Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sporting B (2016-17)

Leão Zargo, em 29.05.17

 

Portimonense Sporting B 2016-17.png

 

As equipas B participam no Campeonato da 2ª Liga desde 2012-13. Logo nesta época, o Sporting inscreveu na competição uma equipa com origem, essencialmente, na Academia de Alcochete, constituída por seniores de 1º e de 2º ano e por juniores de último ano. Jogadores mais experientes (3º e 4º ano), formados na Academia, proporcionaram uma maior capacidade competitiva. Houve, ainda, alguns jogadores contratados, no Verão de 2011 e em Janeiro de 2013, ou por empréstimo. No decurso da época de 2012-13 houve atletas que transitaram da equipa B para a equipa A.

 

Apesar de Bruno de Carvalho sempre ter afirmado (e de constar no seu programa eleitoral de 2013) que dirige pessoalmente todo o futebol do Clube, há em muitos sportinguistas a convicção de que nunca existiu um projecto específico para a equipa B. De facto, é pouca ou nenhuma a reflexão e a intervenção do presidente nessa área.

 

O Sporting B teve em 2016-17 uma época penosa, tendo permanecido durante algumas jornadas na zona de despromoção. A partir do mês de Fevereiro, com a substituição do treinador João de Deus por Luís Martins, houve uma recuperação significativa e evitou-se a despromoção. No final, a equipa classificou-se no 14º lugar, com 55 pontos, mais 3 pontos do que o Académico de Viseu, obrigado a participar no playoff de manutenção.

 

Para esta época foram contratados dezasseis jogadores e nas 42 jornadas da 2ª Liga alinharam 41 jogadores com a camisola leonina. Um número tão elevado de contratações nunca se tinha verificado anteriormente. Os técnicos da equipa B trabalharam com um plantel excessivo. Com um plantel assim não é possível haver um bom planeamento individual e colectivo, tudo é casuístico, decidido de acordo com as necessidades de cada momento competitivo.

 

Evitou-se um grande mal quando Luís Martins assumiu a orientação técnica da equipa. Com o novo treinador passou a haver uma maior solidez defensiva, com os jogadores mais próximos uns dos outros e mais pressionantes sobre os adversários. Isto permitiu maior posse de bola, menos riscos na grande área leonina e melhores soluções ofensivas. Havendo mérito de todos os jogadores em campo, destaca-se a boa integração do médio Rafael Barbosa, que regressou em Janeiro do empréstimo ao União da Madeira, e do avançado Gelson Dala que se estreou em Portimão, em 15 de Janeiro, e foi o melhor marcador da equipa.

 

Outro aspecto em que Luís Martins revelou grande acerto foi na utilização dos “reforços” da equipa A. Esta utilização é habitual e verifica-se todos os anos, embora nem sempre seja bem sucedida. Também se verificou com João de Deus, mas com resultados muito irregulares. O novo treinador teve o contributo de jogadores “resgatados” em Janeiro que alinharam na B com elevada mestria. Refiro-me a André Geraldes, Francisco Geraldes, João Palhinha (no jogo com o Guimarães B) e Ryan Gauld. Ricardo Esgaio e Matheus Pereira também desempenharam um papel relevante. Luís Martins foi capaz de colocar a qualidade individual destes jogadores ao serviço da dimensão colectiva da equipa.

 

Nas catorze jornadas em que orientou o Sporting B, Luís Martins obteve oito vitórias, três empates e três derrotas. Foram estes resultados desportivos que possibilitaram que a equipa saísse da zona de despromoção, quando estranhamente alguns sportinguistas já questionavam sobre a valia ou a necessidade da existência de uma equipa B. É importante que não se repita uma época assim. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10

Dias turbulentos nos bastidores

Rui Gomes, em 16.02.17

 

img_770x433$2015_11_14_21_00_00_1029904.jpgimg_770x433$2015_12_21_13_21_59_1042414.jpg626190812.jpg

 

Tudo começou no sábado com o despedimento de Zupo Equisoain, treinador da equipa principal de andebol, e esta quarta-feira viu-se uma dupla demissão: José Trindade, coordenador da secção de hóquei em patins, e João de Deus, treinador da equipa B de futebol.

 

Jorge Jesus na calha ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:23

Última hora: João de Deus de saída

Rui Gomes, em 15.02.17

 

img_770x433$2017_02_15_18_38_48_1225052.jpg

 

João de Deus não resistiu aos maus resultados e deixou o comando técnico do Sporting B. Já há rescisão por mútuo acordo e espera-se o anúncio oficial muito em breve.

João de Deus deixa o Sporting após praticamente duas temporadas, contabilizando 109 jogos (43 vitórias, 27 empates e 39 derrotas). O sucessor de João de Deus será também oficializado em breve e consta que a solução será do foro interno.

 

Adenda: Luís Martins, até agora Director Técnico do Futebol de Formação, assume o comando técnico da equipa B, acumulando as duas funções.


Luís Martins, de 53 anos, volta assim a assumir o comando de uma equipa, depois de ter orientado o Al-Ahli Jeddah, Portimonense e também várias equipas de formação do Sporting. Recorde-se que o técnico trabalhou durante três épocas com André Villas-Boas, primeiro no Tottenham e depois no Zenit São Petersburgo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:43

 

imagesCA1AOA22.jpg

 

João de Deus deu a sua primeira entrevista depois de já ter assumido no cargo de treinador da equipa B do Sporting. Nesta, dá relevo à diferença de condições de trabalho, para melhor, que encontrou na Academia de Alcochete e deixa alguma ideia sobre a sua visão do desafio que o espera, face aos objectivos que decerto lhe terão sido explanados pela SAD.

 

«É a maior instituição que representei até hoje. Sinto uma diferença abismal em relação às condições de trabalho que encontrei até aqui na minha carreira. Para mim é um sonho: qualquer um gosta de trabalhar para os melhores.

 

Para estes jogadores chegarem ao topo da pirâmide, ainda lhes falta algo. Têm qualidade, mas é preciso colocarem-na não ao serviço deles próprios, mas de um colectivo. Talvez seja esse o maior desafio que temos até aqui. Há um mundo de aspectos a melhorar. Dos jogos que já vi, há quem se tenha destacado e possa ter condições de chegar à equipa principal, mas prefiro não especificar.»

 

Para começar, faz algumas observações certeiras sobre o estado da equipa e respectivos jogadores: "Há um mundo de aspectos a melhorar". Pela qualidade de futebol a que temos assistido, não podemos concordar mais.

 

Há uma outra disposição que poderá ou não estar no seu escopo de autoridade: eliminar, ou pelo menos minimizar, o uso da equipa quase como um despejo para as contratações que, em princípio, não resultaram, como são os casos de Salim Cissé, André Geraldes, Sambinha, Enoh, King e Dramé, só para nomear alguns, que com a sua presença só acabam por emperrar a integração e desenvolvimento dos outros jovens talentos.

 

Uma segunda questão, que será tanto ou mais da responsabilidade da estrutura da SAD, é a integração de novas contratações. Como disse há dias um nosso leitor, e bem, "parece que por serem contratações têm direitos adquiridos face aos miúdos da formação, em termos de titularidade". Sem dúvida, temos alguns grandes talentos na equipa B cujo desenvolvimento não deve ser impedido pela aparente preferência dada a certos recém-chegados de óbvia inferior qualidade.

 

A mero exemplo, em 10 jogos possíveis - ou seja 900+ minutos de jogo - Chaby regista somente 180', Iuri Medeiros 461', Gelson Martins 131', Domingos Duarte 95'. E temos diversos jogadores que ainda não "pisaram" o relvado, como é o caso de Nuno Reis.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:44

Novo treinador para a equipa B ?

Rui Gomes, em 06.10.14

 

 

Pelos vistos, não somos só nós aqui no Camarote Leonino que entendemos que a condução da equipa B do Sporting não está bem entregue. Segundo o que está a ser noticiado esta segunda-feira, João de Deus poderá vir a ser apresentado, em breve, como o novo líder da segunda equipa leonina.

 

João de Deus, de 37 anos anos, natural de Setúbal, antigo jogador, já treinou meia dúzia de equipas, entre elas o Gil Vicente, Oliveirense e o Atlético.

 

Não o conheço o suficiente para dar uma opinião sobre o mérito desta decisão, mas algo tinha de ser feito para alterar o rumo da equipa B e, caso se confirme. esperamos que João de Deus seja a solução desejada.

 

Adenda: O Sporting já oficializou, via comunicado, a contratação de João de Deus para liderar a equipa B. Segundo consta, terá assinado contrato por um ano, mais outro de opção. Não vem acompanhado por adjuntos.

 

João de Deus "é conhecido por potenciar as características naturais dos atletas e pela aposta em jovens jogadores", pode ser lido no comunicado da Sporting SAD.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:27

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo