Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

img_770x433$2014_07_30_13_01_00_890307.jpg

 

Carlos Dinis, ex-seleccionador nacional das camadas jovens, e do Sporting, comentou o clássico e deixou a observação sobre a entrada tardia de Daniel Podence, jogador que, na sua opinião, podia ter favorecido o Sporting:

 

"O FC Porto foi indiscutivelmente mais forte na primeira parte. Foi uma equipa mais compacta, teve muita atenção à primeira fase de construção, anulou o Bruno Fernandes e o Battaglia, obrigando o Sporting a construir pelas alas, conseguindo muita pressão sobre o portador da bola. Depois conseguiu circulação rápida e eficaz e chegou várias vezes à frente. O Sporting tinha mais dificuldade em ter a construção apoiada a que está habituado e ressentiu-se disso.

 

Essenciais, algumas mudanças estratégicas: William subiu e trocou com Battaglia, e procedeu-se à troca de extremos. Conseguiu ganhar mais bolas no meio-campo contrário e Gelson e Acuña deram mais profundidade com o jogo interior, apoiados com a subida dos laterais. Houve mais espaço, quer da parte do FC Porto, quer da parte do Sporting, que soube pressionar mais e melhor - foi assim, de resto, que criou a sua melhor oportunidade, pelo Bruno Fernandes.

 

O empate ajusta-se, apesar de o FC Porto ter tido mais oportunidades. Daniel Podence poderia ter agitado o jogo, nos minutos finais, se tivesse entrado mais cedo. Isso não aconteceu, entrou aos 90"... são decisões que se tomam".

 

Pouco ou nada que não se tenha já debatido aqui no Camarote Leonino. Se considerarmos que o banco do Sporting é supeito, ainda mais discutível se torna pelas opções de Jorge Jesus. No caso do clássico, tinha dois avançados no banco; o muito "triturado" Alan Ruiz e Daniel Podence, que fez entrar mesmo ao cair do pano.

 

Até admitirei que nós, treinadores de bancada, exageramos com as nossas críticas e conjecturas, mas há casos que estão bem à vista de quem quiser ver. Jorge Jesus, mais vezes não do que sim, não concorda com as nossas análises. Ou será que somos nós que não concordamos com as dele ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:26

E assim se jogou mais um clássico

Rui Gomes, em 02.10.17

 

VS84Y9PU.jpg

 

O primeiro clássico da época acabou empatado e há duas formas de o encarar: o FC Porto pode lamentar os dois pontos que deixou em Alvalade pelos 45 minutos atacantes, dominadores e rematadores que fez; o Sporting pode contentar-se por ser a primeira equipa a travar os dragões no campeonato pelo cansaço e falta de ritmo que foi acusando.

 

DECLARAÇÕES DE JORGE JESUS, em sinopse:

 

Resumo do jogo: "Na primeira parte, o FC Porto melhor. Na segunda parte, o Sporting melhor. Na primeira parte alguma dificuldade do Sporting em entrar na velocidade do FC Porto, acho que se notou que o jogo com o Barcelona deixou alguma fadiga. Mais tarde, as equipas ficaram niveladas em termos físico e o jogo passou a ser outro. Foi um excelente jogo, sem golos é verdade, mas ficou mostrado que até hoje o Sporting e o FC Porto são as melhores equipas".

 

O resultado: "Não é o resultado que queríamos, porque pretendíamos acabar esta jornada no primeiro lugar, mas hoje compreendo que alguns dos jogadores do Sporting não tivessem estado ao nível deles. E quando defrontas o FC Porto, que é uma equipa forte, e consegues equilibrar o jogo é sinónimo que estiveste bem. O Sporting esteve bem defensivamente, o FC Porto também. Até hoje são equipas a quem é difícil marcar golos".

 

Os adeptos: "O Sporting devia ser um caso de estudo, falando de adeptos. Tantos anos sem ganhar títulos de forma consecutiva e cada vez parece que há mais sportinguistas. Parabéns a eles".

 

Ser campeão, disse Sérgio Conceição: "Quando dizemos certeza, não é certeza absoluta. O que temos é convicção. O treinador do FC Porto tem convicção que será campeão, a mesma convicção do treinador do Sporting e, julgo, a mesma do treinador do Benfica".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:03

 

safe_image.jpg

 

Caso o Sporting vença o Arouca, fica a somar 57 pontos, que o colocará a 7 do FC Porto e a 8 do líder Benfica, com sete jogos por disputar no campeonato.

 

Com o 3.º lugar praticamente assegurado, não me parece realista o Sporting alimentar qualquer esperança de melhorar a sua posição, contudo, poderá ter uma palavra muito importante na luta pelo título, pela recepção ao Benfica no próximo dia 22.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:05

 

YP6MS1NM.jpg

Com oito anos de FC Porto e dois de Sporting no seu currículo, o antigo futebolista António Sousa, hoje com 59 anos, acredita num bom espectáculo, num jogo atraente no clássico de sábado, a contar para a 20.ª jornada da Liga NOS:

 

«A distância pontual encurtou-se, animando o clássico e o campeonato. Vai ser um clássico mais atraente. O FC Porto é o favorito, por estar à frente do Sporting e por jogar em casa, que é um factor extremamente importante nestes jogos.

 

As memórias de clássicos vividos dos dois lados da barricada continuam frescas. Estava consciente do que iria encontrar e de que iria ter um ambiente nefasto para mim quando tocasse na bola. Estava preparado e sabia o que ia acontecer. As assobiadelas que fui sentido foram um 'handicap' positivo; aquilo era, no fundo, uma homenagem que me estavam a fazer. Encarei as coisas dessa forma e procurei concentrar-me só no próprio jogo.

 

Nos clássicos a chama é outra, mas com o apito inicial são encarados e vividos como todos os outros os jogos. O FC Porto tem mais obrigação de vencer por jogar em casa e tem, obviamente, o alento normal de passar a liderar, momentaneamente, a prova ao ganhar este jogo. Tudo isto, são situações em que as equipas pensam.

 

Creio que que dificilmente um jogador fará sozinho a diferença, mesmo estando os dois melhores marcadores do campeonato em campo: Bas Dost (16 golos) e André Silva (12). Uma equipa é sempre o seu todo. Pode haver um ou outro jogador que pela sua qualidade individual possa desenhar uma coisa bonita e desequilibrar, mas o mais importante, sobretudo nestes jogos, é o colectivo, que está acima de tudo».

 

O jogo entre FC Porto, segundo classificado, com 44 pontos, e Sporting, provisoriamente terceiro, com 38, está marcado para este sábado, às 20:30, no Estádio do Dragão. Hugo Miguel foi nomeado para dirigir a partida.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:59

 

18553258_gsV7k.jpg

 

Perante a avalanche de críticas dos maus perdedores do Norte, a Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) sentiu a necessidade de vir a público comentar a arbitragem de Tiago Martins no 'clássico' de domingo, entre o Sporting e FC Porto.

 

Eis o que Luciano Gonçalves - presidente do organismo - teve para dizer:

 

«Não faz sentido, semana após semana, este tipo de críticas à arbitragem. Na nossa opinião, o Tiago Martins fez uma grande arbitragem no seu primeiro clássico.

 

A arbitragem deve estar orgulhosa pelo trabalho que o Tiago Martins realizou e que os árbitros têm realizado, no global, nestas primeiras três jornadas. A arbitragem tem estado a bom nível. É óbvio que os erros acontecem mas, ao contrário das críticas, estamos muito satisfeitos com os resultados. Queríamos não errar, claro mas, sabendo que os árbitros vão sempre errar, temos estado a gostar do seu desempenho.

 

Não é que os árbitros não possam ser alvo de críticas. A crítica faz parte. Colocar em causa a competência do árbitro faz parte do jogo. O árbitro também não queria errar e isso acontece. Agora, quando se levanta suspeições sobre as arbitragens e se coloca em causa a seriedade das pessoas, isso é inaceitável. Criticar, sim, porque faz parte, mas vamos com calma. Não há necessidade nenhuma deste tipo de crítica barata. Porque é apenas crítica barata».

 

Óbvia campanha do FC Porto para assegurar o benefício da dúvida numa próxima ocasião conveniente, mas, em abono da verdade, todos os clubes recorrem a estas lamentáveis tácticas quando não conseguem resolver as coisas a seu favor dentro das quatro linhas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:15

O mote do dia

Rui Gomes, em 30.04.16

 

13062254_10153443842051555_2323104031252975696_n.p

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:07

O "sistema" não perdoa...

Rui Gomes, em 08.01.16

 

hugomiguel2.jpg

 

Dois aspectos peculiares - ou talvez não - sobre a nota do árbitro Hugo Miguel no recém-clássico entre o Sporting e FC Porto: primeiro, recebeu nota negativa; segundo, esta chegou à rua sem demora e está a ser divulgada pela comunicação social.

 

64518b05-8126-4460-80e9-20fb467b7f59.jpg

O observador Fernando Mateus - nome para lembrar - da Associação de Futebol de Leiria, atribuiu nota negativa (2,7) a Hugo Miguel relativamente a um jogo em que não constam incidentes merecedores de relevo. Segundo o relatório, a punição ao árbitro assenta-se na capítulo disciplinar, nomeadamente pela não expulsão de Maxi Pereira por agressão a Naldo, já no período de descontos.

 

É bem verdade que Hugo Miguel errou ao não punir o defesa do FC Porto neste lance, mas parece-me muito pouco, nas circunstâncias, para justificar uma nota tão baixa, numa escala de 1 a 5. Um cínico diria que existem outras intenções - obscuras, porventura - nesta punição.

 

Igualmente peculiar é o facto de nada constar na praça pública sobre a nota de Carlos Xistra, no jogo entre o V. Guimarães e Benfica, no qual consta ter havido um bom número de decisões polémicas e, no final da partida, a já conhecida confrontação entre Xistra e o treinador vimaranense Sérgio Conceição.

 

Mais um exemplo do "sistema" no seu "melhor" que, decerto, dará ensejo a mais uns gritos de Bruno de Carvalho, com o usual nulo efeito.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:56

 

wdiag.jpgimg_467x599$2016_01_02_01_41_28_1045711.jpg4138_faca47082571df037456278765385512.png

 

-  Jorge Jesus  -

 

«São duas grandes equipas, com valor muito semelhante, que vivem a pressão de um clássico. Nestes jogos não há favoritos.»

 

«Justiça na liderança do FC Porto ? Só foram mais fortes uma jornada que o Sporting.»

 

«Quando íamos à frente do campeonato, dizia que queríamos manter a posição. Agora, dizemos que queremos correr para essa posição. É melhor estar à frente que atrás.»

 

«Os jogos não são iguais, são adversários diferentes e aquilo que é importante é que o Sporting tenha qualidade. São duas equipas completamente diferentes uma da outra, com ideias diferentes. Não há comparação (com Benfica). A única comparação é que são duas grandes equipas e que amanhã queremos vencer.»

 

-  Julen Lopetegui  -

 

«Estamos nesta jornada [15ª] e vamos como primeiros classificados. Vamos com vontade. Não vai ser fácil. É difícil que o Sporting perca três jogos importantes de forma consecutiva. Não é decisivo nesta altura mas creio que será mais decisivo para quem está atrás. Vamos para lá com vontade de ganhar e queremos ser protagonistas no terreno de uma boa equipa como é o Sporting.»

 

«Estamos no primeiro lugar e com vontade de ganhar os três pontos. Não vai ser fácil. É difícil que o Sporting perca três jogos importantes seguidos.»

 

«Depende se vais alinhar com quatro ou três médios. A decisão será tomada amanhã (hoje). Logo se verá o que é melhor para a equipa.»

 

«Os problemas com Jorge Jesus estão sanados; ano novo vida nova.»

 

 

Os "mind games" dos técnicos, especialmente em jogos de maior importância entre rivais, já é de esperar e faz parte do quotidiano futebolista. O que se apresenta como um autêntico exagero é a ênfase da media nestas duas pessoas e muito menos - pouco até - naqueles que vão estar no relvado e que, em última análise, vão decidir o desafio. 

 

Não duvido que esta disposição das coisas agrada aos treinadores, dado que poucos são aqueles cujo ego é de menor dimensão, mas faz-me lembrar do que alguém disse, algures, que o futebol até é um desporto muito simples, complicado ao longo dos anos pelos... treinadores.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:53

Quem tem os jogadores mais cansados ?

Rui Gomes, em 02.01.16

 

600_gif.jpg

 

Sem grandes surpresas, os jogadores do Sporting chegam ao clássico do próximo sábado com bem mais minutos nas pernas do que os jogadores do FC Porto.

Diz-se que é sem surpresas porque o Sporting já foi obrigado a fazer mais três jogos do que o FC Porto, falando-se aqui da Supertaça Cândido de Oliveira e da pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

No entanto, e mesmo apesar disso, não deixa de ser digno de nota que os seis jogadores mais utilizados até agora - desde o início da competição oficial (os jogos de pré-época não contam) - sejam todos do Sporting: sobretudo porque Layún já somava três jogos da Liga Inglesa e um da Taça da Liga Inglesa quando chegou ao FC Porto.

Ora desta forma, o jogador com mais minutos é Rui Patrício, o que também é normal: os guarda-redes raramente são substituídos e poucas vezes são poupados.

O primeiro jogador de campo com mais minutos é Slimani, sendo que nesta contabilidade entram os jogos feitos pelo Sporting e pelas respectivas selecções. Em cinco meses, o argelino fez mais de dois mil minutos. Um total de mais de 33 horas a jogar futebol.

Segue-se Bryan Ruiz, Paulo Oliveira, Adrien Silva e João Mário: quatro jogadores, tal como Slimani, dos quais Jorge Jesus raramente abdica.

No FC Porto, por outro lado, os mais utilizados são Miguel Layún, como já se disse, seguido de Casillas, Danilo Pereira, Maxi Pereira e Aboubakar. 

No entanto, e se os jogos das selecções não fossem contabilizados, o terceiro mais utilizado seria Marcano, num sinal de que o central espanhol também raramente é poupado por Lopetegui. 

 

 

/Artigo de Sérgio Pereira do MaisFutebol/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:52

Alvalade esgotado para o clássico

Rui Gomes, em 01.01.16

 

18553248_UQfsM.jpg

 

O Estádio de Alvalade está praticamente esgotado para o clássico da próxima jornada com o F.C. Porto. Pela manhã desta quinta-feira, faltavam apenas vender 800 bilhetes.

 

Segundo consta, além dos 32 mil bilhetes de época, dos camarotes e dos compromissos com os patrocinadores, sobraram pouco mais de dez mil bilhetes que não chegaram para a procura.

 

Durante a semana, o FC Porto queixou-se à Liga por insuficiência de bilhetes. Pinto da Costa teve isto para dizer:

 

«Não estamos de acordo porque pensamos que o regulamento, que diz que o visitante pode requisitar até 30% dos bilhetes, não foi cumprido e, sobretudo, alertamos para a irresponsabilidade de que é mandar os bilhetes para diversos sectores e há um contra-senso e incoerência, porque em Braga a claque não foi autorizada para o sector de cima por medidas de segurança e agora o Sporting mandou para a claque 893 bilhetes para o topo superior. Quer dizer que isto para nós, e para quem dirigiu a segurança em Braga, é absolutamente absurdo, mas naturalmente que não nos cabe qualquer responsabilidade, mas ao Sporting. Foi cumprido o requisito de envio de cinco convites para o camarote, porque é obrigatório, mas eu estou convocado para o banco.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:14

O que dizem eles

Rui Gomes, em 01.01.16

 

romeu_silva1936162e_base.jpg

 

O clássico a ser disputado no estádio José Alvalade, entre o Sporting e FC Porto, está à porta, e opiniões não faltam sobre o estado das equipas neste momento e o eventual resultado.

 

Romeu Silva, de 61 anos, que representou o FC Porto entre 1979 e 1983, ano em que se transferiu para o Sporting onde jogou até 1986, teve isto para dizer:

 

«Quem joga em casa é sempre favorito. Além desse factor, o Sporting tem o melhor treinador a trabalhar em Portugal e está num momento positivo. A equipa tem ideias e princípios de jogo bem definidos. É a equipa que melhor joga em Portugal, sem perder de vista que o FC Porto tem um excelente plantel e jogadores de apurado recorte técnico. Independentemente do treinador poder não ter ideias, unem-se nestes jogos e podem formar um conjunto capaz de alcançar resultados inesperados.

 

A derrota do FC Porto em casa frente ao Marítimo para a Taça da Liga, pode acarretar despesas mas são jogos distintos na forma como se prepararam. Os treinadores assumiram desde o início que a Liga é a prioridade e as equipas encararão o jogo com maior concentração, entreajuda e disponibilidade que tornarão as equipas mais competentes.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:13

Quando se ganha, a "música" é outra

Rui Gomes, em 03.03.15

 

pinto_da_costa.jpg

 

A bem dizer, a postura à conveniência do momento, do presidente do clube do Norte, não é novidade alguma. Aliás, temos visto mais e muito pior ao longo dos anos, mas não deixa de ser curioso as diferenças de opinião sobre o mesmo árbitro, de há uns meses a esta parte.

 

A apreciação de Jorge Nuno Pinto da Costa sobre a actuação Artur Soares Dias no "clássico" de domingo passado: 

 

«Gosto do estilo de Soares Dias e apesar de ter registado erros flagrantes contra o FC Porto, tem todas as condições para ser um árbitro de topo europeu. Tem conhecimento, presença e sabe o que é a arbitragem, até porque o seu pai foi um mestre. O Sporting, de certeza, não terá lata de dizer que a arbitragem o prejudicou em qualquer lance.»

 

Uma "música" muito diferente, em Janeiro de 2014, depois da derrota por 2-0, frente ao Benfica:

 

«Os erros de Artur Soares Dias não aconteceram por desonestidade do próprio, mas o juiz da Associação de Futebol do Porto tem de deixar a arbitragem ou pedir escusa dos jogos do FC Porto.»

 

Sobre a vitória da sua equipa e a performance do Sporting:

 

«Desde o início do campeonato que considerei que o título ia ser discutido entre o FC Porto e Benfica. Não contava, talvez, com tantos factos alheios, mas penso que o Sporting está fora desde a primeira jornada. O Sporting, que na quinta-feira tinha mostrado que é uma grande equipa, foi transformado num equipa vulgar. Vulgarizado não porque não tenha valor, mas pela forma como nós jogámos, pressionámos e marcámos. Marco Silva vai ser um treinador de grande prestígio no futebol português.»

 

Pois é... quando se ganha, a "música" é sempre outra.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:13

Prognósticos... aceitam-se !

Rui Gomes, em 01.03.15

 

54edfd57dc6f3.jpg

 

Tem um palpite sobre o "clássico" ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:16

 

marceloliga.jpg

 

Prova evidente que há mais portugueses em campo pelo Real Madrid, do que no chamado clássico de domingo, entre o FC Porto e Benfica, que fica na história precisamente por esta razão. Tal o estado do futebol "português" !

 

FC PORTO

 

Fabiano Freitas, Danilo, Martins Indi, Marcano, Alex Sandro, Óliver, Casemiro, Herrera, Tello, Jackson Martinez e Brahimi.

 

BENFICA

 

Júlio César, Maxi Pereira, Luisão, Jardel, André Almeida, Samaris, Salvio, Enzo Peréz, Gaitán, Lima e Talisca.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:42

 

img_caderno_122.png

 

Desnecessário será dizer que a prioridade para o Sporting é vencer os seus jogos. Com 13 pontos perdidos até este ponto do campeonato - 5 empates e 1 derrota - a margem para erro é mínima.

 

No início do dia, a tabela classificativa tem o Benfica a liderar, com 31 pontos, seguido pelo FC Porto, com 28, V. Guimarães, com 27, SC Braga, com 25 (com mais um jogo) e o Sporting com 23.

 

Quando o Sporting entrar em campo para defrontar o Moreirense, já saberá o resultado do V. Guimarães - Rio Ave, e assumindo que vencerá o seu jogo, a classificação apresentará outra disposição quando o "clássico" do Dragão começar. Qual é, então, o resultado que mais interessa ao Sporting ?

 

a) A vitória do FC Porto, que reduzirá a diferença entre o Sporting e o Benfica para 5 pontos;

 

b) A vitória do Benfica, que manterá a actual diferença de 8 pontos mas que deixará o Sporting apenas a 2 pontos do FC Porto;

 

c) O empate, que permitirá a recuperação de 2 pontos aos dois primeiros classificados, deixando o Sporting a 6 pontos do Benfica e a 3 do FC Porto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:11

Hoje há clássico !!!

Rui Gomes, em 18.10.14

 

record.jpgojogo.jpg

 

"Não é o Sporting que se orgulha do nosso valor. Nós é que nos

 devemos sentir honrados por ter esta camisola vestida." 

 

-    Francisco Stromp     -

 

FORÇA SPORTING !!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:41

Concorda com estas opiniões ?

Rui Gomes, em 27.09.14

 

 

1 - "Lopetgul tinha um banco para melhorar a equipa. Marco tinha um banco para a piorar".

 

2 -"Carrillo foi um verdadeiro terror e deixou os defesas do FC Porto de cabeça à roda. Saiu os 65 minutos - tinha de estar muito cansado, não, Marco ? - e a equipa não foi mais a mesma."

 

3 -"Marco Silva tem um problema difícil de resolver. Este Sporting é generoso, tem uma alma de grandeza enorme, mas a equipa é manifestamente desequilibrada. A equipa sente que não se pode fiar muito na sua defesa e isso condiciona o conjunto, tornando-o menos convicto."

 

4 - "O Sporting começou com 6 craques da formação, meteu Mané na 2.ª parte e ainda havia Quaresma. Um sinal de que o futuro deve passar por aqui. Sem dinheiro mais vale recorrer à prata trabalhada em casa. Com um central de qualidade há legitimidade para sonhar".

 

5 - "Toda a gente reconhece que é necessário mexer na estrutura defensiva do Sporting, designadamente nos centrais. Toda a gente... menos a estrutura leonina."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:16

Colisão pelo segundo lugar

Rui Gomes, em 16.03.14
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Escrever direito por linhas tortas...

Rui Gomes, em 12.03.14

 

... Palavras do antigo árbitro José Leirós que já tinha comentado a nomeação de Olegário Benquerença para o clássico de domingo, em detrimento de Pedro Proença, situação que foi agora "rectificada" pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol. Leirós interpreta a troca como uma "óptima notícia", sublinhando que "houve coragem de corrigir uma nomeação que não era a mais correcta porque Pedro Proença é o melhor do mundo e deveria arbitrar este jogo".

  

Na opinião de José Leirós, o Conselho de Arbitragem "precipitou-se ao nomear Olegário. O normal é perguntar-se se o árbitro está em condições. Se tem algum problema físico ou familiar. Mas não vamos colocar nada em causa. Apenas dizer que foi uma escolha precipitada que levou o Conselho Nacional de Arbitragem a escrever direito por linhas tortas". 

 

É para mim óbvio que o antigo árbitro também não acredita na indisponibilidade física de Benquerença, optando, no entanto, por dar destaque à decisão que foi agora feita, evitando conjecturas sobre as razões da escolha original. Essa disposição é precisamente a parte mais fascinante de tudo isto: o raciocínio de Vítor Pereira e de quem com ele toma decisões deste cariz sobre a primeira nomeação e a subsequente reflexão que levou à troca de juízes, "segredo" que decerto ficará preservado nos corredores do poder da FPF. 

 

José Leirós terminou declarando que Pedro Proença "é o árbitro indicado. Os dois clubes já não irão preocupar-se com o árbitro. Apenas em jogar futebol." Bem... cá estaremos no domingo, sensivelmente às 21h15, para analisar o trabalho do juiz de Lisboa e a influência que teve no jogo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:50

"Clássico" em imagens

Rui Gomes, em 30.12.13

 

 

Leonardo Jardim: "Reduzimos o FC Porto"

 

Adrien: "Faltou o golo"

 

Cédric: "Estivemos sempre à procura do golo"

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:06

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo