Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Presidente Luís Figo ?

Rui Gomes, em 14.12.16

 

Figo.jpg

 

Sou um grande admirador do futebolista que Luís Figo foi, embora não tanto do homem. Dito isto e apesar de reconhecer que não é uma figura consensual entre sportinguistas, não duvido, minimamente, que seria um presidente muito credível e competente. Não acredito, no entanto, na sua disponibilidade para uma eventual candidatura à presidência do Sporting Clube de Portugal.

 

Tudo indica que tem uma vida realizada, sempre activo num vasto leque de actividades, e embora ainda seja um jovem aos 44 anos, não desejará abraçar a natural intranquilidade e dores de cabeça inerentes à liderança de um clube como o Sporting.

 

Eis o que ele teve para dizer à margem de uma acção de solidariedade da sua Fundação, sobre essa hipotética candidatura:

 

«Desde que Bruno de Carvalho é presidente, tem tentado tudo o que é possível para que o clube volte ao rumo que deve ter, que são as vitórias. Os meus projectos não passam muito por essa possibilidade, até porque neste momento há um presidente no activo e como sócio e adepto tenho de o apoiar.

 

Na vida, as pessoas tendem equacionar qualquer tipo de situação, dependendo das oportunidades que possam ter. Não fujo a essa regra, mas, sem possibilidades, não posso equacionar qualquer tipo de regresso ou projecto.

 

Não assisti ao «derby» de domingo, mas pelo que li o Sporting não merecia ter perdido, por aquilo que fez na segunda parte, principalmente. De qualquer das formas, nos últimos anos, o campeonato português tem sido mais competitivo e isso faz com que os cinco pontos de diferença entre os dois podem ser recuperáveis.

 

Só consegui dar os parabéns a Cristiano Ronaldo através das redes sociais, porque ele está no Japão a disputar o Mundial de Clubes, mas o mais importante é que ele sabe que todos os portugueses estão orgulhosos por mais um troféu e, de certa forma, orgulhosos da carreira que ele tem feito.

 

Espero que a FIFA o reconheça, como também a Fernando Santos, em Janeiro. Mais do que desejar boa sorte é desejar que possam conseguir os troféus. Já estar nomeado é um reconhecimento do trabalho desenvolvido na selecção, em relação ao Fernando Santos. Em relação ao Cristiano, está em causa o trabalho na selecção e no Real Madrid».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:21

Luís Figo em parceria com o Benfica

Rui Gomes, em 08.11.16

 

web_summit_2016_lisbon.jpg

 

Curioso, ou talvez não - porque haverá uma explicação lógica - que Luís Figo tenha uma parceria com o Benfica e não com o Sporting, para que os jovens aspirantes a futebolistas mais qualificados que passarem pela Web Summit, até quinta-feira, possam ser testados no Campus do Seixal, foi hoje confirmado no lançamento da 'app' Dream Football.

 

O jogador formado em Alvalade juntou-se a João Guerra e ambos avançaram para o desenvolvimento de uma aplicação para usar no telemóvel que promete revolucionar os métodos de recrutamento de jovens futebolistas. "Qualquer miúdo, em qualquer parte do Mundo pode tomar o seu destino nas mãos e prosseguir o seu sonho", garantiu João Guerra. "Era preciso ter uma ferramenta ao alcance de todos os que gostam de futebol e não apenas daqueles que estão nos circuitos tradicionais dos clubes de futebol", sublinhou Luís Figo.

 

A aplicação Dream Football permite a realização e edição praticamente simultânea de vídeos que serão disponibilizados à escala mundial, e aos quais os clubes estarão atentos. O papel de Luís Figo será eleger os três melhores vídeos em cada semana e submetê-los aos clubes parceiros, entre os quais se encontram o Benfica e o Inter, entre outros.

 

Durante a Web Summit, 300 crianças de escolas de Lisboa mostrarão as suas habilidades num campo montado na FIL, e as melhores, seleccionadas por Figo e pela equipa da Dream Football, serão encaminhadas para um teste no Benfica.

 

Com tudo isto, à margem da Web Summit, Luís Figo teve isto para dizer sobre o Sporting:

 

«Este ano o Sporting teve um começo irregular, mas tem jogado melhor do que os resultados que tem apresentado, como por exemplo em Madrid. Tem todas as condições para recuperar. Espero que este ano possa finalmente conquistar o título tão desejado e dar uma alegria aos adeptos.

 

Nos últimos anos o campeonato tem sido muito competitivo, com incerteza até final. É bom para o espectáculo e para a indecisão sobre o campeão».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:54

"Em números, Cristiano supera todos"

Rui Gomes, em 13.09.16

 

naom_570572a76d938.jpg

 

«Era uma equipa! Balakov, Juskowiak. Depois assinaram com o Paulo Sousa, o Pacheco, do Benfica… Brasileiros como Luisinho, Venâncio… Joguei também com o Carlos Manuel, Douglas… Também Rijkaard, mas nessa altura eu era praticamente um menino. Tenho uma fotografia com ele. Fui treinado por gente como Bobby Robson, Queiroz...

 

O Sporting sempre teve uma boa 'cantera'. É comparável à do Ajax, apenas com outra filosofia de jogo. Forma grandes jogadores. A grande referência quando eu lá estava era o Futre. Depois saí eu, o Simão, Cristiano, Nani...

 

Não vi jogar Eusébio, mas por respeito, por ser o primeiro grande nome, pelo que significa para Portugal, pelo carinho que me tinha e pela amizade, pelos conselhos que me dava... coloco-o como número 1.

 

Podem pensar que não digo Cristiano por isto ou por aquilo. Digo-o por respeito. Cada um, na sua época, faz história, constrói uma carreira. Em números, Cristiano supera todos.Não nos vemos muitas vezes, cada um tem o seu ritmo de vida e os seus compromissos. Sigo a carreira dele com admiração e fico feliz com tudo o que tem feito. É impressionante o que Cristiano tem vindo a fazer, tudo o que tem conquistado. Supera-se a cada ano e está a fazer a sua história no futebol».

 

Em qualquer referência sua a Cristiano Ronaldo, hoje e sempre, Luís Figo nunca consegue evitar de deixar a sensação de que sente alguma inveja, porventura até ressentimento, por tudo aquilo que o seu colega da formação leonina tem conseguido realizar ao longo da sua carreira. Não contesta os números, claro, porque esses são incontestáveis, mas nunca o coloca no plateau supremo do futebol português, já para não evocar o Mundial.

 

Luís Figo foi, indiscutivelmente, um soberbo futebolista, Eusébio foi, indiscutivelmente, um soberbo futebolista, Cristiano Ronaldo é, indiscutivelmente, um soberbo futebolista e, na opinião de muitos, o melhor português de sempre, ainda com alguns anos de carreira a realizar. Os "números" que Luís Figo refere, não são meros números, mas o todo de um espectacular registo de proezas, muitas inéditas, tanto individuais como colectivas. Se um atleta não é avaliado por isto, qual é a medida de avaliação ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:15

Frases do Dia

Rui Gomes, em 30.07.16

 

luis-figo.jpg

Luís Figo

 

"Cristiano Ronaldo é um dos melhores, mas acima

de Eusébio (em Portugal) não está ninguém."

 

ng7372548.jpg

Jorge Jesus

 

"Eu sei que sou diferente. Isto é arte."

 

"Há jogadores que tocam violino e outros que tocam bombo."

 

1564140_big-lnd.jpg

Hristo Stoichkov

 

"Se te vir em Barcelona (Luís Figo), continuo a insultar-te."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:39

 

1433304979_luis-figo.jpg

 

«Conseguimos o objectivo mais importante, que era estar nos oitavos de final. Tivemos a felicidade, apesar de sermos classificados como terceiros, de estar na parte dos grupos teoricamente mais acessíveis e por isso tenho a esperança de que possamos chegar o mais longe possível.

Já estamos habituados a sofrer desde sempre, a fazer contas, mas pela qualidade da equipa, em termos teóricos, em relação às outras equipas do grupo, ao início não esperava que pudéssemos sofrer tanto.

Temos de confiar no nosso trabalho, mas ser humildes. A Croácia foi primeira do grupo, penso que tem de se dar o real valor e o respeito que deve ter. Temos de tentar, cada um, dentro da sua qualidade na equipa e da sua responsabilidade e do seu trabalho, tentar fazer melhor.»

 

Considerações de Luís Figo à margem de uma iniciativa da sua fundação, com crianças da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e Almada.

 

Embora recorrendo a um discurso "politicamente correcto" Luís Figo deixa clara a ideia que a Selecção Nacional tem de dar muito mais de si própria. Creio, espero pelo menos, que também tenha em mente o seleccionador, claramente a figura mais diminuta desta campanha europeia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:37

Luís Figo eleito para cargo na FIFA

Rui Gomes, em 14.05.16

 

luis_figo_3_54661474.jpg

 

O Congresso da FIFA, que tem vindo a decorrer no México, elegeu dois portugueses para cargos de relativa importância no seio do organismo.

 

Desde logo, Luís Figo, que chegou a ser candidato à presidência da FIFA, foi eleito para o posto de vice-presidente do Comité de Desenvolvimento.

 

Mais surpreendente, contudo, é o nome de Miguel Poiares Maduro. O antigo ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional vai liderar o Comité de Governação da FIFA, que hoje é presidida pelo italo-suíço Gianni Infantino.

 

Só com o passar do tempo será possível verdadeiramente compreender a importância deste cargo que o antigo jogador do Sporting assumiu e o todo do seu envolvimento. No entanto, se ele alimenta aspirações a uma futura recandidatura à FIFA, esta nova experiência só pode ser benéfica.

 

Quanto a Miguel Poiares Maduro nada posso comentar. Não conheço a pessoa nem estou informado sobre o seu trajecto na vida pública. Direi, contudo, que sendo um político, para mim, não é bem vindo no futebol.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:03

Congratulações de Luís Figo

Rui Gomes, em 01.05.16

 

figotwitter.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:07

E agora são quatro...

Rui Gomes, em 02.02.15

 

Joseph+Blatter+FIFA+Ballon+Gala+2012+x9Klv19yf9Zl.imagesJ1EX42CS.jpgPraag.jpgLuis+Figo+IWC+Schaffhausen+Evening+Portofino+y1vxM

 

Depois do abandono de David Ginola, surge o antigo diplomata francês Jérôme Champagne a desistir da corrida à presidência da FIFA, por não ter conseguido o apoio de cinco federações, requisito absoluto para se poder registar como candidato.

 

Ficam, então, Luís Figo, Ali Ben Al-Hussein (vice-presidente da FIFA), Michael van Praag (presidente da Federação Holandesa de Futebol) e Joseph Blatter, o actual presidente que, aos 79 anos, ainda está agarrado ao poder.

 

Luís Figo ultrapassou o número mínimo exigido pelo regimento da entidade, apresentando o apoio de seis federações: Portugal, Dinamarca, Polónia, Luxemburgo, Macedónia e Montenegro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:19

 

10969-fifa-logo.jpgLuis_Figo_flickr_remix.jpg

 

Não foi sem alguma surpresa que tive conhecimento da candidatura de Luís Figo à presidência da FIFA, anúncio feito pelo próprio na cadeia televisiva CNN, esta quarta-feira.

 

Segundo os requisitos obrigatórios, um candidato tem de ter o apoio de pelo menos cinco federações nacionais, e partindo do princípio que a FPF é uma delas, sinto uma certa curiosidade em saber das restantes quatro. Creio que a italiana será uma, outra a espanhola e porventura também a brasileira. Mas isto é mera conjectura da minha parte.

 

O prazo para entregar as candidaturas termina esta quinta-feira, sendo que além de Figo existem candidaturas do príncipe jordano Ali Bin Al Hussein, dos franceses David Ginola e Jerome Champagne, do holandês Michael van Praag e, claro, do próprio Joseph Blatter.

 

Uma situação interessante sobre a qual ainda não tenho uma opinião formada e gostaria de saber o parecer dos nossos leitores.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:22

É verdade ?

Rui Gomes, em 20.01.15

 

ZKAQ509X.jpg

 

«Eu tive a felicidade de jogar no meu tempo com grandes jogadores, tanto na minha equipa como contra, possivelmente melhores do que Cristiano e Messi.»

 

Luís Figo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:28

 

Luís Figo foi um enorme jogador, indubitavelmente um dos melhores futebolistas portugueses de todos os tempos, mas esta sua declaração à revista GQ, deixa a ideia que se sente inferiorizado perante Cristiano Ronaldo:
 
«O Jogador mais forte ? Cristiano Ronaldo, Messi, Ibtrahimovic e Iniesta estão ao mesmo nível. A Bola de Ouro será disputada pelos quatro. No meu tempo éramos mais de dez candidatos.»
 
A realidade é que não obstante o nível de excelência que Figo atingiu durante a sua distinta carreira, Cristiano Ronaldo é de uma dimensão incomparável. Será desnecessário adjectivar Lionel Messi, embora eu o considere um jogador menos completo que Ronaldo. Iniesta e Ibrahimovic também se situam a um nível de excelência bastante elevado, e há dois ou três anos atrás, Xavi merecia inclusão nesta lista, mas os dois primeiros estão em uma classe totalmente à parte.
 
É verdade que nos tempos de Luís Figo existiram mais alguns futebolistas extraordinários, mas a merecer consideração para a Bola de Ouro não eram dez, como ele afirmou. Diria que os candidatos ao nível de Figo foram o outro Ronaldo, o seu compatriota Rivaldo e Zidane, obviamente.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:43

Ora aí está !!!

Rui Gomes, em 01.03.14

 

 

Na realidade, este tipo de post pertence na série aqui do blogue "O que dizem eles", mas atribuí-lhe este título apenas para sublinhar a minha satisfação pessoal pelas palavras de Luís Figo:

 

«O Sporting é sempre candidato, dependende depois do rendimento e dos resultados que possa ter durante o ano. Mas o Sporting, como uma das melhores equipas em Portugal, é sempre um dos firmes candidatos.»

 

Precisamente o que eu tenho vindo a dizer desde o primeiro dia e o que o presidente do Sporting e a SAD deveriam ter dito na altura, em vez do jogo de palavras que optaram por abraçar e em que até Leonardo Jardim foi cúmplice, voluntária ou involuntariamente. Nem mais nem menos, é exactamente esta a realidade histórica do Sporting e não é uma qualquer nova liderança que a altera, hoje e sempre.

 

Em referência à disputa em curso pelo título de 2013/14, o antigo internacional português teve isto para dizer:

 

«Há três equipas a lutar pelo título, o que é sempre bom para a competitividade e para as incertezas até ao final. O futebol é assim: cada aqno há um que está melhor do que o outro e este ano não é diferente. Neste caso, o Benfica tem uma certa vantagem e os seguidores têm de tentar diminuir essa vantagem para atingirem os seus objectivos.»

 

Estas declarações à margem de uma inciativa da Fundação para incentivar jovens a prosseguirem os estudos universitários.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:12

O que dizem eles

Rui Gomes, em 13.09.13

 

 

«Felizmente que não estou no meio dessas comparações - odiosas - porque é sempre subjectivo dizer quem é o melhor: Eusébio, Ronaldo, Figo, Maradona, seja quem for... Cada pessoa tem a sua opinião. Mas ninguém se pode comparar a Eusébio. É o rei.»

 

-    Luís Figo   -

 

Observação: Achei piada a esta afirmação de Luís Figo, pelo óbvio, e concordo mais com a primeira consideração: "é sempre subjectivo dizer quem é o melhor" do que com a segunda: "ninguém se pode comparar a Eusébio".

 

Vi ambos jogar inúmeras vezes e não tenho uma opinião formada, dado à diferença dos tempos e das circunstâncias de cada um. Aliás, sempre que esta temática vem a discussão - pese a minha natural imparcialidade - pergunto porque não incluir Fernando Peyroteo ou Travassos no leque de considerações ?... Talvez, como já disse, pelos tempos e circunstâncias diferentes que impossibilitam uma apreciação justa e correcta. Cada um foi o melhor da sua geração, indubitavelmente, mas muito dá para pensar que quem cá estiver daqui a cem anos terá as mesma dúvidas que sentimos agora, quanto ao melhor jogador português de sempre.

 

Dito tudo isto e não obstante semelhante subjectividade, vou adiantar um parecer muito pessoal, em outro contexto: Pelé é, para mim, o melhor jogador da história do futebol mundial. E vi-o jogar diversas vezes, assim como também vi Johan Cruyff, Franz Beckenbauer e Diego Maradona, entre outros.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:43

Factos Sporting (58)

Rui Gomes, em 19.06.13

 

Luís Figo - a par de Cristiano Ronaldo, um "Bota de Ouro" formado no Sporting - estreou-se em jogos oficiais pela equipa principal do clube no Estádio de Alvalade no dia 25 de Agosto de 1991, num jogo para o Campeonato Nacional contra o Famalicão (vitória do Sporting por 3-0, era treinador Marinho Peres). Ao todo, nas épocas de 1991/92 a 1994/95, inclusive, Figo realizou 72 jogos oficiais pelo Sporting no Estádio de Alvalade, 58 para o Campeonato Nacional, 9 para a Taça de Portugal e 5 para a Taça UEFA, tendo marcado 10 golos. O último jogo foi contra o Chaves, para o Campeonato Nacional, no dia 21 de Maio de 1995 (vitória do Sporting por 1-0). 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:29

O que dizem eles

Rui Gomes, em 13.02.13

 

«Tendo em consideração as últimas notícias, ligando o meu nome a uma candidatura à presidência do Sporting Clube de Portugal, eslareço que é totalmente falso que me vá candidatar às próximas eleições. Qualquer notícia que se afaste desta realidade é puramente difamatória. É totalmente infundado o que tem sido publicado em vários meios de comunicação social, segundo o qual eu teria exigido uma remuneração para ser candidato às eleições. Seria motivo de grande orgulho e uma grande honra servir o Sporting Clube de Portugal como presidente, independentemente de qualquer tipo de retribuição. Neste momento da minha vida, a minha única prioridade é a minha família. Desejo as maiores felicidades desportivas ao Sporting Clube de Portugal, clube que considero meu, como ex-atleta e sócio.»

 

-    Luís Figo    -

 

Observação: Um comunicado «politicamente correcto» a confirmar as desde sempre dúvidas sobre a sua eventual candidatura. Escrevi, aqui, logo que surgiram os primeiros rumores, que Luís Figo nunca abandonaria a sua actual zona de conforto para se envolver no turbulento Sporting do momento. Duvido, até, que isso jamais se venha a concretizar, pelo perfil do homem que não se mete em situações tão vulneráveis como é a presidência do Sporting. É uma perda pera o Sporting, não tanto, necessariamente, pela sua capacidade de gestão, mas mais pela sua imagem, credibilidade no mundo do futebol e os elementos de qualidade que se sentiriam motivados a participar pela sua presença. Os restantes candidatos devem sentir muito alívio por esta notícia, em especial o notório derrotado, pelo reconhecimento que se as coisas já vão ser difíceis, com a candidatura de Luís Figo, as suas «démarches» de há dois anos a esta parte evaporavam-se completamente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:38

Teatro de Operações Eleitorais (12)

Rui Gomes, em 10.02.13

 

O Correio da Manhã alega ter «apurado» que Luís Figo ficou entusiasmado com a ideia de presidir ao clube onde despontou para o futebol e que admite avançar com uma candidatura. Esta, supostamente, conta com o apoio de José Maria Ricciardi (BES Investimento) e outras figuras mobilizadoras do universo leonino. A ideia, segundo o que é apresentado, é implementar uma gestão rigorosa e através do prestígio de Luís Figo e os seus vastos conhecimentos de futebol, atrair investidores para a SAD de mercados que o Sporting tem vindo a tentar explorar - os Emirados Árabes Unidos, a China e a Índia - onde o ex-futebolista goza de excelente reputação.

 

Será prudente alguma cautela com «notícias» sobre o Sporting que originam desta fonte, porque o periódico tem o (mau) hábito de noticiar no abstracto, avançando ideias sem fundamento concreto, alegando as míticas fontes anónimas. É uma hipótese, sem dúvida, mas sem a confirmação directa de Luís Figo, apenas fica a expectativa. Nunca acreditei nesta alternativa por não crer que Luís Figo, mesmo sendo remunerado, a exemplo dos dois já anunciados candidatos, queira envolver-se no «olho do furação» que é o Sporting do momento. Não enquadra no seu conhecido perfil de homem pouco ou nada aventureiro. Dito isto, acredito que se manifestar a sua disposição, poderá rodear-se de uma excelente equipa de dirigentes.

 

Não creio que Carlos Severino seja uma alternativa viável, mas devo dar-lhe o beneficio da dúvida até prova em contrário. Atrevo-me a sugerir que a vasta maioria de sportinguistas procura, quase desesperadamente, uma solução que não inclui Bruno de Carvalho e que teme chegar ao dia 23 de março e ser confrontada com esse limitado indesejável cenário.

 

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:08

A improbabilidade de Luís Figo

Rui Gomes, em 09.02.13

 

É de admitir que quase tudo é possível neste nosso Mundo, mas sinto imensa dificuldade em acreditar que Luís Figo esteja disposto a deixar a sua vida de conforto para se envolver no Sporting do momento. O seu passado dá claras indicações de que ele age sempre de forma muito calculada, em benefício próprio, e não vejo que o seu sportinguismo seja razão forte suficiente para ele se desviar do curso. Segundo os rumores, o objectivo passa pela formação de um grupo que represente uma solução forte, consensual e credível para o futuro do clube, que incluirá, entre outros «indiscutíveis», José Couceiro. Mais um caso de esperar para ver, mas com menor expectativa, face à improbabilidade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:36

O que dizem eles

Rui Gomes, em 18.11.12

 

« Daqui a alguns anos admito vir a ser treinador do Sporting, mas só daqui a alguns anos. Neste momento, por razões familiares, não tenho disponibilidade para ser treinador. Tenho outras prioridades, como acompanhar o crescimento das minhas filhas. Não posso recuperar isso um dia mais tarde. Mas, no futuro, posso inclinar-me a isso ».

 

-    Luís Figo    -

 

Observação: As suas aptidões são desconhecidas, uma vez que nunca desempenhou essa função e um bom jogador não se torna, necessariamente, em um bom treinador. Dito isto, e considerando a sua conduta do passado, é de prever que se esse dia alguma vez chegar, Luís Figo abraçará o emblema que melhor o remunerar, condição que inevitalmente desqualificará o Sporting. A ser sincero, não é uma ideia que me entusiasma, como sportinguista, e atrevo-mo a sugerir que muitos pensarão de igual modo. Perdoei-lhe algumas coisas ao longo dos anos, mas o seu ignóbil discurso a tentar justificar o não termo da sua carreira no Sporting, fez-me perder o respeito pelo homem, já que não pelo atleta, que foi, indubitavelmente, dos melhores da história do futebol português.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:44

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo