Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Bruno César: melhor golo de Dezembro

Rui Gomes, em 09.01.17

 

naom_569eb42783764.jpg

 

O golo que Bruno César marcou ao V. Setúbal, na 12.ª jornada da Liga, foi eleito o melhor do mês de Dezembro, numa votação levada a cabo pelo Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF).

O médio brasileiro do Sporting tinha como concorrentes golos de Donald Djoussé (Marítimo), Ricardo Horta (SC Braga) e Vitali Lystsov (Tondela), levando a melhor com 31,75% dos votos.

Bruno César fica agora nomeado automaticamente para o prémio de melhor golo da época, juntamente com os vencedores dos restantes meses, até agora Pedro Santos (SC Braga), Salvador Agra (Nacional), Yacine Brahimi (FC Porto) e Renato Santos (Boavista).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:08

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:18

Foto do Dia #2

Rui Gomes, em 19.10.16

 

ng7738771.jpg

 A "bomba" de Bruno César

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:41

Oops... !

Rui Gomes, em 02.03.16

 

img_770x433$2016_03_02_00_02_46_1071167.jpg

 

«(...) Os adeptos tentam estar sempre mais próximos, para nos abraçar, para nos manifestar apoio, é um ambiente completamente diferente daquele que vivi no Benfica, onde o apoio existe, sim, mas quando a equipa está a vencer. Se as coisas estão a correr mal, lá a reação é vaiar, enquanto aqui mesmo a perder o adepto está a apoiar, a incentivar para continuar a correr, para tentar o golo, para virar o jogo.»

 

Esta não vai agradar a alguém....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:22

 

 

Tit_ Op_ do leitor.jpg

 

 

Tive agora algum tempo e fui dar uma vista de olhos nos documentos disponibilizados no Leaks e aqui há "gato" de certeza, senão vejamos: Bruno César assina pelo Estoril a 3 de Agosto. Dia 13 de Novembro revoga o contrato sem contrapartidas nenhumas ao Estoril. Dia 13 de Novembro assina contrato com o Sporting. Até aqui tudo bem, tirando o facto do Estoril abdicar de um jogador sem contrapartidas, mas ainda podemos admitir que há bons samaritanos por aqueles lados, basta ver a sua disponibilidade de disputar jogos no Algarve para agradar a adversários.

 

Agora pasmem-se, dia 14 de Novembro, sim, disse bem, dia 14 de Novembro a Sporting SAD assina um contrato com a Costa Aguiar, Sports, Unipessoal, Lda. onde se diz que: «A PRIMEIRA OUTORGANTE (leia-se Sporting SAD) celebrou no mês dia 13 de Novembro de 2015 o referido contrato de trabalho desportivo, em condições extremamente vantajosas, nomeada mas não exclusivamente pela ausência de qualquer pagamento ao clube ao qual o atleta se encontra contratualmente ligado, circunstância que decorreu do contributo decisivo do SEGUNDO OUTORGANTE (leia- se Costa Aguiar, Sports, Unip., Lda.).»

 

Ok porreiro, o homem ajudou-nos financeiramente faz sentido que seja recompensado, mas depois verifica-se isto: «O SEGUNDO OUTORGANTE obriga-se a registar-se como Intermediário na Federação Portuguesa de Futebol, suportando os respectivos encargos.» Como ? Celebrámos um contrato de intermediação com alguém que não o pode fazer ? Algum dos leitores sabe se este registo é obrigatório ?

 

Depois termina assim o contrato com Costa Aguiar: «É celebrado o presente contrato de prestação de serviços nos termos e condições seguintes: 1. A PRIMEIRA OUTORGANTE contratou os serviços do SEGUNDO OUTORGANTE para a representar na negociação do contrato de trabalho desportivo a celebrar com o JOGADOR, com vigência até, 30.06.2O2O. 2. O presente contrato teve o seu início no dia 13 de Novembro de 2015 e termina na data do registo do contrato de trabalho desportivo do Jogador junto da Federação Portuguesa de Futebol. 3. Em contrapartida dos serviços prestados e pelo registo do contrato de trabalho desportivo celebrado com o JOGADOR, a PRIMEIRA OUTORGANTE obriga-se a pagar ao SEGUNDO OUTORGANTE, com a assinatura do contrato de trabalho desportivo do JOGADOR, dependendo da efectiva vigência do mesmo, o montante de € 1.300.000,00 (um milhão e trezentos mil euros), acrescido de IVA à taxa legal em vigor e mediante o envio prévio da respectiva factura. 4. A validade do presente contrato está cumulativamente sujeita à aceitação por parte do JOGADOR dos termos e condições do Contrato de Trabalho Desportivo a celebrar com a SPORTING SAD, à realização e aprovação nos exames médicos do atleta, e ao registo efectivo junto da Liga Portuguesa de Futebol Profissional e da Federação Portuguesa de Futebol.O presente contrato é feito em Lisboa, em 14 de Novembro de 2015, em quadruplicado, ficando um exemplar para cada parte, um exemplar é destinado à Federação Portuguesa de Futebol e o outro exemplar é destinado à Liga Portuguesa de Futebol Profissional.»

 

Vamos ver se entendo, dia 14 de Novembro e um dia depois de ter assinado com Bruno César, o Sporting assina um contrato com um intermediário para se fazer representar junto do jogador quando este já havia assinado um dia antes, este contrato tem um início anterior à sua assinatura (alguém que me esclareça se isto é possível) e só também é válido mediante a aceitação do jogador das condições do Sporting, coisa que também já tinha feito um dia antes, ou seja, esta condição estar lá ou não estar é a mesma coisa. Tudo isto que ali está, já se tinha verificado, e Costa Aguiar certamente também já teria recebido, uma vez que diz que os 1.3M estão a pagamento aquando da assinatura do contrato com o jogador. Desculpem ter sido extenso, mas que isto cheira mal... cheira.

 

 

Texto da autoria do leitor js1974, a quem agradecemos a gentileza.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:34

Consideração do Dia

Rui Gomes, em 16.02.16

 

maxresdefault (2).jpg

 

Sporting pagou a Costa Aguiar comissão de 1,3 milhões

de euros por Bruno César, revela Football Leaks.

 

 

O pagamento de comissões não era suposto ser uma prática

da exclusividade de Direcções anteriores ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:22

Mais uma lesão muscular...

Rui Gomes, em 14.02.16

 

V16FOA07 (2).jpg

 

Bruno César foi substituído por Carlos Mané, aos 34', no jogo de ontem com o Nacional, depois de ter acusado problemas na zona do adutor da perna direita. Ainda tentou manter-se em campo, mas o terreno pesado acentuou as dificuldades, levando Jorge Jesus a retirá-lo do jogo.

 

O jogador brasileiro junta-se assim à lista de lesionados com problemas musculares desde Janeiro, onde figura Bruno Paulista, Jefferson, o mesmo Bruno César, Naldo e Paulo Oliveira. Jefferson tem sido o caso mais problemático.

 

Será reavaliado pelo departamento médico do Sporting, mas neste momento está em dúvida para o desafio de quinta-feira, da Liga Europa, frente ao Bayer Leverkusen.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:36

 

302084_med_bruno_cesar.png

 

Bruno César chegou ao Sporting a13 Novembro 2015 e começou a treinar (dia 14) muito antes de ser inscrito na Liga e estar apto para jogar. Nessa data, vinha do Estoril Praia com um registo de participação em 11 jogos da Liga, 9 como titular, com um golo marcado.

 

Após a respectiva inscrição no dia 3 de Janeiro (daí que não tenha defrontado o FC Porto no dia 2), estreou-se na 16.ª jornada, diante o Vitória de Setúbal. Jogou 66 minutos e marcou 2 golos.

 

- 17.ª jornada: titular frente ao SC Braga, substituído aos 58 minutos.

 

- 18.ª jornada: titular frente ao Tondela, substituído aos 30 minutos.

 

- 19.ª jornada: titular frente ao Paços de Ferreira, substituído aos 74', marcou 1 golo.

 

- 20.ª jornada: Não equipou frente à Académica.

 

- 21.ª jornada: Suplente não utilizado diante o Rio Ave.

 

Durante este período não houve qualquer impedimento do foro disciplinar, uma vez que nunca foi expulso e tem apenas dois cartões amarelos na Liga. No que a questões clínicas diz respeito, se há algum problema é um segredo muito bem preservado pela SAD.

 

Não sou fã incondicional deste jogador, mas reconheço-lhe a experiência e determinadas características, nomeadamente a sua capacidade de remate, que fazem com que possa ser considerado útil a este Sporting. A pergunta que se apresenta - e não creio que seja ingénua - é a que se deve a sua entrada na equipa logo como titular e daí chegar ao ponto de nem sequer se equipar (Académica) e, ontem, frente ao Rio Ave, não sair do banco, num curto espaço de tempo ? Baixa súbita de forma ?... Deixou de ter a confiança de Jorge Jesus ?... Sinceramente não sei.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:28

 

18553246_OWZMC.jpg

 

... Ou, então, a insuficiência é inteiramente minha, dado que após bastante reflexão não consigo compreender os contornos da contratação de Bruno César, pelo menos nos moldes que nos foram explanados. Ora vejamos, novamente, o comunicado da Estoril SAD:

 

«A Estoril Praia Futebol, SAD informa que acordou com o atleta Bruno César a rescisão do contrato, conforme condições contratuais estipuladas aquando da assinatura do mesmo no último mês de Agosto. Mais se informa que os detalhes financeiros não serão divulgados, tendo estes sido acertados exclusivamente entre o atleta e o Estoril Praia.

 

Em momento algum o Estoril Praia foi procurado ou negociou a transferência do jogador Bruno César com o Sporting Clube de Portugal.

 

A Estoril Praia Futebol, SAD deseja as maiores felicidades ao jogador Bruno César neste novo desafio da sua carreira e agradece pela sua dedicação e profissionalismo com os quais representou as cores do Estoril Praia.»

 

 

Não houve negociações entre clubes, isso é claro, segundo o comunicado. O Estoril negociou com o jogador, este ficou livre e, subsequentemente, assinou pelo Sporting. A questão que mais me intriga é o porquê da rescisão com o Estoril e ainda por cima a mês e meio da abertura do mercado de transferências. O Estoril também indica que "em momento algum foi procurado", deixando a ideia de que o jogador rescindiu sem contacto prévio com o Sporting, porque para haver, a autorização do Estoril era necessária. Acreditar que o jogador rescindiu, só porque sim, para depois por mera casualidade aparecer o Sporting interessado nos seus serviços, é que não me parece credível. 

 

Outra questão que ficou por revelar relaciona-se com as condições contratuais estipuladas no acordo entre o jogador e o Estoril que, aparentemente, permitiram-lhe esta invulgar opção.

 

Tendo em conta que ainda serão disputadas quatro jornadas da I Liga até ao fim do ano e nenhuma entre o Sporting e o Estoril, porque razão a "transferência" não podia esperar até ao início de Janeiro, evitando, portanto, o jogador estar sem jogar durante este período ?

 

Tudo me indica que há aqui uma terceira entidade envolvida neste negócio, não divulgada nem explanada. Não faço ideia quem seja nem a sua importância, mas estas coisas não sucedem por mero acaso nem com toda esta simplicidade.

 

Se um qualquer leitor tiver uma compreensão deste caso muito mais esclarecida do que a minha, até agradeço a explicação, tanto para o meu benefício como, porventura, para o de outros leitores.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:21

Bruno César no Sporting

Rui Gomes, em 13.11.15

 

brunocesaralvalade.jpg

  

O Sporting oficializou esta sexta-feira a contratação de Bruno César, médio ofensivo do Estoril que jogou no Benfica sob as ordens de Jorge Jesus.

 

O brasileiro, de 27 anos, assinou contrato até 2020 e ficou com uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros. O antigo jogador do Benfica vai integrar os trabalhos do Sporting já a partir deste sábado, mas só estará disponível para jogar em Janeiro, altura em que reabrem as inscrições.

 

No Estoril Praia, esta época, regista participação em 11 jogos, 9 como titular, com um golo marcado. Depois da saída do clube da Luz em 2013, Bruno César seguiu rumo para o Al-Ahli da Arábia Saudita e, daí, por empréstimo, para o Palmeiras. Chegou ao Estoril no Verão de 2015.

 

Fica claro o dedo de Jorge Jesus nesta contratação e porventura outras que ainda serão concretizadas até Janeiro. Rechear a equipa de jogadores experientes num tudo ou nada na perseguição do título. Cada vez mais fica no ar a utilização de alguns dos nossos mais talentosos jovens, mas creio que nesta altura é uma consideração de pouco peso face ao objectivo principal, quase exclusivo, do Sporting, neste momento.

 

Não deixa de ser curioso que pela sua saída do Benfica liderado por Jorge Jesus, em Janeiro de 2013, Bruno César apenas registava participação em 6 jogos da I Liga, 2 dos quais como titular.

 

 

Entretanto, a Estoril SAD emitiu um comunicado de esclarecimento:

 

«A Estoril Praia Futebol, SAD informa que acordou com o atleta Bruno César a rescisão do contrato, conforme condições contratuais estipuladas aquando da assinatura do mesmo no último mês de Agosto. Mais se informa que os detalhes financeiros não serão divulgados, tendo estes sido acertados exclusivamente entre o atleta e o Estoril Praia.

 

Em momento algum o Estoril Praia foi procurado ou negociou a transferência do jogador Bruno César com o Sporting Clube de Portugal.

 

A Estoril Praia Futebol, SAD deseja as maiores felicidades ao jogador Bruno César neste novo desafio da sua carreira e agradece pela sua dedicação e profissionalismo com os quais representou as cores do Estoril Praia.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:56

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo