Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O pé "quente" de Bruno Fernandes

Rui Gomes, em 18.09.17

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:26

Sporting mais demolidor fora de casa

Rui Gomes, em 15.09.17

 

OriginalSize$2017_09_13_23_57_34_1312213.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:44

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:03

 

Durante anos os futebol italiano foi reconhecido como o paraíso dos defesas, mas algo mudou: na última época, a Série A teve a melhor média de golos marcados por jogo entre as principais ligas europeias. Neste ranking, a Liga NOS não surge muito bem classificada.

 

soccerleagues.jpg

 

Antes de adiantarmos algumas considerações que entendemos ser pertinentes a esta tabela, vejamos a classificação das 12 principais Ligas:

 

1.º Liga Italiana - 2,96 golos / jogo

2.º Liga Espanhola - 2,94

3.º Liga Holandesa - 2,91

4.º Liga Alemã - 2,87

5.º Liga Belga - 2,84

6.º Liga Inglesa - 2,80

7.º Liga Escocesa - 2,75

8.º Liga Turca - 2,69

9.º Liga Francesa - 2,62

10.º Liga Portugal (NOS) - 2,38

11.º Liga Russa - 2,30

12.º Liga Grega - 2,27

 

A primeira e mais óbvia consideração é que há Ligas com mais clubes do que outras, consequentemente, com mais jogos. Mas isso não obstante, não devemos perder de vista que existem vários outros factores que afectam esta estatística, a exemplo do nível competitivo de cada Liga, o tipo de futebol praticado e a respectiva paridade de cada prova.

 

A Itália lidera com a média acima indicada, no entanto, o campeão Juventus apenas marcou 77 golos, comparado com os 106 do Real Madrid, os 106 do Celtic ou os 89 do Bayern Munique.

 

Dito isto, o Celtic, na Escócia, não tem adversários ao seu nível, não surpreende, portanto, que tenha marcado 106 golos, mais 32 golos do que o segundo classificado Aberdeen.

 

A Liga Holandesa é conhecida por praticar um tipo de futebol menos defensivo, daí não ser surpresa a sua média de 2,91 golos/jogo, com o campeão Feyenoord a contribuir com 86 golos.

 

A Liga NOS, apesar da sua baixa classificação neste ranking, tem os primeiros três classificados com 72, 71 e 68 golos, respectivamente. Diferença mínima dos líderes italianos. A estatística, contudo, indicará a ausência de paridade no futebol português.

 

Aceitamos que hajam outros factores a considerar na determinação deste ranking europeu.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:05

O problema dos golos de bola parada

Rui Gomes, em 12.05.17

 

O Sporting sofreu três golos de bola parada na última jornada da Liga, com o Belenenses (1-3), aumentando para 12 os tentos sofridos em jogadas de estratégia na prova. Uma vertente que, de resto, já custou ao leão mais de um terço (três penáltis, dois livres directos, cinco livres indirectos e dois cantos) do total de 33 golos encaixados.

 

belenenses.jpg

 

Após o balde de água fria matinal imposto pelos azuis do Restelo, Jorge Jesus, apontou o dedo à juventude e inexperiência de alguns jogadores: "O Belenenses soube jogar com um momento de jogo: as bolas paradas. Somos fortes nas bolas paradas, mas desta vez perdemos rigor devido à juventude e inexperiência. Em dois dos golos, também se deveu ao facto de dois jogadores estarem um bocadinho fora da equipa. Não soubemos fazer a movimentação colectiva. Não fomos capazes de anular lances fáceis de anular."

 

Em termos globais, de facto o número de golos sofridos desta forma duplicou na segunda volta da Liga (oito face aos quatro da primeira metade), quando a SAD reformulou o plantel, promovendo o emagrecimento salarial e o rejuvenescimento do mesmo (saídas de Elias, João Pereira, Petrovic, Meli, André e Markovic; ingressos de Palhinha, Geraldes e Podence), mexidas que, contudo, não alteraram muito o figurino de habituais titulares. Apesar do citado incremento de golos de bola parada, só um miúdo menos batido nas movimentações colectivas da equipa estava em campo na altura de cada um dos festejos do rival - Matheus Pereira cometeu o penálti que deu o 1-1, depois saiu e quando os azuis marcaram os outros dois tentos, de livre indirecto, era Francisco Geraldes a jovem promessa no relvado.

 

Na baliza, embora vindo de uma prestação brilhante no Europeu, Rui Patrício não tem sido tão decisivo como noutras alturas - o seu suplente Beto foi utilizado em duas rondas. O Sporting consentiu 246 remates, 96 deles à baliza, dos quais 63 foram defendidos (65,63% de taxa de sucesso, segundo dados da OPTA, abaixo de Benfica, com 81,4%, e FC Porto, com 78,57%).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:29

O geográfico de Cristiano Ronaldo

Rui Gomes, em 16.04.17

 

img_infografias$2017_04_14_00_10_37_1251215.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:17

Golos, dribles e outros

Rui Gomes, em 31.03.17

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:16

 

img_770x433$2017_01_19_15_31_32_1210437.jpg

 

O Boavista cimentou este domingo a candidatura a um lugar europeu, ao receber e vencer o Marítimo por claros 3-0, numa partida que contou com Iuri Medeiros em grande destaque.

 

O extremo cedido pelo Sporting aos axadrezados marcou dois golos de livre directo, aos 29 e 51 minutos, e ainda assistiu para o terceiro, da autoria de Bulos.

 

Com este resultado, o Boavista passou a somar 33 pontos e aproximou-se da formação insular, que leva 37 e está na sexta posição. A equipa do Bessa é sétima classificada, ainda a sete pontos do V. Guimarães (com um jogo a menos), que ocupa o quinto lugar, o último a dar acesso à Liga Europa. No entanto, pode abrir-se uma vaga no sexto posto da tabela, dependendo das equipas que se apurarem para a final da Taça de Portugal.

 

"Apenas" mais um jovem que, segundo Jorge Jesus, ainda não está preparado, precisa de aprender tácticas, etc., etc.. Curiosamente, não há um único jogador no actual plantel do Sporting capaz de marcar livres com eficácia, uma característica preponderante de Iuri Medeiros.

 

Na época em curso, Iuri Medeiros participou em 22 jogos até este ponto, 21 como titular, acumulando 1854 minutos de jogo (média de 84,2 minutos por jogo), com 5 golos marcados.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:48

Os golos da 19.ª jornada da I Liga

Rui Gomes, em 03.02.17

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:51

 

 

O golo de Pedro Marques, diante do Real Madrid, marcado num encontro que terminou num empate a um golo, é um dos seis golos escolhidos pela UEFA como os melhores da fase de grupos da UEFA Youth Leaugue.

 

O leitor pode ver aqui os seis golos escolhidos pela UEFA, a começar por o do 'leão' Pedro Marques.

 

Um jovem talento muito promissor.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:54

Foto do Dia

Rui Gomes, em 09.01.17

 

WT4GS4E3.jpg

Bas Dost já é o melhor marcador da I Liga, com 11 golos

mais um do que Marega e André Silva

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:10

 

 

Belos golos de Diogo e Merlim, na vitória do Sporting sobre o Rieti, por 4-0, em jogo da UEFA Futsal Cup que foi disputado este sábado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:54

Foto do Dia

Rui Gomes, em 11.09.16

 

img_FanaticaBig$2016_09_10_20_17_26_1155314.jpg

O lance do primeiro golo de Bas Dost de "leão ao peito"

 

img_FanaticaBig$2016_09_10_20_15_03_1155312.jpg

O lance do primeiro golo de Joel Campbell de "leão ao peito"

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:28

Os golos do Sporting 2 Wolfsburg 1

Rui Gomes, em 31.07.16

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:51

Os golos do Euro 2016

Rui Gomes, em 06.07.16

 

13607043_1175638672488977_1975855140462221964_n.jp

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:39

 

ronaldogolocorunha.jpg

 

Cristiano Ronaldo soma e segue na Liga espanhola. Embora tenha sido substituído ao intervalo da partida com o Deportivo da Corunha, o português bisou e chegou aos 51 golos esta época.

Com os dois tentos apontados este sábado, o capitão da Selecção Nacional torna-se no primeiro jogador da história do futebol a chegar aos 50 ou mais golos em seis temporadas consecutivas.

Esta época, CR7 soma já 51 golos no total, entre os 35 apontados no Campeonato e os 16 na Liga dos Campeões, igualando a temporada 2013/2014. Em 2010/2011, Ronaldo marcou 53 golos, em 2011/2012 chegou aos 60, em 2012/2013 aos 55, em 2013/2014 aos 51 e na época passada atingiu os 61 golos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:47

Produção ofensiva 2015/16

Rui Gomes, em 15.04.16

 

img_970x545$2016_04_15_08_52_38_1089632.jpg

 

Não é segredo algum e muito menos exagero, que o Sporting devia ter um registo de golos marcados no campeonato muito superior ao actual (64) e que este é o principal factor para não se situar em primeiro lugar nesta altura, com uma vantagem relativamente confortável sobre o Benfica.

 

Na época passada, na soma das provas oficiais, verificam-se 108 golos marcados, mas apenas 67 na I Liga, em 34 jogos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:48

Para terminar o dia com um sorriso

Rui Gomes, em 08.04.16

 

 Por mera casualidade, até dá para ver alguns mimos "encarnados"...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:25

Pelo seu 50.º aniversário

Rui Gomes, em 30.03.16

 

Num tempo, em que mesmo sem ser campeão

dava gosto ver o Sporting jogar

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:11

Simples curiosidade

Rui Gomes, em 12.03.16

 

600_gif.jpg

 

Com tudo o que eu leio diariamente, surpreende-me nunca ter reparado nisto, ou se reparei, não prestei atenção suficiente para me obrigar a reflectir.

 

Na I Liga, o Sporting regista 49 golos marcados e 15 sofridos, a melhor defesa do campeonato até este ponto. Mas não é esta a curiosidade. O leitor já reparou que marcámos 24 golos e sofremos 10 a jogar em casa, enquanto que fora, marcámos 25 e apenas sofremos 5 ?

 

Não sei bem o que significa, mas não deixa de ser surpreendente. Um argumento seria que apresentamos um jogo mais ofensivo em Alvalade, daí mais golos sofridos, no entanto, marcámos mais a jogar fora. Ou será que as equipas quando recebem o Sporting jogam mais fechadas e marcam menos, mas se assim é, parece que resulta em termos de produção ofensiva ter adversários pela frente com esta postura. Por outro lado, estamos habituados a visitantes em linhas baixas, o que poderá explicar a nossa menor produção, mas, e é um grande MAS, sofremos o dobro dos golos. Curioso !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:38

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds