Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"Já lideram, sim, mas na dívida"

Rui Gomes, em 13.07.17

 

Nuno Saraiva, mesmo da Suíça, comentou de forma irónica as palavras de Domingos Soares Oliveira - administrador do Benfica - pela sua afirmação que os encarnados querem ser "o melhor clube mundial em ciência desportiva":

 

naom_5810c65f39715.jpg

 

«Pela primeira vez tenho que dar razão a Domingos Soares Oliveira, não deixando de notar que a modéstia lhe assenta bem. O CEO do Benfica veio dizer que quer ser 'líder mundial em ciência desportiva'. Talvez por distracção tenha ignorado que já o é. O Benfica já lidera na área financeira, uma vez que, de acordo com relatório publicado pela UEFA em Janeiro deste ano, o clube que gere detém a medalha da segunda maior dívida da Europa ao nível dos clubes de futebol e, assim, uma das maiores do mundo.

 

E é também uma referência internacional, não se fala aliás de outra coisa por mais que a humildade lhe imponha que fuja ao assunto, em matéria de vouchers, e-mails, SMS's, bruxarias e outras acções obscuras nos corredores do futebol. Permita-me, usando também da minha modéstia e humilde opinião, que ouse dar-lhe um conselho: bom, mas mesmo bom, era que quisessem e fossem um dia capazes de liderar no que às boas prácticas, da ética e da deontologia, diz respeito!».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:26

 

11159991_420477324798953_8782978905106115339_n.jpg

 

... Ou porque há informações relevantes que não são reveladas, ou porque são apenas parcialmente reveladas, ou ainda, porque são reveladas com acentuada ambiguidade, já para não dizer pior.

 

Veio-se agora a "saber", segundo o que a Sporting SAD comunicou à CMVM através do Relatório e Contas semestral, que o montante que se encontra congelado pela UEFA é na ordem dos 18 milhões de euros, referente aos prémios desta época e da anterior.

Em concreto, são 18,2 milhões de euros retidos pelo organismo máximo do futebol europeu, contra os 14,2 milhões entretanto provisionados para fazer face a um eventual pagamento. Eventual porque, neste momento, o Sporting aguarda ainda uma decisão das instâncias nacionais, "situação esta que é considerada como relevante do ponto de vista jurídico."

Ainda que a Sporting SAD "tem reunidas todas as condições para, quando necessário, liquidar essa responsabilidade que por sua vez está devidamente provisionada nas Demonstrações Financeiras, pelo que não afectará a sua rentabilidade operacional futura".

 

A grande novidade - pelo menos para mim, que tenho acompanhado este processo com muita atenção desde o primeiro dia - é que contrário ao que sempre constou, não são só os prémios desta época que estão retidos pela UEFA, são também os da época passada.

 

Para verificar a veracidade desta disposição - algo que ainda não fizemos, mas temos toda a intenção de fazer - teremos de averiguar o valor total dos prémios de 2015/16 e, ainda, a data em que a UEFA emitiu a ordem de retenção da verba, por solicitação da Doyen Sports.

 

Ainda que o total da dívida é de 14,2 milhões de euros, quando se pensava que era 15,6 milhões. De qualquer modo, há ainda o acréscimo de custas e juros de mora de 0,5% mensalmente.

 

O terceiro ponto não verdadeiramente explicado, é que decisão é esperada das instâncias jurídicas nacionais, depois do juízo do Supremo Tribunal Federal da Suíça. Isto, no que é relevante ao pagamento da dívida, disposição que não pode ser revisitada por nenhuma instância jurídica.

 

O último parágrafo refere a mais da usual conversa demagógica, em que há condições para pagar mas que ainda não se pagou. Decerto porque o Sporting tem muito prazer em pagar juros de mora, além do impacte negativo na sua imagem.

 

É absolutamente exasperante lidar com um presidente deste baixo calibre, que, depois, ousa passar uma boa parte dos seus dias a disparar em todas as direcções do seu escritório no Facebook.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:18

 

untitled.png

 

Segundo o portal inglês West London Sport, o Sporting está a negociar com o Fulham o pagamento da dívida que ainda existe pela transferência de Bryan Ruiz na época passada. Salvo erro, o jogador costa-riquenho custou 1,2 milhões de euros, mais uma comissão de 120 mil euros.

 

O Sporting terá proposto a cedência de Wallyson por uma época, como forma de pagar esse montante, embora não indique quanto está ainda por liquidar.

 

Além de Wallyson, terão sido propostos  vários outros nomes, casos de Ewerton, Paulo Oliveira, Jefferson, Carlos Mané, Esgaio, Alberto Aquilani, Iuri Medeiros e Matheus Pereira.

 _________________________________________________

 

Muitas horas depois de sair esta notícia (este post também já estava preparado desde ontem), o Sporting emitiu um comunicado a confirmar a dívida com o Fulham de 200 mil euros, relativamente a Bryan Ruiz, mas a negar que tenha proposto o empréstimo de Wallyson como forma de pagamento:

 

Comunicado Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD

 

Em razão de notícias hoje publicadas, a Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD entende esclarecer o seguinte:

 

1 - A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD tem para com o Fulham uma dívida de 200 mil euros contraída aquando da aquisição do jogador Bryan Ruiz, como resulta da informação financeira prestado oficialmente pelo Clube.

 

2 - Em nenhum momento, a Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD propôs o empréstimo do jogador Wallyson como forma de resolução desta mesma dívida que será liquidada em tempo útil.

 

3 - As decisões sobre empréstimos ou alienações de activos são da exclusiva responsabilidade da Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD, não sendo estas decisões tomadas nas páginas dos jornais. Repudiam-se por isso todo o tipo de notícias em que se elaborem listas de jogadores e que visam desestabilizar o plantel profissional que é, reconhecidamente, de grande valor.

 

Tudo bem, aceita-se perfeitamente o esclarecimento do Sporting, mas ficamos a pensar... uma dívida de 200 mil euros relacionada com a compra de um jogador no ano passado ?... E andamos no mercado supostamente à procura de um ponta de lança que poderá custar milhões ?

 

Ainda bem que "não precisamos de vender" !!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:49

Escritos à conveniência

Rui Gomes, em 07.03.13

 

Gosto de ler os escritos de Pedro Santos Guerreiro e respeito a sua leitura do estado das coisas, sem sempre concordar. Por vezes, tem algumas dificuldades em disfarçar as suas simpatias pelo clube de Carnide, a exemplo deste parágrafo de um recém-texto seu no Record:

 

«É difícil perceber porque emprestaram tanto dinheiro a clubes que ficariam falidos. Mas assim foi, o que demonstra também incompetência desses bancos. Há muitos casos perdidos, sendo o maior deles o Sporting. Por isso se fala muito de reestruturação da dívida, que é uma forma educada de dizer «perdão». E por isso Luís Filipe Vieira saiu a terreno dizendo que se o Sporting tiver perdão de dívida, o Benfica também o quer. Vieira é esperto que nem um alho e, para mais tem razão.»

 

Para uma pessoa culta e inteligente, simplifica uma situação que é tudo menos simples e por muito que ele pretenda ignorar, tem ramificações na sociedade portuguesa, não só no futebol. Só se é mais um daqueles que numa palavra diz que o Sporting faz falta ao futebol português e, por outra, é apologista de o deixar cair no abismo. Mas, além destes pareceres subjectivos, Pedro Santos Guerreiro deveria tomar nota dos seguintes números, que foram ligeiramente alterados pelo recém-relatório e contas, mas que eram válidos perto do final do ano:

 

- Empréstimos (bancos e obrigacionistas)

 

* SLB: 157 milhões de euros

   FCP:   98 milhões de euros

   SCP;   95 milhões de euros

 

*** Não inclui o empréstimo obrigacionista do Benfica de 80 milhões de euros a decorrer.

 

- Passivos SAD

 

  * SLB: 403,7 milhões de euros

     SCP: 230,6 milhões de euros

     FCP: 202 milhões de euros

 

Depois ainda temos os activos, em que o Benfica e o FC Porto estão melhor posicionados do que o Sporting. Mas o ponto fulcral do argumento é que muito de tudo isto é assente em aparências e percepções. Se o Sporting é verdadeiramente «o maior caso perdido», desafio o autor a explicar os números do seu clube, salvo a sua actual competitividade desportiva que, mesmo sem ganhar nada, é superior à do Sporting. E, aí, reside a essência da ilusão.

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:27

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds