Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O que dizem eles

Rui Gomes, em 03.11.17

 

Newcastle+United+v+SC+Braga+Pre+Season+Friendly+mS

 

Considerações de José Peseiro sobre a actualidade dos três "grandes", em entrevista à Rádio Renascença esta quinta-feira. Não surpreende que veja neste momento no FC Porto o maior candidato ao título, seguido de perto pelo Sporting. Sem desprezar o clube da Luz, não lhe reconhece favoritismo algum nesta altura:

 

"O FC Porto está em primeiro lugar e é a melhor equipa. Tem mostrado mais capacidade e qualidade, mas o Sporting anda perto. São as equipas que praticam melhor futebol, estão mais poderosas e fortes.

 

O Benfica tem estado inferior, em comparação com as últimas épocas, mas ainda nem chegámos a meio da temporada e tem tempo para recuperar. A classificação demonstra o que se tem passado em campo. Mas todos os cenários são possíveis.

 

Sérgio Conceição está a fazer um excelente trabalho. O FC Porto está a produzir mais do que se esperava e isso também acontece devido ao trabalho da sua equipa técnica. A equipa é forte, tem qualidade, é pragmática, inteligente e está no primeiro lugar do campeonato de forma merecida. Os jogadores que estiveram fora regressaram e estão a mostrar o motivo pelo qual foram contratados".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:03

 

José Peseiro - antigo treinador do Sporting, FC Porto e Sporting de Braga - e o actual treinador do Al-Sharjah dos Emirados Árabes Unidos, reconhece a hegemonia do Benfica neste momento, considerando a equipa da Luz a mais forte na temporada que está agora a terminar, e avança que tanto o Sporting como o FC Porto, pela ausência de títulos, sentem muita pressão:

 

BIUX06O3.jpg

 

«Todos reconhecem com facilidade que o Benfica foi o mais forte. Ganhou ontem a Taça, é a equipa, neste momento, com melhor potencial e conquistou uma posição no futebol português nos últimos anos que não é por acaso.

 

Acho que os próprios adversários devem reconhecer e trabalhar para alcançar os níveis de organização, a capacidade de exploração de equipa e de poder que o Benfica apresenta. Não é só ter bons jogadores e um bom treinador, é preciso tudo aquilo que o Benfica neste momento possui. No futebol nada é definitivo, ninguém pode dizer que o Benfica para o ano vai ser assim. A verdade é que este ano foi. Nos últimos anos demonstrou que é a equipa mais forte em Portugal. Espero, e desejo, que todas as equipas melhorem, essencialmente o FC Porto e o Sporting, porque é necessário para o nosso futebol que assim seja.

 

O Sporting há uns anos que não vence a Liga e o FC Porto já leva quatro anos sem vencer qualquer troféu. É normal que tenham pressão. Mas isso é inerente a quem está num clube daqueles, estar lá e jogar sem qualquer pressão não tem sentido nenhum. Por isso é que se tem de escolher jogadores e treinadores com capacidade de suportar essa pressão, tal como uma estrutura com capacidade de suportar os desaires e com uma linha de orientação sólida, consistente, determinada, sem desvios e fragilidades. Manter a coesão para poder chegar ao final e apresentar resultados.

 

Quando saí do Braga, percebia o campeonato que estávamos a fazer. No fundo, tivemos apenas um resultado mau frente ao Sporting da Covilhã (Taça de Portugal). Mas são decisões que temos de aceitar, o futebol é isto. É fácil falar no final, mas tinha na minha cabeça que, com aquilo que estávamos a fazer, conseguiríamos disputar, quiçá, com o Sporting, o terceiro lugar. Tanto que, no jogo da Taça de Portugal, descansei seis ou sete jogadores para ganhar em Alvalade. Para alguma coisa pensaria que era importante e que nos levaria mais perto e a conseguirmos ombrear com o Sporting. Estávamos a 6 pontos do Benfica, a 2 do FC Porto e a 1 do Sporting. Podíamos ter feito um campeonato mais acima. Mas isto é a conclusão que tiro agora. Como profissionais temos de aceitar as decisões de quem manda».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:32

José Peseiro faz alvo da arbitragem

Rui Gomes, em 28.04.16

 

e5fa3c159dd9645557af9ffd2d1f1403ce527a26.jpg

 

José Peseiro, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Sporting, foi extremamente infeliz com as suas considerações. Algo que me surpreende, porque sempre o considerei uma pessoa ponderada e sensata, não obstante a incontornável "politicamente correcta" oratória a que treinadores recorrem.

 

Fundamentalmente, considera que salvo alguns erros de arbitragem, o FC Porto estaria à frente do Benfica na tabela classificativa nesta altura e, por implicação lógica, também à frente do Sporting. Não se refuta que tenham existido erros - os outros dizem o mesmo - mas pretender desculpar esta tão irregular época portista com a arbitragem, é triste e até mesmo inacreditável.

 

Eis o que o técnico do FC Porto teve para dizer:

 

«Dando quatro jogos como exemplo, nesta altura teríamos 12 pontos a mais. Foram erros efectivos e que vocês registaram. Nesta altura podíamos estar à frente do Benfica. Também poderia estar aqui a dizer que estaríamos em 1.º.

 

Se os outros estão constantemente a queixar-se, também podemos queixar-nos. Mas não escondemos as nossas responsabilidades.

 

Artur Soares Dias é um excelente árbitro, que está a fazer uma grande época. Se errar tanto como até agora será uma maravilha».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:18

 

jorgejesus_sporting_olimpiyat_640B.jpg19191807_L3iEU.jpgPaulo-Sousa-giaccone-Getty.jpgmarcosilva-cropped_1ghyzk62mlcv618f6lzjzwtt2a.jpg

 

Bem... talvez o termo "pesadelo" seja algo exagerado no que a Jorge Jesus diz respeito, mas aplicar-se-á aos restantes três técnicos portugueses.

 

Depois do Sporting ser afastado da Liga Europa à mãos do Bayer Leverkusen, José Peseiro teve o mesmo destino com a equipa do FC Porto, que foi derrotada por 1-0, pelo Borussia Dortmund. Por sua vez, Paulo Sousa, ao leme da Fiorentina, foi a Londres ser goleado, por 3-0, pelo surpreendente Tottenham, e, por fim, temos Marco Silva que sofreu idêntico dissabor, ao ser eliminado pelo Anderlecht, após prolongamento, por 2-1.

 

É caso para dizer que não há causa para se rirem uns dos outros, nesta ocasião europeia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:19

José Peseiro de azul-e-branco ?

Rui Gomes, em 19.01.16

 

Jose-Peseiro_large.jpg

 

Segundo jornal O Jogo, José Peseiro é o sucessor de Julen Lopetegui no comando técnico do FC Porto, tendo, para o efeito, rescindindo contrato com o Al-Ahly, do Egipto.

 

Sendo verdade, o treinador português prepara-se para regressar a Portugal, depois de na época de 2012/13, ter orientado o SC Braga, em representação do qual conquistou a Taça da Liga, curiosamente, numa final ganha ao FC Porto.

 

Pelas circunstâncias de algum modo especiais, todos nós temos memórias vívidas da sua passagem pelo Sporting e até lamentamos que não tenha tido o sucesso que porventura merecia.

 

O seu nome nunca me passou pela mente, como candidato ao cargo no clube do Norte. Até acredito que não tenha sido a primeira escolha, mas os técnicos que constaram como sendo alvos de maior interesse, estão todos contratualmente comprometidos com outros clubes.

 

Sempre o considerei um bom treinador, embora reconheça que lhe falta qualquer coisa para ser excelente, não sei bem o quê.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:44

Os "cinquentenários" do Sporting

Rui Gomes, em 13.05.15

 

Marco Silva atingiu o jogo n.º 50 da época no domingo passado frente ao Estoril e considerando que ainda faltam disputar mais três desafios em 2013/14 - dois da I Liga e a final da Taça de Portugal - será o quarto treinador do Sporting a ultrapassar a marca dos 50 jogos oficiais numa só temporada, repetindo os trajectos de Paulo Bento (56), Marinho Peres (53) e José Peseiro (52).

 

Curiosamente, tendo em conta muito do "tumulto" em torno da sua continuidade em Alvalade, Marco Silva pode alcançar o maior número de vitórias em jogos oficiais numa só época, estando neste momento com 29, faltando-lhe apenas três para o melhor registo de sempre, alcançado por Laszlo Boloni em 2001/02.

 

E... ainda corre o risco de estabelecer o melhor registo de sempre de golos marcados em jogos oficiais numa só temporada, contabilizando os seus actuais 98. O recorde é também de Laszlo Boloni, em 2001/02, com um total de 105 golos, seguido muito ao perto pelos 104 de José Peseiro, em 2004/05. O que isto significa é que o Sporting terá de marcar 7 golos nos seus restantes jogos - SC Braga (x2) e Rio Ave - para o recorde ser igualado e pelo menos 8 para ser ultrapassado.

 

marcosilva28.jpg

IMG.jpg

600.gif

IMG_0001.jpg

marinho_peres_20100224_1798219586.jpg

IMG_0003.jpg

peseiro.jpg

IMG_0002.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:16

O novo símbolo (humor satírico)

Rui Gomes, em 20.08.14
 

 

Nani foi transferido do Sporting para o Manchester United em 2007/08 - 25,5 milhões de euros - e até ao termo da época 2013/17 participou em 230 jogos pelos "Red Devils" - média de 32,8 jogos por época - marcando 41 golos - média de 5,85 golos por época.

 

Durante estas sete épocas conquistou 4 títulos da "English Premier League" - 1 Liga dos Campeões - 2 Taças da Liga e 4 "FA Charity/Community Shield". Foi eleito o MVP do Manchester United em 2011 e, nesse mesmo ano, nomeado para o prémio "Ballon d'Or".

 

A sua pior época no "Old Trafford" foi a última, em que entre lesões e opções do treinador David Moyes, participou apenas em 9 jogos como titular, 4 como suplente utilizado - em todas as competições - acumulando 560 minutos de jogo (6,2 jogos) e marcando um golo.

 

Estreou-se pela equipa principal do Sporting no dia 10 de Agosto de 2005, em um jogo a contar para a 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões, frente ao Udinese, substituindo Custódio aos 73 minutos.

 

Estreou-se pela Selecção Nacional no dia 1 de Setembro de 2005, na vitória, por 4-1, sobre a Dinamarca, em que marcou um golo.

 

Para aqueles que advogam conspirações, é de notar que Nani é representado por Jorge Mendes.

 

José Peseiro - antigo treinador do Sporting e actual técnico do Al Wadha - comenta o regresso de Nani a Alvalade:

 

«É um mais-valia para o futebol português e para o Sporting. O Nani não era feliz no Manchester United. No entanto, é um jogador de altíssimo nível. E isto será bom também para a Selecção Nacional, pois jogará com maior regularidade e estará mais protegido pela família e pelos amigos. É um bom momento para o Nani regressar ao Sporting. Estamos todos ansiosos por ver o Nani jogar.» 

 

Manifestação por parte de um pequeno "grande" adepto do Manchester United, muito insatisfeito pelo facto do salário de Nani continuar a ser pago pelos "Red Devils".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:03

José Peseiro comenta o Sporting

Rui Gomes, em 08.12.13

 

Em entrevista a "Bola Branca", José Peseiro tece elogios ao percurso do Sporting no campeonato, não deixando de manifestar a sua surpresa pelo feito, especialmente considerando o insucesso da época passada e os recursos superiores do Benfica e do FC Porto:

 

«O Sporting é a melhor equipa do campeonato até este ponto da época. Ninguém acreditaria que estaria em primeiro lugar neste momento. Está muito forte. Era imprevisível. Eu próprio disse no início da temporada, que o Sporting não tinha os mesmos recursos que o Benfica e o Porto para disputar o título. É o conjunto mais consistente, e apesar da equipa ser mais candidata do que era, entendo as cautelas de dirigentes, técnicos e jogadores. É importante manter a ideia de que o Sporting tem que vencer os seus jogos, porque a pressão está sobre o Benfica e o Porto.» Terminou, responsabilizando toda a estrutura leonina «pelos frutos que o clube está a colher».

 

José Peseiro é neste momento o treinador do "Al Wahda", dos Emiratos Árabes Unidos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:13

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo