Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Maiores erros de Bruno de Carvalho, Pt1

Drake Wilson, em 10.02.17

 

20242033_z3tNp.jpg

 

 

#1 - Autodomínio emocional perante adversidade

 

Ao actual Presidente, são-lhe reconhecidos diversos comportamentos contraproducentes no que respeita ao domínio emocional, tanto externo como interno, de acordo com o que a sua posição de líder máximo do Clube/SAD lhe exige. Assistem-lhe actos de virilidade, que tendo como origem momentos menos positivos da performance competitiva da equipa, nunca produzem melhorias posteriores – pelo contrário, os maus resultados prolongam-se. Algo que o iliba como alvo de maior contestação por parte dos adeptos – que se revêm igualmente na sua frustração – embora paradoxal, tendo em conta que só o sucesso dos atletas permite a uma liderança o reconhecimento do seu sucesso, no médio e longo prazo.

 

#2 - Criação de Lobby’s

 

Sabemos que em Portugal, ser presidente de um Clube de Futebol de grande dimensão, permite ao detentor de tal cargo demasiada notoriedade e créditos desfasados dos reais interesses à integridade e consciência que se exige no desempenho do cargo – o que, por muito que nos custe, lhe atribui por intermédio da emocionalidade dos adeptos, tanta ou mais respeitabilidade do que a um alto representante do Governo. Se o Sporting pretende estar na linha da frente no que respeita a combater o “Sistema” ou impor a “Verdade” no Desporto, não pode jamais apelar a sportinguistas que gozem de privilégios estatutários de cargos públicos, que movam influências deliberadas a favor do Clube. Se hoje oferecemos um almoço a Lobby’s, amanhã será o Sporting a refeição.

 

#3 - Comunicação como líder

 

Bruno de Carvalho conhece bem a audiência para quem comunica. Sendo do Sporting, e conotando-se ao sofrimento dos adeptos do Sporting, conhece bem o que qualquer sportinguista quer e deseja perifericamente ouvir. Deste modo, desmobiliza a atenção do Adepto pelas reais questões que lhes deveriam imputar à consciencialização e meditação. Notórios são os frequentes argumentos em defesa desta presidência, essencialmente sustentados por comparações ao passado falhado (imensos), e não focados nas acções tomadas ao logo desta administração com resultados para o futuro (escassos ou nenhuns). Um pouco como no fenómeno político actual pela Europa, onde se assiste a uma tal sobreelevação da extrema-direita em virtude de um suposto fracasso da Democracia, aproveitando o desconhecimento da população pouco informada e consciente do que é uma real ditadura.

 

#4 - Diversificação de responsabilidade

 

Existe no Sporting um elevado número de directores, assessores e colaboradores que se revelam, aqui e além, pouco eficazes no sucesso da tarefa do seu cargo – ora por clara incompetência, ora por uma tal ausência de sentido de responsabilidade. Uma sofrível miscigenação de tarefas – o que é, para que serve e do que beneficia o Sporting com Augusto Inácio a Director de Futebol (não administrou nada), Augusto Inácio a Director Internacional (nenhuma intervenção reconhecida), Octávio Machado a Director de Futebol (zero interferência no planeamento), Nuno Saraiva a Director de Comunicação (sem dignidade deontológica), Carlos Vieira a Director Financeiro (que negócios realizou para o Sporting?) Miguel Albuquerque a Director de Secção (suspenso 16 meses), para citar alguns exemplos. Se nalguns casos a incompetência é o mote, devemos igualmente reconhecer que todos foram mobilizados em função de uma estratégia de “barulho” que Bruno de Carvalho pretendeu desde o principio. O que nos demonstra que a diversificação de funções neste Sporting, para além de um mito de simples peças de Xadrez, serve prioritariamente para defender a público a posição do Presidente – geralmente sempre contra o Benfica – em prejuízo da sua aplicação às necessidades do próprio Clube.

 

#5 - Só os investidores conhecem a situação real

 

Utiliza-se, de modo frívolo e virtuoso, a existencial colação entre numerológicos resultados financeiros presentes nos documentos disponibilizados pela CMVM. Não se pode exigir mais ao comum adepto – este tem a sua vida, e a sua vida (felizmente) não depende de Relatórios & Contas. Convém o adepto saber que todas as auditorias feitas às contas de uma SAD têm como base uma amostragem das mesmas, não podendo no seu todo ser consideradas como fidedignas. De acordo com as Normas Internacionais de Contabilidade (que no caso das SAD cotadas se sobrepõem ao Plano Oficial de Contabilidade nacional), apenas os auditores devidamente creditados pelos investidores podem atribuir uma certificação legal providenciada por parecer. Quando alguém surgir numa caixa de comentários do Camarote Leonino, afirmando de que dispõe de provas inequívocas em como o Sporting está bem financeiramente, é porque faz uso de mentira gratuita.

 

#6 - Visão de Futuro

 

Tenho procurado alertar de modo responsável para este modelo de gestão extremamente perigoso no qual o Sporting está a navegar. O futuro do Sporting não está circunscrito a esta Direcção, mas esta circunscreveu-se nos últimos 2 anos aos próximos 5 anos, quando se iniciarem as verdadeiras amortizações deste consulado. Bruno de Carvalho, neste momento, deixou o Sporting estrangulado, não se prevendo alguma autonomia às próximas 10 gerações de presidentes. A reestruturação financeira do Sporting deveu-se exclusivamente ao envolvimento, como credor de uma entidade bancária com interesse em pagamento de juros ad eternum – existiam apoios externos alternativos que poderiam ter contribuído muito mais para o Clube, que nunca interessaram que se tornassem públicos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:43

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Posts mais comentados



Cristiano Ronaldo