Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Apenas marketing eleitoral?

Leão Zargo, em 24.06.16

 

19722857_Du7JT.jpg

 

Há fotografias de personalidades que têm por finalidade conseguir determinar o “tempo” e o “sinal” de cada momento, o contexto em que tudo se passa: nelas, é a pessoa fotografada que estabelece a essência do acontecimento. Tudo o resto é irrelevante.

 

Verifica-se isso com a fotografia que surge na primeira página do jornal Sporting, de 23 de Junho de 2016. Bruno de Carvalho é, em simultâneo, o objecto e o objectivo, revelando a finalidade íntima de se sobrevalorizar em detrimento das outras pessoas, individualmente ou em grupo. E apresenta-se como alguém que, sendo o mentor, incorporou em si a própria instituição leonina. Coloca-se acima dela própria.

 

Mas, neste caso, trata-se de algo mais do que uma simples fotografia de representação. Constitui também um cartaz de propaganda, onde o representado, numa expressão de grande beatitude e sorriso breve, surge com um olhar vagamente lânguido, mas atento, próprio de quem vela em permanência pelo Clube e pelos sportinguistas. Há uma invulgar mensagem de cariz teológico no cartaz, revelando todo um caminho publicitário, por agora ainda insuspeito, que se abre num futuro muito próximo.

 

O egocentrismo é a característica humana que leva um indivíduo a sentir-se no direito de ser o centro das atenções e das razões. O egocentrismo exacerbado leva-o a pretender sobrepor-se a tudo e a todos. Esse egocentrismo exacerbado está muito bem revelado nesta fotocomposição que constitui a primeira página do jornal Sporting. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:37

 

jardel.png

Mário Jardel na capa do jornal «Sporting» ???

 

 

Quando vi a edição desta quinta-feira do jornal «Sporting» - com o personagem na capa - fiquei, por falta de melhores palavras, altamente indignado.

 

Não me vou alargar em comentário sobre este indecoroso capítulo do passado, mas só posso concluir que quem é responsável por decisões deste ignóbil cariz carece de valores e princípios e, sobretudo, desconhece e/ou desrespeita a História do Sporting Clube de Portugal.

 

E, depois, acusam-nos de sermos excessivamente críticos !??

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:34

 

 

Segundo avança a RTP e outros órgãos noticiosos esta quarta-feira - supostamente já confirmado pelo próprio Clube - o Sporting fez um despedimento colectivo no jornal "Sporting" que leva à dispensa de pelo menos oito profissionais, todos aqueles que tinham sobrevivido ao despedimento colectivo em 2013 e que tinha atingido cerca de 60 pessoas.

 

A mais antiga publicação europeia afecta a uma agremiação desportiva - fundada em 1922 - continuará a ser liderada por José Quintela, como era de esperar, mas a elaboração do semanário vai ficar a cargo da agência "YoungNetwork", que já é responsável pela assessoria de imprensa e fez a campanha de Bruno de Carvalho na sua corrida à presidência do clube. 

 

Sob o manto de redução de custos nas áreas de comunicação e marketing, este processo é inteiramente lógico, tendo em consideração o objectivo de controlar em absoluto tudo quanto é comunicações do Clube, que, como é óbvio, não pode estar dependente da criatividade jornalística de um qualquer profissional - mesmo sendo funcionário do Clube - mas sim pelas mãos de quem possa manipular a divulgação de informação dentro dos parâmetros propagandistas exigidos por Bruno de Carvalho e os seus criados de libré, José Quintela e afins.

 

Artigos de opinião assentes em liberdade de expressão já tinham praticamente desaparecido do jornal mas, a título de curiosidade, gostaria de saber se o "ilustre" Daniel Sampaio continuará a deter exclusividade especial nesse domínio.

 

Como já disse um leitor, um "mau presságio"... quanto ao futuro desta quase centenária tradição sportinguista.

   

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:27

 

 

A propósito de um artigo que pretendíamos escrever cujo tema central foi devidamente abordado pelo Leão de Alvalade, no blogue A Norte de Alvalade, no seu post "Jardel recuperou a memória, mas alguém no Sporting a perdeu."

 

 

Não deixa de ser curioso como Mário Jardel, depois do seu indecoroso comportamento e dos prejuízos que causou ao Clube, agora é merecedor de destaque no jornal «Sporting» com presença na capa e em duas páginas centrais. Um "grande exemplo" de honra e pudor que 10 anos e 14 clubes mais tarde surge com esta declaração: "Nunca me esquecerei da forma fantástica como fui tratado no Sporting". Pois... e também do justo reconhecimento na hora da verdade !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:12




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo