Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Construir "castelos" no ar

Rui Gomes, em 20.02.18

 

16571536_JzIwE.jpg

 

Pelos vistos, o emblema que reside no outro lado da Segunda Circular ficou com a sua serenidade de espírito fragilizada pela vitória do Sporting em Tondela. Tanto assim, que sentiu a necessidade de construir "castelos" no ar, com críticas na sua conta do Twitter à actuação de João Capela:


"Uma das maiores vergonhas de todos os tempos por parte do ex-chefe de equipa de Hernâni Fernandes - o especialista em arbitragem de Alvalade. Histórico tempo de compensação, penalty sobre Murillo transformado em amarelo e perdão de expulsão de William Carvalho. Não há vergonha!".

 

Vergonha na cara poderia ser vendida na farmácia, dado que há gente que precisa de altas doses. Isso, e memórias muito curtas, que se esquecem, ou fingem que se esquecem, que João Capela, entre vários outros episódios de alta benevolência para esse clube, foi o juiz do notório jogo do "limpinho, limpinho...". O facto do treinador encarnado de então vestir-se agora de verde e branco, deveria estimular ainda mais essas fracas memórias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:04

 

NJF0RROA.jpg

 

O Sporting venceu esta quarta-feira o Benfica, por 33-29, em jogo em atraso da 20.ª jornada do campeonato nacional, consolidando a liderança. Com este resultado os leões têm agora quatro pontos de vantagem sobre os rivais FC Porto e Benfica. Destaque para a exibição do guarda-redes do Sporting, Cudic, que defendeu praticamente todos os livres de sete metros favoráveis ao Benfica. Do lado do Sporting, referência ainda para Frankis Carol, o melhor marcador da partida. 

 

Feitas as honras da casa com a excelente exibição no primeiro dérbi disputado no Pavilhão João Rocha, os "leões" têm como o próximo adversário o Águas Santas, em jogo a contar para a 24.ª jornada do campeonato, agendado para sábado, dia 24.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:21

 

img_FanaticaBig$2018_01_29_23_30_07_1359479.jpg

 

É a explicação mais plausível para a "benevolência" de Bruno Paixão que permitiu o clube da Luz empatar o jogo de ontem no Restelo, já nos descontos dos descontos (90+7'), ao assinalar falta sobre Jonas para livre directo. Fica a ideia que o jogo continuaria até algo acontecer a favor dos encarnados... e assim foi.

 

E isto, já depois de tanto o juiz como o VAR (90+3') não terem reconhecido falta para grande penalidade de André Almeida sobre Tiago Caiero.

 

Os e-mails não resultam sempre, mas resultam !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:46

 

apaf.jpg

 

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol revelou através de um comunicado emitido esta quarta-feira que o blogger do Benfica conhecido por Hugo Gil teve acesso a e-mails do organismo na condição de associado da APAF e que os terá reenviado à estrutura de comunicação do Benfica:

 

"Ao longo do ano de 2017, a Direcção da APAF por ter visto reflectido, por vários momentos, informação dirigida apenas aos seus associados espelhada no site 'Hugo Gil' e em diversos órgãos de comunicação, onde a mesma fonte era referenciada, encetou um processo de averiguação interna que culminou com a identificação deste associado no último trimestre do ano como sendo o responsável pelo site 'Hugo Gil".

 

"A APAF não pode igualmente deixar de lamentar que alguém na qualidade de seu associado e sem escrúpulo algum utilize informação exclusiva da instituição com o intuito de beneficiar qualquer clube ou organização", concluiu a associação de árbitros, que revelou também que irá proceder à abertura de um "processo interno com vista a uma tomada de posição relativamente a este associado.

 

O responsável pelo site 'Hugo Gil' foi "admitido na APAF a 8 de maio de 2014, com o número 3529".

 

E... o caso dos e-mails continua a mexer com muito !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:47

 

image.jpg

 

O Benfica pretende impedir a comunicação social de continuar a divulgar o conteúdo de e-mails do clube que têm vindo a público, tendo requerido ao Tribunal Judicial do Porto uma notificação judicial avulsa para informar as empresas do sector que devem abster-se de divulgar informação confidencial.

 

Essa notificação foi enviada para vários grupos de comunicação social, incluindo a Global Media Group, que detém o Diário de Notícias, o Jornal de Notícias, o O Jogo e a TSF.

 

De acordo com o Jornal de Notícias, o clube da Luz clarifica que essa eventual inibição deve incluir o teor de contratos com atletas, parceiros comerciais, dados pessoais de elementos da estrutura, e-mails trocados entre funcionários ou ficheiros contabilísticos, "sob pena de incorrer em responsabilidade civil e criminal". Os encarnados alegam que a informação foi obtida de forma ilícita.

 

A notificação refere que o clube não pretende "por em crise a liberdade de informar e ser informado", mas considera-se vítima de agressão por parte dos órgãos de comunicação em causa.

 

Já em Dezembro, o Benfica havia notificado pessoas e empresas que terão acedido aos e-mails privados de dirigentes benfiquistas que estiveram disponíveis online, alertando para a prática de crimes.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:53

Carlos Janela sob suspeita

Rui Gomes, em 07.01.18

 

img_770x433$2017_03_31_01_05_26_613974.jpg

 

Há dias circulou na internet uma e-mail que Carlos Janela terá alegadamente enviado a Luís Filipe Vieira, sugerindo-lhe a criação de uma plataforma online (blog de nome Verdade Desportiva) que protegesse o Benfica. Para tal, e nessa e-mail, Janela pede a Vieira um determinado montante que ajude a manter uma "rede de colaboradores e informadores" para que o Benfica recebesse "boas informações", garantindo, por sua vez, que esses "colaboradores" passassem a "divulgar" as notícias do clube. Carlos Janela terá sugerido, então, alguns nomes de jornalistas de alguns jornais.

 

Quando confrontado com estas informações, Janela negou publicamente ser o autor do documento, mas a Polícia Judiciária, segundo o Correio da Manhã, acredita que o comentador televisivo terá escrito a tal e-mail. Se isto for provado, diz o "CM", Janela poderá ser "condenado por corrupção activa".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:03

Sporting dá a volta e supera Benfica

Rui Gomes, em 07.01.18

 

doc2018010623489776pet_303053590aa5.jpg

 

Foi uma semana de encontros entre os velhos rivais, em várias modalidades. Primeiro no futebol, seguiu o hóquei em patins e, por último, o voleibol.

 

Depois de uma vitória do Sporting na primeira jornada do campeonato, por 3-1, e dos encarnados na Taça de Portugal, também por 3-1, desfez-se o empate este sábado, no Pavilhão da Luz.

 

As águias até começaram bem melhor, vencendo os dois primeiros sets, por 26-24 e 25-19, mas depois os verdes e brancos deram a volta, com a entrada de Zé Pedro Monteiro e Lourenço Martins para os lugares de Miguel Maia e João Simões, triunfando nos três parciais seguintes, por 26-24, 25-17 e 16-14.

 

De recordar que os leões se reforçaram neste mercado de inverno para o ataque a título, com o posto colombiano Liberman Agámez e o zona 4 americano Garret Muagututia, mas ainda não foram opções para esta partida.

 

O Sporting mantém-se no topo da tabela, com 40 pontos, seguido do Benfica, com 38. Em terceiro lugar aparece o Sporting de Espinho, com 34 pontos, depois de ter triunfado em casa frente à Académica de S. Mamede (3-1), e em quarto a Fonte do Bastardo, com 33, que perdeu no pavilhão do Caldas (3-2).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:01

Empate em «derby» emotivo

Rui Gomes, em 07.01.18

 

 

3-3 foi o resultado do embate entre Sporting e Benfica em partida a contar para a 11ª ronda do campeonato de hóquei em patins.

 

Jordi Adroher abriu o marcador para o Benfica à passagem do minuto 12. Os leões deram a volta no primeiro tempo com golos de Ferran Font e Toni Perez. No segundo tempo, o Sporting dilatou o resultado para 3-1, com um tento de Carlos Nicolia. Até final, o Benfica conseguiu chegar ao empate com bis de Carlos Nicolia.

 

O «derby» terminou com escaramuças entre jogadores, depois de Pedro Gil ter empurrado Carlos Nicolia. O gesto gerou revolta entre os benfiquistas e durante alguns minutos os elementos das duas equipas travaram-se de razões.

 

O Sporting lidera o campeonato com 31 pontos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:00

Exige-se muito mais deste Sporting !

Rui Gomes, em 04.01.18

 

image.jpg

 

Muito mais por demérito do Sporting do que pelo futebol "deslumbrante" do adversário, o clube da Luz acabou por merecer o empate ao cair do pano. O que desagrada, imenso, foram as circunstâncias em que esse empate surgiu. A negligência de Rodrigo Battaglia não tem descrição. Um profissional a este nível levar a mão à bola naquele lance é apenas e tão só IMPERDOÁVEL. Comigo, sentava os próximos jogos, para reflectir devidamente na sua estupidez.

 

Por muito que se queira agora comentar este «derby», contas feitas, o FC Porto beneficia do resultado para isolar-se na liderança da I Liga, tendo agora dois pontos de avanço sobre o Sporting e cinco de vantagem para o Benfica, terceiro classificado.

 

O Sporting alinhou de início com Rui Patrício; Piccini, Coates, Mathieu e Fábio Coentrão; William, Battaglia e Bruno Fernandes, Gelson Martins, Marcus Acuña e Bas Dost.

 

Suplentes: Romain Salin, Stefan Ristovski, André Pinto, Bruno César, Bryan Ruiz, Daniel Podence e Doumbia.

 

O 'onze' do Benfica: Bruno Varela; André Almeida, Rúben Dias, Jardel e Grimaldo; Fejsa, Krovinovic e Pizzi; Salvio, Cervi e Jonas.

 

Suplentes: Svilar, Lisandro, Samaris, João Carvalho, Rafa, Seferovic e Jiménez.

 

mw-640.jpg

 

Para ser sincero, não compreendi a estratégia de Jorge Jesus do primeiro ao último minuto da partida. Seria dar mais bola ao Benfica e então contra-atacar de improviso ?... Talvez, não é a primeira vez que recorre a este sistema de jogo, mas se de facto foi essa a sua ideia, a equipa não cooperou, nomeadamente o meio campo, que, na minha opinião, esteve muito mal, tanto defensivamente como, ainda pior, no que diz respeito às manobras ofensivas.

 

Há mérito da equipa "encarnada", obviamente, muito embora a sua posse de bola tenha apenas proporcionado mais ocasiões de perigo, mas não necessariamente oportunidades claras de golo. Sentiu mais a necessidade de correr atrás de um melhor resultado, mas salvo o remate ao poste e uma outra bola aliviada em cima da linha de golo, salvo erro por Coates, o aproveitamento não se verificou.

 

Apesar do resultado ser menos agradável para o Benfica, não se deve deixar passar em branco que assistimos a um jogo com vários jogadores do Sporting com exibições muito abaixo do que era esperado e, diga-se, exigido. A causa ?... É caso para Jorge Jesus reflectir, se o seu ego lhe permitir.

 

Os jogadores encarnados passaram o jogo a pedirem penálties e Rui Vitória, no final, perdeu uma boa oportunidade para estar calado, ao fazer o mesmo. O VAR interviu, salvo erro, em pelo menos duas ocasiões menos esclarecidas, e decidiu sempre bem. Em dois dos lances mais reclamados, tornou-se claro que a bola vai à cara de Fábio Coentrão e, posteriormente, ao peito de Piccini.

 

Por fim, é impossível não comentar estas transmissões do canal encarnado. Comentadores sem o mínimo de objectividade, na realidade, ao mesmo nível da realização. Durante o intervalo, conseguiram a proeza de parar a imagem no início do lance do golo de Gelson Martins, para apresentar a ilusão que o calcanhar de Acunã estava um ou dois centímetros mais adiantado do que o calcanhar do último defesa do Benfica. Obra !!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:19

Foto do Dia

Rui Gomes, em 04.01.18

 

image.jpg

 As claques que não existem !?!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:16

 

email_logo.jpg

 

Segundo o Jornal de Notícias, entre outros, o Sporting vai fazer uma participação ao Ministério Público sobre o Benfica, por conta da alegada intimação do clube da Luz a pessoas e empresas que tenham descarregado os emails dos dirigentes.

 

Fonte oficial do Sporting confirmou a tomada de posição do Clube, que já tinha reagido à notícia através do director de comunicação, Nuno Saraiva, via mensagem de Facebook:

 

"Se é verdade que quem não deve não teme, então o Benfica devia era estimular a divulgação dos e-mails para que, o país e o mundo, vissem a (alegada) inocência da sua estrutura e dos seus cartilheiros".

 

image.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:46

Assobios para o lado sem "apitos"

Rui Gomes, em 20.12.17

 

IY0Q1C9N.jpg

 

"O Benfica falseia o futebol e, infelizmente, quem devia agir assobia para o lado mas pode ser que os assobios façam ricochete e deixem de assobiar para o lado. Eu não tenho e-mail mas eles tomam conhecimento. Ninguém se atreve a colocar em causa a veracidade dos emails. Há alguns que dizem que não escreveram mas são verdade. As pessoas estão preocupadas devido àqueles que tentam mentir e difamar.

 

Não há ninguém neste Mundo que possa dizer que não são verdade. E as pessoas tentam difamar porque sabem que são verdade. Há alguns com história no clube (Benfica) e no futebol português, como o António Simões, que já se envergonham com as atitudes de determinados clubes. É por isso que temos de lutar. É essa guerra que temos de manter, para que a verdade do futebol não seja deturpada em mais um campeonato como foi deturpada noutros. Sabemos o que se passou na Vila das Aves e no clássico do Dragão. Por isso temos de estar atentos, se não houver mais episódios como esses não temos dúvidas de que estaremos nos Aliados em Maio".

 

Não há palavras para verdeiramente classificar a impudência de Jorge Nuno Pinto da Costa, mesmo admitindo que há uma dose de verdade nas acusações que dirige ao clube da Luz.

 

 Não há "apitos" mas, pelos vistos, há "assobios para o lado". Conseguirá o Sporting tirar proveito desta guerra entre águias e dragões ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:25

Um «derby» sem história

Rui Gomes, em 17.12.17

 

maxresdefault.jpg

 

Líderes isolados e... invictos. A equipa de ténis de mesa do Sporting segue imparável no Campeonato Nacional da modalidade, tendo vencido este sábado o Benfica por 4-0, no Pav. Multidesportivo de Alvalade, à passagem pela 11.ª jornada.

 

Num «derby» sem qualquer história, a dupla Aruna Quadri/Bode Abiodum começou por vencer João Seduvem/José Francisco por claros 3-0, um resultado igualmente alcançado por Diogo Carvalho frente a João Seduvem no segundo set.

 

Aruna Quadri e Bode Abiodum voltaram a não dar hipóteses a José Monteiro e José Francisco, respectivamente (3-0 em ambos os sets), carimbando o triunfo em 4-0.

 

Um resultado que deixa os comandados de Chen Shi Chao a liderar a tabela classificativa, só com vitórias, no final da primeira volta do campeonato.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:43

Sporting vence «derby» de juniores

Rui Gomes, em 16.12.17

 

image.jpg

 

Os juniores do Sporting venceram esta sexta-feira o Benfica, em Alcochete, por 2-1, ficando agora a apenas um ponto do rival, com um jogo em atraso, na primeira fase do Campeonato Nacional de juniores.

 

Na primeira parte do «derby» disputado à noite houve dois penáltis, um para cada lado. Aos 14', depois de uma falta de Diogo Capitão sobre Elves Baldé, Miguel Luís adiantou a equipa leonina na conversão do castigo máximo. O Sporting dispôs de outra boa oportunidade, num livre de Daniel Bragança que saiu muito por cima da baliza de Diogo Garrido.

 

O clube da Luz reagiu e ficou perto do golo, quando Nuno Santos cabeceou à figura de Maximiano após cruzamento de Tiago Dantas. Aos 43', o Benfica conseguiu empatar, com Nuno Santos a marcar de grande penalidade na sequência de uma falta de Nuno Moreira sobre Vukotic.

 

No segundo tempo, o Sporting foi mais feliz, recolocando-se em vantagem aos 70', por intermédio de Elves Baldé que deu o melhor seguimento a um cruzamento de Tiago Djaló.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:49

 

24852424_1690232481007203_2181520294175411670_n.jp

 

O Sporting visitou e foi derrotado pelo Benfica, por 3-1, em jogo dos oitavos-de-final da Taça de Portugal em voleibol.

 

No Pavilhão nr. 2 da Luz, a equipa leonina entrou melhor e venceu o primeiro set por 25-21. O Benfica encetou depois uma recuperação e mostrou-se mais forte nos momentos decisivos, vencendo os restantes três sets com os parciais de 25-19, 25-23 e 34-32.

 

Este foi o segundo «derby» da temporada no voleibol. No primeiro jogo, disputado no Pavilhão João Rocha, para o Campeonato, venceu pelo mesmo resultado: 3-1.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:33

E ainda temos o "clássico"...

Rui Gomes, em 02.12.17

 

image.jpg

 

O empate que permite ao Sporting apanhar o líder FC Porto na tabela classificativa. A equipa do Norte somou o terceiro empate no campeonato - o primeiro no Dragão, após seis vitórias - e o segundo consecutivo, e tem agora 33 pontos, os mesmos do Sporting, mas com vantagem na diferença de golos.

 

No entanto, há queixas da arbitragem. Eis Francisco J. Marques, director de comunicação do FC Porto:

 

"Isto é uma vergonha. Três erros capitais que fazem deste resultado uma farsa muito, muito grande".

 

E depois temos o treinador "encarnado", Rui Vitória, que terá assistido a um outro jogo:

 

"Foi um jogo intenso, bem disputado, com duas equipas que se equilibraram. Mostrámos que estamos cá. Se calhar, há uma semana pensava-se que aqui seria o enterro do Benfica. Não é de certeza, não vai ser e estamos na luta até ao final."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:57

 

img_797x448$2017_11_28_18_38_38_269825.jpg

 

Um artigo da autoria de Carlos Rodrigues Lima, revista Sábado, em que alega que quatro dias antes de prestar depoimento na Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga sobre o caso dos vouchers, o presidente do clube da Luz, Luís Filipe Vieira, muito provavelmente já saberia o que é que os árbitros testemunharam acerca daquela matéria:

 

Depois da Liga ter aberto um inquérito, em Outubro de 2015, resposta preparada pela APAF para os árbitros chegou a Paulo Gonçalves a 7 de Novembro. Luís Filipe Vieira prestou declarações quatro dias depois.

 

"Quatro dias antes de prestar depoimento na Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga sobre o caso dos vouchers, o presidente do Sport Lisboa e Benfica, Luís Filipe Vieira, muito provavelmente já saberia o que é que os árbitros testemunharam acerca daquela matéria. Tudo porque no mesmo dia em que a Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol enviou para os associados uma "resposta-tipo" para ser entregue à CIIL, o documento chegou a Paulo Gonçalves, assessor jurídico da SAD do Benfica.

 

De acordo com a reconstituição feita pela SÁBADO, depois de, em Outubro de 2015, a CIIL ter aberto um inquérito ao caso, denunciado pelo presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, a APAF enviou, a 7 de Novembro, para árbitros, árbitros assistentes, segunda categoria, estagiários e observadores uma "sugestão de resposta" à CIIL.

 

"Os árbitros e assistentes solicitaram à APAF aconselhamento jurídico, no seguimento de um pedido da Comissão de Inquéritos da Liga", explicou à SÁBADO José Fontelas Gomes, então presidente da associação, actual presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol.

O referido documento chegou naquele mesmo dia ao email de Paulo Gonçalves, que o reencaminhou para Ricardo Costa, consultor da Abreu Advogados e antigo presidente da Comissão de Disciplina da Liga. No processo dos vouchers, Luís Filipe Vieira prestou declarações na CIIL a 11 de Novembro de 2015.

 

Na passada sexta-feira, a SÁBADO enviou pedidos de esclarecimento a Ricardo Costa e Paulo Gonçalves. O primeiro optou por não responder. O assessor jurídico do Benfica fez saber, segunda-feira à noite através do director de comunicação, Luís Bernardo, que responderia, caso as suas declarações fossem publicadas na íntegra. A SÁBADO comprometeu-se a publicá-las na sua totalidade no site, o que foi recusado por Luís Bernardo".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:09

 

Branding_1-1-1200x565.jpg

 

O caso das e-mails do Benfica tem feito correr muita "tinta" e tudo indica que vai dar para mais. Esta sexta-feira veio-se a saber que a Polícia Judiciária (PJ) esteve na sede da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) em Julho, a fim de consultar as classificações dos árbitros das últimas temporada.

 

Ao que foi possível apurar, pelas notícias do dia, os inspectores da Polícia Judiciária levaram alguns documentos, mas não houve buscas, já que o processo foi feito sem mandado, mas pela insistência do próprio Fernando Gomes que contactou a PJ e a Procudoria Geral da República com vista à facultação de total acesso à documentação relativa às nomeações, classificações e relatórios dos árbitros desde Dezembro de 2011, data em que assumiu a liderança do organismo.

 

Estas declarações do líder federativo foram proferidas a 23 de Junho, numa altura que se encontrava na Rússia com a Selecção Nacional, que disputava a Taça das Confederações. A visita da PJ ocorreu semanas depois, já após o regresso da comitiva a Portugal.

 

Como já é do conhecimento público, esta mesma autoridade judicial, há cerca de duas semanas, esteve no Estádio da Luz, bem como nas casas de Luís Filipe Vieira, Paulo Gonçalves e Pedro Guerra, também no âmbito da investigação do caso das e-mails. Neste caso, houve um mandado de busca para o efeito.

 

Depois do que ocorreu com os infâmes processos dos "apitos", um cínico não pode deixar de questionar se este novo processo vai resultar em algo de positivo para o futebol português.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:48

 

mw-320EA8F3VQK.jpg

  

O Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) explicou aos clubes os motivos para a inperacionalidade do video-árbitro no jogo entre Aves e Benfica, no domingo, da nona jornada da I Liga.

 

Contactada pela agência Lusa, fonte do Conselho de Arbitragem confirmou o envio da missiva à Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), dando conta de que a quebra de comunicações entre o videoárbitro e a equipa de arbitragem, a partir dos 66 minutos do encontro, se ficou a dever a uma anomalia na base de interligação, que permite o envio de sinal áudio da equipa de arbitragem para o centro de videoarbitragem.

 

Ainda de acordo com a explicação do Conselho de Arbitragem, após detectada a anomalia, a equipa técnica no centro de videoarbitragem procedeu a tentativas de recuperação do sistema de comunicações, nomeadamente reiniciando-o, sem sucesso, e, posteriormente, reconfigurando-o, igualmente sem resultados.

 

Perante isto, as comunicações ficaram comprometidas até ao final do jogo, sendo que os testes realizados após o encontro, que o Benfica venceu por 3-1, diagnosticaram que a falha se ficou a dever à base de interligação dos sistemas dos rádios utilizados pela equipa de arbitragem, liderada por Nuno Almeida, da associação do Algarve.

 

No domingo, o CA da FPF já tinha confirmado, na sua conta oficial do Twitter, a quebra de comunicações a partir dos 66 minutos do jogo, acrescentando que esta falha impediu o diálogo entre a equipa de videoarbitragem e a equipa de arbitragem no terreno.

 

Entretanto, de acordo com fonte da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), o Conselho de Arbitragem ficou chocado por fonte da Liga ter alegadamente revelado conteúdo do relatório do árbitro (Nuno Almeida) do jogo Aves-Benfica, facto que considera gravíssimo, uma vez que o relatório ainda não foi analisado pelo Conselho de Disciplina e poderá conter factos que obriguem o CD a manter-se em sigilo. Tal será o caso, por exemplo, de existir matéria constante do relatório que justifique a abertura de um inquérito ou processo disciplinar.

 

A Liga revelou que pediu esclarecimentos ao Conselho de Disciplina por não ter tomado conhecimento oficial da avaria que impediu as comunicações entre o VAR e o árbitro no dia do jogo, uma vez que a mesma não consta dos relatórios da equipa de arbitragem. A mesma fonte confirmou que a Liga foi informada formalmente pelo Conselho de Arbitragem, mas apenas ontem, tendo solicitado mais esclarecimentos no sentido de perceber a ausência de qualquer referência à avaria nos relatórios apresentados no final da partida.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:19

A cronologia do caso das e-mails

Rui Gomes, em 20.10.17

 

luz1 (2).jpg

 

A Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL) confirmou, esta quinta-feira, a investigação a um suspeito, no âmbito do caso das e-mails do Benfica, por corrupção passiva e activa.

 

Em comunicado, a PGDL dá conta da emissão de mandados de busca domiciliária e não domiciliária, no âmbito de uma investigação em curso pelos crimes de corrupção passiva e activa, por parte da nona secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

 

O Benfica, recorde-se, está a ser investigado por um alegado esquema de corrupção, na sequencia de denúncias de Francisco J. Marques, director de comunicação do FC Porto.

 

Recorde-se como tudo começou:

 

6 de Junho de 2017

 

Francisco J. Marques, director de comunicação do FC Porto, denuncia no programa ‘Universo Porto da Bancada’, do Porto Canal, emails que terão sido trocados entre Adão Mendes, antigo árbitro da Associação de Futebol de Braga, e Pedro Guerra, na altura director de conteúdos da Benfica TV, salientando que os mesmos configuram um "esquema de corrupção [na arbitragem] para beneficiar o Benfica".

 
 
 

Francisco J. Marques começa por citar um email de Adão Mendes para Pedro Guerra de 28 de Janeiro de 2014 em que se fala de “padres” para representar árbitros e de “missas” como jogos do Benfica.

 

Num outro email trocado entre Adão Mendes e Pedro Guerra, o director de comunicação dos ‘dragões’ cita um excerto em que são referidos os nomes de oito árbitros (Jorge Ferreira, Nuno Almeida, Manuel Mota, Vasco Santos, Rui Silva, Hugo Pacheco, Bruno Esteves e Paulo Baptista) que, na sua opinião, estão ao serviço do clube ‘encarnado’.

 

7 de Junho de 2017

 

O Benfica reage em comunicado às acusações de Francisco J. Marques, desmentindo “de forma veemente as falsas e absurdas insinuações do director de comunicação do FC Porto” e revelando a intenção de avançar com um “processo crime por difamação e outros processos que que se justifiquem”.

 

No mesmo dia, a Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) anuncia a intenção de apresentar “queixa das referidas declarações” de Francisco J. Marques.

 

13 de Junho de 2017

 

Paulo Gonçalves, assessor jurídico do Benfica, é implicado numa troca de emails com Mário Figueiredo, ex-presidente da Liga, e Nuno Cabral, ex-delegado da Liga. O primeiro fala de um pedido do antigo árbitro ao jurista ‘encarnado’, em Outubro de 2014, para interceder a favor do árbitro Manuel Mota devido a uma nota negativa que recebeu num jogo entre o Vitória de Guimarães e o Marítimo. O dirigente benfiquista teria ainda recebido emails de Adão Mendes a pedir que intercedesse a favor do filho Renato Mendes, árbitro da AF Braga.

 

15 de Junho de 2017

 

O Diário de Notícias avança que os emails revelados por Francisco J. Marques estão na posse do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, que os obteve através de uma denúncia anónima.

 

16 de Junho de 2017

 

O Benfica, através do seu director de comunicação Luís Bernardo, afirma que vai avançar com processos-crime contra Pinto da Costa e o FC Porto no âmbito do caso dos emails revelados pelos ‘dragões’. “Se o FC Porto alega ter informação confidencial, terá tido acesso a informação comercial e isso é um crime grave", disse o director de comunicação do Benfica à BTV.

 

22 de Junho de 2017

 

Francisco J. Marques acusa o Benfica de monitorizar as mensagens telefónicas do  actual presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes. O dirigente portista citou alegados emails enviados em 2014 por Carlos Deus Pereira, então presidente da Assembleia-Geral da Liga, a Pedro Guerra, com o conteúdo de centenas de sms’s de Fernando Gomes, na altura presidente da Liga de Clubes.

 

24 de Junho de 2017

 

O Expresso avança que a Polícia Judiciária está a investigar as acusações feitas pelo FC Porto a elementos do Benfica e já terá na sua posse os emails e mensagens que o director de comunicação dos ‘dragões’ tem vindo a revelar. A RTP adianta, por sua vez, que a PJ pretende ouvir os envolvidos no caso, nomeadamente Pedro Guerra, Nuno Cabral e Adão Mendes.

 

28 de Junho de 2017

 

Francisco J. Marques acusou o Benfica de recorrer a "bruxaria" para conseguir obter resultados desportivos nas últimas temporadas, partilhando no Porto Canal um email a envolver Luís Filipe Vieira, presidente das ‘águias’ e o "General Doutor Armando Nhaga, comissário nacional da polícia da Guiné Bissau". Rui Gomes da Silva, ex-vice dos ‘encarnados’, terá sido o intermediário.

 

9 de Agosto de 2017

 

O director de comunicação do FC Porto revela novos emails, trocados entre Domingos Soares Oliveira, administrador da SAD do Benfica, e dois advogados ligados ao processo que decorre tribunal contra Jorge Jesus, “com conhecimento de Paulo Gonçalves”. Numa mensagem, Domingos Soares Oliveira terá sugerido que se investigasse o computador que Jorge Jesus levou para o Sporting, para benefício em tribunal.

 

29 de Agosto de 2017

 

Francisco J. Marques acusa Bruno Paixão de manter "contactos clandestinos" com o Benfica, através da intermediação de Nuno Cabral, antigo delegado da Liga. O dirigente portista mostrou uma alegada conversa de Facebook, em marro de 2014, entre o árbitro da AF Setúbal e o ex-delegado da Liga, cuja alegada ligação aos ‘encarnados’ por várias vezes foi denunciada por Francisco J. Marques - em que o juiz, após apitar um Tondela-Benfica B, terá mandado "fazer fichas novas" porque no seu entender "não estavam bem preenchidas".

 

12 de Setembro de 2017

 

O Jornal de Notícias avança que o Benfica interpôs uma providência cautelar contra FC Porto, SAD, FC Porto Media, Porto Canal e Francisco J. Marques. Ao Tribunal Cível do Porto, através do advogado Gonçalo Malheiro, o clube pediu a proibição imediata de novas revelações de emails ou mensagens, reclamando o pagamento de um milhão de euros por cada violação da decisão judicial.

 

Em comunicado divulgado no site do clube, o emblema da Luz confirmou e justificou a cação judicial, cujos objectivos serão “impedir, primeiro, a prática continuada de uma conduta ilícita” e garantir, em segundo lugar, “a salvaguarda do bom-nome do Sport Lisboa e Benfica”.

 

13 de Outubro de 2017

 

O Tribunal Cível da Comarca do Porto indefere a providência cautelar intentada pelo Benfica para impedir Francisco J. Marques de continuar a divulgar emails. No documento de 60 páginas, o tribunal considera que não ficou provado que a situação constitua "o instituto da concorrência desleal", argumento utilizado pelos 'encarnados'.

 

*** Entretanto, e no dia em que a Polícia Judiciária (PJ) conduziu buscas no Benfica, o director de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, revelou como teve acesso às e-mails que foi divulgando ao longo dos últimos meses, no Porto Canal:

 

"Ao contrário do que dizia o Adão Mendes, nós não apagamos tudo. O primeiro contacto foi através de um email com a cartilha e eu quis, desde logo, averiguar a veracidade do que tinha à minha frente. Algum tempo depois, recebi novo email, com 'printscreens' com contas de email e aí pensei que não havia volta a dar. As autoridades sabem disso desde sempre. Depois criei uma conta de email, um email encriptado. E foi através dessa conta de email que cheguei à parte das mensagens. Quando o FC Porto olhou para aquilo, constatou o interesse público do que lá estava".

 

Também foi revelado, esta quinta-feira, que além das buscas efectuadas nas instalações do Estádio da Luz e nas residências de Luís Filipe Vieira, Paulo Gonçalves e Pedro Guerra, a Polícia Judiciária (PJ) realizou diligências nas casas de Adão Mendes, ex-árbitro, Ferreira Nunes, antigo responsável pela classificação dos árbitros, e Nuno Cabral, ex-delegado da Liga, todos implicados nas e-mails divulgadas por Francisco J. Marques.

 

Ao todo, foram dez as acções de busca por todo o país, que envolveram 34 inspectores da PH, peritos financeiros, informáticos, quatro procuradores do Ministério Público e resultaram na apreensão de muito material informático e documentos impressos. Apenas Paulo Gonçalves, assessor jurídico do Benfica, foi constituído agredido. A condição de advogado obriga a que assim seja quando é alvo de buscas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:21

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds