Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

14847514_C2cIN.jpg

 

Bruno de Carvalho: "Se as calúnias são de receber dinheiro de agentes, no Sporting baterá sempre tudo certo. Ou será que ainda não perceberam quando eu disse que era fácil demais roubar um clube e, por isso, tantos abutres andam à volta deles?".

 

Rui Santos: “Bruno de Carvalho é um rapazote deslumbrado que está desesperado. Acha que veio para este planeta com poderes extraordinários".

 

Rodolfo Reis: "O Benfica tem que provar que isto tudo não existiu (e-mails). Mas não consegue porque existiu. A Juventus também desceu de divisão".

 

Jorge Jesus: "Eu sei que é muito difícil aturarem-me, por causa do meu feitio. E dou calinadas, mas não dou calinadas nas minhas ideias”. 

 

Francisco J. Marques: "Vozes de burro não chegam a Istambul... O polvo pariu um rato e até o rato é da treta". 

 

Horácio Piriquito: "Para defesa do meu bom nome, honra e imagem, irei recorrer às instâncias judiciais para reposição cabal da verdade, tendo em conta os factos que me são imputados".

 

Ricardo Quaresma: O Porto e o Besiktas são os dois clubes que irei levar para a sepultura, mas sou profissional. Sei que o Porto quer ganhar, mas eu também quero. Logo, irei dar tudo pela minha equipa”.

 

Luís Bernardo: "Vamos marcar uma diferença clara: não haverá julgamento público. Seremos rigorosos na informação. Tudo o que não for do conhecimento da justiça, não divulgaremos. Temos conhecimento de diversas situações que não são do conhecimento público, como telefonemas para familiares antes de um árbitro entrar em campo".

 

Lito Vidigal: "Na Líbia, quando se zangavam no trânsito tiravam a kalashnikov e davam uns tiros nos pneus uns dos outros".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 05:48

 

 

Termino a minha lista de frases marcantes do Bruno Carvalho, desde que assumiu a presidência do Sporting. Foi um exercício no qual me lembrei de muita coisa que aconteceu nestes 3 anos e no fim fico ainda mais triste com a possibilidade (que é bem real) de termos ainda mais anos disto:

 

images.jpg

Janeiro

 

“Ai esses ingratos disseram isso? Vou-lhes meter um processo para eles verem o que é bom”

 

Sobre os sócios que ousaram criticar (alguns excessivamente é verdade) o auto-proclamado “Salvador do Sporting” publicamente, tendo-lhes sido lançado um processo por difamação, obviamente com recurso a meios do clube.

 

Fevereiro

 

“Eu não te prometi nada”

 

Em resposta a uma série de impropérios que lhe foram dirigidos por Jefferson depois de lhe ter mentido (uma tendência clara ao longo dos 3 anos) sobre a possibilidade de transferência para a Ucrânia. Ao Sporting esta situação valeu a ausência dele em jogos decisivos da Liga Europa e do campeonato. Quem não respeita não se dá ao respeito.

 

Março

 

“Vou provar que a contratação de Shikabala não foi um erro”

 

Já com este vergonhoso processo a arrastar-se sem se saber do paradeiro do jogador há meses. No fim perdemos pouco dinheiro mas termos tido no nosso clube um jogador que simplesmente desapareceu é inaceitável e fomos “bombos da festa” durante muito tempo e com razão.

 

Abril

 

“Ó meu filho da ….”

 

Palavras em resposta a ofensas de um idoso adepto do Valongo a que se seguiu uma corrida "à valente" para junto deste, tendo-se gerado um ambiente de pânico no pavilhão emprestado ao Sporting. Atitude irresponsável e que pôs em causa a integridade física de mulheres e crianças que faziam parte das poucas dezenas de adeptos do Valongo.

 

Maio

 

“Que Belfodil me foram arranjar”

 

A tendência para a ordinarice na continuação da lista extensa de contratações fracassadas que elencou em Dezembro, lembrando publicamente a Marco Silva que eram essas com que podia contar. Mais tarde soubemos todos porquê.

 

Junho

 

“Um ataque ao Presidente é um ataque ao Sporting”

 

A confusão que faz entre ele e o Sporting é o que de pior o Bruno Carvalho trouxe para o nosso clube e quanto mais tempo cá estiver mais tendência isto terá para acontecer até termos um clube completamente novo, à má imagem dos nossos rivais de hoje. Eu não quero apoiar o Sporting Clube de Carvalho.

 

Julho

 

“De borla não sairá” e “Ainda tem um ano de contrato e não vai querer ter um ano complicado”.

 

Ao referir-se a Carrillo um ano antes do fim do contrato deste. Até por estas frases publicas se vê que esta situação foi tão mal negociada / antecipada. Carrillo não só saiu de borla, como até foi para o Benfica e nem nos ajudou nesta época. Temo só de pensar na euforia da apresentação publica de Carrillo na Luz (então se forem campeões nem quero cá estar) e se a isto se juntar a provável ida de Marco Silva para o Porto acho que no próximo ano vou-me irritar sempre que ler noticias desportivas.

 

Agosto

 

“A prostituição é igual no continente e nas ilhas”

 

Em referência ao Presidente do Marítimo e a mais uma das várias negociações falhadas, neste caso a de Danilo (óptimo jogador português com quem muito provavelmente teríamos passado à fase de grupos da Champions pois substituiria com sucesso William que estava lesionado). É verdade que teremos alguma razão neste caso mas depois acabamos por a perder com este tipo de linguagem.

 

Setembro

 

“Não me deixem cair, porque eu caio de facto. Sou pai, tenho duas filhas, tenho de sustentar a minha família … se quiserem melhorar o Sporting, não peçam às pessoas para virem trabalhar de borla.”

 

A explicar a razão porque está tão obcecado com a sua reeleição e, se possível, perpetuação em Alvalade. Esta frase foi dita no contexto da duplicação do seu ordenado aquando da apresentação duns resultados positivos que se veio depressa a provar resultaram de "engenharia financeira".

 

Outubro

 

“És gordo e não tens família”.

 

Não foi exactamente isto que ele disse ao Pedro Guerra mas apenas a ideia – meteu referência a bancos de suplentes e filhas e não consegui encontrar a citação exacta. Nesse programa vi que o nível do Bruno Carvalho ainda conseguia descer mais baixo do que imaginava.

 

Novembro

 

“Desde que cheguei ao Sporting fiquei com fama de vigarista”

 

Coitado do nosso clube - a culpa dessa fama é mesmo do Sporting?

 

Dezembro

 

"O poder faz-nos oscilar, faz-nos enevoar os olhos e a mente"

 

Podia ser em relação a ele, mas é em relação a Pedro Proença cuja eleição para a Liga ajudou a promover, mas parece que depois depressa se arrependeu. Mais uma prova do amadorismo que reina em Alvalade e como não temos qualquer peso nos órgãos que decidem. Hoje a esse nível vivemos apenas do que conhecem Jesus e Octávio que no passado tanto beneficiaram do sistema.

 

Janeiro 2016

 

“Só não dei um chuto no cu do árbitro porque ele podia gostar”

 

Numa Assembleia-Geral onde revelou toda a sua falta de nível e ainda teve mais tarde o desplante de desmentir na televisão ter dito esta frase (e provavelmente até passaria num detector de mentiras). 

 

Fevereiro 2016

 

“O que seria do Sporting sem mim?”, “Eu salvei o Sporting” e “Já mostrei aos sportinguistas que há poucos impossíveis”

 

Mais frases bem reveladoras de quem ele se julga e do que ele julga dos sportinguistas. É pena que os resultados não acompanhem o que diz e, não basta estarmos melhores no que no tempo de Godinho ou um só um bocado piores no que no tempo de Dias da Cunha / Soares Franco.

 

Março 2016

 

 “ …”

Silêncio completo no fim do jogo que perdemos com o Benfica junto com um olhar perdido de desespero e de desistência, que é tudo menos o que um líder podia revelar nesse momento.

 

PS Depois de ver ontem orgulhoso a nossa formação (toda pré-Cravalho) a dominar a nossa selecção e com muita pena que isto não se repita já nas selecções dos escalões inferiores (porque será?) agradeço em particular ao nosso trio do meio campo ser superior a jogadores que vieram para lhes tirar o lugar como Aquilani, Bruno Paulista, Dramé, Heldon, King, Magrão, Mamadu Candé, Rossell, Ryan Gauld, Sacko, Shikabala, Slavchev, etc. Que grande lata o Bruno Carvalho chamar a si o mérito da nosso formação que já esteve muito bem nas últimas décadas mas que começou a baixar de nível com Godinho Lopes, situação que se agravou com Bruno Carvalho / Virgílio.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:20

 

bruninho.jpg

Tenho estado recentemente mais alheado das noticias desportivas nacionais e só agora vi que já passaram três anos da eleição do Bruno Carvalho e que este marco teve direito a capas de jornais, artigos, grandes entrevistas etc. Surpresa das surpresas, Bruno Carvalho aceitou, de forma altruísta e para bem do Sporting, recandidatar-se e já nem esconde que quer ser o nosso Pinto da Costa ou Luís Filipe Vieira. Um dia vai dizer que quer que o Sporting também seja como o Porto e o Benfica...

 

Aqui no Camarote Leonino reparei em particular num post com várias frases do Bruno Carvalho ao longo destes 3 anos. Eu fiz uma selecção de várias frases, umas ditas em privado e outra publicamente, que mostram bem o que, em minha opinião, tem sido este mandato e começo por 2013:

 

Março

 

“Não tenho cá dinheiro nenhum para injectar no clube – esqueçam lá isso”

 

Esta frase foi dita a responsáveis dos bancos BES e BCP nas reuniões com estes logo depois da eleição e no âmbito do fecho da reestruturação negociada no tempo de Godinho Lopes. Depois de ter prometido na campanha eleitoral que “há parceiros para investir no imediato 15 a 20 milhões”, os bancos ficaram espantados com esta reviravolta de Bruno Carvalho e foi preciso uma forte dose de sportinguismo / benevolência / medo das consequências da parte deles para se fechar com sucesso as negociações.

 

Abril

 

“Achava que iam estar três grandes equipas em campo, mas saí com a nítida sensação que só estiveram em campo duas grandes equipas”

 

A reacção bem moderada de Bruno Carvalho a uma das maiores roubalheiras em décadas de que fomos alvo num jogo Benfica-Sporting arbitrado por João Capela, no qual ficaram por marcar 3 penáltis a nosso favor. Muito simpático até para o Benfica que nem jogou nada de especial, mesmo depois de termos sido gozados na cara com o “limpinho, limpinho”. Depois disso sempre que ele fala em arbitragens lembro-me desta “simpatia”.

 

Maio

 

“Se os sportinguistas quiserem esta pode ser uma dupla de muitos anos. Há uma sintonia absoluta

 

Sobre Leonardo Jardim (boa contratação!) e a sua própria pessoa, não escondendo já a ambição de se eternizar no Sporting. Infelizmente Leonardo Jardim não teve a mesma ideia e não pudemos aproveitar tão bem os frutos que ele deixou em Alvalade (essa sim a estabilidade que precisaríamos). E quando em Outubro desse ano Jardim comentou a um jornalista uma frase de Bruno Carvalho sobre a candidatura ao titulo dizendo-se “surpreendido por o Presidente ter-lhe dito isso porque ele a mim não disse nada”, percebi logo que este amor iria ser de curta duração.

 

Junho

 

"Está aqui a estrutura do futebol. Essa estrutura era aquela que iria comandar o futebol. Temos o Virgílio Lopes, que ficará com a parte da formação, Augusto Inácio será o director-geral. A terceira função, relativa à logística será assumida por mim.”

 

Ficou assim esclarecido o mistério da terceira pessoa que iria comandar no futebol do Sporting e que na campanha eleitoral Bruno Carvalho revelou não poder revelar, tendo-se insinuado que seria Luís Freitas Lobo ou Tomaz Morais e muitos sócios votaram a acreditar nisto que Bruno Carvalho fez questão de não desmentir. Sobre a capacidade revelada por Virgílio e Inácio basta ver o que se passou nos últimos 3 anos nas respectivas áreas.

 

Julho

 

“Vamos apostar em poucas contratações cirúrgicas”

 

Isto ao contratar nesse ano jogadores como Cissé, Everton Gonçalves, Hugo Sousa, King, Maurico, Magrão, Samba, Vitor Silva. Tinhamos apenas acertado com Slimani e, em parte, com Jefferson. Agora já vamos em mais de 50 só em 3 anos. A esmagadora maioria das quais não aproveitadas e muitas incompreensíveis. Quem tem ganho com isso?

 

Agosto

 

“Sempre que se vende jogadores para pagamento de dívidas, o futebolista é vendido por 10 por cento do preço de mercado. Vendas a saldo vão acabar”

 

Infelizmente o campeonato deste ano pode ter sido decidido por uma venda destas, neste caso a de Montero. Na verdade o que nos tem valido nestes 3 anos têm sido as receitas de jogadores que já cá estavam antes de Bruno Carvalho como Arias, Bruma, Capel, Cedric, Dier, Elias, Illori e Rojo. A única excepção, das mais de 50 contratações que renderá bom dinheiro ao Sporting em relação ao investimento, será provavelmente Slimani.

 

Setembro

 

“Espero que o Sporting seja recebido no pior ambiente possível porque é nesses ambientes hostis que respondemos melhor e nos sentimos com mais força para podermos dar a melhor resposta dentro do campo, desde que corra tudo dentro da normalidade”

 

Antes do jogo no Sporting no Dragão (que perdemos), criando um ambiente ainda mais complicado para os nossos adeptos que, ao contrário dele, não têm direito a guarda-costas. Para infelicidade do meu filho já não o levei comigo ao Dragão.

 

Outubro

 

“O meu pai, que eu adoro, é uma pessoa com 80 anos. Eu percebo. A certa altura, temos algumas dificuldades, é normal.”

 

Esta frase dirigida a Pinto da Costa se, por um lado, mostra coragem ao afrontar Pinto da Costa, por outro, mostra que vale tudo a Bruno Carvalho até diminuir o próprio pai. Uma pessoa que conhece bem Bruno Carvalho disse-me ainda antes de ele chegar ao Sporting que ele é o tipo de pessoa que até “vende uma pessoa da família se lhe der jeito” e esta frase comprovou-o.

 

Novembro

 

“É importante os adversários começarem a dar mais luta”

 

Frase proferida após um bom inicio de campeonato com Leonardo Jardim. Apesar desta arrogância ou com a ajuda da mesma num campeonato sem o desgaste das competições europeias acabámos em 2º e sem qualquer Taça (e com a cultura de exigência que foi implantada este feito ainda foi mais festejado do que os segundos lugares do passado e hoje até eventuais terceiros lugares já são considerados bons).

 

Dezembro 2013

 

“…”

 

Aqui não foi tanto uma frase mas uma atitude que viria a ser repetida no futuro quase sempre que tivemos maus resultados. Na sequência de um empate em casa, Bruno Carvalho não agradeceu no fim do jogoo apoio dos adeptos, como sempre fazia. Percebi nessa noite que o que ele queria era o agradecimento dos adeptos a si e não o contrário, por isso só pode ter ficado surpreendido com o comportamento dele este ano no fim do jogo em casa com o Benfica quem anda distraído.

 

To be continued...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:29

Bruno de Carvalho - 3 anos de frases

Rui Gomes, em 23.03.16

 

bruno 3.png

 

 "Hoje renova-se e retoma-se o Sporting Clube de Portugal."

27-03-2013

 

"Vamos dar tudo o que temos e, com certeza, que as coisas vão correr melhor e vamos diminuir as tristezas dos sportinguistas."

21-05-2013

 

"Quando cheguei [ao Sporting], havia duas coisas de raiz: uma negociação do PER e um conjunto de papéis, folhinhas Excel bonitas equilibradas, mas de nada."

Expresso, 29-06-2013

 

"Tenho pena que [Einstein] não tenha conhecido Pinto da Costa e a comitiva que o acompanha. Porque em vez de falar em universo e estupidez, falaria de uma frase célebre de um treinador português: um vintém é um vintém e um labrego é um labrego."

Rádio Renascença, 19-03-2014

 

"Realmente, há muitos clubes: uns que acham que são grandes, uns que gostariam de ser grandes, e depois há um que é grande, que é o Sporting Clube de Portugal."

15-04-2014

 

"Não temos dúvidas que naquilo que ao futebol diz respeito não temos este ano possibilidade de conquistar títulos, mas conquistámos algumas coisas, conquistámos o respeito próprio, o respeito dos nossos rivais, dos portugueses, de quem olhava para nós como se já não contássemos."

16-04-2014

 

"Na gíria popular, porque sabemos que o futebol português está bipolarizado, isto funciona como o ânus, onde temos duas nádegas que se enfrentam uma à outra dizendo: 'estou aqui e sou melhor que tu'."

04-06-2014

 

"A bipolarização é aquilo que me ofende. Se calhar, estou a pôr a nu o que é uma mentira há 12 anos. A aliança existe há muito tempo. Aliança entre os que fazem bipolarização do futebol português. Preferem outros clubes mais fracos que não conseguem dar luta. Claro que é o Benfica e FC Porto."

06-06-2014

 

"Se admito Pinto da Costa? De facto, não. Em que é que me quero diferenciar ? De preferência em tudo."

TVI, 05-08-2014

 

"Há um presidente de um clube que pode ser canonizado porque o seu cadastro deve estar mais limpo que o Tide."

Sobre Pinto da Costa, presidente do FC Porto

25-09-2014

 

"Chegou a altura de agir e acabar com o monstro em que se transformaram os fundos de jogadores de futebol."

BBC World Football Show, 03-10-2014

 

"Eu sou assim, os outros são hipócritas. Os outros são rufias, às vezes não se enxergam e a idade não lhes dá vergonha. Ter de aturar este tipo de rufias que tive de aturar há pouco tempo, com as suas atitudes... Estou a referir-me ao comportamento do presidente do FC Porto em Alvalade."

Sporting TV, 03-10-2014

 

"Não gosto de aldrabices, vigarices, apitos dourados... Ao ouvir as escutas [do caso 'Apito Dourado'], acho uma vergonha que as coisas não tenham consequências. No futebol português, quer o Benfica quer o FC Porto, não querem melhorar nada."

Sporting TV, 03-10-2014

 

"Uma das grandes vantagens do Sporting é que se chama Sporting Clube de Portugal (...). Nós representamos Portugal, os outros representam províncias ou bairros."

09-10-2014

 

"Vivemos numa década do 'limpinho, limpinho', em que a verdade não é aquilo que toda gente procura, em que muitos tentam chegar onde não podem. O Sporting não compactua com o 'limpinho, limpinho'."

01-11-2014

 

"Ao nível do futebol sénior este fim de semana jamais poderá ser esquecido. Quer a equipa principal quer a equipa B brindaram os sportinguistas com péssimas exibições que não dignificaram o nosso clube e a nossa camisola. Não demonstraram garra nem vontade de vencer e isso é lamentável."

02-11-2014

 

"Já não é aliança, é casamento total. Escolheram uma pessoa [Luís Duque] com quem o Sporting tem um conflito."

Sobre alegada união entre Benfica e FC Porto

Sporting TV, 12-11-2014

 

"Marco Silva tem contrato até ao final da época 2018/19, é um excelente treinador e jovem, que vive a sua primeira experiência num clube com a dimensão do Sporting. Foram, aliás, estas as características que me levaram a fazer esta aposta e que me fazem mantê-la, para um futuro largo, com a mesma convicção inicial de que, juntos, iremos dar muitas alegrias aos sportinguistas."

07-02-2015

 

"Luís Filipe Vieira sofre de egocentrismo agudo e quando for grande quer ser o futuro papa do futebol português."

Facebook, 14-02-2015

 

"Já ouvimos um pouco de tudo, que este pavilhão não passará desta pedra. Chego a ouvir que o tribunal e a Doyen vão ser o fim do projecto. Aqui, tomando a responsabilidade, digo: Doyen a quem doer, a obra estará pronta em Dezembro de 2016."

27-03-2015

 

"Os nossos rivais tremem todos os dias."

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting

27-03-2015

 

"Em termos de gestão o Sporting, em dois anos, conquistou a Liga dos Campeões e foi campeão nacional."

Diário de Notícias, 27-03-2015

 

"Faço minhas as palavras de hoje de Marco Silva, quando disse que neste processo longo, extenso, houve alguma sacanice. Eu reforço, houve muita sacanice."

16-05-2015

 

"Jorge Jesus [no Sporting?] Estou focado nos dois jogos que nos faltam para o fim da época, em Marco Silva e no nosso plantel. Mas também lhe digo que o Cristiano Ronaldo e o Messi seriam bem vindos no Sporting, de caretas!"

21-05-2015

 

"Ao trabalhar com Marco Silva, vi-me involuntariamente envolvido num conjunto de episódios em que este demonstrou, no nosso entendimento, falta de respeito para com o clube e para com a estrutura que com ele trabalhava."

05-06-2015

 

"Anuncio formalmente a contratação de Jorge Jesus como treinador principal do nosso clube. E começo revelando a única garantia que o nosso novo treinador me exigiu: vir treinar o clube do seu coração."

05-06-2015

 

"O inesperado, ou não, são alguns dos porta-vozes desta campanha [contra a contratação de Jorge Jesus]: Dias da Cunha, Isabel Trigo Mira, José Roquette, Pires de Lima, Rui Barreiro, Abrantes Mendes e Vasco Lourenço."

07-06-2015

 

"Para fazerem mal ao Sporting primeiro vão ter de me matar."

A Bola, 29-06-2015

 

"Tenho em comum com Jorge Jesus o amor incondicional pelo Sporting."

Jornal de Notícias, 18-07-2015

 

"Hoje estamos a desfrutar este título. Era o primeiro objectivo da época e está vencido. É isso que me sabe bem, falar pouco mas dizer que fui campeão como aconteceu neste momento."

Após a vitória na Supertaça

09-08-2015

 

"Não podemos ser hipócritas. Entrar na Liga dos Campeões é importantíssimo. Não acontecendo, teremos que nos sentar e pensar um bocadinho. Estamos confiantes e é algo em que não pensamos e que nos passa pela cabeça. Não acontecendo, tomaremos algumas decisões."

Sport TV, 13-08-2015

 

"Caro Mr. Burns [João Gabriel, director de comunicação do Benfica], se é guerra que quer é guerra que terá. Vá chamando o seu exército de falsas 'virgens ofendidas' e 'dinossauros esquecidos'."

Facebook, 18-08-2015

 

"Quem intervém no jogo e rouba tem de ser preso, não existe outra solução."

Em reacção à arbitragem do jogo CSKA-Sporting, em Moscovo

Facebook, 27-08-2015

 

"Eu protegerei o Sporting mas não me deixem cair, porque eu caio de facto. Sou pai, tenho duas filhas, tenho de sustentar a minha família e pus sempre o Sporting em primeiro lugar."

Assembleia Geral, 27-09-2015

 

"Há um governo sombra de seis pessoas que anseiam para que tudo corra mal. Havemos de falar de um empréstimo que essas pessoas disseram logo "está aqui o dinheiro do pavilhão!". Estou disponível para que essas pessoas venham até aqui, digam as suas ideias, candidatem-se. Agora saiam de trás, até porque eu estou cansado e não vou permitir que existam sportinguistas que desejem mal do Sporting, uns porque não participaram no desenho do pavilhão ou porque a mulher não veio para aqui trabalhar... "

Assembleia Geral, 27-09-2015

 

"Não caiam no mito urbano dos seis milhões de adeptos do Benfica. Eles são 4,5 milhões, nós 3,5 milhões e temos quase tantos sócios como eles."

Assembleia Geral, 27-09-2015

 

"Não tenho problema nenhum em dizer o nome Benfica. Reconhecemos uma grande instituição. Depois a maior parte dos seus comentadores televisivos são a minha fonte de alegria. Às vezes estou a ver televisão e faz-me lembrar uns nenucos gordos que eu dava às minhas filhas e que diziam "papá mama, papá mama". Parecia verdade mas não deixava de ser um nenuco gordo que debitava o que lhe meteram no gravador".

Assembleia Geral, 27-09-2015

 

"O Dr. Álvaro Sobrinho, grande sportinguista, a única coisa que fez foi passar a dívida a capital. Portanto quando os nossos detratores dizem que é um clube de sobrinhos, tias e avós, tenho de dizer que somos porque prezamos a família e não labregos, otários e estúpidos. Temos construído tudo com muito trabalho e sacrifício".

Assembleia Geral, 27-09-2015 

 

"Disseram-nos que esta é uma prenda que oferecem aos quatro árbitros, aos dois delegados e a um observador por jogo. Portanto são 28 jantares por jogo. Portanto, só em jantares dá cerca de 140 mil euros por temporada, não falando das camisolas e das caixas. Isto deve tudo rondar um quarto de milhão."

TVI24, 05-10-2015

 

"Não duvido do que já fiz, e sei que quando sair (do Sporting) tenho de emigrar, não tenho dúvida nenhuma, porque depois ninguém me dá emprego em Portugal."

Luxemburgo, 09-10-2015

 

"As minhas grandes metas da vida eram aos 25, ter a minha casa, aos 35, ter a minha independência financeira e aos 45 ser presidente do Sporting. Tive a minha independência aos 32, fui presidente aos 39, depois tiraram-me a presidência, mas fui por fim aos 41."

 Canal Económico TV - 10 de Outubro de 2015

 

"Sou considerado incendiário. Mas sou frontal, directo, por vezes corrosivo, detesto a estupidez, a hipocrisia e os falsos intelectuais."

Expresso, 10-10-2015

 

"O Benfica está com um problema teológico, é que deve muito ao Espírito Santo e quer sacá-lo a Jesus."

TSF, 16-10-2015

 

"Normalmente, em cada discurso, faço sempre alguma referência aos nossos rivais. É um costume meu. E por isso está aqui a comunicação social. Mas também é um costume meu, quando estou em primeiro, desejar-lhes boa sorte e que vão olhando bem para cima, porque não vamos sair do primeiro lugar!"

13-11-2015

 

"Acho que os 457 milhões do acordo [do FC Porto] com a MEO vai dar uma equipa de ciclismo tremenda."

28-12-2015

 

"A minha luta não é contra a opção dos clubes de recorrerem a entidades financeiras, mas contra a chegada ao mundo de futebol de dinheiro que não se sabe de onde vem, cujos proprietários não se sabe quem são."

EFE, agência de informação espanhola, 13-01-2016

 

"O senhor Vítor Pereira já ultrapassou os limites do ridículo. Posso ter sido expulso, mas não fui eu que cometi um erro tão infantil como o que foi cometido aqui hoje [marcação de um penálti contra o Sporting]."

Após o empate com o Arouca

15-01-2016

 

"Não chamei corrupto a ninguém, não usei essa expressão. É uma palavra que nem gosto por causa da fonética, é uma expressão apardalada."

RTP3, 20-01-2016

 

"Onde estava o Sporting CP se eu não estivesse cá? Resposta: Falido após alimentar muitos chulos que gravitam à volta do futebol."

Facebook, 03-02-2016

 

"O presidente do sindicato dos jogadores do Peru está eufórico com a ida de Carrillo para o Benfica. Compreende-se, finalmente o peru pode ir às galinhas..."

04-02-2016

 

"No final desses programas [debates televisivos de desporto], para além das lágrimas que me corriam pelo rosto com tamanha bondade do Luís [Filipe Vieira], não sei se o meu sentimento foi de pedir imediatamente a beatificação do homem ou propor a sua candidatura a próximo Nobel da Paz."

Sobre o facto do presidente do Benfica pedir para que Slimani não seja castigado antes do Sporting-Benfica

02-03-2016

 

"Quanto aos sportinguistas mantenho o que tenho dito. Não nos interessa ser campeões de inverno, queremos chegar a Maio e vencer. Faltam nove jornadas e temos de manter a Onda Verde sempre em crescendo."

Facebook, 06-03-2016

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:26

E ainda Eduardo Barroso

Rui Gomes, em 11.01.13

 

Não é que eu pretenda «molestar» os leitores com tanto «mais do mesmo» mas estas incontornáveis figuras do universo Sporting não nos permitem tranquilidade e, muito menos ainda, reduzir os níveis de indignação, pelos seus comportamentos. Apenas algumas frases de Eduardo Barroso na sua mais recente prestação como «adepto» no programa «Prolongamento»:

 

- «300 ou 400 pessoas não contaram (nas eleições) mas eu apenas disse que foram eleitos apesar das irregularidades, que não foi, necessariamente fraude.»

 

- «Não conseguimos provar que foram irregularidades premeditadas.»

 

- «O que aconteceu (no futebol), para mim, não foi uma surpresa.»

 

- «Sou adepto da clarificação.»

 

E, agora, as afirmações que eu mais «apreciei»:

 

- «Dando a palavra aos sócios e unidos, conseguiremos tudo.»

 

- «Temos que nos unir.»

 

- «Não se pode fazer nada com a bancada dividida.»

 

A estratégia do PMAG - com tantos apelos à união - perante toda a evidência em contrário - deve ser «dividir para conquistar».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds