Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A cronologia do caso das e-mails

Rui Gomes, em 20.10.17

 

luz1 (2).jpg

 

A Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL) confirmou, esta quinta-feira, a investigação a um suspeito, no âmbito do caso das e-mails do Benfica, por corrupção passiva e activa.

 

Em comunicado, a PGDL dá conta da emissão de mandados de busca domiciliária e não domiciliária, no âmbito de uma investigação em curso pelos crimes de corrupção passiva e activa, por parte da nona secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

 

O Benfica, recorde-se, está a ser investigado por um alegado esquema de corrupção, na sequencia de denúncias de Francisco J. Marques, director de comunicação do FC Porto.

 

Recorde-se como tudo começou:

 

6 de Junho de 2017

 

Francisco J. Marques, director de comunicação do FC Porto, denuncia no programa ‘Universo Porto da Bancada’, do Porto Canal, emails que terão sido trocados entre Adão Mendes, antigo árbitro da Associação de Futebol de Braga, e Pedro Guerra, na altura director de conteúdos da Benfica TV, salientando que os mesmos configuram um "esquema de corrupção [na arbitragem] para beneficiar o Benfica".

 
 
 

Francisco J. Marques começa por citar um email de Adão Mendes para Pedro Guerra de 28 de Janeiro de 2014 em que se fala de “padres” para representar árbitros e de “missas” como jogos do Benfica.

 

Num outro email trocado entre Adão Mendes e Pedro Guerra, o director de comunicação dos ‘dragões’ cita um excerto em que são referidos os nomes de oito árbitros (Jorge Ferreira, Nuno Almeida, Manuel Mota, Vasco Santos, Rui Silva, Hugo Pacheco, Bruno Esteves e Paulo Baptista) que, na sua opinião, estão ao serviço do clube ‘encarnado’.

 

7 de Junho de 2017

 

O Benfica reage em comunicado às acusações de Francisco J. Marques, desmentindo “de forma veemente as falsas e absurdas insinuações do director de comunicação do FC Porto” e revelando a intenção de avançar com um “processo crime por difamação e outros processos que que se justifiquem”.

 

No mesmo dia, a Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) anuncia a intenção de apresentar “queixa das referidas declarações” de Francisco J. Marques.

 

13 de Junho de 2017

 

Paulo Gonçalves, assessor jurídico do Benfica, é implicado numa troca de emails com Mário Figueiredo, ex-presidente da Liga, e Nuno Cabral, ex-delegado da Liga. O primeiro fala de um pedido do antigo árbitro ao jurista ‘encarnado’, em Outubro de 2014, para interceder a favor do árbitro Manuel Mota devido a uma nota negativa que recebeu num jogo entre o Vitória de Guimarães e o Marítimo. O dirigente benfiquista teria ainda recebido emails de Adão Mendes a pedir que intercedesse a favor do filho Renato Mendes, árbitro da AF Braga.

 

15 de Junho de 2017

 

O Diário de Notícias avança que os emails revelados por Francisco J. Marques estão na posse do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, que os obteve através de uma denúncia anónima.

 

16 de Junho de 2017

 

O Benfica, através do seu director de comunicação Luís Bernardo, afirma que vai avançar com processos-crime contra Pinto da Costa e o FC Porto no âmbito do caso dos emails revelados pelos ‘dragões’. “Se o FC Porto alega ter informação confidencial, terá tido acesso a informação comercial e isso é um crime grave", disse o director de comunicação do Benfica à BTV.

 

22 de Junho de 2017

 

Francisco J. Marques acusa o Benfica de monitorizar as mensagens telefónicas do  actual presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes. O dirigente portista citou alegados emails enviados em 2014 por Carlos Deus Pereira, então presidente da Assembleia-Geral da Liga, a Pedro Guerra, com o conteúdo de centenas de sms’s de Fernando Gomes, na altura presidente da Liga de Clubes.

 

24 de Junho de 2017

 

O Expresso avança que a Polícia Judiciária está a investigar as acusações feitas pelo FC Porto a elementos do Benfica e já terá na sua posse os emails e mensagens que o director de comunicação dos ‘dragões’ tem vindo a revelar. A RTP adianta, por sua vez, que a PJ pretende ouvir os envolvidos no caso, nomeadamente Pedro Guerra, Nuno Cabral e Adão Mendes.

 

28 de Junho de 2017

 

Francisco J. Marques acusou o Benfica de recorrer a "bruxaria" para conseguir obter resultados desportivos nas últimas temporadas, partilhando no Porto Canal um email a envolver Luís Filipe Vieira, presidente das ‘águias’ e o "General Doutor Armando Nhaga, comissário nacional da polícia da Guiné Bissau". Rui Gomes da Silva, ex-vice dos ‘encarnados’, terá sido o intermediário.

 

9 de Agosto de 2017

 

O director de comunicação do FC Porto revela novos emails, trocados entre Domingos Soares Oliveira, administrador da SAD do Benfica, e dois advogados ligados ao processo que decorre tribunal contra Jorge Jesus, “com conhecimento de Paulo Gonçalves”. Numa mensagem, Domingos Soares Oliveira terá sugerido que se investigasse o computador que Jorge Jesus levou para o Sporting, para benefício em tribunal.

 

29 de Agosto de 2017

 

Francisco J. Marques acusa Bruno Paixão de manter "contactos clandestinos" com o Benfica, através da intermediação de Nuno Cabral, antigo delegado da Liga. O dirigente portista mostrou uma alegada conversa de Facebook, em marro de 2014, entre o árbitro da AF Setúbal e o ex-delegado da Liga, cuja alegada ligação aos ‘encarnados’ por várias vezes foi denunciada por Francisco J. Marques - em que o juiz, após apitar um Tondela-Benfica B, terá mandado "fazer fichas novas" porque no seu entender "não estavam bem preenchidas".

 

12 de Setembro de 2017

 

O Jornal de Notícias avança que o Benfica interpôs uma providência cautelar contra FC Porto, SAD, FC Porto Media, Porto Canal e Francisco J. Marques. Ao Tribunal Cível do Porto, através do advogado Gonçalo Malheiro, o clube pediu a proibição imediata de novas revelações de emails ou mensagens, reclamando o pagamento de um milhão de euros por cada violação da decisão judicial.

 

Em comunicado divulgado no site do clube, o emblema da Luz confirmou e justificou a cação judicial, cujos objectivos serão “impedir, primeiro, a prática continuada de uma conduta ilícita” e garantir, em segundo lugar, “a salvaguarda do bom-nome do Sport Lisboa e Benfica”.

 

13 de Outubro de 2017

 

O Tribunal Cível da Comarca do Porto indefere a providência cautelar intentada pelo Benfica para impedir Francisco J. Marques de continuar a divulgar emails. No documento de 60 páginas, o tribunal considera que não ficou provado que a situação constitua "o instituto da concorrência desleal", argumento utilizado pelos 'encarnados'.

 

*** Entretanto, e no dia em que a Polícia Judiciária (PJ) conduziu buscas no Benfica, o director de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, revelou como teve acesso às e-mails que foi divulgando ao longo dos últimos meses, no Porto Canal:

 

"Ao contrário do que dizia o Adão Mendes, nós não apagamos tudo. O primeiro contacto foi através de um email com a cartilha e eu quis, desde logo, averiguar a veracidade do que tinha à minha frente. Algum tempo depois, recebi novo email, com 'printscreens' com contas de email e aí pensei que não havia volta a dar. As autoridades sabem disso desde sempre. Depois criei uma conta de email, um email encriptado. E foi através dessa conta de email que cheguei à parte das mensagens. Quando o FC Porto olhou para aquilo, constatou o interesse público do que lá estava".

 

Também foi revelado, esta quinta-feira, que além das buscas efectuadas nas instalações do Estádio da Luz e nas residências de Luís Filipe Vieira, Paulo Gonçalves e Pedro Guerra, a Polícia Judiciária (PJ) realizou diligências nas casas de Adão Mendes, ex-árbitro, Ferreira Nunes, antigo responsável pela classificação dos árbitros, e Nuno Cabral, ex-delegado da Liga, todos implicados nas e-mails divulgadas por Francisco J. Marques.

 

Ao todo, foram dez as acções de busca por todo o país, que envolveram 34 inspectores da PH, peritos financeiros, informáticos, quatro procuradores do Ministério Público e resultaram na apreensão de muito material informático e documentos impressos. Apenas Paulo Gonçalves, assessor jurídico do Benfica, foi constituído agredido. A condição de advogado obriga a que assim seja quando é alvo de buscas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:21

 

mw-860.jpg

 

Dias de grande regozijo para Francisco J. Marques e FC Porto, após o Tribunal Cível do Porto rejeitar a providência cautelar interposta pelo Benfica, que queria impedir o emblema portista de divulgar e-mails do clube:

 

"O FC Porto sauda a decisão do tribunal. Ficou evidente com a decisão do juiz o interesse público das revelações que temos feito. É uma enorme derrota do Benfica, que teve todo o tempo para preparar a sua providência cautelar, enquanto o FC Porto teve apenas dez dias para responder. Não só respondemos de modo competente como também anulámos toda a argumentação do Benfica".

 

No entender do Tribunal Cível do Porto não ficou provado que a divulgação das e-mails significasse automaticamente "o instituto da concorrência desleal", no fundo o argumento de que o Benfica alegou no sentido de parar a divulgação de emails: "A concorrência desleal pressupõe sempre uma economia de mercado, isto é, a existência de concorrência entre empresas na luta pela captação e fidelização da clientela por forma a poderem expandir a sua atividade e ganhar e manter a quota de mercado, sendo certo que são empresas que disputam a mesma clientela. [...] Manifestamente, não é concebível uma transferência de adeptos ou sócios de um clube para o outro".

 

O Benfica também tinha argumentado de que podia estar suscetível a danos nos acordos de sponsorização mas para o Tribunal Cível do Porto não existe "alegado qualquer facto que indicie, ou de onde se possa retirar a possibilidade, o potencial dano de qualquer dos patrocinadores fazer cessar o seu patrocínio".

 

Diz ainda o director de comunicação portista:

 

"Não vai mudar nada. O FC Porto continuará, sempre que achar importante, relevante e de interesse público, a desmascarar todas estas práticas. E todos já perceberam que não estamos a falar de uma investigação que se baseia num livro escrito pela Leonor Pinhão e assinado pela Carolina Salgado. Estamos a falar de assuntos muitos sérios, que do nosso ponto de vista colocam em causa o normal desenrolar das competições. A esse nível não vai mudar nada. Estamos tranquilos e estamos certos de que a razão acabará por prevalecer".

 

Por muita razão que o FC Porto possa ter neste caso em concreto, não passa despercebida a ironia do seu discurso, para quem não tem memória fraca: "Estamos a falar de assuntos muitos sérios, que do nosso ponto de vista colocam em causa o normal desenrolar das competições".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:17

 

hqdefault.jpg

 

A guerra entre Sporting e Benfica continua a intensificar. "Fonte" do Sporting comentou o boicote feito pelo Benfica ao sorteio da Liga que marcou o arranque da nova época desportiva e que premiou os feitos de 2016/17, não poupando nas críticas à forma como esta tomada de posição foi assumida e, acima de tudo, aos alegados ‘objectivos obscuros’ por detrás desta acção: 

«O que o Benfica está a fazer é prática habitual desde que Luís Filipe Vieira assumiu a presidência do clube. Quando todos os clubes acordaram integrar a direção executiva da Liga e celebraram o documento que contemplava, por exemplo, a centralização dos direitos televisivos, o Benfica foi ‘pelas costas’ negociar os seus próprios direitos. Este é só mais um exemplo, que fica agora demonstrado pelos e-mails, de que o Benfica nunca está em nada de forma construtiva e positiva, mas sim para beneficio próprio e para manipular as coisas a seu favor. Nada disto é surpreendente, pois tem sido algo habitual ao longo dos anos no que diz respeito à atividade do Benfica. Faltavam as provas físicas e, com os e-mails, já existem».

 

img_403x266$2017_07_06_10_21_20_645494_jpg.bmp

 

Entretanto, Luís Filipe Vieira, em declarações transmitidas pela BTV num almoço que decorreu este domingo no Estádio da Luz, mandou recado para os adeptos "encarnados":

 

«Preocupem-se sempre com o Benfica, deixem os outros falar! O importante para todos nós chama-se Benfica e não vale a pena falarem de e-mails, bruxos e contra bruxos, nem o Benfica irá responder. Só iremos responder a toda a gente no local próprio».

 

Típico... quando não se tem resposta, só se responde no proverbial "local próprio". Nada de novo, portanto !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:56

Alerta !!!

Rui Gomes, em 19.06.17

 

3Q7PZGA1.jpg

 

Hoje não há e-mails novas para comentar, pelo menos até à hora da publicação deste post. Isto estava-se a tornar num ritual diário, mas, pelos vistos, a fuga de informação que não é da autoria de uma "toupeira", segundo o director de comunicação do Benfica, fez pausa esta segunda-feira. Mas algo me diz que esta sórdida "novela" não vai ficar por aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:20

 

Francisco J. Marques, director de comunicação do FC Porto, reagiu este sábado à notícia avançada pelo jornal Expresso, onde é revelada uma troca de e-mails entre o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e o assessor jurídico Paulo Gonçalves.

 

image.jpg

 

O mesmo relata um alegado pedido de Luís Filipe Vieira para baixar uma nota a um árbitro, em maio de 2014, e já este sábado à tarde o dirigente portista reagiu de forma irónica:

 

«"Temos de dar-lhe cabo da nota", é a via legal à lá Benfica. 3,5 para 2,0 quantas vezes aconteceu? Tudo bons rapazes».

 

Segundo o Expresso, Luís Filipe Vieira terá pedido a Paulo Gonçalves para que baixasse a nota do árbitro Rui Costa, devido à prestação dele num jogo entre FC Porto e Benfica em Maio de 2014: "Paulo, devíamos participar deste artista, pois brincou com o Benfica. Temos de dar-lhe cabo da nota".

 

Meses depois, Nuno Cabral enviou um email a Pedro Guerra, comentador e director de conteúdos da Benfica TV, a comunicar que a avaliação de Rui Costa descera de 3,5 para 2,0. "Inicialmente o observador atribuiu-lhe 3,5. Com a nossa reclamação passou para 2,0", terá escrito Nuno Cabral a Pedro Guerra.

 

Lei do Martelo: Alerta para os benfiquistas frustrados que trazem para aqui o jogo de hóquei em patins de ontem. Deixo ficar dois comentários que já estão, tudo o resto que vier não será publicado. Quantas vezes é necessário dizer a mesma coisa ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:07

 

Luís Bernardo, director de comunicação do Benfica, esteve ao final da tarde na Benfica TV para reagir ao caso dos e-mails revelados pelo FC Porto e que implicam o clube encarnado num esquema que envolve a arbitragem portuguesa. Foi a primeira reacção do Benfica a um assunto que entretanto está a ser investigado pelo Ministério Público e pelo Conselho de Disciplina da FPF.

 

img_770x433$2017_03_27_21_25_48_1243193.jpg

 

O Benfica alegou que o sistema informático do clube foi atacado por hackers, anunciou um processo-crime contra Pinto da Costa e administração da SAD do FC Porto e confirmou que pedirá a reabertura do processo Apito Dourado.

 

"Só hoje reagimos porque o Benfica teve de recolher informação. Estas mails não comprometem o Benfica. Espero uma decisão rápida da justiça desportiva para que a próxima época possa começar com tranquilidade".

 

"O Pedro Proença e o presidente do Conselho de Arbitragem foram eleitos com o apoio do FC Porto e Sporting. O presidente da federação foi administrador do FC Porto".

 

"Não quero comentar os emails, não sei se existem. A partir de agora serão os advogados do Benfica que falarão, nós estaremos concentrados na preparação da época".

 

"Houve uma violação do sistema informático do clube, as e-mails não resultam de uma toupeira. Isto não é bom nem para o Benfica, nem para o futebol português".

 

"Não sei se é verdade ou é falso Francisco J. Marques, director de comunicação do FC Porto, ter já um contrato de trabalho com os dragões quando ainda era editor na agência Lusa. É uma demonstração da gravidade disto".

 

"O Benfica tem informação grave que fará chegar ao Ministério Público. Nunca o faremos na Benfica TV. O Benfica tem muita informação, pode utilizá-la".

 

"Não há coragem do FC Porto em assumir a denúncia anónima feita no Ministério Público. O Benfica tem recebido denúncias ao longo dos últimos anos e que por isso vai requerer a reabertura do processo Apito Dourado".

 

"Será aberto um processo-crime contra Pinto da Costa e administração da SAD do FC Porto. O Benfica tem perícias realizadas que serão entregues ao Ministério Público".

 

"Os dados das e-mails foram recolhidos através de pirataria informática. Não confirmo, todavia, que o FC Porto tivesse pago a eventuais hackers".

 

Ao contrário do Benfica, o FC Porto e o Sporting passam momentos maus. Isto é uma tentativa desesperada de desviar as atenções e tentativa de condicionar o início da época".

 

Para uma primeira reacção, após tantos dias, parece-me muito mal ensaiada. Começa por dizer que não quer comentar as e-mails, porque "não sabe se existem", mas logo de seguida indica que as e-mails não resultam de uma "toupeira", mas sim de uma "violação do sistema informático" do Benfica. A ameaça da reabertura do processo "Apito Dourado" é tão incompreensível que nem sequer dá para comentar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:46

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds