Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Este só custava 500 mil

Rui Gomes, em 05.02.17

 

img_FanaticaBig$2017_02_04_15_59_18_1219292.jpg

Foto do jogo com o Liverpool 

 

 

Parece que Marco Silva está a querer evidenciar que não só ao leme do Olympiacos, na Grécia, consegue fazer bom trabalho. Três dias depois de ir ao Old Trafford empatar com o Manchester United, o Hull City recebeu e venceu o Liverpool, por 2-0, na 24.º jornada da Premier League.

Alfred N`Diaye, reforço de Inverno, lançou a equipa na frente do marcador aos 44 minutos. Oumar Niasse, emprestado pelo Everton para a segunda metade da época, confirmou a importante vitória para a equipa de Marco Silva aos 84 minutos.

Desde que assumiu o comando dos tigers, o técnico luso venceu os quatro encontros que disputou em casa. Apesar do sucesso em dias mais recentes, o Hull City continua numa situação delicada em 18.º lugar da tabela classificativa. No entanto, tem vindo a recuperar terreno e está apenas a um ponto do 15.º classificado, o campeão em título Leicester City.

 

Faltam ainda catorze jornadas até ao fim do campeonato e muito pode acontecer, mas Marco Silva aparenta estar a mostrar a qualidade técnica que deu alerta enquanto em Alvalade.

 

É caso para recordar as palavras de Bruno de Carvalho:

 

«Marco Silva tem contrato até ao final da época 2018/19, é um excelente treinador e jovem, que vive a sua primeira experiência num clube com a dimensão do Sporting. Foram, aliás, estas as características que me levaram a fazer esta aposta e que me fazem mantê-la, para um futuro largo, com a mesma convicção inicial de que, juntos, iremos dar muitas alegrias aos sportinguistas».

 

Pois é...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:20

Para terminar o dia com um sorriso

Rui Gomes, em 02.02.17

 

jurgen-klopp-liverpool-thumbs-up_3412823.jpg

 

Jürgen Klopp mostra-se impressionado com o percurso que o Hull City tem vindo a fazer desde que Marco Silva assumiu o comando técnico da equipa, com três vitórias, um empate e três derrotas entre jogos da Premier League, Taça de Inglaterra e Taça da Liga.

O treinador alemão elogiou o homólogo português, destacando o empate arrancado em Old Trafford, frente ao Manchester United, na noite de  quarta-feira, naquele que foi o terceiro embate dos tigers frente aos red devils:

«Estou impressionado, o que é que posso dizer? Muitos dos nossos rapazes estiveram em Old Trafford e foi um jogo interessante de ver ao vivo. Eles defrontaram o United três vezes, o que não é fácil. Jogaram mesmo muito bem. Marco Silva é, sem dúvida, um bom treinador.

Nos últimos vinte minutos passaram por dificuldades pois o United recorreu a bolas longas. O Hull está nos últimos lugares da classificação? Não parece. É uma equipa que consegue criar. Tiveram de jogar muito atrás nos últimos 20 minutos, mas são uma equipa que joga à bola».
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:41

Classe não se compra !

Rui Gomes, em 27.01.17

 

marcosilva28.jpg

 

Marco Silva, actual treinador do Hull City, em entrevista à Sport TV, foi instado a comentar a sua estada no Sporting:

 

«Foi interrompido um projecto que podia ser de mais anos. É um ano que não apago da minha memória. Foi um ano difícil para nós, mas deixei muitas amizades. O projecto não acabou como queríamos, todos perceberam isso».

 

Apenas isto e se não estou em erro, terá sido a primeira vez que ele se pronunciou sobre a sua passagem por Alvalade. Clara demonstração de classe, termo que Bruno de Carvalho nem no dicionário encontra.

 

***Por mera coincidência, o Hull City derrotou ontem o Manchester United de José Mourinho, por 2-1, em jogo da segunda mão das meias-finais da Taça da Liga inglesa. Apesar deste triunfo, os "red devils" apuraram-se para a final, consequência da vitória em Old trafford, por 2-0.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:17

 

JM-MU2.jpg

 

José Mourinho a comentar o trabalho que Marco Silva está a realizar no comando técnico do Hull City. Conhecedor das qualidades e capacidades do compatriota, o treinador do Manchester United mostra-se apenas feliz por confirmar uma evidência:

 

«Não me surpreende o que Marco Silva está a fazer. Já o esperava. Sabia que é um treinador muito bom e que a equipa iria melhorar muito com ele. Tem uma tarefa difícil pela frente, uma luta renhida pela manutenção com outras cinco, seis ou sete equipas. Mas é, sem dúvida, um bom treinador, muito bom».

 

Claro, é 'apenas' a opinião de José Mourinho, que para o caso não conta muito. Real valor tem o parecer perito de Bruno de Carvalho e da sua falange de devotos.

 

***Como nota à parte mas interessante, o Southampton, com Cédric Soares como totalista, repetiu a vitória por 1-0 sobre o Liverpool, desta vez em Anfield, e carimbou o passaporte para a final da Taça da Liga. Na outra meia-final, o Manchester United, de José Mourinho, leva vantagem sobre o Hull City, de Marco Silva, mercê da vitória por 2-0 em Old Trafford. Aguarda-se, agora, a realização do segundo jogo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:50

Uma cara conhecida

Rui Gomes, em 06.01.17

 

JTX9N9XW.jpg

 

Marco Silva assumiu o comando do Hull City, último classificado da Liga Inglesa, tendo assinado um contrato de 6 meses, depois de os 'Tigers' terem despedido, na terça-feira, o técnico Mike Phelan.

 

Após a carreira futebolística, Marco Silva assumiu o cargo de director desportivo do Estoril-Praia, tornando-se treinador principal em 2011/12, levando o clube ‘canarinho’ à I Liga e depois à Liga Europa. Em 2014/15, assumiu o comando técnico do Sporting, ao serviço do qual conquistou a Taça de Portugal e concluiu o campeonato no terceiro lugar. Apesar de ter contrato até ao fim de Junho de 2018, rumou aos gregos do Olympiacos, em 2015/16, conquistando o sexto título consecutivo do emblema do Pireu.

 

Eis o que ele teve para dizer sobre o seu novo desafio:

 

«Estamos aqui para ajudar o Hull City a permanecer na Premier League. É esse o nosso objectivo, o nosso foco. Até ao momento os resultados não têm sido os melhores e temos de mudar isso. Vim com confiança e quero passar isso aos jogadores. Temos que melhorar algumas coisas na nossa organização e concentração. Os jogadores são inteligentes e sabem isto.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:39

 

799378.jpg

 

Interessantes argumentos finais que decorreram esta terça-feira no Campus de Justiça, em Lisboa, no processo que coloca frente a frente Marco Silva e José Eduardo, a propósito das declarações proferidas em 2014, quando o segundo acusou o primeiro de se ligar “a interesses de gente que pretende destruir o Sporting".

 

Nélson Soares, advogado do ex-treinador do Sporting, argumentou que José Eduardo cometeu três crimes de difamação agravada: «Foram ataques de carácter e o arguido nunca mostrou arrependimento algum. Que seja uma pena que iniba o arguido de comportamentos semelhantes. Se não houver uma punição severa o arguido irá reincidir no comportamento».

 

Por seu lado, Jaime Cortesão, advogado de defesa, reafirmou: «Tudo o que José Eduardo disse tinha ouvido da administração do Sporting, pelo que tinha legitimidade para os comentários que proferiu. Marco Silva foi para o Sporting conhecedor do projecto, que passava muito pela aposta em jovens, mas no estágio da Holanda foi o presidente a incluir cinco ou seis jogadores jovens. O arguido não veio aqui passar por coitadinho e tinha consciência do que disse».

 

Muito interessante... tudo o que José Eduardo disse "tinha ouvido no Sporting", e foi Bruno de Carvalho que escolheu um determinado número de jogadores para irem para estágio na Holanda. Gostaria de saber se houve outras intervenções do género durante a época. Em abono da verdade, até não surpreende, tendo em conta que este presidente só não teve uma grande carreira como futebolista/treinador por mera infelicidade de circunstâncias de vida.

 

E ficam alguns leitores indignados quando eu afirmo que assistimos a um caso inédito no Sporting naquela época, com o presidente a passar uma boa parte do tempo a "cortar as pernas" ao seu próprio treinador.

 

Curiosamente - ou talvez não - desde que Jorge Jesus chegou a Alvalade as coisas mudaram radicalmente. Agora é o treinador a fazer as exigências e o presidente a dar-lhe rédeas para mais. Isto, além dos milhões, claro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:42

 

campus_de_justica.jpg

 

Fernando Santos foi ouvido, esta quinta-feira, no Campus da Justiça, em Lisboa, como testemunha no processo que opõe Marco Silva a José Eduardo. O seleccionador nacional defendeu o antigo treinador do Sporting, dizendo que ficou chocado com as acusações de José Eduardo.

 

O comentador, antigo jogador do Sporting, disse, quando Marco Silva era treinador em Alvalade, que o técnico tinha "uma agenda própria". "Tem interesses próprios que não são os do Sporting. São os interesses de outras entidades, eventualmente do seu empresário. Tenho imensa pena de dizer isto porque quis defendê-lo até ao último momento", disse José Eduardo.

 

Estas declarações motivaram o processo em curso, em que Marco Silva exige uma indemnização de 45 mil euros. Fernando Santos considerou que estas declarações tiveram reflexo na imagem pública do treinador e defendeu o carácter do colega de profissão.

 

José Pereira também solidário com Marco Silva

 

Além da solidariedade do seleccionador português, Marco Silva também recebeu o apoio da Associação de Treinadores (ANTF). José Pereira foi também ouvido em tribunal e considera que José Eduardo fez acusações que "não correspondem à verdade".

 

O presidente da ANTF lamentou o caso, por se tratar de uma disputa "entre duas pessoas com passado rico no futebol", mas colocou-se ao lado de Marco.

 

O processo prossegue a 8 de Novembro. As alegações finais estão marcadas para 13 de Dezembro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:02

 

image.jpg

 

Teve início, esta quinta-feira, no Campus de Justiça, em Lisboa, o julgamento do processo que coloca frente a frente Marco Silva e José Eduardo.

 

O ex-treinador do Sporting acusa o empresário de três crimes de difamação agravada e exige uma indemnização no valor de 45 mil euros.

 

Na base do diferendo estão declarações de José Eduardo em 2014, quando acusou o então técnico leonino de ter “uma agenda própria, interesses próprios” alheios ao clube.

 

São os interesses de outras entidades, eventualmente do seu empresário”, disse, na altura, o comentador desportivo, à RTP Informação, considerando que Marco Silva se ligou “a interesses de gente que pretende destruir o Sporting”.

 

Espero que a decisão do Tribunal seja favorável a Marco Silva, mas acho a indemnização no valor de 45 mil euros muito baixa. A bem dizer, dando-se essa eventualidade, quem tem a obrigação de pagar até é Bruno de Carvalho, uma vez que o Zé dos Tachos apenas se limitou a fazer e a dizer o que lhe foi "encomendado" pelo presidente.

 

______________________________________________________

 

Marco Silva considera que foi alvo de um ataque “bárbaro” que “teve consequências no seu bem-estar e da sua família".

 

«Não se fala em termos técnicos se é bom ou mau treinador. Entra por caminhos gravíssimos. Cheguei ao Sporting com muito trabalho, aos 37 anos, e ter alguém a dizer que estou ao serviço de entidades obscuras para destruir o Sporting e destituir o presidente é de uma gravidade tremenda. Foi tudo com a intenção de destruir o treinador Marco Silva. Algo foi combinado, porque não se fazem essas acusações à porta do aeroporto, não é muito normal».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:21

 

image.jpg

 

«Fui claro quando conquistei o título do Olympiacos e não sei se será daqui a seis meses, ou seis anos, mas tenho a ambição de lutar pelo título em Portugal. Não consegui no Sporting, mas deixámos alguma marca.

 

A cláusula para regressar a Portugal foi pública, mas se algo tiver de acontecer essa cláusula não será um problema, nem impede nada no meu futuro. Mas antes de aceitar o acordo pensamos em todos os cenários.

 

Cheguei há três ou quatro semanas a Portugal e não fui abordado por ninguém do FC Porto. Independentemente do que foi noticiado, esta é a verdade. Do que posso dizer em relação ao meu representante é que também não foi abordado. Quero voltar a treinar um grande, mas isso não somos nós que decidimos. Tenho de continuar a seguir o meu caminho, ganhando títulos porque mais facilmente se interessam pelo nosso trabalho. As coisas têm corrido de uma forma natural, deixando algumas marcas por onde temos passado.

 

A surpresa do campeonato foi Renato Sanches, pela forma como apareceu. Foi a grande revelação. Tivemos também o Jonas, pelos golos que marcou, mas, para mim, o melhor jogador do campeonato foi o João Mário. Fez uma época muito boa. Também gostei do Slimani e Miguel Silva, do Vitória de Guimarães».

 

 

Marco Silva, em declarações à TVI24. Sempre com muita classe e dignididade, o actual treinador do Olympiacos. Não duvido, minimamente, que um dia regressará a Portugal para liderar um dos "grandes", embora não o Sporting, pelo menos enquanto Bruno de Carvalho ocupar a cadeira da presidência. Não é segredo algum que há discórdia na SAD portista relativamente à escolha de Nuno Espírito Santo, precisamente porque alguns elementos preferiam o antigo treinador do Estoril.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:25

 

ng6466200.jpg

 

Desde 4 de Abril, dia em que o FC Porto perdeu no Dragão com o Tondela, o último classificado, por 1-0, tem havido reuniões entre os responsáveis do clube, à procura de soluções, sobretudo tendo em conta a próxima época. José Peseiro tem estado a aconselhar essa preparação, mas não é certo que fique para a próxima época como disse Pinto da Costa na entrevista ao Porto Canal e nesse caso há quatro nomes em cima da mesa, entre possibilidades e sonhos: Paulo Sousa, Marco Silva, Jorge Jesus e André Villas-Boas.

 

Os dois últimos são quase impossíveis, apesar de alguns sinais dados pelo treinador do Sporting - ou gente próxima - de que poderia deixar Alvalade. Villas-Boas sai do Zenit mas deve manter a promessa feita à família de parar uma época.

 

Marco Silva foi contactado em Janeiro mas não quis sair a meio de um projecto que lhe permitia ganhar, sem dúvidas já nessa altura, o primeiro título importante da sua carreira. Teria bastado pagar 1,5 milhões ao Olympiacos, mas o ex-treinador do Sporting não quis abandonar Atenas. No final da época é diferente. E até dava, provavelmente, uma guerra interessante - a de saber se a cláusula anti-FC Porto e anti-Benfica que Bruno de Carvalho incluiu no contrato de rescisão com o técnico tem validade...

jj redgreenblue.png

Paulo Sousa, actualmente na Fiorentina, já no verão passado esteve na agenda de Pinto da Costa caso Lopetegui saísse, o que podia ter acontecido em face de algumas opções que foram feitas. Foi campeão em Israel e na Suíça (treinou também na Hungria) e em Itália começou bem, mas nos últimos tempos tem sido contestado (não ganha desde 21 de Fevereiro). Como o foi na Suíça, a certa altura, porque as suas decisões deixavam dúvidas. Mas em Itália foi comentado um jantar com dirigentes do Zenit, clube interessado nos seus serviços.

 

José Peseiro implicado

 

Claro que uma derrota como aquela com o Tondela (ou duas seguidas, como a outra em Paços) não dá saúde a nenhuma relação entre treinador e clube. Peseiro assinou por ano e meio mas sabia que seria feita uma avaliação no final da temporada. E sabia que só em caso de vitória no campeonato o contrato prosseguiria normalmente. Daí que esta semana, às perguntas várias, tenha dito que tem contrato até 2017.

 

Tenha ou não algo decidido, Pinto da Costa não o pode anunciar: porque o treinador está implicado nas decisões e porque urge preservar a autoridade do técnico até final. Não pode haver cenário pior do que aquele de estarem os jogadores sob exame e o treinador sob o cutelo.

 

Facto é que Peseiro tomou opções difíceis de explicar, como a troca, em Paços, de Layun por José Angel. Não explicou publicamente a não convocatória de Aboubakar e deixou Brahimi no banco no início. É verdade que "o processo", como disse o treinador, deu sinais positivos, mas houve outros negativos, além do resultado, como a dificuldade em conseguir rematar na área adversária. E são dois meses e meio de trabalho sem frutos visíveis.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:19

 

untitled.png

 

Era para dizer que não deixa de ser surpreendente, mas tendo em consideração o carácter e personalidade de Bruno de Carvalho, é tudo menos isso. Mesmo à distância - salvo erro encontra-se em Cabo Verde - e com outras responsabilidades entre mãos, o insaciável ego do presidente do Sporting não resiste recorrer às redes sociais, nomeadamente ao Facebook, para mandar umas directas e indirectas, entre outros, a... Marco Silva:

 

“(...) Podendo falhar aqui por 1 ou 2 títulos, aproveitando as inúmeras entrevistas que tenho visto sobre o tema e esta nota na capa digna de um Pulitzer, quero dar os parabéns ao meu grande amigo Karembeu, assessor desportivo do Olympiacos, pelo 16º título de campeão nas últimas 19 temporadas.”

 

Com o seu trajecto de muitos anos no Mundo do futebol, é perfeitamente expectável que haja grandes elos de amizade entre Bruno de Carvalho e o assessor desportivo do Olympiacos, clube que, por mera coincidência, decerto, é liderado por aquele antigo treinador do Sporting, Marco Silva, que ousou confrontar o seu já tão notório ego.

 

E para evitar reparos despropositados, o autor da mensagem é Bruno de Carvalho e não um redactor do Camarote Leonino. Em abono da verdade, se não deseja ser comentado, criticado até, deve reduzir a sua oratória, mas creio que é há longo evidente que esta recomendação é totalmente em vão, especialmente quando se verifica que já anda em "mode" de campanha eleitoral.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:36

 

 

marco_silva014057cc6b.jpg

 

À distância e depois de conquistar o título na Grécia, pelo Olympiacos, de forma inédita, Marco Silva não esquece a sua passagem pelo Sporting e o apoio dos adeptos leoninos, à excepção, claro, de uma mão cheia de soldadinhos da falange cujo prazer é vir aqui ao blogue com comentários dos mais disparatados sobre o homem que recusou prestar vassalagem ao Bruno e que liderou a equipa à conquista da Taça de Portugal. Conquista esta que até não conta muito, pelos vistos, porque só as realizações de Jorge Jesus - o melhor treinador do Planeta e arredores - é que são merecedoras de relevo. De qualquer modo, eis o que o antigo treinador do Sporting teve para dizer:

 

«Os adeptos do Sporting dão tudo por aquele clube e apoiam os treinadores e jogadores que por lá passam. O apoio é sempre constante.Vão ficar muito satisfeitos se conseguirem o título e eu ficarei muito satisfeito por eles.

 

A liga portuguesa tem sido muito competitiva e é o meu desejo que continuem a realizar-se bons jogos e a praticar-se futebol de qualidade.»

 

Sempre com classe, em contraste gritante com o "ídolo" de momento, já para não referir o líder omnipotente que nem escrever a palavra sabe.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:43

 

jorgejesus_sporting_olimpiyat_640B.jpg19191807_L3iEU.jpgPaulo-Sousa-giaccone-Getty.jpgmarcosilva-cropped_1ghyzk62mlcv618f6lzjzwtt2a.jpg

 

Bem... talvez o termo "pesadelo" seja algo exagerado no que a Jorge Jesus diz respeito, mas aplicar-se-á aos restantes três técnicos portugueses.

 

Depois do Sporting ser afastado da Liga Europa à mãos do Bayer Leverkusen, José Peseiro teve o mesmo destino com a equipa do FC Porto, que foi derrotada por 1-0, pelo Borussia Dortmund. Por sua vez, Paulo Sousa, ao leme da Fiorentina, foi a Londres ser goleado, por 3-0, pelo surpreendente Tottenham, e, por fim, temos Marco Silva que sofreu idêntico dissabor, ao ser eliminado pelo Anderlecht, após prolongamento, por 2-1.

 

É caso para dizer que não há causa para se rirem uns dos outros, nesta ocasião europeia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:19

Consideração do Dia

Rui Gomes, em 09.01.16

 

4139_5f1b9fb215e297de8bc2e5e0f4c77c51.png

 

Salvo a troco de elevada contrapartida, não é de prever que o Olympiacos liberte Marco Silva neste momento da época. Opção curiosa e inesperada do FC Porto ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:05

Marco Silva continua imparável

Rui Gomes, em 04.01.16

 

Marco Silva continua a somar recordes na Grécia. O Olympiacos chegou este domingo às 16 vitórias em 16 jogos, mantendo-se invencível no campeonato e igualando ainda o melhor registo de vitórias de sempre na competição.

 

ergreg.jpg

A vitória frente ao Panionios, por 3-1, até começou mal: Dominguez colocou os visitantes em vantagem aos 16 minutos, até Risvanis repor a igualdade ao minuto 63. O antigo jogador do SC Braga, Felipe Pardo, deu vantagem à equipa de Marco Silva aos 73 minutos, até que Ideye (79') estabeleceu o resultado final da partida em 3-1.



O Olympiacos regista 48 pontos, mais 18 do que o segundo classificado, o AEK de Atenas.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:06

Small minds think alike !!!

Rui Gomes, em 10.12.15

 

olympiacos-champions-league-marco-silva-1448542706

 

Satisfazendo o pedido dos energúmenos que apareceram aqui ontem à noite a celebrar a derrota do Olympiacos de Marco Silva diante o Arsenal, assim como de uns quantos outros com as cabeças enterradas na areia que também regozijam-se esta manhã pela mesma razão. Como diz o título do post "SMALL MINDS THINK ALIKE" !!!

 

O Olympiacos sofreu ontem uma derrota caseira às mãos do Arsenal, por 3-0, que acabou por relegar a equipa grega para a Liga Europa, apensar da igualdade pontual com o clube de Londres.

 

Num grupo que incluía também o Bayern Munique e o Dínamo de Zagreb, a equipa de Marco Silva registou 3 vitórias, inclusive tornando-se na primeira equipa na história do futebol grego a vencer em terras de Sua Majestade.

 

Junta-se agora ao FC Porto e SC Braga, entre outros, a disputar os 16 avos de final da Liga Europa. Veremos logo à noite se o Sporting, depois de também ter sido afastado da Champions, mas no "play-off", também se apura para esta fase da prova europeia. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:12

 

600_gif.jpg

 

O Olympiacos venceu este sábado em casa do lanterna-vermelha Panthrakikos, por 4-3, em jogo da 13.ª jornada da Liga grega de futebol, e elevou o recorde de vitórias consecutivas para 13.

 

A equipa grega, sob o comando do técnico Marco Silva e com Hernâni no 'onze', manteve à 13.ª jornada a dinâmica de vitória e ampliou o recorde de triunfos consecutivos no campeonato helénico.

 

A meio da semana, o Olympiacos somou uma vitória sem jogar uma vez que o rival Panathinaikos foi penalizado com a perda de três pontos, na sequência dos incidentes no «derby» de 21 de novembro, que obrigou ao cancelamento do jogo ainda antes do seu início.

 

O Olympiacos segue na liderança da Liga grega contando por vitórias os 13 jogos realizados, correspondentes a 39 pontos, mais 16 do que o AEK Atenas, que no domingo defronta o Kalloni.

 

O "infiltrado" continua a utilizar um "filtro" vitorioso...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:33

 

ng5296318.jpg

O Olympiacos, sob o comando de Marco Silva, venceu este domingo o Asteras Tripolis, por 3-1, em jogo da 12.ª jornada do campeonato, protagonizando assim o melhor arranque de sempre da Liga grega e igualando o recorde de onze vitórias consecutivas, recorde este que data da época de 1966/67 e já pertencia ao clube de Pireu.

 

O Olympiacos mantém a liderança do campeonato, com 33 pontos, mais 10 do que o AEK, que é segundo, tendo ainda menos um jogo do que a equipa de Atenas.

 

O jogo da 11.ª jornada, que opunha o Olympiakos ao Panathinaikos, no fim de semana passado, não chegou a realizar-se devido a confrontos entre adeptos do «Pana» e a polícia.

 

É caso para dizer que o "infiltrado" de outrora infiltrou-se muito bem no futebol grego.

 

 

Adenda: O Panathinaikos foi esta segunda-feira penalizado com a perda de três pontos, na sequência dos incidentes no «derby» com o Olympiacos, a 21 de novembro, que obrigou ao adiamento do jogo ainda antes do seu início.O clube foi também multado em 190.000 euros e punido com quatro jogos em casa à porta fechada e uma derrota por 3-0 no jogo em causa, fazendo com que passe a ocupar o quinto lugar no campeonato, a 17 pontos do líder Olympiacos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:47

O que é que eles têm em comum ?

Rui Gomes, em 09.11.15

 

ng5107380.jpgngC25FBBE4-7A1B-4779-AC69-239E3BE565D3.jpg

 

Numa altura em que José Mourinho domina a atualidade futebolística europeia, devido à paupérrima época que o seu Chelsea está a realizar, com apenas três pontos acima da zona de despromoção, noutros dois países com ligas relevantes há dois portugueses que estão em estado de graça.

 

O que é que eles têm em comum ?...

 

 

- Ambos já trabalharam no Sporting, um como jogador o outro como treinador.

 

- Qualquer um seria hoje um bom treinador para o Sporting. Um dificilmente jamais será, o outro dificilmente jamais regressará.

 

- Ambos, pela evidência à vista, sabem ganhar... e não só euros.

 

- As equipas de ambos lideram os seus respectivos campeonatos.

 

- Ambos são jovens que esperam a oportunidade de adornar a capa da revista GQ.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:10

Marco Silva "imparável" !

Rui Gomes, em 01.11.15

 

92256.jpg

 

«O Olympiacos, de Marco Silva, continua absolutamente imparável na liga grega e somou este sábado o seu nono triunfo em outras tantas jornadas do campeonato. Graças a esta vitória o Olympiacos passou a contabilizar 27 pontos e tem provisoriamente nove pontos de vantagem sobre o mais direto perseguidor, o Panathinaikos, que joga apenas no domingo frente ao AEK.»

 

Naquela outra "Ligazinha" chamada Champions:

 

Group F

ClubsPWDLFA+/-Pts
FC Bayern München FC Bayern München 3 2 0 1 8 2 6 6
Olympiacos FC Olympiacos FC 3 2 0 1 4 5 -1 6
Arsenal FC Arsenal FC 3 1 0 2 5 5 0 3
GNK Dinamo Zagreb GNK Dinamo Zagreb 3 1 0 2 2 7 -5 3

 

 

E ainda... equipado de fato de treino no banco. Imperdoável... guilhotina à vista !!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:46

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo