Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

 

O Canadá sagrou-se este domingo Campeão Mundial de sub-19 de basquetebol, ao bater a Itália por 79-60, com 51-36 ao intervalo, na final da 13.ª edição do Campeonato do Mundo de juniores, disputada no Cairo, no Egipto.

 

RJ Barrett, que brilhou nas meias-finais face aos bicampeões em título Estados Unidos, ao marcar 38 pontos, voltou a ser a maior ‘estrela’ dos canadianos, com 18 pontos, embora com três em 13 nos ‘tiros’ de campo, 12 ressaltos e quatro assistências. O ‘duplo-duplo’ (12 pontos e 10 ressaltos) de Abu Kigab foi também determinante no triunfo do conjunto canadiano, que tinha como melhor registo no Mundial da categoria o quinto posto da edição anterior (2015).

 

Os canadianos tornaram-se o sétimo país a arrebatar a prova, sucedendo a Estados Unidos (seis títulos), Sérvia (dois) e a Grécia, Lituânia, Austrália e Espanha (todos com um). Os espanhóis ganharam a edição realizada em Portugal, em 1999.

 

Depois de dois títulos consecutivos, os Estados Unidos ficaram-se pelo terceiro posto, ao baterem a Espanha por 97-72 no jogo de atribuição do bronze.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:54

 

basquetebol.jpg

 

Mais uma foto da equipa sénior feminina de basquetebol - publicada pelo nosso amigo José Duarte no blogue A Norte de Alvalade, no seu post intitulado Regresso do basquetebel: um passo à frente e dois atrás - do qual transcrevemos este parágrafo:

 

«Ainda mais inexplicável é a extinção do protocolo com a Associação Basquetebol SCP, cuja equipa feminina sénior havia subido a pulso à principal divisão nacional, onde completou agora o sempre difícil ano de estreia. Quando o mais difícil parecia estar finalmente alcançado e o esforço de todos os envolvidos esperava pelo apoio do clube na consolidação da modalidade, de forma a que esta se mantivesse ao mais alto nível, este cortar abrupto de pernas é pelo menos absurdo. Mais ainda quando se espera que em breve o clube possa fazer uso do tão desejado pavilhão».

 

Compreendemos que estamos a falar de basquetebol e não "da vaca sagrada" futebol, mas, mesmo assim, não podemos deixar de lamentar a aparente indiferença de tantos perante tão enorme injustiça. Com outra temática mais próxima dos corações dos fieis, teríamos dezenas de comentários. No momento que preparo este escrito, o post do meu colega Leão Zargo intitulado "O basquetebol no Sporting" regista apenas 15 comentários, 7 dos quais do próprio em resposta a leitores, e o supracitado post do Leão de Alvalade ainda menos, com 5.

 

Neste enquadramento, merece destaque a patente hipocrisia de Bruno de Carvalho - e não é que seja novidade alguma - pela falsidade do apoio declarado à equipa sénior feminina, que aqui voltamos a publicar:

 

“Nunca se esqueçam que eu serei sempre uma parte de vocês e por isso sinto-me culpado a cada derrota e orgulhoso em cada vitória. Queremos todos dominar pavilhões com mestria, garra e devoção extrema, eu acredito em vocês, eu sou parte de vocês, e nós somos todos Sporting Clube de Portugal”.

 

Mas que lindo discurso, tão típico do "nosso querido líder", quando está em pleno mode de vender a "banha da cobra" ao povo.

 

Aproveitamos o ensejo para publicar o comentário do nosso leitor Fernando Nuno Norte, na página de Facebook do Camarote Leonino:

 

«Bruno de Carvalho esteve muito mal: no inicio da época, a primeira época na Liga, as miúdas seniores (e algumas profissionais) receberam do presidente o maior apoio para ganhar. No final da mesma, como não o conseguiram, recebem "guia de marcha" e um comunicado a dizer que a modalidade vai voltar à estaca zero. Infelizmente para alguns o Sporting é um clube ecléctico, enquanto ganha. Um 9º lugar da equipa na primeira época não chega para estas miúdas poderem vestir a camisola do Clube. Por muito orgulho que elas tivessem nisso. E é com muita pena que vejo amigos sportinguistas extremamente satisfeitos por terem recebido um comunicado (mais um!) que o basquetebol regressa ao Sporting. Gostava de ver isto nos jornais e na comunicação social, mas parece que só é notícia para quem se preocupa com o clube e a modalidade.

 

 

P.S.: Deixo desde já o alerta para os usuais "soldadinhos da falange" que tiverem a má inspiração de vir com a já bem conhecida acusação que estamos a usar este assunto como arma de arremesso ao presidente. Nada está mais longe da verdade. Apenas e tão só, estamos indignados perante esta injustiça, e, quiçá, talvez um milagre aconteça e o Bruno venha a anular a absurda e injusta decisão tomada. Como diz o outro... "enquanto há vida há esperança", mas creio que vou esperar sentado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:10

O basquetebol no Sporting

Leão Zargo, em 25.05.16

 

19640694_ZtG3o.jpg 

 

Através de um breve comunicado, a direcção do Sporting informou que será criada uma secção de Basquetebol no Clube, denunciando o protocolo existente com a “Associação Basquetebol SCP”. Isto é, comunica-se que “numa primeira fase a Secção de Basquetebol vai ter apenas equipas dos escalões de formação (até sub-14)”, terminando assim com uma equipa feminina que participa no escalão principal.

 

No comunicado da direcção não há uma palavra de reconhecimento ou de crítica a quem dedicou o seu esforço e saber a um sonho acalentado por inúmeros sportinguistas. Iniciando-se em 2012-13 no 3º escalão da modalidade, em 2015-16 alcançou a divisão principal. Extingue-se um projecto no Clube sem avaliar o que foi construído, sem uma referência, sem a integração da equipa que já existe numa secção oficial do Sporting. Desbaratam-se vontades, experiência, conhecimento. Recomeça-se tudo, mas com outras pessoas.

 

Há uma triste ironia nesta decisão pomposamente anunciada como o regresso da modalidade ao Sporting. Tirando a incoerência do título do comunicado, percebe-se que se acaba com o que já existe na suposição optimista de que num futuro relativamente longínquo se alcance aquilo que temos agora. Isto é, a formação no Clube já existia, como também havia uma equipa feminina na 1ª divisão. Agora, os atletas terão de iniciar um percurso competitivo desde as divisões inferiores. O custo financeiro dificilmente será inferior ao que decorre do que agora foi extinto (90 mil euros por ano).

 

As atletas da equipa principal de Basquetebol tornaram pública uma carta que dirigiram a Bruno de Carvalho, bem reveladora do empenho que sempre demonstraram e da frustração que sentem. “Larga assim o forte Leão a sua cria?”, perguntam temendo pelo futuro da modalidade no Sporting. E é uma bofetada de luva branca em quem nos estádios de futebol, perante os sportinguistas, bate com o punho fechado no peito enquanto grita pelo nome do Clube.

 

 

P.S.: Para um melhor conhecimento do que se passou, que se perceba o carácter e a vontade das atletas e de como acreditaram no interesse e no apoio de Bruno de Carvalho, transcreve-se na íntegra a referida carta ao presidente do Sporting.

 

Carta ao presidente do Sporting:


Esforço, Dedicação, Devoção e Glória, eis o Sporting.

 

Num país com uma veia marcadamente futebolística e afirmando-se o Sporting Clube de Portugal como um clube eclético, com mais de 35 modalidades, recebemos a lamentável notícia de que a equipa sénior feminina de basquetebol será extinta, na sua estreia na Liga Portuguesa Feminina.

 

Temos consciência que num clube como o Sporting Clube de Portugal, ganhar será sempre a égide. Para não desiludir a instituição, a massa associativa, nem a nós mesmas, que como atletas, sempre dignificámos a camisola com esforço, dedicação e devoção, gostaríamos de deixar aqui um breve desabafo.

 

É de conhecimento geral que nenhum projeto, seja ele qual for, sem tempo, e bases sustentáveis, nunca passará de um esboço ou se tornará vencedor. Em 8 meses em que se juntaram profissionais, atletas nacionais e internacionais, jogadoras que representam a nossa Selecção Nacional, parece-nos precipitado a extinção de uma equipa que após tantos contratempos conseguiu alcançar seu o objetivo: a manutenção.

 

Em Portugal, o basquetebol tem ganho ao longo dos anos uma maior visibilidade, isto deve-se, sem qualquer dúvida, aos feitos históricos alcançados por muitas das equipas femininas quer sejam elas da 2ª divisão, 1ª divisão ou Liga. Será que após tanto investimento de ambas as partes esta extinção será benéfica para o desporto nacional? E qual o papel desta instituição na evolução do basquetebol feminino em Portugal?

 

“Nunca se esqueçam que eu serei sempre uma parte de vocês e por isso sinto-me culpado a cada derrota e orgulhoso em cada vitória. Queremos todos dominar pavilhões com mestria, garra e devoção extrema, eu acredito em vocês, eu sou parte de vocês, e nós somos todos Sporting Clube de Portugal”, palavras do presidente Bruno de Carvalho, a nós dirigidas.

 

Aceitamos a responsabilidade de uma possível desilusão, não ganhámos. No entanto, concluímos que não acreditaram em nós, que não somos parte, e que apesar de sermos todos Sporting Clube de Portugal, nem todos fomos tratados com tal dignidade.

 

Esta modalidade não é uma modalidade amadora, há mulheres profissionais e como em qualquer profissão, vivem e organizam a sua vida de acordo com as propostas e acordos realizados atempadamente. Terá sido este o melhor timming? Quem vive do desporto sabe da necessidade da brevidade de todas estas decisões… E agora?

 

Após 17 anos de ausência, retomadas as esperanças neste novo projeto, encerra-se assim, mais uma vez, a tentativa de reerguer o basquetebol no Sporting Clube de Portugal ao fim de 8 meses. Larga assim o forte Leão a sua cria?

 

“Esqueceste do que é honrar uma história, que para ganhar é preciso lutar, ou preferes desistir? Esquecer que há uma honra a defender? (…) Porque esta é a nossa hora, de descobrir quem é leal, de lembrar que só o Sporting tem no seu nome Portugal. (...) O rugido que vem de longe recordar, que se és leão, não choras quando estás a perder, mas lutas até morrer”

 

Esperamos que reconsiderem assim a decisão de nos afastar deste Clube que orgulhosamente representamos e acreditamos que possa fazer parte da história do basquetebol em Portugal.

 

Aguardamos resposta e agradecemos a cuidadosa atenção da vossa parte.

 

Saudações Leoninas,

 

A Equipa Sénior de Basquetebol Feminino do Sporting Clube de Portugal

 

Arantxa Mallou, Bárbara Bilro, Bineta Ndoye, Catarina Caldeira, Catarina Vasconcelos, Cheila Rodrigues, Dora Duarte, Inês Faustino, Márcia Carvalho, Maria Ferreira, Marta Valente, Raquel Jamanca, Sara Tavares e Telma Fernandes

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:11

 

basquet.jpg

 

O Sporting vai voltar a ter secção de basquetebol, modalidade que numa primeira fase contará apenas com equipas masculinas e femininas dos escalões de formação (sub-14), foi revelado esta terça-feira.

 

Eis o comunicado do Clube:

 

«O Sporting CP vai passar a ter o basquetebol novamente como modalidade oficial, após esta ter sido extinta por referendo aos Sócios do Clube, em 1995. Com esta deliberação do Sporting Clube de Portugal irá ser criada a respectiva Secção, que englobará a vertente feminina e masculina já a partir da próxima época desportiva.

 

Numa primeira fase a Secção de Basquetebol vai ter apenas equipas dos escalões de formação (até sub-14) e posteriormente, através do crescimento orgânico, serão abertos progressivamente novos escalões até atingir os escalões competitivos mais elevados.

 

Com a criação da Secção de Basquetebol do Sporting Clube de Portugal é denunciado o protocolo até agora em vigor com a Associação Basquetebol SCP».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:01

Foto do Dia

Rui Gomes, em 22.10.15

 

WK-BA430_SPORTS_G_20111229202938.jpg

Clássico entre Michigan State e North Carolina disputado no

super-porta-aviões americano USS Carl Vinson

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:35

"Leoas" campeãs nacionais !

Rui Gomes, em 30.05.15

 

11108523_10152810030696555_9199580731508658222_n.p

 

A equipa principal feminina de basquetebol do Sporting venceu a Ovarense, este sábado, por 66-60, após três prolongamentos e sagrou-se campeã nacional da 1.ª Divisão.

 

Parabéns às atletas e a todo o grupo de trabalho. Honraram o Sporting Clube de Portugal ! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:59

Arquivo do Passado

Rui Gomes, em 23.04.15

 

Basquetebol-feminino-Sporting-1969-70%20b.jpg

 

-  Equipa de 1969  -

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:06

Isto também é o Sporting

Rui Gomes, em 06.03.14
 

 

Merecedora de destaque e louvor esta equipa sénior feminina de basquetebol do Sporting, que se encontra a disputar a II Fase do Campeonato Nacional da II Divisão, tendo derrotado o Algés B, na primeira jornada, por 67-44. Tem um registo notável desde o primeiro jogo da época 2013/14, sendo esta última vitória a sua 15.ª em 15 jogos. Nada está ainda ganho, mas uma época fantástica até este ponto. Parabéns !

 

O plantel:

 

Marta Valente (21 anos) - Ana Cunha (26) - Marta Azevedo (21) - Marisa David (30) - Júlia Ribeiro (19) - Alba Diez (20) - Breatriz Antunes (18) - Maria Azevedo (23) - Elsa Pereira (23) - Catarina Vasconcelos (22) - Cheila Carvalho (20) - Helga Gonçalves (20) - Cátia Mota (25) - Rita Almeida (19) e Joana Belo de 18 anos de idade.

 

A equipa técnica:

 

Treinador: Luís Abreu - Treinador-Adjunto: Miguel Freire - Seccionista: Filipe Machado - Fisioterapeuta: Inês Vasconcelos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:04

FMH/UTL 36 Sporting 74

Rui Gomes, em 05.01.13

 

A equipa feminina de basquetebol do Sporting derrotou a formação FMH/UTL, por 36-74, em jogo a contar para a 10.ª jornada do Campeonato Nacional da II Divisão zona Sul, realizado no Pavilhão Lord em Cruz Quebrada.

Foi a última jornada da primeira volta, com a equipa leonina em 2.º lugar, com 19 pontos, 9 vitórias e 1 derrota.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:07

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo