Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

Saint-Étienne e Bordéus empataram (1-1) esta quinta-feira, em jogo a contar para a 7.ª jornada da "Ligue 1", com golos de Ricky van Wolfswinkel, aos 31 minutos, e Tiago Ilori, aos 39 minutos. Ambos estrearam-se no campeonato francês.
Este resultado deixa o Bordéus e Saint-Étienne no 2.º e 3.º lugares, respectivamente, a dois pontos do líder, o Marselha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:24

Acompanhando os "nossos"

Rui Gomes, em 17.07.14
 


Tiago Ilori e João Carlos Teixeira integram a pré-época do Liverpool e situam-se entre os 23 convocados do treinador Brendan Rogers para o jogo particular com o Brondby.

O antigo defesa central do Sporting fez a última temporada nos espanhóis do Granada, por empréstimo, enquanto que o médio João Teixeira integrou a equipa B do Liverpool e chegou a ser opção de Rodgers na "Premier".

Recorde-se que João Teixeira começou a sua formação no SC Braga (um ano) e mudou-se para o Sporting em 2004 (com 11 anos), onde permaneceu até Janeiro de 2012, transferido então para o Liverpool por cerca de um milhão de euros.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:58

O Ilori

Desert Lion, em 13.09.13

O passe do Ilori foi vendido por 6 milhões de euros. O Sporting poderá ainda receber mais 1,5 milhões de euros, em funcão do rendimento desportivo do jogador. Zahavi 1 - Sporting 0.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:05

Cláusulas e cláusulas...

Rui Gomes, em 05.09.13

 

 
Publicado pelo "quasi-oficioso" porta-voz do clube de Carnide, nunca se sabe verdadeiramente se corresponde à verdade, mas admitindo que as referidas cláusulas foram incorporadas nos contratos de transferência, sinto alguma curiosidade quanto à validade jurídica da sua execução. Uma contenda que merece ser aprofundada, a lembrar a outra notória cláusula do "direito de preferência".
 
Caso à parte mas com alguma relevância: Simão Sabrosa alguma vez chegou a indemnizar o Sporting ?
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:58

Um remendo de socorro

Rui Gomes, em 02.09.13

Não espero que este meu parecer seja consensual entre sportinguistas -sem que isso me preocupe - mas não partilho do regozijo que se evidencia em algumas partes sobre os negócios que facultarão as transferências de Tiago Ilori e Bruma para o Liverpool e Galatasaray, respectivamente. Considero o desfecho deste duplo episódio um remendo de socorro para uma Direcção que não teve competência para assegurar uma solução mais adequada aos interesses do Sporting e  que até à data ainda não importou um cêntimo fresco para os cofres do Clube, não obstante as muitas promessas de registo.

 

Reconheço alguns dos mais óbvios atenuantes, especialmente no caso de Bruma, já que ao que concerne Ilori nada de concreto se sabe sobre o que levou a esta decisão, uma vez que nem o jogador nem a SAD jamais se pronunciaram nesse sentido. Todos os argumentos que têm surgido na praça pública, e que continuarão a surgir, agora mais do que nunca, decerto, não passam de ruídos fundamentados em conjecturas, rumores e meias verdades.

 

A essência da minha discordância é assente em uma premissa muito simples: indiferente dos quês e porquês, mais uma vez o Sporting vai ser privado de talentos excepcionalmente promissores da Academia na equipa principal. Ninguém é insubstituível, mas não serão os 20 milhões que irão permitir reforços do calibre que estes jovens representam. Entre os dois, considero a saída de Bruma a mais significativa, porque se o jogador continuar a evoluir na direcção que apontou na época passada, tanto na I Liga como no Mundial de Sub-20, tornar-se-á em um futebolista de referência com a capacidade para "fazer a diferença" em qualquer equipa, e este tipo de talento não nasce todos os dias.

 

Perante este cenário e as inevitáveis vozes discordantes, é expectável mais do mesmo do que hoje em dia está em voga, nomeadamente por parte daqueles para quem este presidente do Sporting é uma figura imaculada: menosprezar e demonizar todos os que, de uma forma ou outra, não se conformam incondicionalmente à conveniência da actual estrutura. Quanto a Bruno de Carvalho, que tem vindo a dar fortes indicações de querer emular os notórios métodos de liderança de Pinto da Costa, deve-se questionar se o seu "modelo exemplar" prescindiria de dois jovens de reconhecida qualidade de forma tão simplista. Ao fim e ao cabo, 20 milhões foi o que valeu um Paulo Ferreira há quase uma década.

 

P.S. Seria elucidativo saber quantos dos que agora aplaudam fervorosamente estas transferências, são os mesmos que andam há anos a criticar impiedosamente a transferência de um jovem promissor de 18 anos chamado Cristiano Ronaldo, por 17,5 milhões !!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:49

Tiago Ilori e Bruma, dizem eles

Rui Gomes, em 30.08.13

 

 

Pela publicação deste post, apenas se aguarda a confirmação oficial de que Tiago Ilori e Bruma foram transferidos para o Liverpool e Galatasaray, respectivamente. Confirmando-se e mesmo reconhecendo as circunstâncias atenuantes - se é que são isso - não considero que seja um dia muito feliz para o Sporting, quando abdica de duas das maiores pérolas da sua formação.

 

Não é de acreditar no que o "Record" reporta aqui, mas se for, não será por esta via que o caso será resolvido.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:49

Tiago Ilori: Será possível ?

Rui Gomes, em 29.08.13

 

 

O diário desportivo adianta que a transferência está praticamente acordada: 7 milhões de euros com a possibilidade de mais algum em função de objectivos e uma percentagem de uma futura transferência.

 

Confirmando-se, é apenas e tão só um MAU negócio, um autêntico saldo, por um jogador tão promissor !!!

 

Adenda: A imprensa directamente de Liverpool nada de novo diz sobre Tiago Ilori, no entanto, reporta que o clube estará a considerar recrutar Joleon Lescott, 31 anos, do Manchester City, que lhes custará cerca de 9 milhões de euros ou Mamadou Sakho, 23 anos, do PSG, que lhes custará cerca de 15 milhões de euros, ambos defesas centrais.

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:53

Como a imprensa desportiva funciona

Rui Gomes, em 19.08.13

 

 

Esta é a foto publicada no jornal inglês

 

O diário desportivo "A Bola" aparece esta segunda-feira com uma reportagem sobre Tiago Ilori intitulada "Liverpool não desiste da contratação de Tiago Ilori", onde cita uma outra reportagem no jornal "Liverpool Echo" onde é indicado que o emblema inglês acredita que vai conseguir garantir a contratação do central de 20 anos.

 

Visitamos o acima referido "Liverpool Echo" que contém duas reportagens sobre esta temática, uma pelo Mirror e outra pelo Express. Visitando este último, deparámos com o seguinte:

 

«De acordo com A Bola o clube português está agora receptivo a vender Ilori depois de não ter conseguido assegurar a renovação do jogador de 20 anos.»

 

Tudo isto leva à pergunta: Qual é a origem e a veracidade da notícia, quando um órgão noticioso refere outro como a fonte e esse outro refere o primeiro de igual modo ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:57

Observação

Rui Gomes, em 28.07.13

Não estive disponível pela apresentação da equipa mas segundo informações André Santos, Diogo Salomão e Tiago Ilori não foram apresentados. Em relação aos primeiros dois, será uma forte indicação de que não fazem parte dos planos de Leonardo Jardim, já a ausência de Ilori deixa muitas preocupantes dúvidas no ar. Espero que a ocorrência não signifique uma maior separação entre as partes. Além do mais, contrário a Bruma, por exemplo, o jovem defesa central tem contrato até 2015.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:32

Rumores do mercado

Rui Gomes, em 25.07.13

 

- O lateral direito Welder que é suposto chegar do Palmeiras por empréstimo já estará em Lisboa e cumpriu ontem os exames médicos.

 

- O Sporting estará a negociar o médio brasileiro Gerson Magrão, 28 anos, que já passou pelo Cruzeiro, Feyenord, Flamengo, Ipatinga, Santos, Dynamo de Kyev e Figueirense.

 

- Outra negociação noticiada envolve o médio/lateral direito de 22 anos, Luiz António do Flamengo. Cedência por empréstimo com opção de compra.

 

- O PSV estará a ponderar apresentar uma proposta por Tiago Ilori e, para o efeito, formará uma parceria com a Doyen Sports, o fundo de investimento que já detém 35 por cento do passe de Labyad e 75 por cento do de Marcos Rojo.

 

Vale o que vale, mas dá para pensar, a alegada procura de mais médios, salvo um 10 de qualidade que, em princípio, o Sporting não terá condições para contratar neste momento.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:14

 

As regras da FIFA não vão suficientemente longe na defesa dos interesses dos clubes formadores, como é o caso do Sporting. Um recém-estudo mandatado pela Comissão Europeia - já aqui publicado - indica que a compensação pela formação e os mecanismos de solidariedade representam apenas 1.84 por cento da soma das verbas de transferências na Europa.

Mais cedo ou mais tarde, o Sporting vai ter de tomar uma posição firme e dura na defesa destes seus interesses, já que o dilema que está agora a enfrentar com Bruma e Ilori não é inédito, em contrário, é recorrente. Num passado muito recente é possível citar casos semelhantes como os de Pedro Mendes, Edgar Ié e Agostinho Cá, só para referir três. Pelas regras da FIFA, o primeiro contrato de formação só pode ser firmado em relação a um jovem da formação quando ele atinge os 15 anos de idade e, mesmo assim, com a concordância e assinatura dos pais ou tutores, e não por mais de três anos, ou seja, até esse jovem chegar aos 18 anos. Durante este período transferências também não são permitidas, salvo em casos excepcionais previstos por essas mesmas regras. Atingidos os 18 anos, o clube fica totalmente à mercê do jogador, invariavelmente aconselhado - bem ou mal - por empresários que procuram as suas comissões de eventuais transferências. A exemplo de Edgar Ié - que recusou renovar - o Sporting nada pôde fazer e os seus anos de investimento na formação do jovem corresponderam apenas à tabela de compensação estipulada pela FIFA. O caso de Agostinho Cá foi ligeiramente diferente em que ainda tinha um ano de contrato e como os jovens eram pretendidos em pacote, o Sporting aproveitou os cerca de dois milhões de euros oferecidos pela Barcelona que os pretendia afastar do Inter Milão. Um ano mais tarde, Cá estaria em posição clara para se transferir a custo zero. 

 

Este escrito vem a propósito do caso de Bruma e as recém algo condescentes declarações do seu advogado, Bebiano Gomes: «Em todo este trajecto o Bruma está sempre em primeiro lugar. Sexta-feira tenho uma reunião com responsáveis do Sporting para abordar o futuro dele. Temos que "queimar" etapa por etapa. Por uma questão de respeito para com o Sporting entendo que não lhe devemos fechar a porta só pelo facto de surgirem propostas de outros clubes. O Sporting merece todo o respeito. Não confirmo nem desminto. É fácil as pessoas dizerem que existem propostas de clubes. Eu vou continuar a manter a minha postura o mais discreta possível.»

 

"O Sporting merece esse respeito" e... ainda tem contrato com ele até 30 de Junho de 2014, indiferente das propostas que possam surgir entretanto, por conseguinte, nem tudo depende do querer de Bruma e seus representantes. É por de mais evidente que se a renovação não for acordada agora, o assunto fica fechado e o jogador é causa perdida, podendo assinar por quem desejar em Janeiro e sair no final da época a custo zero. É precisamente aqui - dando-se este cenário - que o Sporting tem de tomar uma posição que sirva de exemplo para outros jovens. Se não renovar, o Sporting não deve continuar a promover o seu desenvolvimento, colocando-o tanto na equipa principal ou na B. Fica até Junho sem jogar e a treinar à parte. Com isto, o Sporting poderá ter de abdicar de qualquer oferta, tipo saldo, que provenha do Chelsea, do Galatasaray ou de qualquer outro clube, seja ela 3, 4 ou 5 milhões de euros. Não pode, de modo algum, dar-se ao rebaixo de fazer o que fez com Pedro Mendes: despromoveu-o para a equipa B onde continuou a jogar e até a envergar a braçadeira de capitão. Uma autêntica vergonha !!!

 

Com tudo isto, também temos de ser justos em reconhecer que os atletas têm direito de defesa dos seus interesses e do seu futuro e que nem sempre os clubes são donos da razão. A exemplo de alguns casos que ocorreram recentemente no Sporting, quando o clube entende que o potencial do jovem não justifica continuado investimento, rescinde e dispensa-o. É a realidade da indústria mas, quem sempre investe é o Clube e o jovem simplesmente tem de decidir se pretende uma formação futebolística e escolher onde esta lhe melhor poderá ser providenciada. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:11

Esperamos que seja verdade !

Rui Gomes, em 09.06.13

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:40

Um comentário muito perspicaz e certeiro por José Manuel Ribeiro no jornal "O Jogo":

 

«Na recém-entrevista colectiva, Bruno de Carvalho sintetizou muito bem a falácia da formação. O antecessor Godinho Lopes permitiu que vários ex-juniores fossem lançados na equipa principal - até com louvores pela façanha e grande coragem - sem os amarrar previamente a contratos maiores. Num mês são putos que ainda pediam licença para usar o cacifo, no seguinte faziam capas de jornais, possuíam lugares de estacionamento privativos e eram namorados por clubes da PlayStation. Não são exactamente as circunstâncias mais favoráveis para negociar com jogadores que ainda mal justificaram os lugares no onze.

 

Mas com ou sem Godinho Lopes, vai ser sempre assim, esse é o genuíno mundo da formação, limpo de demagogia e ingenuidade tradicionais. Sendo verdade que Bruma, por exemplo, se tornou muito mais convincente e apetecível depois de os olheiros terem registado as comichões que provocou a Luisão e Garay no Benfica-Sporting, também é verdade que os tubarões o seguem há muitos anos, de atalaia, à espera de um passo em falso. O central Pedro Mendes deixou de jogar na equipa principal quando alguém percebeu que ele já tinha assinado por um clube italiano.

 

Por muita razão que Bruno de Carvalho possa ter quando culpa os empresários e fala do descuido (ou luta pela sobrevivência ?) de Godinho Lopes, viver da formação é viver na inquietação e em stresse perpétuo, tal como acontece com os clubes que vivem do mercado internacional. A diferença é que, para serem os melhores, estes têm de ver antes dos outros lá fora, e o Sporting precisará de ver antes dos outros dentro da sua próoria casa.»

 

Como sempre, é fácil falar pós-facto da bancada, a origem conveniente da maioria das apreciações, mas como já tive ocasião de sublinhar em diversos escritos, a um determinado ponto da evolução de um jovem da formação uma decisão tem de ser assumida por alguém, fazendo uma apreciação sobre o futuro potencial desse jovem, consciente que se errar poderá comprometer o Sporting com um contrato de muitos anos que não produzirá retorno - desportivo e financeiro - ou, no inverso da moeda, que poderá deixar fugir um talento de qualidade. A trabalhar com tantos jovens e pelo leque de incertezas inerentes à evolução natural, humana e desportiva, destes, é inevitável que algumas decisões menos certeiras aconteçam, é a lei das probabilidades.

 

Ainda recente exasperei-me ao ler um malicioso e, ao mesmo tempo, ingénuo comentário por um fanático apoiante do actual presidente do Sporting, em que o autor atribui culpas a Godinho Lopes pelo presente estado contratual de Bruma e Ilori, esquecendo, ingnorando ou não compreendendo, que o último ainda tem contrato até Junho de 2015, amplo tempo para tomar decisões, e que o primeiro, pelas repetidas afirmações do seu empresário, já tinha chegado a um acordo de renovação quando surgiram as prematuras eleições, ocorrência que os levou a congelar o processo e aguardar o desdobrar de acontecimentos. No lugar deles teria feito o mesmo !... Além de tudo mais, será útil não perder de vista que o Sporting não tem os recursos financeiros de um Barcelona, por exemplo, para comprometer todos da formação a longo prazo, e decidir mais tarde o seu real valor. Tem de fazer o possível para, o mais cedo possível, separar o joio do trigo, missão extremamente complexa e inevitavelmente com algum grau de fabilidade.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:52

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds