Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



"Foi uma infelicidade do Sporting"

Rui Gomes, em 18.03.17

 

img_770x433$2017_03_18_10_15_20_1238894.jpg

 

Sem ser bem claro a que propósito, Fernando Oliveira - presidente do Vitória de Setúbal - voltou a comentar os "resgates" imprevistos de Ryan Gauld e André Geraldes, situação que gerou tensão entre os dois clubes:

«Foi uma infelicidade do Sporting. Aceito que dirigentes tenham dias bons e dias maus. No dia do jogo, um vice-presidente que lanchou comigo prometeu que os jogadores continuavam. Fizeram mal, porque demos provas de que os jogadores beneficiavam em estar aqui.

 

O João Mário esteve uma época e regressou para ser vendido por um valor recorde para o Inter Milão. Quando o fomos buscar, ele nem sempre jogava na equipa B. Alguns dos entendidos até diziam na altura que ele era um jogador com pouca intensidade. Não nos preocupámos e o jogador evoluiu.

 

Não entendemos o desejo de tirarem os jogadores daqui para os emprestarem ao Chaves uma equipa que tem os mesmos objetivos. É um atrevimento e uma falta de respeito.

Mesmo assim, o que pedimos foi que fosse feito um comunicado conjunto com cada equipa a assumir as suas responsabilidades e colocávamos uma pedra sobre o assunto. O Sporting não quis».

 

É fútil comentar mais esta absurda tomada de decisão da exclusiva responsabilidade de Bruno de Carvalho. Mais um caso em que o ego impediu o cérebro de reflectir, com as consequências à vista. Muito típico deste presidente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:46

 

image.jpg

 

Fernando Oliveira, presidente do Vitória de Setúbal, em declarações à Antena 1 esta terça-feira, não deixou dúvidas quanto à indisponibilidade do clube sadino para facilitar a vida ao Sporting, relativamente ao regresso de Ryan Gauld e André Geraldes:

  

«Os jogadores são nossos durante a época. Tiraram-nos daqui porque o árbitro marcou um penálti que não devia. Na minha óptica foi penálti. Se fosse para regressarem ao Sporting, nem retorquíamos. Fazíamos o que aconteceu com o Rúben Semedo, a quem fizeram um ultimato e no dia a seguir estava em Lisboa. Mas tudo bem, foi para jogar em Alvalade. Estes não. Tiraram-nos daqui para serem colocados no Chaves e achamos que foi uma ofensa. Quem não sente não é filho de boa gente.

 

Dizem que ficou um mal-estar por afirmações de pessoas do Vitória. Não concordo com esses argumentos. Chegaram a dizer que o nosso fisioterapeuta agrediu o médico do Sporting, que passou pelo nosso clube e tem a melhor relação com o nosso fisioterapeuta. Cumprimentaram-se, são amigos e trabalharam juntos. São coisas inexplicáveis. Nem sei como se argumentam coisas tão difíceis de engolir. É o futebol que temos e são as pessoas que temos».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:17

 

img_770x433$2016_01_20_19_34_08_1053432 (2).jpg

  

Fernando Oliveira, presidente do Vitória de Setúbal, ainda mantém alguma esperança de ver Rúben Semedo acabar a época no Bonfim, aguardando uma tomada de decisão final do Sporting:

«Tínhamos conhecimento que, caso contratassem outro jogador, o Semedo ficava. Infelizmente ele já se está a treinar no Sporting. Digo infelizmente porque gostaríamos que ele cá estivesse, é algo que nos desgosta bastante. Mas ele é jogador do Sporting, o futebol é assim… Lamento bastante, é um jogador importante na estrutura da equipa e vai-nos fazer muita falta.

Havia rumores segundo os quais o Sporting dispensaria o jogador se contratasse um central. Parece-me que isso não está a acontecer… Aguardamos que o Sporting faça o ponto de situação, mas não estamos aqui para complicar.

O Sporting tinha de se pronunciar em determinada data, que foi ultrapassada, mas não vamos por aí. Se nos quiséssemos chatear um bocadinho, podíamos fazê-lo, mas não é o nosso propósito.

É prejudicial para o Semedo ir para a equipa B do Sporting, aqui podia fazer uma época inteira e projectar-se como o João Mário, que também estava no anonimato no Sporting e valorizou-se aqui.»

 

Já comentei esta situação num post de ontem, por não fazer grande sentido. Agora, com a chegada confirmada de Sebastián Coates, é por de mais evidente que Rúben Semedo não vai encontrar espaço na equipa principal como defesa-central e, se admitirmos a hipótese de ele jogar na posição "6", recorde-se que temos William Carvalho e Aquilani para essa função. Não vislumbro em que outra posição poderá vir a ser utilizado por Jorge Jesus.

 

Este caso foi mal gerido desde o primeiro dia. Rúben Semedo não devia ter sido chamado sem o todo da situação ser devidamente esclarecido. Na eventualidade - como alguns leitores já sugeriram - de isto ser uma medida de represália pela contratação falhada de Suk, é um erro, porque quem vai acabar por ser prejudicado é o jogador e potencialmente o Sporting.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:29

O que dizem eles

Rui Gomes, em 21.01.16

 

O presidente do Vitória de Setúbal, Fernando Oliveira, em declarações à Antena 1, esta quarta-feira, sobre a recém-transferência de Suk Hyun-Jun para o FC Porto, garantiu que tinha propostas superiores, que esbarraram na vontade do jogador:

img_770x433$2015_01_05_00_40_00_925877 (2).jpg

«Estávamos a negociar o Suk com o Sporting, entre as duas Direcções, e com o FC Porto, através do seu empresário. A proposta do Sporting era muito superior à do FC Porto, mas fomos surpreendidos com a atitude do Suk, que nos disse que só jogava no FC Porto.

Lamentavelmente não pudemos satisfazer as nossas pretensões, mas o Suk nem sequer quis conversar com o Sporting. Tínhamos também uma proposta de Inglaterra, que era o dobro da do FC Porto, mas ele disse que não se treinava mais, pois só queria jogar no FC Porto»

 

O futebol está cheio destas histórias que só o passar do tempo vem a esclarecer. Não sei se Suk seria uma mais-valia para o Sporting, mas sei que uma pessoa prudente pondera todas as opções e não fecha portas a ninguém. Pior que ser iludido, é iludir-se, sozinho.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:17

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo