Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fotografia com história dentro (41)

Leão Zargo, em 16.04.17

 

Damas e Eusébio.png

 

Vítor Damas e o desportivismo

 

É frequente depararmo-nos com um discurso contraditório sobre o desportivismo no futebol. Por um lado, lê-se que o futebol é uma escola de virtudes e de fair-play. Mas, também se ouve dizer que o fair-play não existe, que se trata de uma treta. Tudo isso no interior de um mesmo clube de acordo com as circunstâncias e para o exterior conforme os intervenientes.

 

Esta fotografia mostra o inesquecível Vítor Damas a cumprimentar Eusébio depois de um golo que este lhe marcou. Tratava-se de um derby, o Estádio estava cheio e imagina-se que o barulho seria ensurdecedor. O tempo ficou suspenso. Mas, o guarda-redes leonino agiu como sempre: um comandante entre os companheiros, um cavalheiro para com os adversários.

 

Nestes dias que por nós passam velozes o futebol parece dominado por uma cultura provocatória e sectária que surge frequentemente associada ao ódio e à intolerância. No entanto, apesar de tudo, o futebol tem de continuar a ser uma escola de aprendizagem de valores éticos e de exercício de uma sociabilidade saudável. Tal como Vítor Damas sempre praticou.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:47

Exemplo a emular

Rui Gomes, em 17.03.17

 

aid47845-728px-Dive-in-Soccer-Step-3-Version-3.jpg

 

O Osters, clube da segunda divisão da Suécia, decidiu avançar com uma medida que tem tanto de inovadora como de surpreendente: fez uma espécie de manual de conduta para os jogadores, de modo a irradiar por completo as simulações.

 

"Não quero este vírus na minha equipa. Se um jogador fizer coisas como essa, não importa se ele é bom: não o quero", afirmou Johan Linberg, dirigente do Osters, ao jornal sueco "Aftonbladet", garantindo mesmo que haverá lugar a punições para os atletas que fizerem simulações nos jogos, mesmo que a equipa beneficie com as mesmas.

 

Linberg espera ainda que esta tomada de posição do Osters leve os clubes adversários a adoptar medidas semelhantes. "Queremos fazer a diferença e por isso estamos prontos para agir contra os nossos jogadores. Acreditamos que podemos ser influentes e que com o nosso trabalho vamos colocar pressão nos outros clubes para que adoptem posições semelhantes".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:41

"Fair-play é uma treta"

Rui Gomes, em 23.11.16

 

img_770x433$2016_11_22_22_29_46_1187607.jpg

 

«O João hoje não fez nada mas valeu a inteligência do Kovacic, que tirou o João do jogo. E lá está fair play? Qual fair-play? Não há fair-play nenhum. Estou farto de dizer que no futebol não há fair-play e as pessoas é que se enganam, eu não. É isso que digo aos jogadores. Kovacic foi inteligente. Esta conversa do fair-play é tudo uma treta, não existe, é tudo treta. Se não ele não fazia aquilo para enganar».

 

Confesso que há jogos e ocasiões em que sustentam a tese de Jorge Jesus. Como indiquei na crónica do jogo, as imagens não deram para ver esclarecidamente as acções dos jogadores, nomeadamente de João Pereira, mas fiquei com a ideia que mesmo que tivesses existido alguma falta, não houve causa para o cartão vermelho.

 

Kovacic: «Estava a falar com ele (João Pereira) e deu-me um murro no estômago. O vermelho foi bem mostrado. É culpa dele, que posso eu fazer?».

 

img_FanaticaBig$2016_11_22_21_14_32_1187558.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:02

 

img_770x433$2016_10_19_12_31_26_1172203.jpg

 

O director desportivo do Borussia Dortmund, Michael Zorc, afirmou no final do jogo que nunca viu "nada parecido em 30 anos de futebol". "Não houve fair-play, houve confusão".

 

Alguém devia chamar a atenção a este cavalheiro - que pelos vistos pouco ou nada viu em 30 anos de futebol - que fair-play, entre outras coisas, também é não simular faltas e lesões para "queimar" tempo. Táctica a que o Dortmund recorreu ontem em Alvalade quando começou a sentir o resultado em perigo.

 

A maior confusão terá surgido cerca do minuto 85, altura em que o Sporting pressionava o Borussia Dortmund na tentativa de empatar o jogo. O anti-jogo alemão fez com que o Sporting não devolvesse a bola, como é a norma, quando esta foi atirada para fora pelo guarda-redes Burki, quando Sokratis ficou a queixar-se no chão após suposta falta de Bruno César. Schelotto continuou com o jogo e cruzou para a área, embora sem consequências.

Depois foi a vez de Bas Dost e Burki trocarem "mimos", por qualquer insatisfação do guarda-redes alemão. Por entre a confusão, Kagawa e Bruno César encostaram cabeças, a meio-campo, antes de Coates afastar o japonês.

 

Resumindo... nervos à flor da pele, mas o director-desportivo do Borussia Dortmund terá de ser mais criativo com os seus argumentos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:05

Comunicado do Sporting

Rui Gomes, em 05.09.13

 

 

 

O Sporting Clube de Portugal condena e demarca-se de qualquer acto de violência dentro ou fora dos recintos desportivos.

 

O Sporting é uma instituição centenária promotora de princípios e valores de urbanidade e respeito pelo próximo.

 

O desporto tem que ser vivido como uma festa em que cada um deverá expressar livremente as suas opções clubísticas, numa base de respeito mútuo.

 

O Sporting Clube de Portugal é um clube hospitaleiro e, desde sempre, um dos principais promotores do fair-play nas diversas modalidades, com um importante papel na sociedade ao nível desportivo e social.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:58

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo