Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

benfica-sporting.png

  

O «derby» entre o Sporting e o Benfica, que ocorreu no passado sábado, rendeu cerca de 18 mil euros em multas, de acordo com o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

 

Deste total de multas para os clubes em causa, 9.372 euros foram para o Sporting e 8.569 para o Benfica. A maior porção das multas deve-se ao uso de material pirotécnico e pelos cânticos ofensivos.

 

O clubes pagam e para a próxima volta a acontecer o mesmo ou até pior.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:28

Livres à lá Lindelof

Rui Gomes, em 26.04.17

 

 

Isto a título de mera curiosidade uma vez que nada vai alterar o resultado do jogo. Lindelof ajeitou a bola nada menos do que 6 vezes - repito 6 vezes - antes de marcar o livre !

 

Um ligeiro exagero, nada mais, no seu primeiro golo da época.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:04

 

SporBenfica.jpg

 

Foi um «derby», com o respectivo leque de paixões, mas não foi um jogo de futebol de "encher o olho", muito pelas preocupações defensivas das duas equipas que tiveram o efeito de limitar os espaços e impedir um maior espectáculo ofensivo.

 

O Sporting até entrou muito bem no jogo, a exercer muita pressão no Benfica, surge a grande penalidade e o golo, e daí em diante quase não se viu no último terço do terreno, em termos de ameaçar a baliza "encarnada". O Benfica reagiu, muito naturalmente, numa tentativa de recuperar o marcador e apesar de alguns lances com algum perigo, também não deslumbrou ofensivamente.

 

No início do segundo período viu-se um Sporting mais agressivo mas foi sol de pouca dura. O Benfica acabaria por empatar a partida num lance de bola parada, em que Rui Patrício não teve hipótese alguma.

 

Ninguém foi verdadeiramente brilhante esta noite em Alvalade, embora alguns jogadores tenham feito um bom trabalho ao longo dos noventa minutos. Gostei particularmente de Alan Ruiz, que apesar de não ter ameaçado a baliza adversária trabalhou muito e quase sempre bem. Dá fortes indicações de estar integrado na equipa e movimenta-se bem nas costas de Bas Dost.

 

Não valerá a pena falar dos laterais, especialmente de Jefferson, mas Coates e Paulo Oliveira - a única surpresa no onze inicial de Jorge Jesus - estiveram em muito bom nível e não deram espaço a Mitroglou e companhia.

 

O empare nada alterou no que diz respeito ao Sporting, mas é favorável ao Benfica por lhe permitir manter a liderança.

 

P.S.: O penálti contra o Benfica, foi o primeiro desta época na I Liga.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:46

Lotação esgotada em Alvalade

Rui Gomes, em 22.04.17

 

O Sporting informou esta sexta-feira que o «derby» tem "lotação esgotada" em Alvalade. Na quinta-feira, o Benfica também tinha informado que os bilhetes a que o clube teve direito para o embate deste sábado foram todos vendidos.

 

image.jpg

 

Na qualidade de visitante, de acordo com os regulamentos, o Benfica teve direito a cinco por cento da capacidade do Estádio de Alvalade (50.095 espetadores), um número a rondar os 2 500 bilhetes.

 

Esta época, na fase de grupos da Liga dos Campeões, o Estádio de Alvalade bateu o recorde de assistências na recepção aos espanhóis do Real Madrid, com 50 046 espectadores. Diante do rival Benfica, na última temporada, Alvalade teve 49 393 espetadores, num encontro então decisivo na luta pelo título e que as 'águias' venceram por 1-0.

 

O «derby», que será arbitrado por Artur Soares Dias, da Associação do Porto, acontece a cinco jornadas do final, com o Benfica na liderança da I Liga, com 71 pontos, seguido de FC Porto, com 68, e Sporting, com 63.

 

O Sporting refere ainda que as portas do Estádio abrem às 18.30, duas horas antes do início do confronto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:27

"Sporting vale mais enquanto equipa"

Rui Gomes, em 18.04.17

 

Considerações de António Pacheco - jogador que durante a sua carreira representou os dois grandes rivais de Lisboa - sobre o «derby»:

 

antoniopacheco1.jpg

 

«Creio que o Sporting vale mais enquanto equipa, pois joga sempre com os mesmos. O Benfica, este ano, tem tido esta situação um pouco ´sui generis´ de ter que alterar as equipas jogo após jogo. Foi um ano atípico devido ao número de lesões e recaídas. O Benfica está um pouco mais dependente das individualidades.

 

O jogo nunca poderá ser decisivo porque se o Benfica perder, mantém-se a dúvida. Se ganhar, ainda não consegue ser campeão. Ainda há mais quatro jogos e todos eles bastante difíceis. Podemos é colocar este jogo num lote de cinco, que serão todos eles decisivos.

 

Rafa é um jogador que transporta a bola com facilidade em grande velocidade mas tem um défice bastante grande, que tem a ver com a finalização, a decisão. É um pouco precipitado. Aquela lucidez que tem na criação da jogada, não consegue a ter na fase final da mesma. Até se pergunta, tanta trabalho para terminar num lance banal.

 

O Adrien está com um ritmo inferior ao Pizzi, visto que está a regressar agora à equipa do Sporting. Mas estes são jogos diferentes de todos os outros. Quando esperamos muito de uns jogadores, não aparecem. E quando não esperamos nada de outros, são esses que acabam por decidir tudo.

 

O treinador do Sporting já experimentou tudo e todos naquela posição (lateral esquerdo) e, neste momento, nem ele próprio saberá quem vai jogar contra o Benfica. Acredito que, mesmo que o Marvin estivesse disponível, o Jorge Jesus teria dúvidas».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:57

 

Ainda faltam duas jornadas para o Sporting encerrar a fase regular do campeonato de futsal, mas já ninguém vai conseguir tirar a equipa leonina do primeiro lugar. O Sporting precisava apenas de um ponto e conseguiu-o na Luz, no «derby» com o Benfica que terminou empatado a um golo.

 

img_770x433$2017_04_15_16_27_00_1251836.jpg

 

Este «derby», em fim-de-semana de Páscoa, foi menos emotivo que o costume. Num pavilhão a meio gás, as equipas jogaram com menos pressão que o habitual, mas não baixaram o ritmo de jogo e os guarda-redes estiveram muito em jogo.

 

O Sporting chegou à vantagem ainda na primeira parte, por Varela, mas Bruno Coelho empatou logo à saída dos balneários, fazendo o 1-1 que se manteve até ao apito final.

 

Com 66 pontos, o Sporting segue com 10 de vantagem sobre o Benfica, que tem menos um jogo, mas com três para jogar, pode apenas somar nove pontos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:15

O «derby» vai definir o título ?

Rui Gomes, em 15.04.17

 

«Não acho que o campeonato se vá decidir no Sporting-Benfica. Os resultados a seguir é que sim, mas como é óbvio não adivinho resultados. Aquele que partir para a jornada seguinte em primeiro, depois do dérbi, é que vai ter mais hipótese de ser campeão, mas quem ganha não sei.

 

jj_scp.jpg

 

O Sporting está a atravessar um bom período, mas quando se joga um clássico ou um dérbi isso não é muito importante (...) No dérbi queremos demonstrar o nosso valor e manter a rivalidade sã. Queremos ganhar ao Benfica independentemente do que acontecer depois».

 

___________________________________________

 

«Eu disse aqui, ainda há quinze dias, que há uma maxima que é, nunca sabemos qual o jogo que que define um campeonato. Isso de jogos decisivos, sabemos que nunca se pode encontrar um padrão. Estamos preparados para tudo, para todos os jogos. Agora é descansar, analisar este jogo, passar uma boa Páscoa com a nossa família. E depois estamos cá. Mas sabemos que há muito trabalho pela frente.

 

img_817x460$2017_04_07_18_34_05_306885.jpg

 

"Não contem comigo para adivinhar sobre quais sõo os jogos que definem o campeonato. Nós nunca podemos dizer que há jogos iguais. Às vezes ganham-se campeonatos onde menos se espera e perdem-se campeonatos onde menos se espera. Nós fizemos o nosso trabalho, agora que as outras equipas façam o trabalho delas. Só há um caminho para mim, que é pensar jogo a jogo e e assim que vamos continuar».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:42

 

 

Consta ter sido um grande jogo de hóquei em patins entre os eternos rivais de Lisboa, mas não sem polémica da arbitragem, a exemplo deste lance que apresentamos aqui no vídeo, em que o jogador do Benfica leva as mãos à cara e vai ao chão sem ninguém lhe tocar, com o árbitro a marcar livre directo e a mostrar o cartão azul ao guarda-redes Girão.

 

O Sporting chegou a estar a vencer por 2-0, mas acabou derrotado por 5-4, no jogo realizado no Pavilhão da Luz a contar para a 13.ª jornada do Campeonato Nacional. Sérgio Miras, Daniel Oliveira, Tuco e Pedro Gil apontaram os golos leoninos.


Com este triunfo a encerrar a primeira volta da prova, o Benfica mantém a liderança, com 36 pontos. O Sporting está no 4.º lugar, com 28.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:34

Sporting vence Benfica em juniores

Rui Gomes, em 19.01.17

 

15698057_1168601999860649_1041176733187191896_n.jp

 

O Sporting venceu, esta quarta-feira, o Benfica, por 1-0, em partida que estava em atraso da 21ª jornada do campeonato nacional de juniores.

 

Jovane fez o único golo da partida. Mesmo reduzido a nove unidades, depois das expulsões de Miguel Lopes e Thierry Correia, os jovens leões conseguiram segurar a vantagem.

 

O Sporting lidera agora com 14 pontos de avanço sobre o Benfica.

 

Esta foi a penúltima jornada da primeira fase do Campeonato Nacional, sendo que já não existem quaisquer dúvidas quanto à equipa que irá terminar com o estatuto de líder. O Sporting tem 20 vitórias e um empate nas 21 partidas realizadas, ficando apenas a um triunfo de ultrapassar o melhor registo de sempre (19 vitórias e 3 empates) da história dos juniores leoninos. Para tal, terá de vencer a Naval fora de portas no próximo sábado. 
 
Classificação: 
 
SPORTING - 61 pontos
Benfica - 47 pontos
Académica - 38 pontos 
Belenenses - 36 pontos
U. Leiria - 34 pontos
Naval - 28 pontos 
V. Setúbal - 26 pontos
Sacavenense - 20 pontos 
Nacional - 19 pontos
Estoril - 19 pontos 
Loures - 18 pontos 
Oeiras - 8 pontos
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:43

Sendo assim, ficamos esclarecidos

Rui Gomes, em 18.12.16

 

img_770x433$2016_12_17_23_36_43_1198247.jpg

 

Segundo as reportagens noticiosas deste sábado, Jorge Sousa teve uma nota bastante positiva pela performance no «derby», tendo sido classificado com 8,6 valores, numa escala de 0 a 10. com os seus assistentes a receberem 8,5 de nota.

 

Recorde-se que o árbitro da Associação de Futebol do Porto foi bastante criticado pelo Sporting, que contestou a existência de duas grandes penalidades não assinaladas, por faltas de Pizzi e Nélson Semedo.

 

Não com pouca ironia, nota-se que não houve semelhante dificuldade por parte do árbitro Bruno Paixão, este sábado, ao assinalar uma grande penalidade no embate entre o Benfica e o Estoril, que resultou no único golo da partida a favorecer os 'encarnados'.

 

O meu primeiro instinto foi de escrever "dois pesos e duas medidas", mas acabei por chegar à conclusão que seria injusto, uma vez que o problema real recai sobre a fiabilidade do "olhómetro".

 

20129360_1J1cI.jpg

 

Alguém disse a semana passada - não me lembro quem - que já tinha sido decidido dar o campeonato ao Benfica. Não acredito. É impensável que isso possa acontecer no futebol português !?!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:39

Jorge Sousa com nota positiva ?

Rui Gomes, em 15.12.16

 

image.jpg

 

Muito embora a avaliação à exibição no «derby» do árbitro portuense Jorge Sousa só seja revelada na sexta-feira, depois de ser oficializada pela Comissão de Análise e Recurso, já está a ser noticiado que o observador Carlos Silva Coelho atribuiu-lhe nota positiva.

 

Sendo verdade, isto significa que o observador entendeu que o árbitro tomou as decisões correctas ao não conceder grandes penalidades ao Sporting nos lances das "alegadas" mãos na bola de Pizzi e Nélson Semedo.

 

De acordo com as regras oficiais de procedimento, Carlos Silva Coelho terá enviado o seu relatório para a Secção de Classificações para então ser avaliado pela Comissão de Análise e Recurso. Após a respectiva formalização, o árbitro poderá aceitar a nota ou recorrer para a Comissão de Análise e Validação.

 

Uma das considerações que o Sporting deixou no ar relativamente a Jorge Sousa refere a sua suposta lesão da época passada depois de ter sido alvo de notas negativas, com a aparente insinuação que a lesão terá evitado a sua despromoção:

«Será que o árbitro Jorge Sousa vai ter a infelicidade de novamente ficar lesionado como aconteceu quando foi severamente castigado nas notas, na altura em que supostamente errou contra outras equipas?».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:04

 

OriginalSize$2016_12_12_22_04_59_1196496.jpg

 

... E promete ainda dar muito que falar, especialmente quando se verifica que mesmo entre ex-árbitros não há unanimidade. Algo que, na realidade, não surpreende, minimamente. Quase todos eles têm registo de polémicas tão más ou piores nas suas carreiras e alguns, de momento, têm agendas muito próprias.

 

Sobretudo, nunca saberemos como eles teriam agido caso tivessem dirigido o jogo de domingo. Por conseguinte, dão a sua opinião como meros adeptos a assistir à partida na televisão, exactamente como nós.

 

A verdade nua e crua é que não há e nunca haverá unanimidade nestes casos. Cada um vê somente o que quer ver, a vasta maioria puxando "a brasa à sua sardinha". Mas o jogo já foi realizado, o Benfica venceu, e nada alterará essa disposição, venha quem vier à praça pública dar a sua opinião.

 

Confesso que estes jogos e subsequentes episódios polémicos de arbitragem, já não me incomodam com em tempos de outrora. Será a idade e/ou a maturidade, ou porventura porque hoje sou muito mais cínico do que era sobre muito do que ocorre no futebol, nomeadamente em Portugal, terra deveras fértil para o oportunismo, chico-espertismo e pedantismo, dentro e fora das quatro linhas.

 

Venha o próximo jogo, digo eu...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:50

 

F766PPIA.jpg

 

A origem desta notícia é o jornal A Bola e sendo este o quasi-oficioso porta-voz do clube da Luz, é de admitir que será mais um caso em que "onde há fumo, há fogo".

 

Os encarnados aguardam que o Conselho de Disciplina instaure processos contra o presidente e o director para o futebol do Sporting, e esperam que venham a merecer um pesado castigo por parte da Federação Portuguesa de Futebol, até porque, caso não o faça, será o próprio clube a avançar com uma participação disciplinar.

 

No que a Bruno de Carvalho diz respeito, o Benfica considera que a sua atitude no final do encontro, quando enviou beijos para a bancada, se inserem no artigo 132.º, ou seja, é um incitamento de disciplina, que pode vir a ser castigado com uma suspensão de entre seis a 18 meses.

 

Já quanto a Octávio Machado, o clube da Luz exige que as palavras dirigidas ao árbitro Jorge Sousa, que considerou ter tido “uma noite má e influência decisiva no resultado" sejam também elas sancionadas.

 

Mais umas queixinhas para fazer esquecer o comportamento dos adeptos na Luz durante o jogo e minimizar danos futuros.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:59

Quem fez o quê entre os "leões"

Rui Gomes, em 13.12.16

 

584da2450cf20177501f4afa.jpg

 

A fonte é a InStat, que compilou estas estatísticas sobre as acções dos jogadores do Sporting no jogo de domingo. É óbvio que não podemos confirmar ou refutar a informação revelada, mas partimos do princípio que é correcta.

 

Passes de ruptura. Joel Campbell fez nove passes de ruptura, cinco bem direccionados. Os restantes jogadores do Sporting somaram 16.

Cruzamentos. Autor de assistência para golo, Campbell cruzou sete vezes. Igual, nos leões, só João Pereira. Gelson tentou quatro centros.

 
Ataques. Oito dos 10 ataques mais perigosos do Sporting foram ou construídos ou finalizados pela esquerda. Já Campbell esteve em quatro desses 10 ataques (um pela direita acabou no poste).

Combinações. Sinal de dinâmica na esquerda, os jogadores que mais trocaram a bola entre si, no Sporting, foram Zeegelaar e Campbell (19 ocorrências).

Acções com sucesso. O jogador dos verdes e brancos com maior percentagem de acções acertadas foi Rúben Semedo (64 em 72, equivalente a 89%).

Passes recebidos. William e Adrien assumiram-se como pivôs da manobra do Sporting: cada um recebeu 42 passes dos companheiros, o máximo dentro da equipa.

Recuperações. William recuperou quatro bolas no meio-campo do Benfica e Adrien três. Dost não fez sequer uma recuperação. Bryan Ruiz limitou-se a uma.

Perdas de bola. Gelson (13), Bryan (12) e Dost (12) perderam juntos 37 bolas. O resto da equipa perdeu 56. Gelson tentou 15 dribles e só foi bem sucedido em cinco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:49

Homens e opiniões em polos opostos

Rui Gomes, em 13.12.16

 

Alguém terá dito, algures, que "Todos têm o direito de se enganar nas suas opiniões. Mas ninguém tem o direito de se enganar nos factos".

 

Estamos, aqui, perante as opiniões de dois homens que se situam em polos opostos, tanto no que diz respeito aos clubes de simpatia como, também, nas suas análises dos factos à mão. Qual deles se aproxima mais da verdade é uma questão que deixamos à interpretação do leitor, prevendo, desde já, que consensualidade é meta inatingível.

 

Dias_Ferreira_6161eced_base.jpg

 

Dias Ferreira, antigo dirigente do Sporting Clube de Portugal:

 

«Já decidiram que é para dar o título ao Benfica. O colinho existe. Os meninos perderam dois jogos, estavam num período mau, vieram logo os árbitros. Está decidido quem ganha o Campeonato.

 

Saiu o presidente do Conselho de Arbitragem mas os árbitros são os mesmos. O único que saiu que tinha jeito está na Liga. Nós é que ainda não percebermos que vivemos num país de gatunos. Somos roubados pelos bancos, somos roubados pelos árbitros, somos roubados por todos.»

 

Paulo Olavo e Cunha, antigo dirigente do Sport Lisboa e Benfica:

 

JTJGTzNtJTJGLTBNM1pyU20lMkZ5THN3STJwTmglMkZOWnVGan

 

«Lamento que em Portugal os árbitros sejam criticados e responsabilizados pelos resultados, e que outros não assumam a sua responsabilidade e incompetência.

 

Os erros apontados à equipa de arbitragem não têm razão de ser. A bola só não bateria na mão dos jogadores do Benfica se lhes fossem amputados os braços. Viu-se um bom jogo, mas o futebol não teve nota artística. O Benfica foi mais eficaz na concretização, tendo ainda alguma felicidade.

 

O Sporting devia concentrar-se na sua capacidade porque a tem, como demonstrou, e na sua competência que também a tem. É uma equipa bem estruturada, com excelentes jogadores mas não deve desvalorizá-los, chamando a atenção de aspectos laterais».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:56

 

image.png

 

Bernardino Barros (comentador, TVI 24)


«Duas grandes penalidades por assinalar. O primeiro lance foi ainda mais grave porque penalizou duplamente o Sporting: foi na sequência desse lance que surgiu o golo do Benfica em contra-ataque. Má arbitragem de Jorge Sousa, que adulterou o resultado.»

 

Dani (comentador, TVI 24)


«Pizzi tocou na bola com o braço. (...) Nelson Semedo pôs o braço na bola. Foram grandes penalidades.»

 

David Borges (comentador, SIC Notícias)


«Parece que a mão direita de Pizzi toca na bola. (...) O braço de Nélson Semedo alarga-se, pode haver grande penalidade.»

 

Duarte Gomes (ex-árbitro, SIC Notícias)


«Não é normal o mesmo jogador, na mesma jogada, tocar na bola duas vezes. Num segundo momento, Pizzi parece controlar a bola com o braço direito num movimento deliberado. Pareceu-me penálti. Depois o Nelson Semedo usa o braço para cortar a bola. Outro penálti por marcar.»

 

Joaquim Rita (comentador, SIC Notícias)


«O movimento de Nélson Semedo amplia a zona de impedimento de progressão da bola. Do meu ponto de vista é penálti, claramente. Também no outro lance [de Pizzi] houve uma grande penalidade por marcar contra o Benfica.»

 

Jorge Faustino (ex-árbitro, TVI 24)


«Ficaram dois pontapés de penálti por assinalar. O árbitro teve influência no resultado devido a estes dois erros graves que aconteceram.»

 

Pedro Sousa (comentador, TVI 24)


«As grandes penalidades são evidentes. Claro que tiveram influência no resultado.»

 

Rui Pedro Brás (comentador, TVI 24)

 

«É penálti claríssimo de Nélson Semedo, sem espinhas. Erro grosseiro da equipa de arbitragem.»

 

 

Nota: Este post é da autoria de Carlinha

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:03

Para esclarecer quem duvida

Rui Gomes, em 12.12.16

 

 

Depois da bola ir ao braço esquerdo de Pizzi, ele ajeita-a com a mão direita, num gesto deliberado, e inicia a jogada de contra-ataque que acaba no primeiro golo do Benfica. 

 

E ainda temos lance de Nélson Semedo.

 

  

Esperamos que esteja tudo devidamente esclarecido agora, até mesmo para os mais cépticos. Além do mais, o resumo do jogo está disponível aqui

 

 

(Gráficos: CARLINHA)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:25

Será que explica tudo ?

Rui Gomes, em 12.12.16

 

600_574d6c8f0cf2b4e23cc49604.jpg

 

Nuno Saraiva, director de comunicação do Sporting, publicou na sua página Facebook, pouco depois do jogo, uma extensa crítica à equipa de arbitragem liderada por Jorge Sousa, culpando-os pela derrota.

Eis um excerto da publicação de Nuno Saraiva:

«Hoje o Sporting Clube de Portugal perdeu. Noutras ocasiões aconteceu por culpa própria. Desta vez fomos derrotados por influência directa da equipa de arbitragem.

Dois penáltis evidentes (Pizzi aos 24`, que resulta em dupla penalização porque inicia a jogada que dá origem ao primeiro golo do jogo, e Nelson Semedo aos 41`) que, por não terem sido assinalados, determinaram o desfecho do jogo.

Não queremos acreditar que, afinal, as pressões ainda resultem ou que existam profissionais que não estejam à altura de uma competição com a importância do Campeonato Português. Queremos então acreditar que, apenas por triste coincidência, as noites infelizes acontecem demasiadas vezes quando joga o Sporting Clube de Portugal. Veja-se, por exemplo, o que aconteceu na jornada anterior em que, para vencermos o Vitória de Setúbal, tivemos que marcar 4 golos limpos para que dois fossem validados.»

 

Sem pretender minimizar o impacte das decisões da arbitragem, nomeadamente nos dois lances passíveis de grande penalidade, não deixo de questionar se explica tudo sobre o jogo deste domingo entre os eternos rivais.

 

Parece.me que a não finalização do Sporting também contribuiu muito para o desfecho deste embate. Oportunidades foram criadas, mas faltou o melhor, e sem golos não se vence jogos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:24

Foto do Dia

Rui Gomes, em 11.12.16

 

image.jpg

O "leão" não teme as "águias"

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:33

Prognóstico do Dia

Rui Gomes, em 11.12.16

 

IMG_0001.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:01

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds