Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

stock-photo-59059946-stadium-and-dark-clouds.jpg

 

Um leitor já aqui referiu a iminente transferência de André Horta (Vitória de Setúbal) para o Benfica para a próxima época. Na realidade, não é novidade alguma, dado que admitimos essa forte probabilidade num post do dia 22 do corrente, relativamente à não utilização deste jogador e de outros três, todos usuais titularíssimos, pela visita da equipa do Bonfim ao clube da Luz. Para o efeito, eis a parte que é relevante desse post:

 

Nota-se uma situação semelhante que ocorreu pela recém-visita do Vitória de Setúbal ao Benfica, que não mereceu reparos. Por opção técnica, o treinador do clube do Bonfim deixou de fora os seguintes:

 

- André Horta: Jovem formado no Benfica e, segundo a imprensa, está a ser negociado a fim de regressar à Luz. Pelo V. Setúbal, esta época, regista 22 jogos como titular, 10 como suplente utilizado.

 

- Nuno Pinto: Defesa-esquerdo que esta época realizou 29 jogos como titular.

 

- Fábio Pacheco: Médio-defensivo com 28 jogos como titular, esta época.

 

- Costinha: Extremo com o registo de 23 jogos como titular e 6 como suplente utilizado.

 

Mesmo numa luta cerrada pela manutenção na I Liga, o treinador do Vitória de Setúbal optou por descansar Nuno Pinto, Fábio Pacheco e Costinha, alegadamente pelo registo disciplinar de 8 amarelos cada. Já esse cenário não é aplicável a André Horta, que regista apenas 6 amarelos, tornando-se óbvio, na minha opinião, que a tomada de decisão tem a ver única e exclusivamente com as negociações já nessa altura em curso, para fazer regressar o atleta ao Benfica.

 

Segundo o que está a ser noticiado esta sexta-feira, o negócio está fechado e André Horta é reforço dos "encarnados" a partir da próxima época. Terá assinado um contrato válido para as próximas cinco temporadas.

 

Esta temática veio a debate pela sensacionalista cobertura noticiosa que foi dada às opções de Norton de Matos, pela visita do União da Madeira a Alvalade. Curiosamente, alegando as mesmas razões que o técnico do V. Setúbal, à excepção, evidentemente, do caso de André Horta.

 

Se o interesse do Benfica em Horta é genuíno ou não, só o passar de mais algum tempo esclarecerá. A verdade é que se aproveitaram da ocasião e das circunstâncias para afastar do seu tão importante jogo aquele que é considerado um dos melhores, ou porventura até o melhor, activo do adversário dessa jornada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:56

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Posts mais comentados



Cristiano Ronaldo