Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A mão pesada da UEFA

Rui Gomes, em 21.10.17

 

img_605x340$2017_09_27_22_58_31_1317271.jpg

 

O Sporting foi punido pelo Comité Disciplinar da UEFA com uma multa de 31 mil euros devido a incidentes ocorridos na recepção ao Barcelona, em jogo da 2.ª jornada do Grupo D da Liga dos Campeões, anunciou o organismo esta sexta-feira.

Em causa está a invasão do relvado por parte de um adepto, o bloqueio das escadas no recinto, que vai contra as normas de segurança da UEFA, além do facto de a equipa leonina ter visto cinco cartões ou mais no decorrer do jogo que o Barça venceu por 1-0. 

 

Sobre a entrada do adepto em campo não há nada a dizer, mas a questão dos cartões parece-me muito injusta, dado que está totalmente dependente dos critérios do árbitro e, neste caso em particular, o juiz exagerou imenso com as suas decisões disciplinares contra o Sporting.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:18

 

maxresdefault.jpg

 

Não é que o Sporting nos tenha deslumbrado com um espectáculo de futebol ofensivo, mas perante um adversário que chama a si um bom número de talentos excepcionais, não será exagero algum afirmar que a equipa leonina lutou muito e bem e fez por merecer um resultado que não a derrota, especialmente ao cair do pano.

 

Jorge Jesus não surpreendeu com o onze inicial e foi precisamente essa unidade que esteve em campo até perto dos minutos finais da partida, com Rui Patrício; Piccini, Coates, Mathieu e Fábio Coentrão; Gelson Martins, Bataglia, William Carvalho e Acuña; Bruno Fernandes e Bas Dost.

 

Suplentes: Romain Salin, Jonathan Silva, André Pinto, João Palhinha, Bruno César, Daniel Podence e Doumbia.

 

O Sporting sentiu mais dificuldades no primeiro período do jogo, nomeadamente em tentar impor-se perante a linha média da Juventus. Daí, que os italianos tenham tido um maior pronúncio nessa fase, embora sem criar muitas oportunidades de golo. Alguns ajustamentos ao intervalo fizeram com que a segunda parte fosse muito mais equilibrada, com quase idêntica posse de bola e diferença mínima nos ataques e remates.

 

img_FanaticaBig$2017_10_18_20_27_09_1324710.jpg

 

Este foi um jogo sem nenhum jogador a destacar-se de forma espectacular, mas todos a trabalhar a um nível elevado, num sentido de missão única. Em termos defensivos, praticamente impecáveis do primeiro ao último apito.

 

Não duvido que as substituições de Jorge Jesus serão alvo de discussão. A entrada de João Palhinha visou reforçar o meio campo, embora se tenha abdicado de um arma ofensiva em Gelson Martins. À distância é impossível saber até que ponto o desgaste físico do avançado leonino foi um factor preponderante na decisão. A saída de Fábio Coentrão é mais perplexa. O lateral esteve muito bem até esse ponto e apesar da queda aparatosa que sofreu, deu indicações que estava apto para continuar em jogo. Aliás, a sua reacção à decisão de Jesus deixa a ideia de ter sido apanhado de surpresa. Logo por azar, foi o homem da responsabilidade de Jonathan Silva que marcou o golo da vitória.

 

Por fim, temos Doumbia. Compreende-se que o timing deve-se ao marcador, mas após reflexão talvez seja justo clamar que devia ter entrado mais cedo. Teve o golo do empate na ponta de bota e falhou por milímetros.

 

Tudo isto não obstante, uma derrota é sempre desagradável, mas a exibição do Sporting no campo do adversário promete muito para quando se encontrarem novamente, em Alvalade, no dia 31 de Outubro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:39

Vem aí outro grande jogo !

Rui Gomes, em 13.10.17

 

22448272_10154780314166555_862337113825396012_n.jp

 

Neste momento, o Grupo D da Liga dos Campeões é liderado pelo Barcelona, com duas vitória em dois jogos realizados. Segue o Sporting, com três pontos, com o registo de uma vitória e uma derrota, num empate pontual com a Juventus, embora com vantagem na diferença de golos. O último lugar é ocupado pelo Olympiacos, que ainda não pontuou.

 

Não será exagero algum adiantar que o Sporting precisa de pontuar na casa da "Viecchia Signora" se alimenta ambições de chegar pelo menos ao segundo lugar no Grupo. Isto, partindo do princípio que o Barça não irá abdicar da posição de topo. Missão esta que apresenta um grau elevado de dificuldade, sem ser impossível.

 

Na próxima quarta-feira veremos se os "pupilos" de Jorge Jesus estão à altura do desafio.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:52

 

ng8853345.jpg

 

O Sporting venceu em casa os polacos do KS Dartom Bogoria Grodzisk Mazowiecki por 3-1, em jogo da segunda jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões em ténis de mesa, mantendo-se na liderança do Grupo A.

 

Os leões, que na primeira ronda haviam vencido por idêntico resultado no reduto dos franceses do Pointoise, até começaram a perder, face ao desaire de Ganiyat Aruna perante Chanxi Han por 1-3 (11-9, 8-11, 9-11 e 6-11).

 

Mas, o Sporting venceu os restantes embates, com João Monteiro a bater Pavel Sirucek por 9-11, 11-8, 11-7, 12-14 e 11-9, Diogo Carvalho a superar Daniel Gorak por 16-14, 9-11, 14-16, 11-4 e 12-10 e Aruna a ganhar a Sirucek por 11-3, 12-10 e 11-5.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:39

Sporting venceu Medved na Champions

Rui Gomes, em 05.10.17

 

image.jpg

 

Após uma vitória e duas derrotas, o Sporting (que não pôde contar com alguns jogadores por lesão) voltou a ganhar na Champions, derrotando o Medvedi, último classificado do grupo, por 31-30.

 

Na partida realizada no pavilhão João Rocha, Frankis Karol foi o melhor marcador dos leões, com sete golos, seguido de Ivan Nikcevic, com seis.

 

Hugo Canela, treinador leonino, teve isto para dizer sobre o jogo:

 

"Este jogo foi muito difícil de vencer diante de uma boa equipa. Estivemos mais calmos na primeira parte e por isso conseguimos ganhar vantagem. Chegámos a ter cinco golos de vantagem. O Chekhovskie Medvedi esteve sempre focado no jogo e no final dificultou-nos a vida.

 

A sensação que tenho é que o Chekhovskie Medvedi fez contra-ataque cada vez que perdíamos a bola no nosso contra-ataque. Eles jogam sempre muito pausadamente no ataque. Na segunda parte cometemos erros que não cometemos na primeira. Estivemos mais precipitados e isso levou a que perdêssemos a bola. O segredo da vitória foi a calma".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:26

 

20660271_V9jts.jpg

 

O jogo terminou há instantes e eu não sei bem por onde iniciar esta crónica. Talvez, afirmando, antes do mais, que o Sporting realizou uma excelente exibição frente a uma das melhores equipas do Mundo e, havendo justiça, não merecia sair derrotado de Alvalade, ainda por cima, através de um muito infeliz autogolo.

 

O Sporting alinhou de início com Rui Patrício, Piccini, Coates, Mathieu, Fábio Coentrão, William, Battaglia, Bruno Fernandes, Marcus Acuña, Gelson Martins e Doumbia.

 

Suplentes: Romain Salin, Jonathan Silva, Alan Ruiz, Bruno César, Petrovic, Tobias e Bas Dost.

 

O Barcelona: Ter Stegen, Semedo, Piqué, Umtiti, Jordi Alba, Busquets, Rakitic, Iniesta, Sergi Roberto, Lionel Messi e Suárez.

 

 Suplentes: Cillessen, Denis Suárez, Mascherano, Paulinho, Digne, André Gomes e Vidal.

 

605600_png.jpg

 

Este é daqueles jogos em que prevaleceu o colectivo, com praticamente todos os jogadores a distinguirem-se pela excelência do seu desempenho. Enquanto que sentiram alguma dificuldade na construção ofensiva, não inesperada, diga-se, defensivamente foram nada menos do que soberbos. Mathieu com uma exibição espectacular, Piccini, que tanto temos criticado, fez o seu melhor jogo de "leão ao peito", deixando nada por apontar. E muito embora não pretenda individualizar - que já estou a fazer - Battaglia excedeu-se de forma magnífica e fez com que Lionel Messi não tivesse sido um factor predominante.

 

Neste jogo, Jorge Jesus também esteve muito bem, tanto no que diz respeito às suas opções como em termos tácticos. Entrou com o onze que fazia mais sentido e preparou a equipa como compete para um adversário do nível da equipa catalã. Recorreu ao banco apenas quando alguns dos titulares já davam sinais evidentes de exaustão.

 

C80GNI3T.jpg

 

Contra uma equipa que tem um orçamento cinco vezes superior e diante de alguns dos melhores jogadores do Mundo, não se pode exigir muito mais, salvo a "senhora" sorte que nos abandonou em alguns momentos do jogo, com pernas a travar remates potentes e a conceder um autogolo que veio do inferno.

 

Não vou perder tempo a comentar o árbitro romeno e os seus critérios "inclinados". Seis cartões amarelos para o Sporting, salvo erro, alguns deles ridículos. A Champions merece melhor qualidade de arbitragem, especialmente do tipo que não influencia resultados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:42

Uma simples pergunta...

Rui Gomes, em 27.09.17

 

HTICSE6W.jpg

 

Acha que é possível o Sporting vencer o Barcelona ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:42

"Sporting é muito rápido no ataque"

Rui Gomes, em 27.09.17

 

7A8PKBRE.jpg

 

O discurso de Ernesto Valverde - treinador do Barcelona - relativamente à equipa do Sporting, que mesmo com algum grau de sinceridade é, fundamentalmente, politicamente correcto, tendo em consideração que nenhum técnico sensato vai desafiar o seu próximo adversário na praça pública:

 

"São uma equipa muito forte, estão a fazer uma grande temporada e tiveram agora o seu primeiro empate na liga. No jogo com o Olympiacos - primeira jornada do grupo - fizeram um jogo muito bom, muito rápidos no ataque e temos que ter cuidado com os seus jogadores da frente. Temos que estar atentos.

 

Temos em conta o Gelson, o Acuña e o Bruno Fernandes com os seus remates de fora de área e que faz golos impressionantes. É uma equipa que joga com bloco organizado, mantêm a ordem no meio campo com o William Carvalho e a defesa não varia muito. Depois têm o Doumbia que é rápido e o Bas Dost é um jogador altíssimo".

 

Alguma ansiedade em saber o 'onze' que Jorge Jesus vai lançar nesta noite europeia. A defesa será constituída por Piccini, Coates, Mathieu e Fábio Coentrão. Com William Carvalho garantido no meio-campo "6",  parece-me lógico posicionar Battaglia à sua frente, como "8", possivelmente com a missão de prestar alguma atenção extra a Lionel Messi.

 

Poucas ou nenhumas dúvidas sobre Gelson Martins e Marcus Acuña nas alas, com Bruno Fernandes a "10", no apoio ao ponta de lança, se a equipa alinhar no 4x2x4 que é frequentemente favorecido por Jesus.

 

Para ser sincero, preferia ver Bas Dost como ponta de lança, mas suspeito que a aposta vai recair sobre a velocidade de Doumbia.

 

Não quero acreditar que mesmo o casmurro Jorge Jesus ousará integrar Alan Ruiz no 'onze' de hoje.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:41

 

image.jpg

 

Na segunda jornada do grupo D da Liga dos Campeões, a equipa de Hugo Canela recebeu, este domingo, os campeões ucranianos do HC Motor Zaporozhye, sofrendo a primeira derrota na Champions, por 31-23.

 

Neste que foi o primeiro jogo da Liga dos Campeões no Pavilhão João Rocha, Edmilson Araújo foi o melhor marcador do clube de Alvalade, com seis golos, em igual número de remates.

 

Recorde-se que esta é a segunda participação do Sporting na fase de grupos da Liga dos Campeões. Por outro lado, a equipa ucraniana marca presença na mesma fase há cinco épocas consecutivas e, neste jogo, é indiscutível que foi dominadora, acabando por assegurar uma vitória bem merecida.

 

O treinador Hugo Canelas teve isto para dizer:

 

«O guarda-redes adversário criou hoje uma oposição muito boa. O facto de o Motor Zaporozhye jogar calmamente no ataque levou a que cometêssemos erros, uma vez que queríamos fazer golo muito rapidamente. Não estivemos bem na finalização. Falhámos remates a mais. O Motor Zaporozhye nem por isso. Agora, para reverter esta situação, temos de ganhar.

 

Estávamos a ter dificuldades em parar bolas da ponta e foi por isso que mudámos de guarda-redes. São opções válidas para qualquer jogo.

 

Apesar de o treinador do Motor Zaporozhye dizer que não há favoritos, mas quem está no andebol sabe que o Motor Zaporozhye é um dos favoritos. O nosso objectivo é fazer o melhor em cada jogo. Se isso nos levar em frente, melhor. Se não, sairemos daqui de uma forma condigna».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:50

 

image.jpg

 

Beto, antigo capitão do Sporting, espera que quem disse que o Barcelona e a Juventus seriam os dois apurados para os oitavos-de-final, se tenha enganado:

 

«Sporting está com grande determinação e tudo é possível. Agora e preciso um bom resultado, em casa, frente ao Barcelona, na próxima jornada. Teve uma entrada de leão nesta Liga dos Campeões. A equipa mostra uma grande determinação, querer e vontade e no futebol tudo é possível. O Sporting tem muita qualidade e espero que, quem disse que o apuramento seria da Juventus e do Barcelona, se tenha enganado. Foi importante entrar a ganhar mas agora é preciso um resultado positivo frente ao Barcelona.

 

Concordo com a opção por Doumbia no ataque, nos jogos fora, da Liga dos Campeões. Doumbia é um jogador mais rápido. Quer ele, quer o Bas Dost dão garantias à equipa. São opções estratégicas e na Grécia resultaram em pleno. A equipa, no geral, esteve muito bem, sabia o que tinha de fazer. Era um jogo difícil mas o Sporting descomplicou».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:02

 

DJjJQYVW0AAMilm.jpg

 

Foi uma estreia de gala. Sem nunca ter jogado antes na Grécia, em termos oficiais, o Sporting conseguiu ontem a primeira vitória de uma equipa portuguesa no estádio do Olympiacos, desde 1973, ou seja, há 44 anos. Então, foi o Benfica a sair do temível Pireu com um triunfo pela margem mínima (1-0), garantido por Nené, aos 29 minutos, na 1ª ronda da Taça dos Campeões Europeus. Depois desse sucesso, nunca mais um clube nacional tinha vencido (ou sequer empatado) no Estádio Georgios Karaiskakis, e por lá passaram novamente o Benfica (goleado por 5-1 em 2008 e derrotado com Jesus por 1-0 em 2013), bem como FC Porto e... Arouca.

 

De resto, o triunfo por 3-2 representou, igualmente, a primeira vitória fora de casa para o Sporting na fase de grupos da Liga dos Campeões (isto após o sucesso no playoff contra o Steaua, em Bucareste). O último êxito remontava há nove anos, mais precisamente a 9 de Dezembro de 2008, quando a equipa orientada então por Paulo Bento foi a Basileia, Suíça, vencer por 1-0, graças a um golo solitário de Yannick Djaló. Depois disso, o Sporting acumulou seis derrotas nas deslocações da fase principal da Champions e o melhor que tinha alcançado, neste intervalo, foi um empate com o Maribor (1-1), no consulado de Marco Silva.

 

Uma entrada tão avassaladora como a de Atenas foi um facto raro na época passada. Aconteceu apenas na última jornada, com o Grupo Desportivo de Chaves, e frente ao Paços de Ferreira, em Janeiro. Para encontrar um impacte semelhante, porém, avaliando pelo nível de dificuldade dos jogos, é necessário recuar à primeira temporada de Jorge Jesus em Alvalade, quando o Sporting venceu o Benfica e o Lokomotiv Moscovo. Na Luz, um início demolidor resultou em golos de Teo (9’), Slimani (21’) e Bryan (36’); seria esse o desfecho do dérbi. Na Rússia, foram Montero (20’), Bryan (38’) e Gelson (43’) a dar vantagem de 3-1 ao intervalo; o encontro terminaria 4-2 para o Sporting.

 

Uma vitória importante e um grande  espectáculo durante cerca de 45 minutos, para não esquecer.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:23

 

maxresdefault.jpg

 

O título do post era para ser outro, mas a segunda parte da partida estragou-me os planos. De qualquer modo, um primeiro período de sonho, nada menos do que espectacular, a ser necessário um guia para acompanhar os acontecimentos. Ora vejamos:

 

Tudo começou com o golo bastante madrugador de Doumbia (2') que deu uma injecção de confiança aos "leões" e deixou a equipa grega muito intranquila.

 

Segue-se Gelson Martins, aos 13', com o segundo golo e ainda Bruno Fernandes com o terceiro, aos 43'.

 

Entretanto, aos 18 minutos, Bruno Fernandes manda um remate ao poste, Doumbia, aos 20', isolou-se e perdeu uma enorme oportunidade e, ainda, Sebastián Coates, aos 22', também isolado, que falhou o golo. Para culminar o que foi um período digno de um filme de Steven Spielberg, Gelson Martins, perante uma baliza totalmente descoberta, manda o esférico à trave, aos 40 minutos.

 

O Sporting alinhou de início com o seguinte onze: Rui Patrício, Cristiano Piccini, Sebastián Coates, Jérémy Mathieu, Jonathan Silva, William Carvalho, Rodrigo Battaglia, Gelson Martins, Marcus Acuña, Bruno Fernades, Seydou Doumbia.

 

Suplentes: Romain Salin, Stefan Ristovski, Tobias Figueirdo, Petrovic, Alan Ruiz, Bruno César e Bas Dost.

 

21752011_10154711937531555_6739643181846324249_n.j

 

Uma segunda parte distinta, que perto dos instantes finais ainda chegou a assustar. O Sporting mudou o seu plano de jogo, reduziu a intensidade, procurou mais posse de bola, excessivamente calculada, diga-se, baixou a pressão ofensiva e começaram a surgir os erros. Nenhum foi fatal nessa fase do jogo, mas permitiu ao Olympiacos entrar num jogo em que até esse ponto tinha sido completamente avassalado.

 

A equipa grega conseguiu reduzir o marcador para 3-2, perto do cair do pano, mas não sem Bas Dost ter mandado outra bola aos ferros.

 

Acho que as opções de Jorge Jesus no segundo tempo são discutíveis, pelo óbvio desgaste de alguns jogadores. Bruno Fernandes devia ter saído muito mais cedo e dar entrada a Petrovic para reforçar o meio-campo. Tanto William como Battaglia também davam sinais bam visíveis de cansaço.

 

Apesar da primeira parte fenomenal, acabou por não ser um resultado histórico, mas esteve muito perto de ser precisamente isso. Parabéns aos jogadores do Sporting pelo espectáculo com que nos brindaram, enquanto lhes foi possível.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:38

O valor dos plantéis da Champions

Rui Gomes, em 12.09.17

 

 

maxresdefault.jpg

 

Esta terça-feira começa mais uma edição da Liga dos Campeões e o Transfermarkt levou a cabo a avaliação dos plantéis das 32 equipas participantes. Eis a lista dos dez  plantéis de topo e ainda os das equipas portugueses:

 

Real Madrid - 743,80 milhões de euros

Barcelona - 706,50

Chelsea - 614,50

Manchester City - 588,50

Bayern Munique - 581,40

Manchester United - 565,70

Juventus - 538,60

Paris Saint-Germain - 521,30

Atlético de Madrid - 511

Tottenham - 492,25

(...)

FC Porto - 176,40

Benfica - 168,70

Sporting - 158,80

 

Sem ser surpresa alguma, o valor dos plantéis do Real Madrid e Barcelona davam para constituir aproximadamente cinco plantéis semelhantes aos das equipas portuguesas que disputam esta edição da Champions.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:58

 

chleague (2).jpg

 

Os clubes já submeteram as suas listas "A" de jogadores para a fase de grupos da Champions. É permitido inscrever no máximo 25 jogadores e, no caso do Sporting, verifica-se que submeteu 25 nomes, excluindo Adrien Silva, muito naturalmente, uma vez que ele já está inscrito pelo Leicester na Premier League. Muito indica que mesmo que a FIFA não aprove a transferência ele permanecerá em Inglaterra até ficar apto a jogar em Janeiro.

 

Existe também a lista "B", que permite que um jogador possa ser inscrito se tiver nascido a partir de 1 de Janeiro de 1996, inclusive e tenha estado disponível para alinhar pelo clube em questão durante um qualquer período ininterrupto de dois anos desde o seu 15º aniversário (jogadores de 16 anos podem ser inscritos nesta lista se tiverem estado no clube nos dois anos anteriores). Os clubes podem inscrever um número ilimitado de jogadores na sua Lista B ao longo da temporada, mas esta lista tem de ser enviada, o mais tardar, até às 23h00 (de Portugal continental) da véspera de cada jogo. Um exemplo para esta lista é o guarda-redes Pedro Silva, daí ele não surgir na lista "A".

 

img_FanaticaBig$2017_09_04_15_02_52_1309138.jpg

 

Eis a lista de jogadores do Sporting:

 

Guarda-redes: Rui Patrício, Romain Salin

 

Defesas: Cristiano Piccini, Stefan Ristovski, Sebastián Coates, André Pinto, Jérémy Mathieu, Tobias Figueiredo, Jonathan Silva e Fábio Coentrão

 

Médios: William Carvalho, Radosav Petrovic, Rodrigo Battaglia, João Palhinha, Bruno Fernandes, Bruno César, Mattheus Oliveira, Marcus Acuña, Iuri Medeiros, Gelson Martins, Alan Ruiz e Daniel Podence

 

Avançados: Bas Dost, Seydou Doumbia e Gelson Dala.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:04

 

 

957550_352x198.jpg

 

O Sporting qualificou-se para a fase de grupos da Liga dos Campeões de andebol, ao vencer os austríacos do Alpla HC Hard por 35-34, após prolongamento, na final do torneio de qualificação, em Presov, na Eslováquia.

 

A jogar diante dos campeões austríacos, na Tatran Handball Arena, os leões viveram um duelo bastante equilibrado, com empate a 17 ao intervalo e a 29 no final do tempo regulamentar. O encontro foi então para tempo extra, período no qual a turma de Alvalade acabou por levar a melhor. No plano individual, nota para a actuação de Frankis Carol, autor de 9 golos, ao passo que Tiago Rocha (7), Cláudio Pedroso e Carlos Ruesga (5) também se evidenciaram.

 

O Sporting integrará o Grupo D da Liga dos Campeões, juntamente com o HC Metalurg (Macedónia), Montpellier HB (França), HC Motor Zaporozhye (Ucrânia), Besiktas Mogaz HT (Turquia) e Chekhovskie Medvedi (Rússia).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:02

 

DITiKfhXcAAqfUP.jpg

 

O Sporting foi esta segunda-feira eliminado da Liga dos Campeões feminina, mesmo depois da vitória por 4-1 frente ao KF Hajvalia, na 3.ª e última jornada da fase de grupos. A vitória do FC BIIK sobre o MTK acabou por dar o apuramento à equipa do Cazaquistão, como vencedora do Grupo 8.

Quanto ao jogo, as leoas entraram melhor e chegaram à vantagem com um golo de Diana Silva aos 11 minutos. A equipa do Kosovo alcançou o empate aos 17', por Blerta Shala, mas Ana Leite devolveu a vantagem ao Sporting aos 40 minutos. Na segunda parte, dois golos de Tatiana Pinto (aos 62' de penálti e aos 64') fixaram o resultado final.

 
O Sporting conclui assim a sua primeira participação na Liga dos Campeões feminina com um segundo lugar no Grupo 8 (6 pontos), a três do FC BIIK que se apurou para os 16 avos de final da competição. O MTK foi terceiro com três pontos, enquanto o FK Havjalia termina só com derrotas e sem pontos.
 
 

DIVXmIaW4AEMvW6.jpg

 
As "leoas" também poderiam apurar-se como as melhores dos segundos classificados - contabilizando apenas os resultados contra o primeiro e terceiro de cada grupo -, mas esta vaga seria preenchida pelas suíças do FC Zurich, que somaram quatro pontos, contra apenas três do Sporting, averbados com o triunfo sobre o MTK na ronda anterior.

Assim, o Sporting despede-se desta edição da Liga dos Campeões de futebol feminino sem ter conseguido igualar o feito do Atlético Ouriense, que, em 2014/15, conseguiu, de forma inédita, chegar à fase a eliminar desta prova.

Nesta fase apuraram-se Gintra Universitetas (Lituânia), Olimpia Cluj (Roménia), Ajax (Holanda), Medyk Konin (Polónia), Apollon (Chipre), Minsk (Bielorrússia), FC Zurich (Suíça), Stjarnan (Islândia), BIIK-Kazygurt (Cazaquistão), Avaldsnes (Noruega) e PAOK (Grécia), que se juntam aos 21 clubes que apenas entram em competição nos 16 avos-de-final.

SPORTING - Inês Pereira, Matilde Fidalgo, Matilde Figueiras, Carole Costa, Joana Marchão, Nadine Cordeiro, Fátima Pinto (Carolina Venegas, 71), Tatiana Pinto, Ana Borges (Constança Silva, 71), Ana Leite e Diana Silva (Solange Carvalhas, 65).

Treinador: Nuno Cristóvão.

Árbitro: Galiya Echeva (Bulgária).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:51

 

uefa-women-champions-660x330.jpg

 

A equipa principal de futebol femino do Sporting Clube de Portugal venceu (2-0) nesta sexta-feira o MTK Budapest, na segunda jornada da qualificação para a fase de grupos da Liga dos Campeões feminina, a UWCL.

 

Depois de terem perdido na ronda inaugural frente ao BIIK-Kazygurt (1-2), as "leoas" encararam o encontro frente à formação anfitriã como uma final, tal como o técnico tinha pedido, e depois de um primeiro tempo de algum equilíbrio, o resultado foi alcançado apenas após o intervalo. Ana Leite abriu o marcador (61') e Solange Carvalhas, 18 minutos depois – que saltou do banco de suplentes entrando para o lugar de Ana Leite –, estabeleceu o resultado final.

 

image.jpg

 

O último encontro será frente às kozovares do WFC Hajvalia, na próxima segunda-feira, pelas 16h00 em Portugal.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:23

 

img_FanaticaBig$2017_08_24_23_55_04_1305153.jpg

 

Massimiliano Allegri, treinador da Juventus, teve isto para dizer sobre o sorteio:

 

«Não me preocupa o grupo da Liga dos Campeões, o sorteio foi esse e agora temos que jogar com essas equipas. Só penso em somar pontos e passar o grupo. Serão jogos fascinantes com o Barcelona, mas a passagem dependerá das visitas a Atenas e a Lisboa. São duas equipas (Sporting e Olympiacos) que costumam estar na Liga dos Campeões e jogar na Grécia e em Portugal não será fácil».

 

A Juventus recebe o Sporting em 18 de Outubro e visita Alvalade em 31 de Outubro, na terceira e quarta jornadas do grupo D.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:22

 

img_FanaticaBig$2017_08_24_23_55_03_1305152.jpg

 

"Juventus, Olympiacos e Sporting Lisboa na fase de grupos da Liga dos Campeões 17/18", escreveu o Barcelona no seu Twitter, dando aos seus fãs conta do resultado do sorteio esta quinta-feira realizado.

 

Atento às redes sociais, o Sporting decidiu corrigir o clube catalão: "Hey Barcelona! Estamos em Lisboa, mas somos o Sporting Clube de Portugal. Vemo-nos em breve".

 

Entretanto, Ernesto Valverde, treinador do Barça, teve isto para dizer sobre o sorteio:

 

"É um grupo muito difícil, não o vamos negar. A Juventus é finalista da época passada, eliminara o Barcelona no ano anterior, tem muito argumentos ofensivos e defensivos. Quanto ao Sporting, era uma das equipas do pote 4 que não queríamos que nos calhasse, juntamente com o Leipzig".


Sporting e Barcelona defrontam-se primeiro em Alvalade, a 27 de Setembro, e depois em Camp Nou, a 5 de Dezembro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:21

 

img_FanaticaBig$2017_08_24_23_55_02_1305151.jpg

 

O campeão grego manteve os principais activos da época passada e reforçou-se com Emenike, Carcelo-González, Tachsidis e Odjida-Ofoe.

 

O Sporting visita a Grécia no dia 12 de Setembro e recebe a equipa grega em Alvalade em 22 de Novembro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:20

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo