Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

Depois do apuramento do Real Madrid e da Juventus para a final da Liga dos Campeões, a ser disputada no dia 3 de Junho, em Cardiff, temos o Manchester United e o Ajax, dois históricos do futebol europeu, com encontro marcado para o dia 24 de Maio, em Estocolmo, para decidir o vencedor da actual edição da Liga Europa. No total, 38 títulos vão a jogo nas duas finais.

 

É bem verdade que nenhum clube português vai estar presente, no entanto, ambas as finais vão ter presença lusa. Na Champions, Pepe, Fábio Coentrão e, claro, Cristiano Ronaldo. Na segunda prova teremos o líder dos "red devils", José Mourinho e os seus adjuntos, Rui Faria, Silvino Louro e Ricardo Formosinho.

 

og-default.jpg

Nas meias-finais, cuja segunda mão se disputou esta quinta-feira, o Manchester United afastou o Celta de Vigo, ao passo que o conjunto de Amesterdão eliminou o Olympique de Lyon, de Anthony Lopes.

 

Esta será uma final inédita a todos os níveis: ingleses e holandeses vão defrontar-se, pela primeira vez na sua história, na decisão final de uma competição europeia que nunca conquistaram. A Liga Europa, que sucedeu à saudosa Taça UEFA, nunca viu United ou Ajax recolher o seu troféu.

 

Na história da Liga dos Campeões - anterior Taça dos Clubes Campeões europeus - o Ajax venceu a prova por quatro ocasiões enquanto o Manchester United foi campeão europeu por três ocasiões.

 

A final da Liga Europa desta época está marcada para uma quarta-feira, na Friends Arena, em Estocolmo. A bola começa a rolar às 19h45.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:28

José Mourinho quer Eric Dier

Rui Gomes, em 29.03.17

 

A imprensa inglesa, nomeadamente os jornais Daily Mail e The Sun noticiam esta quarta-feira que o Manchester United tem Eric Dier como alvo prioritário pela abertura da próxima janela de transferências.

 

Tottenham-star-Eric-Dier-782556.jpg

 

O polivalente médio de 23 anos, formado no Sporting e actualmente ao serviço do Tottenham Hotspurs, agrada imenso a José Mourinho e, segundo a referida imprensa, o emblema de Old Trafford estará disposto a pagar cerca de 46 milhões de euros para garantir a sua contratação.

 

Esta época, Eric Dier já participou em 37 jogos pelo clube londrino, 35 dos quais como titular.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:43

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:02

Quer se simpatize ou não com ele

Rui Gomes, em 27.05.16

 

D87EC5EA573F4C298C2D71E002143961.jpg

 

José Mourinho não é um homem muito simpático. Pelo menos, é essa a imagem que ele projecta pelos relvados do Mundo e é a minha experiência pessoal quando primeiro o conheci em Alvalade, era ele então um mero tradutor do malogrado Sir Bobby Robson.

 

Mas, quer se simpatize ou não com ele, não se pode deixar de reconhecer o enorme, mesmo espectacular, sucesso da sua carreira de treinador, nunca antes atingido por um português e, creio, jamais a ser duplicado.

 

Ao todo, nos seus 15 anos como treinador principal, chama a si 22 títulos: 8 Ligas domésticas, 7 Taças domésticas, 4 Supertaças domésticas, 1 Taça UEFA e 2 Ligas dos Campeões, em quatro países: Portugal, Inglaterra, Itália e Espanha.

 

Tenho uma vaga ideia de o já ter referido em um outro escrito, mas considero o seu maior feito as conquistas da Taça UEFA e da Liga de Campeões, em anos sucessivos, ao serviço de um clube português. Fantástico !

 

Agora, na sua desde sempre cadeira de sonho, numa escolha que eu creio que não foi consensual entre as figuras mais influentes do Manchester United, veremos se outros recordes estão no seu destino. Quando regressou a terras de Sua Majestade em 2013, era sua ambição suceder o lendário e amigo Alex Ferguson. Os tais influentes dos Red Devils conseguiram persuadir a Administração do Man U a optar por David Moyes, com o insucesso de registo. Desde daí, o clube tem andado a naufragar sem horizonte à vista e só a pressão dos adeptos, a necessidade histórica de recuperar um curso ganhador e uma equipa completamente à deriva pelas mãos de Van Gaal, apesar de ter conquistado a Taça de Inglaterra, fez com que José Mourinho chegasse a Old Trafford.

 

Curiosamente, Mourinho assinou ontem contrato por três épocas com o Manchester United, precisamente no dia que se assinalaram 12 anos desde que levou o FC Porto a conquistar a Liga dos Campeões.

 

P.S.: Creio que a muito badalada garrafa de vinho que Mourinho trazia na mão depois de ter assinado o contrato, foi uma oferta de Alex Ferguson, uma tradição muito antiga entre os dois amigos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:28

Com a possibilidade de escolher...

Rui Gomes, em 18.08.14
 

 

A questão que está no ar neste momento é se a transferência de Marcos Rojo para o Manchester United se concretizará, quais serão os valores do negócio caso se concretize e, ainda, se incluirá o empréstimo de um destes dois jogadores, Nani ou Anderson, presume-se, por uma época. Outra disposição que se desconhece, é a receptividade dos jogadores a rumar a Alvalade, especialmente Nani, que terá outros horizontes em mente. 
 
Nani, de 27 anos, tem contrato com os "Red Devils" até 2018, com um salário que se aproxima dos 6 milhões de euros. Anderson, de 26 anos, tem contrato até 2015, com um salário superior a 4 milhões de euros. Ambos estão na lista de dispensas de Van Gaal, muito embora Nani tenha jogado este fim-de-semana. Anderson está de volta a Manchester, depois de ter sido emprestado à Fiorentina em Janeiro de 2014.
 
Creio que surgindo esta oportunidade - por problemática que seja - e havendo a possibilidade de escolha, esta recairia sobre Nani, indubitavelmente, por várias razões, que se resumem a ele ser o melhor jogador entre os dois e jogar a extremo, precisamente a posição que o Sporting necessita de reforçar. Já não evoco o impacte mediático, por ser tão óbvio.
 
Tudo indica que a transferência será mesmo concretizada em breve. A recém-entrevista de Rojo na Sporting TV terá servido para reforçar este cenário. Com ou sem fundamento, de Inglaterra reportam que o próprio Van Gaal já terá contactado Rojo pessoalmente - esperamos que tenha sido com a autorização do Sporting - para o tranquilizar quanto à mudança.
 
*** Em outras notícias, a Imprensa francesa garante que há acordo entre o Sporting e o Lorient sobre Vincent Aboubakar e que a transferência depende somente da decisão do jogador.
 
Não obstante o regresso de Marcos Rojo aos treinos, Slimani continua a trabalhar com a equipa B.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:18

 

 

Tanto este diário como o "Record" surgem esta terça-feira a reportar que o Sporting recebeu e recusou uma oferta do Manchester United de 20 milhões de euros por Marco Rojo. O jornal "A Bola" faz referência à oferta mas nada mais. No momento em que preparo este post, diversas publicações inglesas noticiam apenas que os "Red Devils" preparam-se para apresentar uma proposta. 

 

Como é possível verificar nesta capa, o jornal do Norte ainda vai mais longe ao alegar que Rojo recusou alinhar contra o Nacional de Montevideo, algo que me parece inconcebível, até porque tenho uma vaga ideia de o ter visto a fazer exercícios ao lado de Oriol Rosell.

 

Embora sem qualquer confirmação concreta, é muito "fumo" para não haver "fogo" e é expectável que Rojo esteja mesmo de saída. É de admitir a relutância do Sporting em aceitar a transferência, pela sua pequena percentagem do passe do jogador, mas não sei se conseguirá resistir a pressão que estará a ser exercida pela Doyen Sports e até, quiçá, pelo próprio jogador, para concretizar o negócio.

 

 

 Esta questão de contratos - sejam estes com Fundos ou com jogadores - é sempre matéria complexa, especialmente para o adepto que não tem acesso à documentação e depende da informação divulgada pela comunicação social e pelos clubes, invariavelmente sem saber onde reside a verdade. Transcrevo, na íntegra, uma notícia lateral em relação ao contrato de Marcos Rojo, o Sporting e a empresa de investimentos Doyen Sports:

 

«Blindado por 30 milhões de euros, Marcos Rojo tem uma cláusula no seu contrato com o Sporting que obriga os leões a comprarem a totalidade do seu passe à Doyen Sports no caso de a SAD verde e branca recusar uma proposta avultada pelo internacional argentino - os valores não foram revelados. Além do mais, e ao abrigo do mesmo acordo efectuado com este Fundo de investimento aquando da contratação de Rojo, em 2011//12, o Spartak Moscovo (antigo clube do defesa alviceleste) terá, também, de receber 1 milhão de euros. Nesse sentido o Sporting terá de investir para manter o jogador, caso a oferta atinja o tal valor contratualizado.»

 

Sendo verdade - e aqui há um ponto de interrogação muito grande - fica no ar o real significado de "proposta avultada", ou seja, os exactos valores acordados para obrigar o investimento por parte do Sporting. Mediante estes, um investimento por parte do Sporting até poderia ser vantajoso. Outra questão que sobressai, é esta cláusula estar alegadamente inserida no contrato do jogador, tendo em conta que este nada beneficiaria com a troca de detentores dos seus direitos económicos. Aliás, envolvendo um clube como o Manchester United, até não será vantagem alguma, pelo salário muito superior que este emblema lhe poderá oferecer.

 

Enfim... vale o que vale.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:21

O impacte dos "gigantes" do futebol

Rui Gomes, em 15.07.14
 

 

Não pretendo de forma alguma adiantar uma comparação ao recém-contrato que o Sporting acordou com a marca desportiva Macron - seria injusto e irrealista, dado não há qualquer base para comparação - mas apenas sublinhar o impacte de marketing entre um gigante como o Manchester United e outros emblemas como o Sporting, que mesmo sendo considerado grandes, são de uma dimensão significativamente inferior.

 

Depois de um longa associação aos "Red Devils", a marca norte-americana Nike decidou dar termo ao seu patrocínio do clube inglês no fim da época de 2014/15, negócio este que dava aos cofres do Manchester United cerca de 23.5 milhões de libras por ano. Como justificação, a empresa explicou que muito embora tivesse o direito de opção de igualar qualquer outra proposta, essa opção não representaria um bom investimento para os seus accionistas.

 

Logo surge a Adidas para preencher a vaga, assinando um contrato milionário de dez anos que vai render ao Man U 750 milhões de libras - cerca de 940 milhões de euros - ou seja, 94 milhões por ano, um novo recorde mundial para um negócio do tipo. O até aqui mais elevado patrocínio era desta marca, com o Real Madrid, de 31 milhões libras/ano. Como consequência deste negócio, as acções da Adidas subiram 2.89% na Bolsa alemã, nesta segunda-feira.

 

Este acordo cederá à Adidas direitos exclusivos sobre a distribuição do equipamento do clube inglês em escala mundial. Segundo a BBC, esta elevada verba é apenas 40 milhões de libras menos do que a família Glazer pagou pelo Manchester United em 2005.

 

A Adidas actualmente patrocina o Bayern Munique, Chelsea, AC Milan e o Flamengo. A partir da época 2015/16, a Juventus será incluída neste elite grupo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:33

 

 

Os rumores noticiosos sobre uma eventual transferência de William Carvalho para o Manchester United não são novidade alguma, dado que é do conhecimento público que o histórico clube inglês andou toda a época passada a observar o médio do Sporting.

 

Desta vez é o jornal britânico "Express" que faz manchete da hipótese, dando destaque às afirmações do jogador após o jogo com Gana, afirmações estas que já referimos aqui no Camarote Leonino, considerando-as ambíguas:

 

"Se ficarei no Sporting ? Não sei. Vou regressar a Portugal e depois logo se verá"

 

O jornal evoca 37.5 milhões de libras que será aproximadamente o montante da cláusula de rescisão: 45 milhões de euros.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:18

O sucessor de Sir Alex

Rui Gomes, em 09.05.13

Por muito que o nome de José Mourinho esteja na ribalta do jornalismo desportivo internacional como o melhor e lógico sucessor de Sir Alex Ferguson para a liderança técnica do Manchester United, o meu palpite recai sobre David Moyes, o escocês de 50 anos que orienta o Everton há uma década. Entendo que a prioridade da directoria dos "Red Devils" é preservar a linha de comando que Sir Alex registou durante 26 anos e não um tipo de revolução na condução da equipa que inevitalmente surgiria pelas mãos do técnico português.

Desde 1892 - ano em que foi lavrado o primeiro registo oficial - o clube de Manchester ainda só teve 19 treinadores: 12 ingleses, 6 escoceses e um irlandês. Considerando este historial e a cultura do emblema, nada indica que haja vontade ou disposição para quebrar esta tradição. É bem conhecido que Sir Alex e José Mourinho são bons amigos e o palmarés de David Moyes é incomparável com o do português, mas as raízes e a personalidade irão favorecer o escocês. Como já indiquei em alguns comentários, a única dúvida que sinto, e é apenas uma pequena dúvida, relaciona-se com a família Glazer - os irmãos Joel e Avram e o patriarca Malcom - proprietários do clube. Isto, porque é registo público que após o seu enorme investimento em adquirir o emblema, eles têm vindo a extrair o máximo de retorno possível e é bem sabido que por onde José Mourinho passa as receitas dos seus clubes acusam uma ascenção significativa. Durante os seus três anos no Real Madrid, este ultrapassou o recorde de receitas pela participação na "Champions" e, em geral, o clube vai este ano atingir, pela primeira vez na sua história, 500 milhões de euros de rendimento. Não obstante a tradição, estes números são dificeis de ignorar. Assente neste mesmo palpite meu, diria, até, que José Morinho já foi informado da escolha pelo seu amigo e que o seu destino será o Chelsea, muito embora conste que ainda não existe um acordo formal.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:59

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo