Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Labyad continua a dar prejuízo

Rui Gomes, em 05.10.16

 

img_770x433$2016_09_01_03_42_57_1151106.jpg

 

Zakaria Labyad rescindiu com o Sporting no Verão, mas o prejuízo com este jogador ainda não parou. Isto, porque o Sporting foi condenado a pagar um milhão de euros a Jorge Pires, um dos seus representantes. O Tribunal deu razão ao agente que reclamava uma verba relacionada com a intermediação do negócio que se realizou em 2012, pela contratação do médio holandês.

 

A Sporting SAD ainda não se pronunciou sobre a questão, mas é expectável que vá recorrer da decisão, dado que é alegado que não há um contrato formal de intermediação redigido, algo que até terá sido reconhecido pelo juiz que analisou o caso, mas que não o impediu de aceitar os argumentos apresentados pelos representantes de Jorge Pires.

 

Uma situação que devia ter sido evitada, porventura através de negociação, mas, para ser justo, não nos é possivel verdadeiramente avaliar o caso, por falta de informação relevante.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:19

Labyad a caminho do Fulham

Rui Gomes, em 01.02.16

 

DSC_0970640.jpg

 

O jornal holandês De Telegraaf revela esta segunda-feira que Zakaria Labyad vai jogar no Fulham por empréstimo do Sporting. O acordo será assinado após o extremo realizar testes médicos e é válido por época e meia, o que, a confirmar-se, completará o que resta na ligação contratual ao Sporting - Junho de 2017.

O internacional marroquino estava ao serviço da equipa B tendo realizado 14 jogos (três golos e duas assistências) esta temporada, 11 dos quais como titular, mas já não esteve no embate frente ao Sporting da Covilhã, no domingo, em Alcochete.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:38

Foto do Dia

Rui Gomes, em 30.08.15

 

violalabyad1.jpg

 

Dado que não jogam em parte alguma, que andam eles a fazer ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:22

Lembram-se dele ?

Rui Gomes, em 18.12.14

 

 

Golo de Zakaria Labyad na vitória do Vitesse sobre o Ajax, por 4-0, em jogo dos oitavos-de-final da Taça da Holanda.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16

E depois temos as contas...

Rui Gomes, em 21.02.14
 

 

No jornal do Clube que foi para as bancas esta quinta-feira, foram reveladas diversas importantes disposições sobre o movimento de jogadores e a gestão da Sporting SAD.

 

Começamos pelo mais simples de compreender:

 

1º - Foram despendidos 1,5 milhões de euros na contratação de cinco jogadores: Hekdon (1,2 milhões) - Shikabala (190 mil euros) - Dramé (25 mil euros) - Enoh (35 mil euros) e Matias Pérez que chegou por empréstimo.

 

2º - Pelas saídas a título definitivo de Jeffrén e Alexandre Guedes, foi estipulada uma cláusula de salvaguarda de 15 milhões de euros, caso pretendam representar o Benfica ou o FC Porto.

 

3º - O mesmo tipo de cláusula foi imposta nos empréstimos com opção de compra de Fito Rinaudo e Nuno Reis.

 

4º - A Sporting SAD garantiu uma poupança global de 12,8 milhões de euros com as saídas de Jeffrén (7,2 milhões) e Labyad (4,5 milhões). 

 

Não refuto nenhuma desta informação revelada pela Sporting SAD, mas gostaria de compreender as contas que foram feitas com Jeffrén e Labyad, para permitir uma poupança tão elevada. Jeffrén tinha contrato até 2016, ou seja, mais duas épocas e meia. Através de uma matemática simples, isto implica que o seu salário era sensivelmente 2,9 milhões de euros por ano, mais de 240 mil euros por mês, para se chegar os tais 7,2 milhões. Labyad tinha/tem contrato até 2017, ou seja mais três épocas e meia; foi emprestado por uma época e meia que alegadamente resultou na referida poupança de 4,5 milhões de euros. Significará isto,então, que o seu salário no Sporting era/é 3 milhões por época, cerca de 250 mil euros por mês.

 

Ou eu estou a fazer muito mal as contas - uma clara possibilidade - ou, então, há algo que não está a ser bem explanado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:45

 

 

Segundo o que está a ser noticiado pela imprensa desportiva - embora ainda não confirmado pelo Sporting - o "indesejado" Zakaria Labyad foi cedido até ao final da época ao Vitesse, actual líder do campeonato holandês em igualdade pontual com o Ajax, após 18 jornadas.

 

Os exactos termos do empréstimo não são conhecidos - e duvido muito que se chegue a saber - mas as indicações iniciais apontam para o clube holandês assumir a totalidade do salário do jogador e com uma cláusula de opção de compra no final da temporada. Nada foi ainda revelado sobre o valor desta cláusula nem se o Sporting receberá mais alguma compensação pela cedência, disposição, na minha opinião, muito improvável.

 

Constava que tanto o seu antigo clube, o PSV Eindhoven, como o Fulham, estavam também interessados no jogador, mas aparentemente o Vitesse ganhou a corrida, numa tentativa, depreende-se, de reforçar a equipa na luta pelo título nas últimas 16 jornadas, meta nunca antes alcançada na sua história, embora já tenha sido vice-campeão por cinco vezes.

 

O Sporting - ou melhor, a actual liderança do Clube - fica assim temporariamente livre de um jogador que não autorizava a jogar e que não desejava ver em Alvalade, poupando, no processo, algumas centenas de milhares de euros em salário. Veremos se a "novela" volta a casa no final da época.

 

Nota: Entretanto, o Sporting já confirmou o empréstimo, não para o resto da época, mas sim por época e meia, sem qualquer compensação, nem cláusula de opção de compra. Isto é perfeitamente claro. A parte que não compreendo é a alegada poupança de "cerca de 4,5 milhões de euros" que a Sporting SAD clama, muito embora seja indicado que existiam "vários assuntos pendentes". O que isto significa, ao certo, não foi explanado. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:06

O Mercado da Bola

Rui Gomes, em 06.01.14

 

 
Num dia em que as atenções do futebol português estão centradas no último adeus a Eusébio, as notícias - rumores/conjecturas - sobre o " Mercado da Bola" são escassas ao que concerne os clubes lusos.
 
O jornal "A Bola" noticia um alegado interesse do Twente FC - actual terceiro classificado da Liga holandesa - em Zakaria Labyad, para colmatar o que espera ser a saída do extremo sérvio Dusan Tadic que, entre outros, tem o Barcelona como um dos clubes interessados. Não é claro se o negócio passa por uma venda a título definitivo se empréstimo com opção de compra, no entanto, dando-se este último cenário, diz o diário desportivo que o Sporting está a exigir uma verba na ordem dos 10 milhões de euros. O jogador aparenta estar disposto a baixar as exigências salariais para poder prosseguir a sua carreira noutro clube.
 
"Record"  surge com um breve apontamento sobre as negociações que envolvem Fito Rinaudo. Segundo este, o jogador que se encontra na Argentina à espera do desfecho desta situação, já terá um acordo com o Catania - último classificado da Série A na Itália - mas que a posição do Sporting sobre a cláusula de opção de compra está a dificultar o negócio.
 
Já o jornal "O Jogo", sustentado por informações que surgem hoje no "Daily Mail" da Inglaterra, publica que William Carvalho está a ser associado a dois dos principais emblemas ingleses - Manchester United e Arsenal - que têm vindo a acompanhar o jogador já há algum tempo - e que estão a equacionar apresentar propostas para a contratação do jogador leonino ainda durante o mês de Janeiro. Segundo a imprensa inglesa, 15 milhões de euros será uma oferta a ser apresentada. Recorde-se que William Carvalho tem contrato válido até 2018 com uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros.
 
Vale o que vale !
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:37

Breves reflexões

Rui Gomes, em 18.12.13

 

- «Não sei se será para negociar (Sami). A vinda a Lisboa deve-se a um grande amigo, António Simões, que lança um livro e organiza um jantar. Amanhã ? Estou sempre aberto. O presidente do Sporting tem falado connosco sobre outras coisas. Sei do interesse do Sporting, informalmente, através de outras pessoas.»

 

Carlos Pereira, presidente do Marítimo. Pode de facto dar em nada, mas que há "fumo" há, não obstante as afirmações dos dois presidentes em contrário. Achei especialmente interessante ambos terem referido que falaram mas... "sobre outras coisas". 

 

- Reporta o Diário de Notícias que uma "fonte leonina" informou que Labyad finalmente mostrou disponibilidade para reduzir o salário e ser integrado em Janeiro, mas que Bruno de Carvalho recusou integrar o jogador para não "destabilizar o balneário", porque nem sempre teve um "comportamento exemplar e merecedor de uma segunda oportunidade."

 

Não quero acreditar na veracidade desta história mas, confirmando-se, não só é ridícula como incrível. Além da recorrente demagogia avulsa propagada à conveniência, ainda se está para compreender a real natureza deste alegado incorrecto comportamento do jogador marroquino. Duas disposições evidenciam-se: primeiro, a questão salarial e a preferência da SAD em vender o jogador para realizar capital. Segundo, e não de menor significância, o enorme ego de Bruno de Carvalho, que não pretende recuar na sua decisão original, errada que tivesse sido.

 

- Um grande dilema confronta Paulo Bento, não no imediato, mas em um futuro não muito distante: foi divulgado esta semana que Fernando já tem a cidadania portuguesa e, como tal, está apto ser convocado para a Selecção Nacional. O talento e mais-valia do médio do FC Porto é inegável, tornando-o em um jogador difícil de ignorar. Se não o convocar, Paulo Bento será inevitavelmente acusado de o ter rejeitado somente por ser um cidadão naturalizado, se o convocar, deixando atrás um outro jogador português já antes merecedor da distinção, outro tipo de acusações surgirão. Sou da opinião que se futebolisticamente justificar a convocatória, nos olhos do seleccionador, deve-o chamar, só espero, no entanto, que não seja em detrimento de jogadores do Sporting, igualmente merecedores, como são os casos de William Carvalho e Adrien Silva.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:34

O talento a ser "educado" na bancada

Rui Gomes, em 29.10.13

 

 

Dizem que o talento cria as suas próprias oportunidades mas, como em tudo na vida, não há regra sem excepção. Neste caso a excepção vai pelo nome de Zakaria Labyad e representa um talento que está a ser "educado" na bancada. Treina com a equipa B, não está inscrito na Liga e, por isso, não pode jogar. Por falta de alternativas, assiste aos jogos da bancada. Eis ele aqui nesta segunda-feira em Alvalade a assistir ao empate da equipa B com o Académico de Viseu.

 

Está à vista que é uma opção lógica e sensata por parte da Sporting SAD dado a profundidade qualitativa da equipa principal, onde foras de série abundam, especialmente médios ofensivos. Dizer mais para quê ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:39

 

 
Este é apenas um dos muitos vídeos disponíveis no Youtube de Zakaria Labyad, o médio ofensivo proveniente do PSV Eindhoven - onde fez a sua formação - que chegou ao Sporting no Verão de 2012. O ainda jovem jogador - 20 anos - estreou-se na equipa principal do histórico emblema holandês com 16 anos e na sua última época nesse clube participou em 48 jogos: 38 como titular - 10 como suplente utilizado - acumulando 3034 minutos de jogo - 33.7 jogos - e marcando 12 golos.
 
Não teve uma época de sucesso no seu ano inaugural no Sporting, é verdade, mas quem é que foi um sucesso na pior temporada de sempre do Sporting ?... Este ano não soube lidar com a pressão que lhe foi exercida pela SAD, logo a partir do primeiro dia, para baixar o seu salário, entre outras considerações, e agora vê-se na situação de nem sequer poder jogar porque os lideres do Sporting - num acto de "sublime" clarividência - decidiram não o inscrever na Liga.
 
 

 

Mais um daqueles casos com razões que a própria razão desconhece ! Ah, sim... não esqueçamos que terá mostrado expressão de desagrado quando foi mandado entrar em campo aos 88 minutos no embate de pré-época com o Nacional, a nona e última substituição de Leonardo Jardim nesse amistoso. Um acto de malícia de premeditação, diria eu, com a lamentável cumplicidade do treinador.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:57

Solução, procura-se !

Rui Gomes, em 06.09.13

 

 

É por de mais evidente que com a maioria dos mercados europeus fechados e os poucos que faltam prestes a fechar, a situação dos chamados excedentários do Sporting complica-se cada vez mais. Os jogadores principais em questão - Labyad, Evaldo, Bojinov e Jeffrén - oferecem cenários algo diferentes, mas todos de difícil resolução:

 

Zakaria Labyad- contrato até 2017, com o Sporting a deter 35,0% dos seus direitos económicos.

 

- Constou interesse de clubes da Holanda mas nada se concretizou e, segundo o seu empresário, Marcel Veerman, o jogador nunca quis jogar na Turquia e limita-se a esperar instruções do Sporting. Quando questionado sobre a possibilidade de integrar a equipa B, o agente afirmou que isso é uma decisão dos responsáveis do Clube.

 

Não culpo o jogador por não querer ir para a Turquia, no lugar dele faria o mesmo. A única solução plausível para ambas as partes, na minha opinião, é integrá-lo na equipa principal e deixar nas mãos de Leonardo Jardim a decisão quanto à sua utilização. Mesmo admitindo uma eventual transferência na próxima abertura do mercado, o jogador só será desvalorizado se não jogar. Uma dúvida está por esclarecer: não se sabe se foi inscrito na Liga. Caso não tenha sido, admite-se o pior dos cenários: mau para o atleta, mau para o Clube.

 

Evaldo Fabiano - contrato até 2014, com o Sporting a deter 90,0% dos seus direitos económicos.

 

- O jogador recusou a proposta de rescição do Clube, embora não se saiba os valores envolvidos nem as exigências do jogador. Se houver espaço para aumento de valores ao ponto de o satisfazer, é melhor solução do que assumir a totalidade do seu salário e ele andar a época inteira a treinar à parte.

 

Valerei Bojinov - contrato até 2016, com o Sporting a deter 75,0% dos seus direitos económicos.

 

- A informação sobre este jogador é muito escassa, a bem dizer, nem dá para compreender como o Sporting tem lidado com o caso. Pelas recém-declarações do empresário, deu para depreender que uma proposta do Parma tinha sido apresentada ao Sporting, mas nada mais surgiu neste contexto. Com as portas mais apetecíveis do mercado fechadas, a única hipótese é um empréstimo para a Turquia, Rússia ou Ucrânia e, mesmo estas, fecham este fim de semana. O Sporting há longo que devia ter assegurado um empréstimo, mesmo assumindo parte do seu salário. A alternativa é bem pior, já que a rescisão envolverá valores bastante elevados.

 

Jeffrén Suarez - contrato até 2016, com o Sporting a deter 75,0% dos seus direitos económicos.

 

- Outro caso que devia ter sido resolvido há muito tempo. As opções agora limitam-se à sua integração na equipa B ou ao empréstimo para um dos acima referidos países. Desconhece-se a receptividade do jogador quanto a este derradeiro cenário. Rescisão não aparenta ser uma opção viável, pelos valores envolvidos. No momento, tal como Evaldo, treina-se à parte, sem solução à vista.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:10

Noticias breves e comentário

Rui Gomes, em 04.09.13

 

 

 

Notícias algo duvidosas hoje, muito por falta de confirmação do Sporting. Além do mais, a Liga, por motivos que me iludem, não disponibiliza a lista dos jogadores inscritos, disposição que permitiria esclarecer algumas questões.

 

- É noticiado que Vítor Golas foi emprestado ao Corona Brasov da Roménia, clube recém-promovido à I Divisão. Face ao seu contrato até 2014, isto até não surpreende, mas a reportagem alega que ele renovou por mais uma época, consideração até agora desconhecida. Vale o que vale.

 

- Também é hoje noticiado - aliás, já foi aqui mencionado por um leitor - que o Zezinho foi emprestado por uma época ao Veria da Grécia. Se isto for entretanto confirmado, duas observações: embora se compreenda que o jovem necessita de jogar com regularidade, por o que se viu dele na época passada enquanto na equipa principal, não vejo que Magrão, por exemplo, seja uma melhor alternativa. Segundo, e aqui surge a minha desconfiança sobre algumas decisões desta liderança, Zezinho é o único dos "renovados" a ser emprestado - tem contrato até 2018 - mas a diferença, coincidência ou não, é que a renovação foi efectuada pela Direcção anterior.

 

- Conforme opinei no último dia do mercado, Vítor Silva chegou ao Sporting a título definitivo, mas desconhece-se a que custo e enquanto um diário desportivo indica que assinou por três anos, outro refere apenas dois anos.

 

- Também já era de antecipar que Iván Piris não tinha sido comprado. É hoje reportado que veio por empréstimo por uma época com opção de compra, sendo esta 3 milhões de euros para uns e 4 milhões para outros. Em Roma a opção era de 4 milhões e o custo do empréstimo 700 mil euros, mas não é de esperar que o Sporting tenha pago verba semelhante pela cedência.

 

- Não é possível confirmar se Labyad está inscrito na Liga. Muito indica que não estará, mas salvo um rumor que ele recusou ir para a Turquia - clube não identificado - nada mais está disponível neste momento.

 

- É também reportado que Bojinov terá recusado ir para a Turquia, mas a informação é escassa. Se existem negociações para a rescisão do seu vínculo contratual que é válido até 2016, o Sporting ainda não anunciou qualquer desfecho.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:56

Ponte de ligação aos leitores

Rui Gomes, em 28.08.13

 

 

«Labyad: a sua situação já foi amplamente discutida e explicada aqui. É uma questão administrativa e técnica. Se o Sporting entende que o jogador não fica e tem o parecer concordante do treinador... o jogador sai. Nenhum jogador está acima do Sporting. Lembremos aqui a saída de Manuel Fernandes, por opção de Manuel José e isso foi respeitado pela direcção de então. Mas Labyad ainda cá está - e a avaliar pelas suas declarações hoje (ontem), cá continuará - assim como os encargos com o jogador... e sem rendimento desportivo.

A questão é: poderá vir a tê-lo, dada a forma como o processo tem sido conduzido ?... O dramático é que Labyad faz falta a este Sporting, como 10 ou como extremo, onde com naturalidade, pode procurar o jogo interior. Portanto usem-no ou dispensem-no, na equipa B... não.»

 

Leitor: AM

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:56

Notícias breves

Rui Gomes, em 27.08.13

 

 

 

- Labyad fez hoje um breve comentário sobre a sua situação: «Não sei o que fiz de mal para ter um processo disciplinar. Fui sempre profissional com toda a gente. Trabalho muito todos os dias, nunca cheguei tarde aos treinos. Não percebo. Sou um profissional e tenho contrato. Vou sempre trabalhar muito para ser um bom jogador, e se for preciso trabalho na equipa B. Não sei nada sobre outros clubes.»

 

* Alguém que informe o rapaz que ele está a ser tratado assim porque é esta a forma com o "Bruno" lida com as pessoas quer não lhe fazem a vontade. No seu caso, recusou-se baixar o salário. Veremos como o "Bruno" lida com a situação a partir do dia 2 de Setembro, quando o mercado já estiver fechado.

 

- O Sporting foi multado 1,148 euros por "comportamento incorrecto do público" na última jornada da Liga.

 

- Seguindo a presente política de renovação dos jovens da formação, Tobias Figueiredo acordou prorrogação do seu vínculo até 2019, ficando com uma cláusula de rescisão fixada em 45 milhões de euros.

 

- Os participantes no treino matinal da equipa principal incluíram algumas surpresas, pelo menos para este observador:

 

* Victor Golas que nem sequer está inscrito na Liga e é um daqueles que tem andado à parte, presumivelmente por ainda não ter renovado.

 

* Atila Turan que não é suposto fazer parte dos planos tanto da equipa A como da B e tem o seu futuro muito incerto. Dar-me-ei à conjectura que por falta de alternativas onde o colocar, terão pedido a Leonardo Jardim para dar o seu parecer sobre o jogador. Do lado esquerdo da defesa, o Sporting tem Jefferson na equipa A, Rojo como alternativa de emergência, Seejou King e Mica Pinto na B.

 

* Outros participantes no treino mas ainda com futuro por definir - supostamente não fazem parte dos planos e não estão inscritos na Liga - André Santos e Diogo Salomão, e ainda os jovens Filipe Chaby e Rúben Semedo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:45

 

 

Sem conhecimento de causa, estes últimos apontamentos noticiosos poderão não ser mais do que meros rumores ou conjecturas:

 

- O jornal " O Jogo" divulga que a Sporting SAD vai avançar para a rescisão unilateral com Oguchi Onyewu porque o jogador ter-se-á submetido a uma intervenção cirúrgica sem o conhecimento e consentimento da direcção clínica do Clube;

 

- Já o diário "A Bola" cita uma fonte leonina (anónima claro) que indicou que Labyad arrisca acção disciplinar por ter exibido um comportamento "arrogante e prepotente" nestes últimos dias.

 

Não comento a primeira alegada incidência mas, quanto à segunda, se comportamento "arrogante e prepotente" é uma infracção disciplinar no Clube, então...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:43

 

 

No narcisismo, o amor próprio é inflado, o egocentrismo, egoísmo, arrogância e preocupação apenas consigo mesmo são as principais características. São pessoas que acreditam merecer todos os elogios possíveis porque acreditam ser melhores que todos, em tudo. Nesses indivíduos, a empatia não existe e tendem mostrar-se pouco preocupados com sentimentos alheios, afinal, eles estão sempre olhando para o próprio umbigo, a fim de suprirem apenas as suas próprias necessidades.

 

O sentido narcisista do presidente deve estar hoje em alta, já que todos os diários - desportivos e não só - noticiam a ocorrência, alguns nas capas:

 

* O Jogo: "Labyad proibido de jogar por Bruno de Carvalho".

 

* A Bola: "Empresário de Labyad acusa Bruno de Carvalho".

 

* Record: "Labyad riscado pelo presidente".

 

* Correio da Manhã: "Labyad afastado por Bruno de Carvalho".

 

* Mais Futebol: "Jardim disse que havia ordem do presidente para Labyad não jogar".

 

* Sapo Notícias: "Bruno de Carvalho "risca" Labyad. Mandou Leonardo Jardim retirar jogador da lista dos convocados".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:14

Confirma-se o que se suspeitava

Rui Gomes, em 05.08.13

Não sendo novidade alguma para este observador, o agente de Zakaria Labyad surgiu a confirmar que o jogador foi afastado da equipa por ordens de Bruno de Carvalho, depois de ter recusado baixar o seu ordenado.

 

Afirmou Marcel Veerman: «O treinador gosta de Labyad e contava com ele para esta época. O Leonardo Jardim falou com o jogador e explicou-lhe que a decisão não dependia dele. Labyad respeita o treinador, as regras do Sporting e o contrato que assinou. Está feliz e só queria continuar no clube de forma a poder retribuir a aposta que fizeram nele. Esta não é a melhor forma de conduzir o processo. Se querem que ele encontre um clube deviam deixá-lo jogar com o West Ham. Qualquer clube inglês pode pagar-lhe o ordenado e se ele fizesse uma boa exibição, quem sabe se não despertaria o interesse de alguém em Inglaterra. Para mostrar o talento tem de ter oportunidades.» 

 

Esta é então a nova ordem do Sporting: não se respeita contratos assinados em nome do clube, recorre-se a medidas de força para dobrar jogadores à conveniência dos interesses, com é o caso de Atila Turan, tem-se outros sob contrato e lida-se com eles como se não existissem, a exemplo de Bojinov que treina sozinho na Bulgária sem instruções do seu empregador, que até recusa falar com o seu representante. E outros são cedidos para o estrangeiro sem razão aparente, como são os casos de Gael Etock e Renato Neto.

 

O pequeno "César" em toda a sua arrogância e grotesca pomposidade "dignifica" assim o nome e a imagem de uma instituição centenária, tudo em nome dos seus melhores interesses. Promessas vazias durante a campanha eleitoral que o conduziram ao poder e com o passar de cada dia verifica-se que manifestamente não tem e nunca teve os recursos outrora garantidos, e para compensar as insuficiências do Clube e a sua incapacidade para as resolver, recorre a medidas deste baixo nível.

 

Depois de ter acusado os dirigentes do Sporting de "falta de clareza negocial", o clube francês divulgou em comunicado oficial: " (...) O Stade de Reims não compreende esta falta de respeito da parte de um clube tão importante e prestigiado como o Sporting de Portugal."

 

Mais palavras para quê ?

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:28

Uma decisão no mínimo duvidosa

Rui Gomes, em 04.08.13

 

 
Leonardo Jardim divulgou a lista dos 23 jogadores que irão participar no Torneio do Guadiana em que o Sporting defrontará o West Ham na segunda-feira e o SC Braga na quarta-feira:
 
Guarda-redes: Rui Patrício e Marcelo Boeck;
Defesa: Welder, Maurício, Jefferson, Marcos Rojo, Evaldo, Eric Edier, Rúben Semedo e Cédric Soares;
Médios: André Martins, Gerson Magrão, William Carvalho, Rinaudo, Adrien Silva, André Santos e Filipe Chaby;
Avançados: Diego Capel, André Carrillo, Wilson Eduardo, Cristian Ponde, Fredy Montero e Salim Cissé.
 
A grande surpresa desta convocatória é André Santos - que até consta não fazer parte dos planos do técnico - em detrimento de Zakaria Labyad. Na minha opinião, um erro por parte do treinador e leva-me a questionar se a decisão foi sua ou da SAD, já que Labyad é alvo desde o primeiro dia para ser transferido de Alvalade.
 
É de anticipar os argumentos de que Labyad não tem estado a jogar bem, etc.. Até é verdade que ele não tem estado bem, em facto, até parece perdido em campo, mas não posso deixar de questionar quanto dessa sua postura se deve ao facto de ele saber e sentir que não é desejado pelos responsáveis do Sporting.
 
Neste contexto, tem havido alguma incoerência na forma como o treinador e/ou a SAD têm vindo a lidar com determinados jogadores, a exemplo evidente de André Santos. O médio formado no Sporting fez parte da comitiva que estagiou no Canadá, embora com muito poucos minutos de jogo nos amistosos então realizados. Após o regresso a Portugal, é relegado à equipa B, não foi apresentado como elemento da equipa principal e não foi chamado para os jogos com a Real Sociedade e o Nacional. Agora, na derradeira fase da pré-época e perante dois adversários de valor que vão disputar o Torneio do Guadiana - West Ham e SC Braga - é chamado no lugar de Labyad. E, isto, depois de constar que não pretende renovar com o Sporting o seu vínculo contratual que termina a 30 de Junho de 2014. Já Evaldo não surpreende tanto, porque o lado esquerdo da defesa leonina não tem muitas alternativas: Jefferson na equipa principal, Mica Pinto e Seedjou King na equipa B.
 
Uma vez que nada foi divulgado sobre uma qualquer lesão, esta decisão só poderá ter o intuito de tentar motivar o jogador a facilitar a sua transferência do Sporting. Decerto que não é deixando-o fora da equipa que o ajudam a preparar para a época que se aproxima.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:01

Esta desde sempre mal concebida estratégia pela nova Direcção de diabolizar tudo e todos que não subscrevam a sua visão e critérios de gestão, financeira e desportiva - propagada e defendida avulsamente nos espaços noticiosos e na blogosfera pela falange condescendente - é improdutiva, no que aos interesses do Sporting concerne, e sobretudo desonesta para com os muitos milhares de sócios e adeptos do Clube.

 

Dois casos diferentes, mas assentes na mesma premissa, que merecem clarificação: Zakaria Labyad e Bruma.

 

O avançado holandês/marroquino chegou ao Sporting proprietário absoluto dos seus direitos económicos, caso excepcional para um talento tão jovem e promissor que militava no PSV Eindhoven. Muito tem sido noticiado e comentado sobre o seu salário que, pelos vistos, não se enquadra nas novas regras orçamentais da Direcção. Ao certo, não se conhecem os valores acordados no vínculo contratual com o Sporting, mas a lógica e o bom senso indicam que sejam lá o que forem, uma percentagem do que é para efeitos de fisco atribuído a salário, visa compensar o passe que o Sporting não se viu obrigado a adquirir a pronto a uma terceira parte - neste caso o PSV Eindhoven, onde ele foi formado e permaneceu durante oito anos - e que lhe foi dada a opção de o fazer em pagamentos intercalados. Este modelo negocial é comum no futebol e os clubes tiram proveito do mesmo sempre que possível. A exemplo de Ricky van Wolfswinkel, Labyad poderia ter chegado por 3, 4 ou 5 milhões de euros - a sua mais-valia desportiva não entra na discussão neste momento e, além do mais, está avaliado pelo "transfermarket.co.uk" em 5,5 milhões de euros - que o Sporting teria sido obrigado a assumir pela assinatura da transferência e o menos elevado "salário" do jogador nem sequer seria agora evocado, como o do Ricky nunca foi. Agora, diabolizar o jogador somente porque defende os seus interesses e, porventura, recusa alterar as condições contratuais, é injusto e nada menos do que desonesto. Se a SAD e Leonardo Jardim entenderem que desportivamente o jogador não serve ao Sporting, a alternativa está à vista.

 

Quanto ao muito sensacionalizado Bruma, nem sequer abordo, neste momento, a contenda em curso sobre a aparente disputa com o seu empresário Pini Zahavi, o seu conselheiro Catio Baldé e o seu advogado, Bebiano Gomes, que surgiu hoje em cena a clamar que "as bases que deram origem à assinatura do contrato estão feridas de nulidade." Concorda-se que há uma situação muito delicada por resolver e que o actual estado financeiro do Sporting não facilita uma resolução espontânea. Já o mesmo não é aplicável às transparentes tentativas de encobrir as insuficiências do presente - financeiras e de gestão - diabolizando o Conselho Directivo anterior por ter promovido jovens à equipa principal sem primeiro assegurar a sua continuidade no Clube a longo prazo, um cenário ideal, sem dúvida, mas nem sempre viável pela instabilidade do Sporting. Ainda assim, neste contexto, a nova Direcção teve ampla oportunidade de "rectificar" a situação nos últimos dois meses da época, de igual modo como o poderia ter feito com Pedro Mendes, pelas suas acções, que continuou a jogar na equipa B e com a braçadeira de capitão.

 

Recorde-se que a 11 de Fevereiro de 2013 Catio Baldé - o único intermediário do jogador então em cena - afirmou: "A prioridade de Bruma para o Sporting é total (...) a direcção de Godinho Lopes quer fechar este dossier antes de surgirem eleições. O Bruma tem contrato pelo resto da época e mais a próxima, mas o presidente quer deixar este assunto fechado e, por isso, estamos a negociar a renovação de contrato por mais quatro anos, até Junho de 2018."

Uma semana mais tarde: "Já foi estabelecido um acordo verbal entre as partes para que Bruma venha a prolongar o seu vínculo contratual até 2018, mas a oficialização do acordo está, nesta altura, congelada por causa do movimento pré-eleitoral. Em causa não estão quaisquer detalhes relativos a questões financeiras e de vencimento  - há um consenso - mas o Bruma quer saber qual é o futuro do projecto do Sporting para o futebol profissional e que condições terá para se afirmar no plantel principal em 2013/14."

 

O presidente do Sporting entrou com vontade de dar ordem a uma "casa" por arrumar, assente em promessas várias de apoios financeiros e outros. Esses apoios ainda não se verificaram e é por de mais evidente que o objectivo declarado e desejado não será concretizado através de todo o género de rupturas, mas sim de um registo de gestão competente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:55

Mera fantasia ou desinformação ?

Rui Gomes, em 08.06.13

 

Escreve o jornalista Rui Baioneta - até o apelido é adequado - no pasquim "quasi-oficioso" do clube de Carnide que o Sporting tem uns quantos "excedentários" no mercado cujo valor amontoa 32 milhões de euros. Para chegar a este número, o supracitado - ou alguém - atribuiu os seguintes valores a estes supostos transferíveis do Sporting:

 

1. Boulahrouz - 4 milhões de euros (tem 31 anos e chegou ao Sporting a custo zero).

 

2. Onyewu - 4 milhões de euros (tem 31 anos e chegou ao Sporting a custo zero).

 

3. Pranjic - 5 milhões de euros (tem 31 anos e chegou ao Sporting a custo zero).

 

4. Labyad - 7 milhões de euros (tem 20 anos e chegou ao Sporting a custo zero).

 

5. Jeffrén - 6 milhões de euros (tem 25 anos e chegou ao Sporting por 3,750 milhões de euros).

 

6. Bojinov - 6 milhões de euros (tem 27 anos e chegou ao Sporting por 2,630 milhões de euros).

 

Salvo a insensatez de transferir Zakaria Labyad, a venda dos restantes,, pelas verbas citadas pelo jornalista, até seria um bom negócio para o Sporting, nas circunstâncias. O que tenho enorme dificuldade em acreditar é que hajam clubes com a disposição de pagar estes montantes.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:03




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds