Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

a1d4a0fd308aed05c59a80980d9f8491.jpg

 

Antes de partir para a China, esta quinta-feira, Fredy Montero ainda se deu a comentar o polémico caso de André Carrillo, e não surpreende verificar que o seu ponto de vista difere do que é partilhado pelo Clube e a vasta maioria de adeptos. Até dá para imaginar, que outros jogadores do plantel sejam da mesma opinião: 

«Estas situações acontecem a cada ano que passa, passar de rivais. Não creio que ninguém no Sporting tem direito de o julgar, tomou a sua decisão. Como amigo, como companheiro de equipa, respeito-o e desejo-lhe a melhor da sorte... menos quando jogar com o Sporting.

Sim, foram tempos difíceis para ele, pois estava privado de fazer o que mais gosta, treinar, jogar futebol, competir. Isso não é fácil para nenhum jogador.»

 

Sem ser novidade, servirá para sublinhar que estas "guerras" contratuais com um elemento de uma equipa, não passam despercebidas aos restantes. Até que ponto os incomoda e virá a influenciar decisões suas futuras, é difícil de prever, mas não deixa de ser uma consideração importante.

 

Dito isto, também será justo adiantar que este cenário não é da exclusividade do Sporting. Com os respectivos variáveis circunstanciais, ocorre em muitos outros clubes, dentro e fora fronteiras.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:48

Como de 15 milhões se passou para 5...

Ricardo Leão, em 03.02.16

 

19236373_MBQu6.jpg

 

Escreve hoje "O Jogo", que a venda de Montero se deveu à necessidade de liquidez no imediato, tendo Azevedo de Carvalho encontrado na saída do jogador a possibilidade de encaixar alguns milhões. A verdade é que, segundo O Jogo, Bruno de Carvalho tinha estabelecido o valor de 15 milhões de euros para deixar sair o jogador. Efectivamente o site Transfermarkt atríbuía a Montero a cotação de 11 milhões de euros, tendo este saído por...metade deste valor.

 

Este valor foi, entretanto, repensado para fazer face aos compromissos 'leoninos' já que o Sporting tem necessidade de encaixar até ao final da temporada qualquer coisa como 25 milhões de euros, sendo que este montante estava previsto dada a previsível entrada dos 'leões' na Liga dos Campeões, desfecho que não se veio a confirmar.

 

Alegadas dívidas a fornecedores diversos, entre eles a Doyen, Estado e Segurança Social estão entre estes compromissos imediatos, de acordo com as nossas fontes. Ou como de 15 se passou para 5...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 10:20

Foto do Dia

Rui Gomes, em 24.08.15

 

ngD227F822-4D76-4865-A772-A6E813393CE9.jpg

 

Os "pilotos" do Sporting a caminho de Moscovo...

 

Montero ainda disfarça, agora Carrillo nem a minha bicicleta lhe confiava !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:37

 

Em declarações à TSF, o eterno «capitão» Manuel Fernandes comentou a continuidade de Marco Silva no Sporting, assim como a exibição de Fredy Montero frente ao Moreirense e a táctica de jogo.

 

manuel-fernandes-600x450.jpg

Marco Silva tem contrato e já demonstrou que tem valor para estar no Sporting, por isso acho que está tudo encaminhado para ele continuar. Juntamente com o presidente irá começar a preparar a próxima época. O Sporting precisa de estabilidade e quantas mais mudanças houver, mais instabilidade existe num grupo de trabalho. É tempo de começar a definir as coisas, até para haver tranquilidade para a final da Taça que é uma prova que os sportinguistas querem ganhar.

 

Não acredito que o Sporting fique em segundo lugar. O FC Porto em quatro jogos não perde dois e empata um. O Sporting pode conseguir aproximar-se, agora alcançar isso já não acredito.

 

Montero tem um instinto matador. Quando Slimani esteve ausente, houve uma desconfiança total que o fez não conseguir render dentro das suas capacidades, por isso penso que este jogo foi importante para o moralizar para o futuro. Contra algumas equipas, defendo que é um plano B extraordinário (a táctica de usar dois avançados apresentada no jogo com o Moreirense). É um plano bom, porque o Montero joga muito melhor ssim do que quando tem que jogar sozinho no ataque, ao contrário de Slimani que já joga bem sozinho, e que por isso é a primeira opção para a posição.

 

É por de mais evidente que a opinião de Manuel Fernandes sobre Fredy Montero é partilhada pela vasta maioria de sportinguistas. Em discussão, no entanto, como é igualmente evidente pelos comentários dos nossos leitores, é se o Sporting se deve manter a jogar no sistema 4x3x3, relegando Montero para o tal plano B referido pelo «capitão», ou de deve adoptar um outro sistema adequado às suas características. 

 

Sobre a continuidade de Marco Silva, há um factor que me intriga. O silêncio de Bruno de Carvalho neste sentido - e o argumento que ele tem contrato por mais três anos, não invalida, dadas as circunstâncias, que o presidente lhe desse um voto de confiança - pode ser interpretado que espera pela final da Taça de Portugal.

 

Mesmo reconhecendo o valor da conquista desta prova, é apenas um jogo, e como é que uma decisão sobre o futuro de um treinador pode estar dependente desse jogo ?... Realisticamente, não altera o trabalho de uma época e sobre o qual, recorrendo a tudo quanto é lógico, uma avaliação já deve estar feita nesta altura.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:27

Palavras sábias do «capitão»

Rui Gomes, em 15.04.15

 

manuel_fernandes_800_600.jpg

O antigo «capitão» do Sporting, Manuel Fernandes, em entrevista a imprensa local, comentou o momento de Fredy Montero, que se vê como terceira opção para Marco Silva, atrás de Slimani e Junya Tanaka, e até já é alvo de rumores que avançam a disponibilidade do Sporting para negociar a sua saída no Verão:

 

 

Como adepto, fiquei com  ideia que Montero perdeu uma grande oportunidade de se impor no Sporting quando Slimani esteve a disputar  CAN durante cerca de um mês. Montero não correspondeu às expectativas dos sportinguistas e perdeu a oportunidade. Mas quem trabalha, quem está com o atleta diariamente é que sabe se o jogador está ou não com a cabeça para ficar no Sporting.

 

Acho que ele reagiu negativamente às adversidades. Só pode ser esse o caso, porque Montero já mostrou valor e tem um índice técnico elevado. Terá de contrariar esse negativismo. Tem de demonstrar ao treinador que está ele enganado, dando tudo nos treinos. Montero tem contrato até 2018 e gostava que, nos anos que lhe faltam, reagisse positivamente às adversidades. Se for um derrotista nunca mais vai recuperar. Continua a ser, na minha opinião, um jogador que pode, no máximo das suas capacidades, ajudar muito o Sporting, no entanto, este ano ainda não se viu.

 

A grande dúvida, de facto, a capacidade de recuperação de Fredy Montero e o seu futuro no Sporting. Um dos casos que vai merecer atenções especiais este Verão, tudo indica. A ser transferido, não imagino quanto o Sporting exigirá pelo seu passe, mas não vejo grande mercado para ele, salvo na MLS, onde já o conhecem muito bem.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:31

Onde está a inteligência Montero ?

Rui Gomes, em 15.12.14

 

ng1C9E0346-980E-429C-9EAF-E73E38BED193.jpg

 

Ou... o querer vencer ? Em vez de parar para festejar o golo do... empate, com o... Moreirense... em casa, não te veio à ideia que ainda faltavam dois minutos para o apito final e que devias ter corrido para o centro do terreno com a bola e tentar vencer o jogo ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:38

Este "veneno" é para continuar...

Rui Gomes, em 30.11.14

 

ng3744460.jpg

 ... ou foi só uma experiência ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:13

A pergunta do dia

Rui Gomes, em 13.10.14

 

foto.JPG

 

Montero deve ser titular frente ao FC Porto no jogo da Taça de Portugal ?

 

SIM

 

"A gestão do plantel e particularmente a condição física de Slimani aconselha a que Marco Silva entregue a titularidade frente ao FC Porto a Montero. Até porque o Sporting tem logo a seguir um jogo importantíssimo para a Champions, onde a presenç do argelino é fundamental."

 

NÂO

 

"É verdade que Slimani se encontra ao serviço da selecção do seu país e ainda vai jogar a meio da semana, mas é, todavia, uma referência do ataque que pode dar mais trabalho à defesa do FC Porto, além de estar mais rotinado com a equipa e, neste caso com Nani e Carrillo."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:36

 

 

8 de Dezembro de 2013  -   4 de Outubro de 2014

 

Penafiel 0 Sporting 4 - 7.ª Jornada da I Liga

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:19

Co Adriaanse gostou do Sporting

Rui Gomes, em 27.07.14

 

Co Adriaanse - antigo treinador do FC Porto, entre outros - esteve a observar a partida de pré-época entre o Sporting e o Utrecht, na sua capacidade de conselheiro técnico do clube holandês, e no final do jogo dirigiu louvores à equipa leonina:

 

«Não esperava este Sporting. Fui algo apanhado de surpresa. Sei que venderam alguns jogadores e tem muitas nacionalidades diferentes, mas jogam como equipa, jogam bom futebol e estão muito bem fisicamente. Gostei muito da inteligência e qualidade de Montero, parece-me muito bom jogador. Gostei também muito do defesa central Eric Dier. Por ser um jogador alto, parece ser pesado e com pouca velocidade, mas não o é. Teve lances muito bons. Parece-me ser um jogador muito completo. Quando eu estava em Portugal, o Sporting lutava pelo terceiro, quarto lugar. Hoje, tem uma equipa ao nível da Liga dos Campeões.»

 

Sempre razão para satisfação ouvir um conhecedor do mundo do futebol dizer bem da nossa equipa e dos nossos jogadores. Veremos, em breve, se terá razão quanto à qualidade da equipa para a Champions. Gostei das suas apreciações sobre os dois "leões", mas, como não podia deixar de ser, tomei nota especial da referência a Eric Dier, um dos meus favoritos, como já tive ocasião de sublinhar aqui no blogue. Bruno de Carvalho e a SAD que façam o que for necessário para não perder este enorme talento, porque é por de mais evidente que não serão uns quaisquer 5 ou 6 milhões que compensarão devidamente a sua saída, como alguns dos adeptos mais "distraídos" advogam.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:11

 

 

Na eleição de Melhor Jogador do Ano TSF/Opel Insígnia, os profissionais da TSF elegeram ao longo de todo o ano o "Homem do Jogo". A lista dos 10 jogadores mais nomeados foi sujeita à votação dos adeptos e do cruzamento dessas duas votações surgiram os três finalistas, que foram então à votação dos 38 treinadores das duas ligas profissionais. Através dos votos de 36 desses treinadores, Nemanja Matic foi eleito o Melhor do Ano de 2013, com 146 pontos, João Moutinho ficou no 2.º lugar com 130 pontos e, mais distante, com 48 pontos, no 3.º lugar, Fredy Montero.

 

Até acho que o prémio foi bem entregue a Matic pelo seu excelente ano ao serviço do Benfica, mas não deixo de fazer dois reparos sobre este processo. Primeiro, é de notar que os únicos dois treinadores que não votaram foram os do FC Porto: Paulo Fonseca e Luís Castro da equipa B. Não terá sido por mera coincidência, decerto, deixando a  ideia que a estrutura portista proibiu-os de votar, por razões não reveladas. O segundo reparo centra-se na votação sobre dois jogadores que apenas jogaram meia época em Portugal em 2013: João Moutinho que foi transferido para o Mónaco no Verão, e Fredy Montero que chegou a Alvalade nessa mesma altura. Parece-me mais justo e lógico que uma das condições de elegibilidade fosse que os jogadores votados teriam de ter jogado o ano inteiro em Portugal e não somente cerca de seis meses.

 

De qualquer modo, são estas as regras e resta dar os parabéns a Fredy Montero, que disse o seguinte:

 

"Foi uma honra receber este prémio depois de tão pouco tempo cá. Não sei se a minha adaptação está a ser fantástica. Só sei que quero mostrar em campo o quão feliz estou por jogar na Europa e num grande clube como o Sporting. Espero para o ano voltar a esta gala e, se possível, ficar um pouco acima no pódio."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:43

Os números não mentem, mas...

Rui Gomes, em 24.02.14
 

 

Os números não mentem, mas podem induzir conclusões erradas, mediante o contexto da análise sustentada por esses números. Isto, a propósito do artigo de José Manuel Ribeiro sobre a produção de Slimani a saltar do banco. O avançado argelino teve ocasião de ser titular pelo Sporting em jogos da I Liga somente frente ao Benfica - será porventura novamente contra o SC Braga, pelo castigo a Fredy Montero -, registando 410 minutos de jogo (4,5 jogos) pela sua utilização quase sempre como suplente, marcando 4 golos, ou seja uma média de 0,88 golos por jogo, um golo a cada 102,5 minutos (acumulados) em campo.

 

Esta estatística disponibiliza-lhe uma eficácia goleadora superior a Fredy Montero, à letra dos números, mas pode ser e é em facto enganador. O avançado colombiano regista 1839 minutos de jogo (20,4 jogos) em 20 jornadas da I Liga - acumulando os minutos de desconto em cada jogo que alinhou do princípio ao fim - com 13 golos marcados, ou seja, uma média de 0,63 golos por jogo, um golo a cada 141,4 minutos (acumulados) em campo. No entanto, o registo de Fredy Montero pode ser analisado em duas partes: a primeira, que indica que marcou os 13 golos nos seus primeiros 12 jogos, que lhe dá uma média de 1,08 golos por jogo; a segunda, a que já referimos acima, dado que não voltou a marcar na Liga desde que apontou dois golos ao Gil Vicente, no dia 8 de Dezembro de 2013.

 

Mas a parte mais enganadora destes números, comparando a eficácia de produção dos dois avançados, centra-se em determinados factores por detrás dos números que sustentam o registo estatístico, e é neste contexto que o artigo de José Manuel Ribeiro se torna relevante.

 

Diz o director do jornal "O Jogo" - palavras para o efeito - e na minha opinião bem, que Slimani não tem entrado em campo refém de um qualquer sistema de jogo - seja o 4x3x3 ou o 4x4x2 - em que o adversário já está preparado para contrariar, mas sim com liberdade de acção que pela sua constituição atlética e técnica exige uma cobertura defensiva adicional e individual, o que é/seria diferente se entrasse logo de início. Aliás, como confirmação deste argumento, basta verificar que Slimani, além do acima referido jogo com o Benfica, foi titular em dois jogos para a Taça da Liga (159 minutos em campo) e em um jogo da II Liga (96 minutos em campo), sem marcar um único golo. Além do mais, como indica José Manuel Ribeiro, o avançado argelino ao saltar do banco dos suplentes nas derradeiras fases dos jogos em que participou e em que marcou, foi beneficiado pelo inevitável desgaste dos defesas adversários que alinharam desde o primeiro minuto e a mudança repentina do jogo do Sporting que, com ele em campo, começa a jogar um futebol mais directo, visando tirar proveito das suas características, físicas e técnicas, e exercer maior pressão no eixo defensivo. Também muito relevante, é a mudança de posição de Fredy Montero que invariavelmente posiciona-se na zona intermediária entre o seu meio-campo e a ponta da lança ofensiva, neste caso Slimani, e faz uso da sua ampla técnica e visão de jogo em sustento das manobras ofensivas. 

 

Por tudo isto e mais, que deixamos para uma outra ocasião, é justo afirmar que os números não mentem mas podem ser enganadores.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:48

Mas onde é que eu já ouvi isto?

Desert Lion, em 12.02.14

 

 

 

 

 

Fredy Montero: "Temos de levantar a cabeça"...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 07:50

Uma decisão "amarelada"

Rui Gomes, em 29.01.14
 

 

Não é de estranhar que em certos cantos da praça noticiosa já se nota um certo destaque aos 4 cartões amarelos de William Carvalho e Fredy Montero, dado que daqui a dois jogos o Sporting defronta o clube da Luz. Ambos viram o 4.º amarelo no dia 11 de Janeiro, na 15.ª jornada, no jogo do Estoril, o que significa que poderiam ter "limpo" o registo frente ao Arouca, cumprir o respectivo jogo de castigo este fim-de-semana pela visita da Académica a Alvalade e estarem completamente tranquilos para o importante "derby" da 18.ª jornada.

 

Desconheço o funcionamento interno desta SAD, assim como a filosofia de Leonardo Jardim neste sentido, ficando portanto na dúvida quem tem a palavra final sobre decisões deste cariz. Ao longo dos anos, trabalhei com treinadores que são receptivos a estas "limpezas" e com outros que optam por viver à beira do precipício, assumindo posteriormente as consequências das suas decisões. Por norma, tenta-se respeitar sempre a preferência do treinador mas a decisão é invariavelmente feita em reunião, com a participação do director responsável e a equipa técnica, assente essencialmente nas alternativas que o plantel oferece e o calendário da competição.

 

Pessoalmente, sempre preferi "limpar" o registo assim que possível, com jogadores importantes para a equipa, como é o caso de William Carvalho e Fredy Montero. Por conseguinte, teria dado instruções para esse efeito relativamente ao jogo com o Arouca. Dito isto e atendendo ao espírito puritano que aparenta prevalecer no Sporting, não me admiraria nada que haja quem seja contra estas medidas de "limpeza", porventura por as considerar desonestas. Tive esta exacta conversa com um amigo meu - sportinguista - e a resposta dele foi, "Se não jogarem contra o Benfica, não jogam", minimizando o impacte da sua ausência. Bem, disse e digo eu, se aquele que é nada menos do que o melhor jogador do Sporting da actualidade e, o outro, que apesar da "seca", é o melhor marcador, não fazem falta, então sou eu que não percebo patavina de futebol.

 

Como todos nós sabemos, não é preciso cometer grande falta para ver um "amarelo" com certos árbitros, e mesmo com o jogador consciente da situação, na fervura da luta e inadvertidamente, é muito fácil acontecer. Esperamos que não venha a ser esse o caso no domingo frente aos "estudantes".

 

Nota à parte, sempre que se evoca este tema, vem-me prontamente à ideia o notório caso de Liedson de há uns anos atrás, em que o "balão" para a bancada impediu-o de jogar contra o clube da Luz. Ainda hoje insisto que o fez deliberadamente mas, muito sinceramente, nunca consegui apurar as razões.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:56

 

 

Logo a partir da primeira jornada da época o colombiano Fredy Montero mostrou que poderia vir a ser o novo goleador de serviço do Sporting. Estreou-se de forma fenomenal com 3 golos frente ao Arouca, e com o total de 6 nos primeiros 4 jogos, incluindo a Académica, Benfica e o Rio Ave. Nas próximas seis jornadas ficou em branco apenas contra o SC Braga e o Vitória de Guimarães, marcando nos restantes, dando-lhe os seus actuais 13 golos, que lhe permitem liderar os goleadores da Liga.

 

O que está por verdadeiramente compreender - pese algumas conjecturas para o efeito - é a causa da sua travessia pelo "deserto" desde a 11.ª jornada frente ao Belenenses, o último jogo em que marcou. Ficou em branco nos últimos cinco jogos - incluindo os dois para a Taça da Liga, um destes, contra o Marítimo, em que não entrou em campo. Não por mera coincidência, o Sporting ficou também em branco em três desses cinco jogos: Nacional e Estoril para a Liga e o FC Porto para a Taça da Liga.

 

A contenda que decerto pesa na mente de sportinguistas - porventura até também na do treinador - é a causa, à raiz, desta seca, por quem já demonstrou ter ampla capacidade para penetrar as balizas adversárias. 

 

Como adepto, tenho a minha teoria, que poderá ou não ser certeira. Existem, na minha opinião, dois factores fundamentais: o primeiro, e para mim o mais importante, é a ausência de um criativo na equipa, de um número dez que viabilizaria o jogo ofensivo do Sporting pelo corredor central, permitindo servir o ponta de lança de forma mais eficaz e directa. Mas, poderá dizer o leitor, ele marcou aqueles 13 golos mesmo sem haver o tal criativo. É verdade, mas a razão para isto leva-me ao referido segundo factor fundamental: de há uns jogos a esta parte - nomeadamente desde a 12.ª jornada - os extremos do Sporting têm vindo a descer de forma e de rendimento e com esta disposição, a perder a sua capacidade de ganhar a linha e servir o ponta de lança na área com mais frequência e melhores condições. Invariavelmente, os cruzamentos têm sido em número reduzido e mal colocados e, mais vezes do que não, ou Montero não está em posição para poder recuperar posicionamento ou está rodeado de defesas que impossibilitam a finalização. Como as coisas se situam neste momento, qualquer golo do avançado terá de surgir por inspiração individual sua. Isto, em termos gerais, já que não há regra sem excepção.

 

Por tudo isto, e mais, tenho vindo a sugerir nos mesus escritos que o Sporting deveria tentar assegurar os serviços de um médio criativo no mercado de Janeiro e caso isso não venha a ser possível, Leonardo Jardim deveria considerar alterar ligeiramente o sistema de jogo, mudando para o 4x1x3x2, abdicando de um extremo e permitindo com que Fredy Montero possa jogar nas costas de Slimani que, nesse sistema, entraria no onze.

 

Esta é uma teoria de treinador de bancada que, na realidade, não tem que tomar as decisões, mas nem só os que estão em campo percebem de futebol. Uma disposição é certa: Fredy Montero não está a marcar e denota falta de inspiração e de confiança e compete a quem de direito rectificar a situação.

     

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:04

 

 

Um artigo algo curioso que aparece no site da "Major Soccer League" (MLS), em que o director-geral e co-proprietário do Seattle Sounders - Adrian Hanauer - surge a negar que o Sporting já tenha exercido a cláusula de opção de compra sobre Fredy Montero, segundo o que é noticiado pelos jornais "El País" da Colômbia e o "Marca" de Espanha. Com ou sem fundamento, estes diários reportam que o valor da opção é entre 10 a 12 milhões de euros, a contrariar tudo o que tem constado - mas não clarificado pelo Sporting - desde que o avançado chegou a Alvalade.

 

O director do clube norte-americano não comentou os valores inerentes à cláusula, mas confirmou que a opção ainda não foi exercida pelo Sporting: «Oficialmente, ele é propriedade da Major Soccer League/Sounders FC até o Sporting exercer a cláusula que lhe permite comprar os seus direitos a título definitivo. Os termos ficaram estipulados pelo acordo para o empréstimo.»

 

Indica ainda o site do organismo que superintende a Liga norte-americana que esta disposição contraria as próprias declarações de Fredy Monteiro em uma recém-entrevista à revista "Quatro Quatro Dois" em que, entre outras coisas, declara que terá muito prazer em ficar no Sporting por cinco anos, inferindo que o negócio já estava finalizado.

 

Muito embora os valores citados sejam bastante duvidosos - por tudo quanto constou em Portugal na altura - caso se venham a confirmar, esta seria a transferência mais elevada na história da MLS, ultrapassando os 10 milhões de dólares que o Villarreal pagou por Jozy Altidore em 2008.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:46

Fredy Montero na "Quatro Quatro Dois"

Rui Gomes, em 19.12.13
 


A mais recente edição da revista "Quatro Qutro Dois", que vai estar nas bancas a partir de segunda-feira, contém uma entrevista com Fredy Montero onde, entre outras coisas, o avançado colombiano do Sporting afirma:

«A estabilidade é algo muito bom para o rendimento, porque a tua mente está tranquila, não pensas em mais nada além de treinar bem e render o máximo em cada jogo. Portanto, se ficar os cinco anos (no Sporting), ficarei com toda a felicidade do mundo."

Recorde-se que Fredy Montero chegou a Alvalade a título de empréstimo do "Seattle Sounders" da "MLS", mas com um pré-acordo que concede a opção de compra ao Sporting e um vínculo contratual por mais quatro épocas - até 2018 - custando essa cláusula cerca de 2,5 milhões de euros. Tudo indica que o Sporting não hesitará em a exercer no final da época. Quanto à sua permanência durante a validade do acordo, será prematuro neste momento adiantar cenários, dado que o interesse fora fronteiras pelo jogador tem sofrido um acréscimo notável pela sua impressionante "performance" na I Liga. Havendo lógica, onde lógica existe, não surpreenderá o Sporting eventualmente não resistir a uma oferta persuasiva.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:58

Fredy Montero e o momento

Rui Gomes, em 09.12.13

 

 

É por de mais evidente que o nosso goleador sente-se feliz com o momento que ele e a equipa atravessam, mas está bem versado no discurso oficial e não perde noção da disposição colectiva:

 

«Partida a partida podemos ganhar esse rótulo (título), mas ainda falta muito para o fim do campeonato e sabemos que precisamos de seguir na mesma linha e continuar a melhorar. Temos que desfrutar. Estou feliz por estar neste grupo, todos queremos jogar bem, lutar por cada partida e tratar de ganhar cada vez que entramos em campo. Estamos contentes e queremos continuar a melhorar. Pensamos jogo a jogo e em vencer, é essa a nossa identidade de jogo. Sabemos que temos um grupo jovem, que tem fome de triunfos e esperamos continuar assim.»

 

Fredy Montero é o actual melhor marcador da Liga, com 13 golos em 12 jogos, seguido por Jackson Martinez do FC Porto, com 10, e Héldon do Marítimo com 8.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:24

Fredy regressou aos golos

Rui Gomes, em 02.12.13

 

 

O melhor marcador da Liga Zon Sagres regressou aos golos (2) na goleada ao Paços de Ferreira no domingo, permitindo-lhe registar 11 para a época, mais 3 que Jackson Martinez do FC Porto. Isto, depois de um "jejum" de três jogos: FC Porto, Marítimo e Vitória de Guimarães.

 

O avançado colombiano estreou-se na Liga com um "hat-trick" frente ao Arouca no dia 18 de Agosto. Nas primeiras sete jornadas, apenas ficou em branco uma única vez, no empate com o Rio Ave no dia 21 de Setembro: Académica (2) - Benfica (1) - Olhanense (1) - SC Braga (1) e Vitória de Setúbal (2), a 5 de Outubro.

 

Fredy Montero confirmou que já sentia alguma ansiedade: "Claro que havia alguma ansiedade e vontade de marcar mas o importante para a equipa é ganhar. Ainda bem que ajudei com golos. Esperamos continuar assim. O nascimento da minha filha foi muito especial para mim, sim. Agora, espero que estes golos sejam os primeiros de muitos. Estamos a fazer um bom trabalho e vamos continuar a jogar sempre durante os noventa minutos dando o nosso melhor."

 

E Leonardo Jardim comentou o seu avançado: "Todos os avançados vivem de golos. O Montero não marcava há alguns jogos para o Campeonato, diminuindo o registo que vinha tendo nas primeiras jornadas, mas sempre teve grande trabalho colectivo. Sempre lhe disse que mais importante que fazer um golo era contribuir para o colectivo e que os golos iriam aparecer. Está de patabéns, tal como toda a equipa."

 

Todos os sportinguistas sentem enorme confiança que o goleador ainda tem muito mais para oferecer nesta sua primeira época de "leão ao peito."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:44

Convocatória curiosa

Rui Gomes, em 08.11.13

 

 

Lamentavelmente, não obstante ser o melhor marcador da Liga portuguesa, Fredy Montero continua a não merecer a confiança do seleccionador José Peckerman, que conta com os avançados Radamel Falcão (Mónaco) - Muriel (Udinese) - Jackson Martinez (FC Porto) - Carlos Bacca (Sevilha) e Teo Gutiérrez do River Plate, para os dois jogos particulares que a Colômbia realizará na Europa com a Bélgica e a Holanda em Novembro.

 

Curiosamente - ou talvez não - entre os defesas convocados surge um nome muito bem conhecido no Sporting... Santiago Arias (PSV) !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:16

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds