Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

Bruno de Carvalho está de férias na Costa Rica, com ou sem a namorada, sob o pretexto de inaugurar uma academia do Sporting na cidade de Alajuela, perto de San José. Deixando a ideia que ainda anda em plena campanha eleitoral, concedeu uma entrevista à Rádio Actual, através da qual "vendeu" mais do seu usual mesmo que há muito nos habituou: 

 

imgS620I180737T20160909213104.jpg

«Desde que aqui cheguei que já ganhei dois pontos face aos rivais (empates do Benfica e FC Porto), por isso tenho de ficar mais duas semanas para chegar a outra classificação.

 

Não quero um Sporting diferente, quero o Sporting que aprendi a amar e a respeitar. Somos um clube com uma história monumental apesar das coisas não estarem a correr da forma que queremos ao nível do futebol. Estamos aqui a procurar jogadores que possam dar consistência a um plantel que tem de vencer muitas vezes. Nos últimos 15 anos não vencemos e isso não é o Sporting, temos tradição muito grande a nível nacional e internacional. Em 110 anos não vi um presidente preocupado com a nossa identidade. Queremos voltar a ser o topo em Portugal, somos o clube mais eclético do mundo, como já fomos, depois avançar para as conquistas europeias. Queremos formar jogadores. Queremos descobrir talentos, não somos um clube rico, não há em Portugal a mesma força de Espanha, Inglaterra ou Alemanha.

Estudávamos a Costa Rica há vários anos porque é um país que tem jogadores com muito talento. Nestes casos, é crucial encontrar pessoas que têm uma filosofia parecida com a nossa, pois estamos a falar não só na formação de jogadores, como também na formação de homens. Nesse sentido, Bryan Ruiz e Joel Campbell contribuíram para conhecermos o lado humano e a verdade é que são excelentes homens e profissionais».

 

Nada drasticamente de errado com as suas declarações e até nos surpreendeu ao admitir que as "coisas" não estão a correr bem ao nível do futebol. Quatro anos de mandato, o maior investimento na história do Sporting, tanto na compra de activos como no que diz respeito ao significativo acréscimo que a folha salarial sofreu, e apenas uma Taça de Portugal de registo, conquistada por um treinador que ele demitiu prontamente, pela... ousadia.

 

Com o terceiro lugar praticamente assegurado, o Sporting estará já a preparar a época de 2017/18, sob a suposta nova estrutura para o futebol. Veremos o que será feito nos próximos meses, mas uma coisa parece clara: com a equipa actual a jogar ao nível que se tem visto nas últimas semanas, não se irá longe, mesmo com os rivais a atravessar fases pouco promissoras. Dito isto, não devemos subestimar a mestria do melhor treinador do Planeta e arredores, devidamente secundado pelo presidente Bruno de Carvalho, que nos brindou com a promessa de  assumir uma parte ainda mais activa na superintendência do futebol. Proposição que nos deixa "mais" tranquilos...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:41

Já se fala num terceiro mandato...

Rui Gomes, em 16.03.17

 

img_770x433$2017_03_15_20_10_50_1237801.jpg

 

Bruno de Carvalho não se cansa de me dar razões para o considerar um grande vendedor da "banha da cobra". No seu discurso desta quarta-feira, dia em que tomou posse para um segundo mandato à frente dos destinos do Sporting, não só manifestou a sua VONTADE de ser campeão várias vezes nos próximos quatro anos, como também, à boleia da questão das VMOC's, já "piscou o olho" a um terceiro mandato:

 

«Vamos reforçar a nossa conta reserva para que seja possível no próximo mandato - repito, no próximo mandato, é que eu já estou neste - recuperar as VMOC's necessárias para garantir a manutenção desta maioria de capital».

 

«O grande Sporting está de volta e veio para ficar». (Para ele e alguns outros, até nasceu em Março de 2013).

 

E a minha frase favorita:

 

«Sou presidente de todos os sportinguistas e nunca podemos esquecer os superiores interesses do Sporting».

 

Lamento desenganá-lo, mas na parte que me compete, não é o meu presidente, apenas o presidente do meu Clube.

 

Resumindo, a milagrosa "pomada" está sempre à mão de semear e, curiosamente - ou talvez não - até tem freguesia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:17

“Mete o Marega!”

Leão Zargo, em 08.03.17

 

Mete o Marega SCP-FCP 2016-17.jpg

 

O maliano Moussa Marega destacou-se no futebol português com a camisola do Marítimo em 2015, o Sporting interessou-se vivamente por ele e pretendeu contratá-lo no período de transferências de Janeiro de 2016. No entanto, como o FC Porto atravessava graves problemas internos, Pinto da Costa procurou desviar a atenção do essencial, e tratou de contratá-lo. Jorge Jesus ficou furioso com a ultrapassagem portista e, pela primeira vez, exigiu publicamente reformas na “estrutura” sportinguista.

 

No Sporting o desvio não foi esquecido, e o maliano surgiu em Alvalade da pior maneira quando os portistas foram ali jogar em 28 de Agosto de 2016. Uma tarja de uma claque leonina gozava com o que seria um flop: “Mete o Marega!”. A claque ironizava com o facto do jogador não ter correspondido no Dragão e estar emprestado ao Vitória de Guimarães.

 

Na época de 2016-17, leões e vimaranenses encontraram-se por duas vezes. Em Guimarães, em 1 de Outubro de 2016, o Sporting vencia por 3-0, a partida aproximava-se do fim e a vitória era certa. Mas, Marega marcou dois golos, aos 74 e 75 minutos, para Francisco Soares empatar mesmo no final. No último domingo, em Alvalade, houve qualquer coisa de semelhante. Os leões venciam por 1-0, mas o maliano empatou o jogo aos 76 minutos e estragou a festa de apoteose da reeleição de Bruno de Carvalho.

 

Eu até acho que Marega não é jogador de equipa “grande”, e fiquei surpreendido com o interesse do Sporting há um ano atrás. Mas, é um grande jogador de equipa “pequena” e merece o respeito de todos os adeptos. Isso é certo.

 

A bazófia de Bruno de Carvalho contagiou a claque leonina. O “Mete o Marega!” remete para o “Bailando”, o “olhem para cima”, o “têm de dar mais luta” e outras fanfarronices do mesmo género. Como o presidente do Sporting ainda não percebeu as consequências da sua prosápia, na noite da vitória eleitoral tratou de acrescentar o “estremeçam”, a “nova era” e o “bardamerda”.

 

É lamentável que a conversa grosseira e a bravata permanente sejam a maneira de estar oficial do Clube. E, pelos vistos, a paparrotada presidencial é contagiosa, como se pôde ver com a tarja do Marega. Não há alternativa a essa dialéctica negativa e quixotesca? É que isso mais parece um ‘karma’ leonino.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:05

"Vermelho ? Nem nas cuecas"...

Ricardo Leão, em 07.03.17

 

20299960_3CAh8.jpg

Um presidente "croquete" e "lambuça" em confraternização 

com um conhecido lampião. O retrato de uma criatura

sem nível que, ademais, não tem vergonha na cara.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30

"Vão bardamerda mais o fascista"

Naçao Valente, em 07.03.17

 

20297299_U87zV.jpg

A história, hoje pouco conhecida, por quem não acompanhou os tempos revolucionários de 1975, conta-se em poucas palavras. O Almirante Pinheiro de Azevedo que tinha sido nomeado primeiro-ministro, pela facção mais moderada dos militares, para substituir Vasco Gonçalves, viu a sua residência oficial cercada por uma manifestação de trabalhadores da construção civil. Com a força que receberam da extrema-esquerda aproveitaram para contestar o primeiro-ministro, que os procurou desmobilizar, falando-lhe da varanda do palácio de S. Bento. Por mais explicações que desse, Pinheiro de Azevedo, apenas recebia epítetos de fascista. A dada altura,perdeu a paciência e em desespero,respondeu aos insultos, e disse a frase que ficou para a história: “Vão bardamerda mais o fascista”.


A expressão, inserida somente naquele contexto de revolucionarismo extremo, e levada à letra, significa que o Almirante Pinheiro de Azevedo mandou bardamerda apenas aqueles manifestantes, incluindo-se a si próprio quando afirmou "vão…mais o fascista". Ora de acordo com os slogans dos trabalhadores presentes, e o fascista era o próprio primeiro-ministro.

 

naom_561042e04f171.jpg

Bruno Azevedo de Carvalho, recuperou a histórica frase do seu tio-avô, distorceu-a e aplicou-a num contexto completamente diferente e por isso desenquadrada do evento a que presidia. Tinha acabado de vencer, com grande margem, as eleições para os órgãos do Sporting. Não estava rodeado por gente hostil, mas por um grupo de de devotos em êxtase.  Deu à expressão um novo significado aplicando-a a todos aqueles que não são sportinguistas. Pelas minhas contas em Portugal serão, grosso modo, cerca de sete milhões, que são de outros clubes ou que não apoiam clube nenhum. No resto do mundo, são biliões incluindo os que nem sabem da existência do Sporting e muito menos de este outro Azevedo (de Carvalho). Não digam que o homem não é ambicioso. Não digam que não ganha nada, nem bate recordes. Para já, e numa única frase, conseguiu “bardamerdar” todo o mundo, com exclusão dos sportinguistas. E digam lá que não merece estar no livro dos recordes, pela falta de nível, pela malcriadez, pela falta de classe.


Hoje sinto-me feliz e privilegiado por ter nascido sportinguista. Se assim não fosse, também estaria na lista malcheirosa deste ungido do destino, deste ser que se dá ao desplante de criar um mundo, o seu, de povo eleito e de considerar todos os outros como gentios sem alma.


Não sei se o seu tio-avô, designado como almirante sem medo, nas lutas políticas do período revolucionário, se reveria neste sobrinho-neto, que nem na vitória sabe ser digno, já que humildade é palavra que de certo desconhece. E não sei se gostaria de ver a sua figura de combatente da liberdade, envolvida numa eleição de uma qualquer colectividade, por mais importante que seja.


Diz o ditado “que cada um é para o que nasce”. Este homem, Azevedo de Carvalho, nasceu para viver no mundo de “bardamerdices”. É pena que envolva nisso a centenária instituição Sporting Clube de Portugal. É pena que e criticável que os sportinguistas se deixem envolver neste lamaçal e gostem. É pena que se revejam nesta deriva de mau gosto e aplaudam. Está tudo louco? Vem aí mais do mesmo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00

Foto do dia

Rui Gomes, em 06.03.17

 

img_FanaticaBig$2017_03_05_22_55_08_1233370.jpg

A pedir desculpas às claques pelo empate ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:57

O palhaço sem vergonha

Rui Gomes, em 04.03.17

 

img_770x433$2017_03_03_22_47_11_1232193.jpg

 

«Sporting merece outra elevação naqueles

que querem ser presidentes»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:24

Não me deixem cair - versão II

Rui Gomes, em 04.03.17

 

bdc-1.jpg

 

«Não posso deixar de agradecer ao meu pai, pela educação que me deu, por me ter dado princípios e valores, dado o que é viver e conviver. Por me terem permitido nestas eleições, as minhas terceiras, enfrentar tudo com muita calma, com ponderação, aqueles ataques pessoais, vil, reles... Realmente a educação que me deram levou-me a não responder da mesma forma. Quero agradecer aquilo que são, por terem passado o ADN do Sporting, um crónico vencedor, um clube de eleição, de excelência, que por todo o Mundo é reconhecido. Sem vocês não estaria aqui. Agradecer também à minha mãe. Muitas pessoas não sabem, mas eu não era suposto ter nascido, não era suposto terem um quarto filho. Eu era uma dor de cabeça... Mas passados 45 anos sou uma dor de cabeça para os nossos rivais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:23

O palhaço presidencial

Rui Gomes, em 03.03.17

 

 

Mais um exemplo de um personagem sem pudor nem dignidade, agora a fazer a figura de palhaço a imitar Pedro Madeira Rodrigues, ainda por cima recorrendo aos serviços da Sporting TV para a sua campanha pessoal. 

 

Obriga reflexão profunda tantos quererem que o vendedor da banha da cobra continue no trono de Alvalade por mais quatro anos. Só espero que esses mesmos não se escondam quando vier o dia do ajuste de contas, e esse dia virá, é só uma questão de tempo.

 

Este individuo afirmou recentemente que tem vergonha de tudo e mais alguma coisa, lamentavelmente, não tem vergonha alguma na cara !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:30

 

850_400_sporting-acusa-benfica-suborno.jpgpaulo_pereira_cristovao.jpg

 

Paulo Pereira Cristóvão respondeu em comunicado ao ataque duro de Bruno de Carvalho, refutando todas as declarações de que foi alvo:

 
"No dia de ontem fui confrontado com declarações gravíssimas e atentatórias da minha honra por parte do senhor Azevedo de Carvalho, indivíduo que actualmente ocupa o cargo de presidente do Sporting Clube de Portugal. As mesmas vieram na sequência de duas entrevistas por mim concedidas a meios de comunicação nota social onde aflorei diversos temas da "gestão" deste assalariado do Sporting.

 

Não conseguindo rebater uma única questão das diversas que coloquei publicamente, optou então por descer ao mais ordinário, soez e torpe que aliás, são desde sempre característico da sua personalidade.

 

Referiu então este indivíduo que nunca havia sido suspeito de violação ou de tortura querendo assim então rotular-me de violador e torturador. Sobre isto refiro o seguinte:

 

1º Nunca fui acusado ou sequer constituído arguido em qualquer processo de violação.

 

2º Fui acusado mas absolvido em primeira e segunda instância do crime de tortura.

 

3º Não tenho sobre mim qualquer sentença condenatória transitada em julgado.

 

Tendo perfeita noção disto mesmo, o senhor Azevedo de Carvalho preferiu usar o termo "suspeito" querendo com isso rotular-me e ganhar as primeiras páginas jornalísticas do dia seguinte. Poderia eu seguir o mesmo trilho de "suspeitas" referindo que os crimes de violência doméstica, corrupção, peculato, abuso de poder e branqueamento de capitais também se poderiam aplicar a tal personagem mas não irei por aí porquanto. Apesar dos diversos equívocos em que incorrem amiúde, respeito as instituições judiciais, as suas investigações e consequentes conclusões. Só estas podem chegar a tais conclusões definitivas mesmo que equivocadas.

 

Poderia igualmente referir questões até mais graves da vida pessoal do senhor Azevedo de Carvalho mas, pelo respeito que me merecem as suas filhas, uma das quais já tendo acesso à informação, não o farei, tendo assim o cuidado e respeito pelas suas filhas que ele não teve para com as minhas.

 

O senhor Azevedo de Carvalho, por muito que tente disfarçar, não tem a dimensão humana e muito menos profissional para presidir aos destinos do Sporting Clube de Portugal sendo certo que, ou pelas mãos dos sócios ou da Justiça, a sua passagem por este emprego terminará da forma que mais se adequa à forma como ele "governou", mal.

 

Questões como a auditoria de gestão a actos muito concretos ocorridos no Clube e SAD, terão obrigatoriamente que ser levadas por diante, doa a quem doer e com os resultados que daí advierem.

 

Lisboa, 02 de Março de 2017

Paulo Pereira Cristóvão".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:30

Ninguém melhor do que o Bruno !

Rui Gomes, em 02.03.17

 

Profissões%20de%20Antanho5.jpg

  

«Havemos de continuar a fazer as vendas, e, como neste caso, as melhores de sempre, mas havemos de ter um plantel para o nosso objectivo que é ser campeão. E para ser campeão é preciso dinheiro, e nós tivemos de o ir arranjar, e "know how", e nós temos a nível de equipa técnica e, também, directiva, porque foram quatro anos de intensa aprendizagem. Eu aprendi muito muito sobre a vida e sobre o futebol, mas isso não implica que tenha gostado de tudo o que aprendi. E muitas vezes com vergonha de pertencer a este mundo».

 

«Há pessoas que abrem a boca e só saem rosas e eu abro a boca e saem espinhos».

 

«Estou envergonhado por esta campanha eleitoral, mas muito satisfeito por muita verdade vir ao de cima, uma das quais é que a reestruturação financeira foi feita por esta Direção contra tudo e contra todos».

 

«Não sou hipócrita e por isso digo. A decisão (da venda de jogadores) está nas minhas mãos, porque sou eu que tenho o futebol. Quero é ser campeão. Não me interessa ser campeão com jogador A, B, C ou D. Faremos negócios como os que temos feitos, magníficos. Vou dizer isto assim pela primeira vez. No próximo mandato vamos ser campeões e não é só uma vez».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:28

O 'Donald Trump' do futebol

Rui Gomes, em 02.03.17

 

a2de99223d7061d918889017895e47d2.jpg

 

The 'Donald Trump' of football: Bruno de Carvalho shows

few signs of softening his grip at Sporting Lisbon

 

A referência ao Sporting 'Lisbon' não obstante, um artigo interessante sobre Bruno de Carvalho e a sua estada no Sporting, da autoria do jornalista Jack-Pitt Brooke, do jornal inglês Independent.

 

Eis o parágrafo de abertura, em inglês, naturalmente:

 

«Bruno de Carvalho is outspoken, confrontational, unpredictable and abrasive. He is a hero to his supporters but is accused of demeaning his prestigious office by those who look down their noses at him. He is either a brash populist standing up for his people or an unseemly loudmouth with deep psychological issues, depending on who you believe».

 

Apesar de algumas considerações menos elogiosas - fundamentalmente factuais -, creio que o ego do ainda presidente vai ficar bem estimulado com o artigo, bastará, porventura, a comparação com Donald Trump. Dois indivíduos que conseguem os votos, apesar de serem respeitados apenas por uma minoria.

 

 

(Agradecemos a referência do leitor José Santos)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:49

Bruno no confessionário

Rui Gomes, em 01.03.17

 

18161528_eMb5a.jpg

 Como, pelos vistos, melindrei a sensibilidade da falange de devotos com

o primeiro cartoon do dia, talvez que este seja mais pacificador.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:30

Foto do Dia

Rui Gomes, em 27.02.17

 

img_770x433$2017_02_26_23_47_37_1230219.jpg

O que ontem era verdade hoje é mentira... e vice-versa.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:28

Quando ser cobarde é a nota do dia

Rui Gomes, em 26.02.17

 

9CRJ0I3W.jpg

 

No frente a frente de quinta-feira, Bruno de Carvalho encolheu-se, sem sequer conseguir olhar o seu oponente nos olhos, mas 24 horas mais tarde recorreu por três vezes ao Facebook no espaço de uma hora para dirigir um vasto sortido de críticas e insultos a Pedro Madeira Rodrigues. Isto, além de discursos em vários locais, no conforto do colo dos seus devotos.

 

Por muito que se pretenda adornar este comportamento, o único termo verdadeiramente aplicável é COBARDIA.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:20

 

mascaras-gregas.jpg

 

"De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto".

 

Uma frase que mesmo com a sua potente acepção fica longe de verdadeira e totalmente manifestar aquilo que eu sinto sobre o homem que me envergonha - e que devia envergonhar todos - por ser o presidente do meu Clube, o Clube da minha querida mãe, que, em vida, nunca teria conseguido resistir às injúrias do seu coração.

 

Num jantar com sportinguistas na Golegã, o vil e obsceno personagem que ainda preside ao Sporting Clube de Portugal, teve isto para dizer sobre o seu opositor no debate de quinta-feira:

 

«O debate não correspondeu às minhas expectativas enquanto sportinguista. Senti-me até envergonhado. O Sporting não merecia, do outro candidato, um discurso tão baixo, cheio de chavões e sem mostrar uma ideia, uma proposta.

 

Estamos a falar de uma pessoa que não tem perfil e, com 45 anos, nunca liderou nada em lado nenhum, apenas foi liderado. Tem uma postura populista e um discurso demagógico. No entanto, e como as mentiras vão sendo uma constante, talvez possam colar em quem esteja mais desatento. Falou nas obras do pavilhão, na Academia, no sócio-núcleo, nos novos conteúdos da SportingTV, nos bilhetes fanilia e low cost… Nós fizemos isto tudo no nosso mandato. Tem um discurso de plástico».

 

E podem crer os mais cínicos que os meus sentimentos não se associam exclusivamente à campanha eleitoral em curso e ao outro candidato. Lamentavelmente, aplicar-se-iam a qualquer outra circunstância, tal a repugnante baixeza de Bruno de Carvalho.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:50

Bruno anda preocupado !

Rui Gomes, em 20.02.17

 

bruno_de_carvalho_foto_pedro_sarmento_costa_lusa69

 

A preocupação com as eleições aumenta com o passar dos dias e Bruno de Carvalho, como é seu (mau) hábito, dispara cada vez mais em todas as direcções, agora até acusando Pedro Madeira Rodrigues de andar lá fora a tentar "vender" o Clube. Este é o malicioso adorno que o ainda presidente atribui aos esforços do candidato pela sua tentativa de atrair potenciais investidores para o Sporting, algo que ele não tem capacidade e muito menos credibilidade para fazer, como ficou bem evidenciado pelas suas falsas promessas do último acto eleitoral e deveras vincado durante os quatro anos do seu consulado:

 

«Convidei Pedro Madeira Rodrigues e o seu mandatário para assistirem ao jogo com o Rio Ave, mas não puderam estar presentes. Estava fora... anda a tentar vender o clube, sem ser presidente, tal como fez Godinho Lopes. Além de promessas desnecessárias, é bom dizer que novo investidor tirará imediatamente maioria da SAD ao Sporting. Esta é uma informação que não pode deixar de ser colocada. Terá ele coragem de dizer alguma coisa aos sócios?

 

Quando se fala de desestabilização há que lembrar 2013. Na altura fui visado pelo então treinador, mas colocando os interesses do Sporting, nunca quis desestabilizar e Jesualdo Ferreira foi o meu treinador até ao final da época. Pedro Madeira Rodrigues não hesita em atacar, jornada após jornada, Jorge Jesus. Felizmente o balneário é composto por atletas de grande carácter. Mas as ameaças constantes de despedir Jorge Jesus merecem que se lhe seja colocadas questões. Vai também despedir Manuel Fernandes, Aurélio Pereira ou Carlos Lopes, que também integram a minha Comissão de Honra?».

 

O usual "disco" repetido vezes sem fim, por ele e pelos seus vassalos/devotos, na praça pública. É a retórica do dia, todos os dias. Compreende-se perfeitamente que hajam dúvidas neste momento sobre a competência de Pedro Madeira Rodrigues para liderar o Sporting. Sendo praticamente um desconhecido, em contexto, é apenas lógico e natural que assim seja. No entanto, todos nós, mesmo aqueles que o privilegiam com a sua devoção, já reconhecemos que Bruno de Carvalho, embora útil como um "bombeiro" a curto prazo, não representa a solução que o Sporting procura e necessita para o seu futuro. Não é andar num constante "estado de guerra" e aos gritos na praça que se resolve o muito que há para resolver. É imperativo surgir um presidente verdadeiramente líder e remover para a bancada aquele que apenas se revê e se comporta como um adepto de claque.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:30

Mais uma "pérola" do Bruno

Rui Gomes, em 20.02.17

 

burns_artigo.jpg

 

«O candidato [Madeira Rodrigues] decidiu entrar pelo ataque pessoal e recorreu a um discurso sobre instabilidade familiar. Desafiou-me até a mostrar as minhas declarações de rendimentos de antes e de depois entrar para o Sporting. Para que este senhor saiba, antes do Sporting eu comecei muito cedo com muito trabalho porque nada me foi dado. Foi isso, aliás, que me permitiu ligar-me a uma causa social, contribuindo para a sociedade. Criei uma fundação, que diariamente ajudou milhares de crianças carenciadas. Obviamente que não tinha um elevado salário, os meus valores não me permitiam isso. Estava ali para retribuir o que a sociedade me deu. Não vou mostrar nada, não vou entrar nesses jogos, mas esse senhor que vá ver os meus rendimentos antes de eu ter contribuído para a sociedade, algo que ele nunca fez. Aí, sim. Que faça aí a comparação. Tudo o que fiz foi por mérito e esforço, nunca à boleia de qualquer cunha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:30

 

img_770x433$2017_02_18_17_56_58_1226344.jpg

 

Pontos "altos" da banha da cobra que Bruno de Carvalho "vendeu", este sábado, no Núcleo Sportinguista de Almodôvar:

 

"O candidato que se diz sportinguista anda a espalhar boatos e falsidades pelo mundo".

 

"O Sporting está com robustez e saúde financeira. Não podemos andar numa campanha eleitoral a denegrir e a desrespeitar o Sporting".

 

"Perdemos o processo da Doyen, embora contássemos com o apoio da FIFA e UEFA, e contra todos os profetas da desgraça".

 

"Os nossos rivais rezam todos os dias para que o outro candidato ganhe".

 

"Não podemos ser hipócritas e andar a enganar os sportinguistas".

 

Só falta o aplauso dos devotos !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:37

O Sporting é hoje mais respeitado ?

Rui Gomes, em 16.02.17

 

bcrespeito.png

 

Duas simples noções, conceitos, se desejar, que colidam com os princípios de Bruno de Carvalho e que, por isso, tornam-se alienígenas para o ainda presidente do Sporting:

 

"Em vez de se tentar impor o respeito, deve-se agir de forma a merecer esse respeito".

"Quem quer ser respeitado, deve primeiro respeitar".

 

É expectável que os usuais devotos apareçam a jurar de pés juntos que graças ao Bruno, o Sporting é hoje muito mais respeitado e até temido. Já tivemos ocasião de ler fantasias desse calibre e é de esperar por mais do mesmo. A realidade evidente desta falácia é que o Sporting continua sem qualquer influência nos corredores do poder. O Bruno gritou muito ao longo destes quatro anos mas não foi ouvido, pura e simplesmente porque não é respeitado e muito menos temido, e com ele, infelizmente, o Sporting.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:25

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo