunde a mentira

Rui Gomes, em 12.10.15

 

sem_titulo_33_artigo.png

 

A visibilidade pública de Bruno de Carvalho é tão extensa - devassadora até - que cada vez mais se vem a notar a sua dificuldade em recordar determinadas afirmações que faz de um dia para o outro, entre as sucessivas entrevistas que concede e outras digressões na praça. 

 

Na segunda-feira passada, participou no já notório programa "Prolongamento" da TVI 24, nos dias que seguiram envolveu-se em distribuir farpas e piadas em avulso para quem estava mais à mão e para preencher as manchetes sensacionalistas de cada dia, depois veio a visita ao núcleo de Luxemburgo e mais uma ocasião para extensa oratória, e ainda teve disponibilidade para conceder entrevistas ao canal Económico TV e jornal Expresso. 

 

Alguém terá dito algures "que são dignas de pena as pessoas que constroem as suas verdades sobre mentiras bem perfumadas. Carregam as verdades dentro dum saco preto e as mentiras num saco branco, transparente, e deixam as pessoas afundarem na própria ingenuidade."

 

"Eu protegerei o Sporting mas não me deixem cair, porque eu caio de facto. Sou pai, tenho duas filhas, tenho de sustentar a minha família e pus sempre o Sporting em primeiro lugar."

 

Assembleia Geral - 27 de Setembro de 2015

 

 

"Não duvido do que já fiz, e sei que quando sair (do Sporting) tenho de emigrar, não tenho dúvida nenhuma, porque depois ninguém me dá emprego em Portugal."

 

Luxemburgo - 9 de Outubro de 2015

 

 

"As minhas grandes metas da vida eram aos 25, ter a minha casa, aos 35, ter a minha independência financeira e aos 45 ser presidente do Sporting. Tive a minha independência aos 32, fui presidente aos 39, depois tiraram-me a presidência, mas fui por fim aos 41."

 

Canal Económico TV - 10 de Outubro de 2015

 

 

Poderia ainda recorrer às palavras de John F. Kennedy "O maior inimigo da verdade é frequentemente não a mentira - deliberada, planejada, desonesta -, mas sim o mito - persistente, entranhado e irreal."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:56

No dia da Assembleia Geral II

Rui Gomes, em 28.06.15

 

14866684_E7r5k.jpg

 

Ainda há quem pensa que o Sporting é dos sportinguistas, mas o Bruno tem

outras ideias e continua a tirar as medidas ao "seu"Sporting. Até porque

da maneira que ele tem vindo  engordar - literal e figurado - a

necessidade de "espaço de manobra" é cada vez maior !

 

 

Propaganda avulsa publicada hoje pelos agora grandes "amigos" do Record:

 

Alta temperatura na Assembleia Geral

 

Eis que chega o dia há muito esperado na nação sportinguista

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:34

 

conselho_de_presidentes_luis_duque_73022734_400x22

 

Não é que seja novidade, mas nem por isso deixa de ser menos significativo verificar-se a indiferença, irresponsabilidade até, por parte de uns quantos clubes, quando são chamados a resolver questões que afectam o todo do futebol português.

 

No Conselho de Presidentes da Liga, que decorreu esta segunda-feira e antecedeu a Assembleia Geral ainda em curso, confirma-se a supracitada negligente postura de responsáveis de clubes da I e II Ligas.

 

pintodacosta3.jpg

Segundo o que está  ser reportado, Luís Filipe Vieira e Pinto da Costa estão presentes, o Sporting fez-se representar por Guilherme Pinto, pela ausência por castigo de Bruno de Carvalho, a Académica conta com José Eduardo Simões, Arouca, Boavista, Nacional, Paços de Ferreira e Vitória de Guimarães marcaram presença com dirigentes - não é claro se são os presidentes -, enquanto que o Belenenses, Braga, Gil Vicente, Marítimo, Moreirense, Penafiel, Vitória de Setúbal, Aves, Beira-Mar, Leixões e Oriental não se fizeram representar pelos respectivos presidentes, mas sim por "representantes" que não puderam votar ou intervir nas discussões sobre a mesa, participação limitada a de observadores.

 

E assim se resolvem os assuntos de preeminente importância do futebol nacional.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:47

A Assembleia Geral

Rui Gomes, em 18.01.15

 

assembleia_geral_sporting_3_6375c470_400x225.jpg

 

Neste momento, a informação sobre a Assembleia Geral que foi realizada este sábado, no Multidesportivo do Estádio José Alvalade, ainda é relativamente escassa, no entanto, tentaremos adiantar algumas questões de maior interesse.

 

- Estiveram presentes cerca de 700 sócios. O site do Clube refere "mais de 730", mas não é exacto.

 

- O presidente Bruno de Carvalho discursou durante mais de hora e meia sobre as 120 medidas incorporadas no seu programa eleitoral, 94 por cento das quais, segundo o próprio, já foram executadas.

 

- Carlos Vieira, director financeiro e administrador da SAD, também usou da palavra para explicar detalhes relativos ao relatório de contas consolidadas.

 

- O referido relatório foi aprovado por maioria, com 8 abstenções e zero votos contra, muito embora na altura da votação umas boas dezenas de sócios já tinham abandonado a reunião magna. Consta que estavam apenas cerca de metade do número original, mas esta informação não foi confirmada com exactidão.

 

- A maqueta do Pavilhão João Rocha foi apresentada. Para mais informações, indicamos o outro post publicado hoje.

 

- Bruno de Carvalho afirmou que já foi encontrado um investidor para os 18 milhões de euros, mas que não pode revelar o nome devido a uma cláusula de confidencialidade. Não é bem claro, para mim. se a verba já deu entrada na SAD, ou não, e também que o acordo só será revelado no final de 2016. Uma  questão que requer mais explicação.

 

- Surgiram cerca de uma dúzia de interpelações de associados que se inscreveram para falar. Várias questões foram abordadas, embora a essência das mesmas fique à interpretação de quem esteve presente na reunião.

 

- Questionado sobre a renovação de André Carrillo, Bruno de Carvalho foi evasivo, fazendo referência a um fundo detém uma percentagem do seu passe, inferindo, porventura, que o processo não está fácil.

 

- Sobre Shikabala, referiu, numa tentativa a humor, que o jogador egípcio está a passar férias, mas que ainda dará proveito ao Sporting, palavras para o efeito.

 

- Em referência às contratações de registo, explicou que, como na vida, umas vezes acerta-se, outras vezes não. É-me dado a entender que não adiantou detalhes nesta questão.

 

- Reafirmou que Marco Silva é o treinador do Sporting. Ainda não surgiu qualquer informação a indicar que tenha sido confrontado com a sua prévia intenção de o despedir.

 

- De forma para mim algo estranha, explicou que Virgílio não deve ser "diabolizado" pelo estado da formação, pelos resultados, nem pelas contratações, uma vez que é director da SAD e não coordenador técnico. Ficou por explicar quem é o responsável máximo sobre a formação.

 

- Bruno de Carvalho também deixou claro que não tem intenção alguma de marcar eleições antecipadas. Não sei a que propósito surgiu esta questão.

 

Por fim, e de algum interesse para os nossos leitores, também surgiu a informação que o Camarote Leonino foi referido na Assembleia Geral por um sócio que usou da palavra (já identificado). Sendo um ferveroso apoiante de Bruno de Carvalho, duvido que a referência tenha sido em um sentido elogiador, contudo, ficamos gratos por termos sido lembrados, embora o blogue não seja novidade alguma para Bruno de Carvalho e outros dirigentes, que visitam com alguma frequência.

 

É de admitir que alguns leitores possam contribuir com informações adicionais. Refiro o post "A culpa é do roupeiro", em que o nosso estimado leitor m1950, presente na Assembleia Geral, teve a gentileza de nos comunicar alguns detalhes sobre o que decorreu na reunião magna e a sua interpretação dos mesmos.

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:54

Impugnação da Assembleia Geral ?

Rui Gomes, em 10.10.14

 

ng3606073.jpg

 

Segundo o que está a ser hoje divulgado pela Comunicação Social, as três acções judiciais contra Luiz Godinho Lopes, Luís Duque, Carlos Freitas e Nobre Guedes já deram entrada na Instância Central de Lisboa (Palácio de Justiça), através das quais é exigida uma indemnização de 7,6 milhões de euros. 

 

Entretanto, Godinho Lopes terá enviado uma carta ao Conselho Directivo, invocando o n.º 2 do artigo 380.º do Código de Processo Civil, através da qual ele requisita que lhe seja enviada uma cópia da acta da Assembleia Geral realizada no passado domingo. Ao abrigo do mesmo artigo, a Mesa da Assembleia Geral tem 24 horas para fornecer o documento solicitado.

 

O que estará a ser ponderado - pelo antigo presidente e seus advogados - é solicitar a suspensão das decisões tomadas na Assembleia Geral, assente no no. 1.º do artigo 380.º do mesmo Código de Processo Civil, que cita: "Se algumaa associação ou sociedade, seja qual for a sua espécie, tomar deliberações contrárias à lei, aos estatutos ou ao contrato, qualquer sócio pode requerer, no prazo de dez dias, que a execução dessas deliberações seja suspensa, justificando a qualidade de sócio e demonstrando que essa execução pode causar dano apreciável."

 

Em causa, está o Ponto Quatro da Ordem de Trabalhos: "Discutir e deliberar sobre a propositura de acções  contra ex-membros dos Órgãos Sociais do Sporting Clube de Portugal, nos termos do artigo 172.º número 2 do Código Civil.

 

Através da proposta sobre a mesa - Ponto Quatro - aprovada pelos sócios por votação, que não fazia referência a qualquer dirigente em particular, o Conselho Directivo recebeu carta branca para agir judicialmente contra todos aqueles que, no seu parecer, tenham prejudicado de forma dolosa ou negligente o Clube. Por outras palavras, Bruno de Carvalho pediu aos sócios uma espécie de delegação de poderes na Direcção, para esta poder agir por sua própria iniciativa, quando e contra quem entender. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:15

 

 

Pelas informações que nos chegaram, o único momento em que não houve sintonia absoluta entre Bruno de Carvalho e os sócios presentes na Assembleia Geral de domingo, foi quando alguns dos associados fizeram questão de criticar o presidente do Conselho Directivo pela forma como se dirigiu a Manuel Fernandes.

 

Bruno de Carvalho tentou minimizar a questão - "pôr alguma água na fervura" - confessando que o Manel era um dos seus ídolos de infância, mas que não admite críticas de ninguém à equipa de futebol, lembrando até que o antigo "capitão" tem uma foto na Academia. 

 

"Não admito críticas de ninguém à equipa de futebol" !!!... Pois... E ousaria ele retirar a foto ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:37

Assembleia Geral

Rui Gomes, em 05.10.14

 

 

Segundo as informações que me chegaram à cerca de uma hora, a Assembleia Geral do Sporting decorreu com muita calma e tudo da Ordem de Trabalhos que foi a votação, foi aprovado sem contestação alguma, o que já era de esperar, aliás.

 

A proposta do Conselho Directivo de levar a Tribunal os já conhecidos antigos dirigentes do Clube, foi aprovada com 91% da votação, com 9 votos contra e 7 abstenções, tendo sido a único ponto dos Trabalhos votado rm urna, os restantes foram todos de braços no ar. 

 

Sem ser surpresa alguma, mas nem por isso sem deixar de ser uma decepção, apenas participaram 317 sócios na reunião magna. Entre tantos milhares de associados, esta tão insignificante presença apenas serve para reconfirmar que a vasta maioria de sportinguistas movimenta-se em torno do futebol e em função dos resultados, tudo o resto aparenta ser de menor consequência.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:22

 

 

Foi convocada uma Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal para o dia 5 de Outubro de 2014, às 15h00, a ser realizada no Multidesportivo do Estádio José Alvalade.

 

A Ordem de Trabalhos pode ser lida aqui.

 

Destaque para o Ponto Quatro:

 

«Discutir e deliberar sobre a proposta de acções contra ex-membros dos Órgãos Sociais do Sporting Clube de Portugal, nos termos do artigo 172.º número 2 do Código Civil.»

 

Artigo 172.º número 2 do Código Civil

 

(Competência da assembleia geral)

 

«São, necessariamente, da competência da assembleia geral a destituição dos titulares dos órgãos da associação, a aprovação do balanço, a alteração dos estatutos, a extinção da associação e a autorização para esta demandar os administradores por factos praticados no exercício do cargo.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:20

Assembleia Geral

Rui Gomes, em 01.07.14
 

 

A Assembleia Geral do Sporting realizada segunda-feira no multidesportivo do Estádio José Alvalade contou com a participação de apenas 192 sócios, número que mereceu algumas duras críticas por parte de Bruno de Carvalho, que ficou desapontado com a fraca afluência. Jaime Marta Soares - presidente da Mesa da Assembleia Geral - desvalorizou esse facto, declarando "Já tive em assembleias muito importantes que não tinham muitos mais sócios".

 

Pela apresentação das contas pelo Conselho Directivo, ficou-se a saber que o passivo consolidado do universo Sporting é de 442,7 milhões de euros, em contas que remontam a Junho de 2013. Jaime Marta Soares teceu algumas considerações sobre as contas, afirmando que enquanto preocupante, é uma situação "absolutamente recuperável", e que "o património do Sporting é muito superior".

 

Para além das contas consolidadas, os restantes pontos da Assembleia Geral foram aprovados:

 

- A alteração dos Estatutos, com 75,84 por cento dos votos;

 

- O orçamento do clube para o próximo exercício - estando previsto um balanço positivo de 2,1 milhões de euros -, com 82,34 por cento dos votos;

 

- A aquisição de uma parcela de terreno na Rua António Stromp à Câmara Municipal de Lisboa, com 83,22 por cento dos votos;

 

- A aquisição de uma parcela de terreno na Avenida Santos e Castro/Calvanas de Cima à Câmara Municipal de Lisboa, com 83,7 por cento dos votos. 

 

A Ordem de Trabalhos pode ser lida aqui

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:07

Assembleia Geral do Sporting

Rui Gomes, em 30.09.13

 

 

A Assembleia Geral do Sporting será realizada na sexta-feira, dia 4 de Outubro, às 19h30, no Pavilhão Multidesportivo do Estádio José Alvalade.

 

Pode ler aqui a Convocatória e a Ordem de Trabalhos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:15

Assembleia Geral sem surpresas

Rui Gomes, em 30.06.13

A Assembleia Geral do Sporting que contou com a presença de 1351 sócios decorreu sem surpresas algumas, com o plano de reestruturação financeira a ser aprovado por 97 por cento dos sócios. Segundo o que é possível apurar neste momento, não houve qualquer contestação em relação a nenhuma das propostas do Conselho Directivo. Reservamos para mais tarde um comentário mais alargado sobre a reunião magna.

Um breve reparo, sobre uma das intervenções do presidente do Sporting: «Não criem fantasmas onde não os há. O financiamento vai ajudar e vamos manter a maioria do capital. É melhor que a banca tome conta do Sporting em 2025 do que agora. E nesse ano tudo será diferente. Não façam contas estúpidas.»

Devo ser eu que estou desactualizado, decerto, mas é assim que um presidente de um clube como o Sporting se dirige a uma assembleia de sócios ? "Não façam contas estúpidas" !

Estou com curiosidade em saber se algum sócio se deu ao atrevimento de levantar a mais pequena dúvida sobre qualquer uma das propostas apresentadas. Sabe-se que Daniel Sampaio tinha um papel predestinado a desempenhar e não desiludiu com um discurso a arrasar a direcção anterior. Tudo normal portanto !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:30

The calm before the storm

Rui Gomes, em 29.06.13

 

Mas não vai haver "tempestade" alguma. Tudo o que está a ser proposto irá ser aprovado em Assembleia Geral, sem contestação, e a partir de domingo os sócios do Sporting ficam à espera de ver os resultados desta nova gestão. O sucesso desta representará o sucesso do Sporting !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:11

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds