Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Com ou sem VAR, a discussão perdura

Rui Gomes, em 13.08.17

 

pJ1r0K8p.jpg

 

Nuno Saraiva, director de comunicação do Sporting, publicou este sábado um post na sua conta de Facebook onde responde com ironia a Francisco J. Marques, homólogo do FC Porto, que surgiu a criticar a grande penalidade assinalada por Bruno Paixão, no jogo entre o Sporting e o Vitória de Setúbal:

 

«Os insuspeitos Duarte Gomes e José Manuel Delgado devem andar a "brincar" com isto para afirmarem (como todas as pessoas que gostam de futebol e da verdade desportiva), com as letras todas, que o penálti do Nuno Pinto sobre o Bas Dost foi bem assinalado. E se lhes juntarmos a unanimidade do tribunal do Jogo - Jorge Coroado, José Leirós e Fortunato Azevedo - mais as opiniões do Jorge Faustino e do Marco Ferreira, então a galhofa ainda é maior.

 

Acho que ainda vamos assistir a um momento histórico e inédito: o Francisco J. Marques em sintonia com o António Rola!... Como diria o Scolari: "Humm, e o burro sou eu?!?"».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:30

Quem foi o real autor do "sonho" ?

Rui Gomes, em 04.08.17

 

image.jpg

 

Nuno Saraiva dedicou boa parte dos dia desta quinta-feira a um sonho sobre cinco gnomos - Gosma, Bola-Rebola, Rastejante, Político e Amnésia -, numa referência a cinco personagens do futebol português: Rui Gomes da Silva, Pedro Guerra, Octávio Machado, André Ventura e Luís Filipe Vieira.

 

Instado a comentar o episódio, o antigo director do futebol leonino preferiu não responder directamente a algumas frases do "sonho" que lhe é dedicado, mas deixou uma nota:

 

 «Não acredito que tenha sido o Nuno Saraiva o autor daquele sonho, ou antes, daquela alucinação. Tenho ilimitada confiança no Nuno. Já o disse e repito-o. Sei do que ele é capaz. Sonhar é bonito, eu também sonho, mas não acredito que seja Nuno Saraiva quem "sonhou" aquilo. Não acredito que seja ele o autor daquilo, mesmo que ele venha dizer que foi. Não foi o Nuno Saraiva. Seguramente»

 

Não deixa de ser curioso, porque em resposta a um comentário de um leitor, eu já tinha admitido a hipótese do real autor desta "obra" ser Bruno de Carvalho e não Nuno Saraiva. A mesma ideia ocorreu à nossa colega Carlinha.

 

Octávio Machado não indica quem ele tem em mente, mas não é preciso um advinha para determinar que dois e dois é vinte e dois...

 

De qualquer modo, seja quem for o autor, isto tornou-se num autêntico circo !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:07

Nuno Saraiva e o gnomo Bola Rebola

Rui Gomes, em 03.08.17

 

20567191_OvfUr.jpg

 

 
 
 Nuno Saraiva SCP
 
 
 
 

- Caro gnomo Bola-Rebola - avança o apresentador -, vamos então tentar chegar ao tão desejado prémio. Podemos começar?

 

- Posso só acabar de comer esta baba-de-camelo? – Perguntou o concorrente.

 

- Estamos em directo, mas já o vi fazer bem pior. - diz o apresentador - Vamos, coma lá isso, mas desta vez limpe bem a boca antes de começar a falar e peça aí ao seu colega do fundo um pouco de pó para retocar a maquilhagem para ficar bem nas imagens... Vamos então recomeçar. Ouviu o seu primeiro colega?

 

- Ouvi sim - disse o novo concorrente -, e quero já dizer que ele afirmou algumas coisas que ofenderam a memória do meu vizinho do lado, que já morreu, e que era um homem como nunca tinha visto...

 

- Mas o seu colega não falou do seu vizinho... – retorquiu o apresentador.

 

- Não?!? - disse o gnomo Bola-Rebola - Mas, se não ganhou, ofendeu-o na mesma, pois o meu vizinho não merecia… Enfim, você já me está a enervar. Ofendeu a memória do meu vizinho e acabou! Veja lá se quer que eu para a semana lance o boato que você me cuspiu enquanto eu comia a baba-de-camelo? Avance com isto que eu, de certeza, tenho a resposta aqui nos meus papéis...

 

- Bem - diz o apresentador -, então vamos lá... A pergunta é: o que faria se os seus vizinhos lhe quisessem, de acordo com a Lei, interditar o acesso a casa, pois insiste em utilizar os elevadores que não estão legalizados para levar pessoas com o seu peso?

 

- Olha, olha - disse o gnomo Bola-Rebola -, essa é fácil... Promovo um jantar com os meus amigos da assembleia do café do bairro, e pressiono o instituto da juventude lá da rua a mudar a Lei. Quer ver, vou mostrar-lhe como funciona. Mando agora um e-mail a dizer: “Olá! Vamos todos catequizar o elevador do meu prédio. Juntos iremos subir cada vez mais alto e nunca me esquecerei de quem me fizer chegar primeiro à porta de minha casa”. Agora esperamos um segundo... e pronto, eis a resposta: "Doutor, considere o assunto resolvido. Você manda, nós executamos. A Lei está mudada só para lhe servir a si!". Viu? Mas espere, que vai ver mais. O meu telemóvel ainda vai tocar... Cá está: “Alô? Quem fala? É o senhor do condomínio? Ah... quer dizer que já não estou interditado para entrar em casa mesmo que use o elevador. Mesmo que o avarie sempre, entro fazendo todos pagar o arranjo? Top! E? Desculpe, não ouvi… Repita que vou pôr em alta voz”. Do outro lado linha, o homem do condomínio repete, submisso: "Doutor, tudo, mas tudo, o que precisar é só dizer. Nós mudamos tudo para que o doutor continue a ser o maior. E o resto dos inquilinos que se lixem! O doutor é o maior! Nunca se esqueça disso". Viu? - diz, impante, o gnomo Bola-Rebola - Bastou um e-mail com o meu companheiro da Liga dos Come Tudo, o gnomo Chorão Corporate em CC, e conseguimos tudo. E-mail para aqui, SMS para ali... isto é tudo nosso!

 

20479989_2031231763766543_7910503535060534799_n.jp

 

- Não me parece um procedimento muito correcto - diz o apresentador -, e, por isso, não posso considerar ainda ganho o programa. Confesso que a sua resposta e tudo o que me mostrou é mais confuso do que a p* da gala... Assim, vou dar-lhe as mesmas oportunidades de ajuda que dei ao seu primeiro colega:

 

1. Do público;
2. Fazer uma chamada;
3. Chamar um dos seus colegas para o substituir.

 

- Ser substituído? – diz, indignado, o gnomo Bola-Rebola - Nunca! Prometo que, se me mantiverem, no próximo programa vou fazer umas revelações sobre o primo da tia do avô da amiga do chefe do meu afilhado, que vão deixar todos de boca aberta. Eu não quero nenhuma dessas opções. Preferia fazer um e-mail, posso?

 

- Não! - diz o apresentador - E-mails não estão nas ajudas.

 

- Isso é que é pena - diz o gnomo Bola-Rebola -, pois se os e-mails estivessem nas ajudas e não nos servidores de Carnide não tínhamos sido catados...

 

- Desculpe? - pergunta o apresentador – Catados?

 

- Nada! - diz o gnomo Bola-Rebola - Estou aqui a pensar alto. Você até me deu uma boa ideia. Mas agora vou fazer um telefonema e, o seu chefe, já lhe vai ligar a dizer se muda as regras ou não para eu fazer como quero. Se quero que se possa mandar um e-mail, vai ver que vou poder.

 

Neste momento, o gnomo Bola-Rebola é interrompido pelo gnomo Rastejante...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:54

 

ng8695668.jpg

 

Nuno Saraiva reagiu esta sexta-feira ao artigo intitulado Sporting. Assim não vamos lá ! de Nicolau Santos, no jornal Expresso, fazendo uma analogia com recém-resultados do rival da Segunda Circular:

 

«Ao ler ontem a Tribuna do Expresso, percebi, mais uma vez, porque é que o Presidente do Sporting está sempre a dizer que o nosso clube é autofágico. Nicolau Santos, sportinguista e já outrora membro do Conselho Leonino, ainda antes de a época começar e após um jogo sem qualquer interesse a não ser o de rodar jogadores e dar-lhes minutos, vaticinou já o fim do campeonato, a desgraça, o horror e até se arrogou na pretensão de aconselhar o presidente e o treinador a irem preparando o discurso da desculpa para a derrota. Isto não é sportinguismo.

 

Um rival perdeu 5-1 com um colosso suíço e 1-0 com uma equipa da segunda divisão inglesa, e não veio ninguém desse clube vaticinar a desgraça ou a catástrofe. Antes pelo contrário, puxam, galvanizam, criam fé, dão força! É pena que estes leões híbridos, que acabam por ser os maiores adversários do Sporting, uma vez que a cada passo apenas tentam descredibilizar, desestabilizar ou criar ondas de negatividade, ainda persistam».

 

Até poderemos admitir que o artigo do director-adjunto do Expresso é excessivamente negativo e pessimista, mas Nuno Saraiva - e por tabela, Bruno de Carvalho - terão de compreender que o que é ou não escrito sobre o clube da Luz nada tem a ver com o presente estado e respectivas performances do Sporting. São duas questões absolutamente distintas.

 

A realidade de momento, independente do que ocorre com outros clubes, é que a pré-época do Sporting não oferece muitas razões para optimismo, salvo porventura 45 minutos do jogo com o Mónaco. Isso, e algumas tomadas de decisão muito discutíveis, para não dizer sem nexo, tanto quanto a contratações como a vendas e/ou empréstimos, a exemplo de Paulo Oliveira, quando agora consta que Jorge Jesus quer outro central.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:31

"Já lideram, sim, mas na dívida"

Rui Gomes, em 13.07.17

 

Nuno Saraiva, mesmo da Suíça, comentou de forma irónica as palavras de Domingos Soares Oliveira - administrador do Benfica - pela sua afirmação que os encarnados querem ser "o melhor clube mundial em ciência desportiva":

 

naom_5810c65f39715.jpg

 

«Pela primeira vez tenho que dar razão a Domingos Soares Oliveira, não deixando de notar que a modéstia lhe assenta bem. O CEO do Benfica veio dizer que quer ser 'líder mundial em ciência desportiva'. Talvez por distracção tenha ignorado que já o é. O Benfica já lidera na área financeira, uma vez que, de acordo com relatório publicado pela UEFA em Janeiro deste ano, o clube que gere detém a medalha da segunda maior dívida da Europa ao nível dos clubes de futebol e, assim, uma das maiores do mundo.

 

E é também uma referência internacional, não se fala aliás de outra coisa por mais que a humildade lhe imponha que fuja ao assunto, em matéria de vouchers, e-mails, SMS's, bruxarias e outras acções obscuras nos corredores do futebol. Permita-me, usando também da minha modéstia e humilde opinião, que ouse dar-lhe um conselho: bom, mas mesmo bom, era que quisessem e fossem um dia capazes de liderar no que às boas prácticas, da ética e da deontologia, diz respeito!».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:26

 

img_770x433$2016_12_09_22_29_12_1195116.jpg

 

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) suspendeu Nuno Saraiva, director de comunicação do Sporting, por seis meses e 15 dias e ainda terá de pagar 561 euros de multa.

 

Em causa está um dos vários "posts" publicados por Nuno Saraiva no Facebook, no qual questionava a suspensão de Bruno Coelho, jogador de futsal do Benfica, por um jogo.

 

No entendimento do CD da FPF, Nuno Saraiva colocou "em causa a imparcialidade da FPF e dos seus órgãos sociais, ao afirmar `(...) a cúpula da FPF desautorizou o Conselho de Disciplina e, mais uma vez, agiu em benefício do infractor. E isto conduz-nos a uma interrogação: quem manda afinal na justiça desportiva? O Conselho de Disciplina ou a Direcção Política da FPF?".

 

Para o órgão disciplinar da Federação, as críticas de Nuno Saraiva ao seu presidente, José Manuel Meirim, também foram tidas em conta, nomeadamente:

 

"A cedência a interesses clubísticos em detrimento da obrigatória imparcialidade, permite que, daqui para a frente, quem se sinta lesado pela justiça desportiva meta uma `cunha` ao Dr. Fernando Gomes que, como se viu, ele resolve. Já sobre o Professor Meirim também ficamos esclarecidos: manda pouco ou quase nada".

 

Qual o efeito prático de uma suspensão a um director de comunicação não é claro, mas decerto que não serão castigos deste género que evitarão que a imparcialidade do órgão federativo seja novamente questionado no futuro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:09

 

image.jpg

 

Horas depois de Luís Filipe Vieira ter reagido pela primeira vez à polémica das emails, Nuno Saraiva falou na Sporting TV, no programa "Sporting Especial", e criticou a postura do presidente do Benfica, assim como a dos líderes dos órgãos que superintendem o futebol nacional:

 

«O Presidente do Benfica perdeu uma oportunidade para desmentir, de forma categórica as acusações. O que está em causa são indícios sérios de tráfico de influências e também já devia ter havido uma resposta mais forte por parte dos presidentes da Federação Portuguesa de Futebol e da Liga. O seu silêncio é ensurdecedor. Perante a gravidade crescente do que estamos a assistir, já deviam ter proposto algumas medidas cautelares para que o campeonato não comece debaixo deste enorme manto de suspeição».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:23

 

Nuno Saraiva garante que o Sporting estará "serenamente atento" - bem como as autoridades - às revelações que Pedro Guerra prometeu para a próxima semana sobre Bruno de Carvalho. Num longo post publicado na sua página de Facebook, o director de comunicação leonino sublinha que o responsável de conteúdos da BTV está a "tentar pela enésima vez atirar areia para os olhos das pessoas para esconder os verdadeiros problemas que estão a ser investigados":

 

CMCRMGZW.jpg

 
«No seguimento da campanha de difamação e calúnia que o Benfica anda a fazer, infelizmente muitas vezes com o apoio de pseudo-sportinguistas, Pedro Guerra disse hoje [ontem] no programa Prolongamento da TVI 24: 'No próximo programa, se não me afastarem, trarei revelações sobre o presidente do clube deste senhor. Revelações que provam quem é o presidente do clube deste senhor, o que pensa sobre o seu treinador e sobre muita coisa. Aguardem serenamente'.

 

Este desespero demonstrado está nos limites do degredo total. Os sportinguistas que estejam de facto atentos e de forma serena, pois vai valer tudo - mais documentos falsos, mais denuncias falsas, mais gravações manipuladas. Isto são crimes atrás de crimes a que as autoridades vão ter que pôr um fim de uma vez por todas, e é bom que existam pessoas que, pela sua falta de inteligência, se denunciem.

Agora Pedro Guerra deixa claro que será o autor da próxima difamação, desta vez, pelos vistos, para tentar pela enésima vez atirar areia para os olhos das pessoas para esconder os verdadeiros problemas que estão a ser investigados, e tentar desestabilizar o Sporting e o seu presidente. Estaremos serenamente atentos, e as autoridades também».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:17

Os homens da bola (15)

Rui Gomes, em 11.04.17

 

21024904.jpg

 

«Vítor Pataco, vice-presidente do Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ), guardou na gaveta um despacho em que é proposta a punição do Benfica pelo apoio a claques não legalizadas, concretamente os No Name Boys e Diabos Vermelhos. Pelo menos esteve três meses na gaveta à espera que o Benfica fosse notificado, não sabemos se isso já aconteceu. De facto, existe um apoio à margem da lei do Benfica aos grupos organizados de adeptos, e já devia ter sido interdito o Estádio da Luz, que é o que está na lei».

 

Nuno Saraiva, director de comunicação do Sporting

 

 

Entretanto, Vítor Pataca reagiu às acusações de Nuno Saraiva:

 

«Tenho memória do assunto, mas é um assunto que já “rola” antes de eu ter entrado no Instituto. E tem a ver com o regulamento, penso eu, de segurança do Benfica. É um assunto anterior à minha entrada. Por isso não vale a pena estar a desenvolver declarações sobre um assunto que não conheço assim tão bem.

 

É uma coisa completamente infundada, já que os pelouros de natureza jurídica não estão comigo».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:39

Saraivada da grande

Ricardo Leão, em 30.03.17

 

Cada vez mais o Sporting de Azevedo de Carvalho insulta

a nossa inteligência. Vergonha, a confirmar-se...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:03

Guerra sem fim à vista

Rui Gomes, em 26.03.17

 

Pelos vistos, os ânimos subiram de tom antes do Portugal-Hungria, aquando da chegada de Jaime Marta Soares ao Estádio da Luz para assistir ao encontro. Segundo a Sport TV, alguns adeptos afectos ao Benfica aproximaram-se do presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting com insultos e ameaças. Situação que obrigou a intervenção da polícia que serenou o ambiente e escoltou o dirigente leonino.

 

img_770x433$2017_03_25_19_24_05_1242257.jpg

 

Quem não perdeu a oportunidade para lançar mais um ataque ao rival da Segunda Circular foi Nuno Saraiva, director de comunicação do Sporting, através de uma missiva no Facebook:

 

«Hoje, à chegada ao estádio da luz onde se deslocou a convite da FPF e em representação do Sporting CP, o Presidente da Mesa da Assembleia Geral foi insultado e ameaçado por elementos das claques do Benfica.

 

Não fosse a imediata intervenção da polícia, que soube comportar-se com enorme profissionalismo, e podia ter acontecido uma tragédia.

 

Esta é a diferença entre quem boicota a Selecção Nacional como parte de uma estratégia de intimidação e coação e quem sabe comportar-se e quer contribuir para a elevação do futebol português, como é o caso do Sporting Clube de Portugal.

 

O que hoje aconteceu, além de lamentável, é a consequência óbvia do comportamento intolerável de um clube que usa também o seu treinador para fazer ameaças com exércitos mitológicos de seis milhões. Mas é também o resultado do desespero de uma estrutura que está caduca e a sentir-se ameaçada.

 

Esperemos que as instâncias do futebol não se voltem a vergar, subservientes, perante quem dá esta imagem de um desporto e de um país que é Campeão Europeu, e que os autores, materiais e morais, daquilo que hoje aconteceu sejam devidamente punidos».

 

Já aqui comentámos o irrisório boicote do Benfica ao jogo da Selecção e não vamos voltar a abordar o assunto. O resto da missiva de Nuno Saraiva, que em nada contribuiu para resolver seja o que for relacionado com as duas Instituições centenárias e com o futebol português, acaba por ser mais do desagradável mesmo que já se ouviu vezes sem conta.

 

Nota de relevo, no entanto, para a sua referência à possibilidade de uma "tragédia" ter ocorrido salvo pela intervenção da polícia. Por todas as reportagens disponíveis sobre o incidente, parece-me um exagero grosseiro e porventura irresponsável deste director de comunicação.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:17

 

Nuno Saraiva, esta quinta-feira, deixou várias críticas, e até mesmo ataques pessoais, ao empresário Paulo Teixeira. Isto depois de o agente ter feito uma publicação nas redes sociais, onde revelou que recebeu alegadas mensagens de Bruno de Carvalho, relativas a uma eventual transferência de Bas Dost:

 

 
Nuno Saraiva SCP
 

Quem é afinal o senhor Paulo Teixeira?

 

Para mentes menos atentas e menor informadas, trata-se do empresário que, em 2005, levou do Sporting Clube de Portugal, à traição e sem ética, os jogadores Adrien Silva, Ricardo Fernandes e Fábio Ferreira para o Chelsea.

 

A intenção do agente era óbvia: ganhar dinheiro à custa do trabalho de formação do Clube e dos jogadores, prejudicando claramente os interesses dos atletas e do Sporting.

 

O Sporting conseguiu, à época, resgatar Adrien Silva que, como é público e notório, se tornou num símbolo do Clube e conquistou a patente de Capitão pela sua qualidade, carácter e capacidade de liderança.

 

Do Ricardo Fernandes e do Fábio Ferreira, infelizmente, sabemos que não tiveram uma carreira com a visibilidade que mereciam. É o que dá quando cedemos ao canto de sereia de gente sem escrúpulos que apenas está empenhada em encher os bolsos à custa da ingenuidade alheia.

 

Ainda em 2015, este senhor foi notícia por, também no Facebook, ter escrito um post de nível elevado e recheado de boa educação como é seu timbre, ter anunciado um processo contra o jogador Heldon. Paulo Teixeira é pois useiro neste tipo de práctica para, volta e meia, mostrar que existe.

 

Este cartão de visita é típico de quem tem uma agenda mercenária e vive de expedientes e esquemas. Este cartão de visita é o do senhor Paulo Teixeira.

_________________________________________

 

Resposta de Paulo Teixeira, que exige “ao Sporting que mostre a proposta que foi apresentada pelo tal clube, Tianjin Quanjian” e deixa um sério aviso: “Se vamos lavar roupa suja, eu tenho muita lixívia”:

 

Desenterrar cadáveres, falar do Adrien, do Ricardo Fernandes, do Fábio Ferreira, é de uma incompetência… Se o Sporting tem um diretor de comunicação desses, tem de mandá-lo embora já. Não tem competência nenhuma, um homem que vem buscar negócios já vencidos. Naquela época, a decisão era dos pais dos menores, e o Sporting foi pago pelo Chelsea. O Adrien depois voltou, mas isso não é coisa minha. Quem tomou a decisão foram os pais do jogador. Agora, vem falar de mercenarismo… Ele tem que calar a boca e pedir a demissão !

 

Ou explica por que me ligou às 22h (Bruno de Carvalho) para falar de uma coisa que aparece no dia seguinte, ou então vai ter de me pedir desculpa publicamente. Eu não sou palhaço.

 

Nota: Segundo o que é possível apurar, este Paulo Teixeira, além de empresário de jogadores, tem ligações com o clube chinês Tianjin Quanjian. Esta disposição explicará o telefonema de Bruno de Carvalho, que, note-se, ainda não foi desmentido. Curiosamente, ou não, Nuno Saraiva, na sua missiva de "ataque" a Paulo Teixeira, nem sequer faz a mais pequena referência ao episódio em discussão que o empresário divulgou na praça pública.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:17

Nuno Saraiva "ataca" Rui Vitória

Rui Gomes, em 20.02.17

 

ng6915218.jpg

Nuno Saraiva deixou duras críticas a Rui Vitória via Facebook, depois da recém-conferência de imprensa em que o treinador "encarnado" proferiu o seguinte:

 

"Não brinquem comigo! Eu sei que se tiver uma atitude acicatada aqui ou dentro do campo, tenho 6 milhões de pessoas atrás de mim que se revêem muito naquilo que eu digo. E se eu tenho uma postura cautelosa, também sei que 6 milhões de pessoas têm posturas cautelosas".

 

«Este é o discurso de um treinador que, dizem, nunca fala de arbitragens. Este é o discurso de um treinador que parece estar eivado de raiva e que pode ser interpretado como de alguém que não hesita em ameaçar com um pretenso exército mitológico, que só existe nas fábulas de La Fontaine. Este é o discurso de um treinador que pode ser entendido como de alguém que parece seguir uma linha de intimidação e de condicionamento dos agentes do futebol. No entanto, e sem que nunca tenham tido esta conduta, quem está com processos às costas são o presidente do Sporting Clube de Portugal e Octávio Machado. Aguardemos pois pela intervenção do Conselho de Disciplina, tão célere e diligente quando se trata de outros protagonistas».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:14

 

img_770x433$2017_02_06_22_48_02_1220456.jpg

 

Nuno Saraiva esteve uns dias calado, mas foi "sol de pouca dura", lamentavelmente. Depois de um resultado desportivo menos agradável, há sempre a necessidade de desviar atenções e, para o efeito, fomos brindados com mais uma ignóbil missiva de Facebook, a usual panaceia contra todas as maleitas. Este tipo de comunicações já está a provocar náuseas. Eis um breve excerto do mais "importante":

 

«Passaram as últimas 24 horas, tal como o têm feito sempre, mergulhados na mentira e na busca incessante de divisões e fracturas entre o presidente, o treinador e os jogadores. Inventam-se revoltas no balneário e viram-se ao contrário as declarações de Jorge Jesus para servir o propósito e a agenda de quem nos quer desestabilizar».

 

É possível que me tenha passado despercebido, mas não li nem ouvi nada significativo sobre "divisões e fracturas entre o presidente, o treinador e os jogadores". Creio que o centro de atenção foi Jorge Jesus, tanto quanto às suas opções no Dragão e, muito mais, sobre o seu discurso pós-jogo. Neste contexto, Nuno Saraiva demonstra a falta de respeito que ele e a actual Direcção do Sporting têm pelos adeptos, ao afirmar que as declarações de Jorge Jesus foram "viradas ao contrário", quando todos nós as ouvimos in loco e não deixaram margem para interpretação errónea.

 

Lamenta-se que se viva este constante insofrível clima no Sporting de momento. Pior ainda, aparenta haver um bom número de sportinguistas que pretende prorrogar este flébil estado das coisas por mais quatro anos. Eventualmente, não duvido, minimamente, haverá o inevitável ajuste de contas, mas até lá ainda temos muito a sofrer, a começar com o próprio Clube.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:18

 

RS6114.jpg

 

Sempre que alguém não concorda com as minhas criticas, observações, propostas, meras análises de factos ou cenários, há sempre uma tendência para se meterem com a minha estatura física. Já levei com indignados de 1,85m e 1,90m, mas, se bem me lembro, como diria o Nemésio, ainda não tinha levado com a indignação de um ser mais baixo do que eu.

 

Aconteceu agora com o Nuno Saraiva, director de comunicação do Sporting, que me dedicou um post na sua página do Facebook, a propósito de uma passagem do meu comentário no último Tempo Extra, da Sic Notícias. Há sempre uma primeira vez para tudo.


Era mais ou menos inevitável e já explicarei porquê (“amebas com trela”). Fiquei a saber que há uma nova classe de pigmeus: os pigmeus grandes. Nuno Saraiva considera-se um grande pigmeu grande e isso é sinal de uma ENORME dose de confiança em si próprio, mas é também sinal de que não tem espelhos em casa. Compre um, se Bruno de Carvalho deixar.

 

Fiquei a saber — estamos sempre a aprender — que esta classe de grandes pigmeus grandes tem propensão para mentir e sofre de lapsos de memória.

 

Diz o grande pigmeu grande que lhe telefonei ‘tantas vezes’ a pedir-lhe informação. Quero recordar ao grande pigmeu grande as palavras elogiosas com que me brindou na fase inicial do seu arranque como director de comunicação do Sporting, que conferem com a designação agora utilizada neste post publicado na página do Facebook, segundo a qual sou a “luminária do comentário desportivo”. Na verdade, luminária — para quem não sabe — quer dizer ‘tudo o que alumia” e “pessoa de grande ilustração e competência” e, sem ironia, foi exactamente isso que me disse no nosso primeiro diálogo, uma vez que até aí não tínhamos tido, enquanto oficiais do mesmo ofício, qualquer tipo de conversa: “você, Rui Santos, distingue-se porque construiu uma carreira com base na sua independência e é uma voz ouvida e respeitada”. Como percebi agora que os grandes pigmeus grandes mentem, talvez nesse primeiro amistoso telefonema os elogios já fossem uma construção oportunística, conjuntural e mentirosa.

 

Depois, estes grandes pigmeus grandes têm de se decidir: por um lado, querem que se lhes ligue a confirmar informação; por outro lado, queixam-se de “tantas vezes” receberem chamadas. Primeiro: o Saraiva é pago para, entre outras coisas, responder às questões colocadas pelos jornalistas; segundo: as ‘tantas vezes’ que o grande pigmeu grande refere contam-se através dos dedos de uma mão. Em 8 meses, são assim “tantas vezes”?

 

Saraiva insinua que tenho agenda ou interesses (de outrém) a defender. O facto de saber que não tenho nem agenda nem defendo interesses de facções (nem de sportinguistas, nem de benfiquistas, nem de portistas, nem de outra colectividade, seja grande, média ou pequena) é que irrita os protagonistas da bola. É exactamente por não me deixar capturar (apesar de todas as tentativas nesse sentido) que, ciclicamente, sou atacado e visado. Estou habituado e é precisamente neste momentos que se conhecem os homens. Não me interessa a estatura física. Interessa-me mais a ‘dimensão’ dos miolos. E preocupa-me que alguns tenham os miolos ligados (por canais) ao intestino grosso.

 

Quando Saraiva me chama de paladino da verdade desportiva está a arriscar-se. Não lhe quero chamar fraude, para não baixar ao nível do director de comunicação do Sporting, mas menos ético, no mínimo, é alguém tentar passar a ideia de ter sido o patrono da defesa da Verdade Desportiva, nomeadamente através da introdução das novas tecnologias no futebol. Lamento informar mas ainda ninguém sabia, em Portugal, quem era Bruno de Carvalho e já tentávamos sensibilizar a opinião pública para essa necessidade. A luta pela transparência no futebol português não começou há 4 anos.

 

Vamos ao que importa:


Saraiva está hoje no Sporting em razão das boas relações que o seu patrão sempre teve com esse grupo de comunicação, o que não tem nada de negativo. Mas é assim.

 

Ainda Saraiva estava no DN e já o Jogo tinha acesso a tratamento de excepção por parte do “Sporting de Bruno de Carvalho”. Através de outros canais. O que também não tem nada de negativo. Mas também é assim.


Saraiva faz um elogio à Global Media mas critica-a por não ter publicado o desmentido sobre as notícias de segunda-feira. Onde fica o elogio e onde fica a crítica? Notícias que dão conta da construção de um Sporting de futuro sem Jesus, na véspera de um jogo crucial, não deveriam ser desmentidas de uma forma tão veemente que esse desmentido se ouvisse na China?!…


Pergunto a Saraiva se sabe por que razão o seu presidente fez a viagem de regresso de carro, após a eliminação da Taça de Portugal, e não juntamente com a equipa? Terá sido para apanhar, mais descontraídamente, o fresquinho da madrugada?


Sabe Saraiva o motivo pelo qual, ainda estava eu em antena na terça-feira, já havia um grande reboliço na redacção do Jogo, com movimentações no sentido de se apurar quando e em que condições se iria fazer a rescisão do contrato de Jorge Jesus?


Não saberá Saraiva, esse grande pigmeu grande, a razão pela qual, ao mesmo tempo que eu analisava o momento ‘leonino’ no Tempo Extra, havia figuras ligadas ao Sporting e conhecidas por serem indefectíveis apoiantes de BdC, a defender a tese de que Jorge Jesus devia pedir a demissão?

 

Acha Saraiva que estou a dormir? As notícias de esvaziamento dos poderes de Jorge Jesus e a saída de Octávio são coincidências? E eu pergunto: quem é que deu esses poderes a Jorge Jesus? Quem é que lhe aumentou as condições salariais já depois de entrar em Alvalade? Querem fazer de Jorge Jesus um novo Marco Silva? Querem meter-se com o fato de treino de Jorge Jesus e das vezes que não foi para o banco com fato oficial e deu entrevistas sem autorização? O treinador do Sporting pode ter (e tem) algumas responsabilidades na má época que o Sporting está a realizar. Mas sejam homenzinhos. Não se fazem contratos até 2019 para, à primeira contrariedade, se tentar achar e construir internamente um bode expiatório.

 

No meio do desespero, tenho pena deste papelinho que Saraiva está a fazer, um papel pouco higiénico, mas os ex-jornalistas sabem, ou pelo menos deviam percepcionar, que quem vai para o futebol para ser a voz do dono corre o risco de se transformar numa ameba. Já imaginaram uma ameba com trela? Daria um excelente ‘cartoon’.

 

Cresçam !
 
                                                                                  Rui Santos
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:01

 

 
Nuno Saraiva SCP
 

Basta!

 

A RTP, canal público de televisão, voltou hoje a prestar um péssimo serviço ao País em geral e ao Futebol em particular.

 

Em mais uma promoção da autoria da empresa externa Filhos da PUB – curioso nome – de que é accionista Gonçalo Morais Leitão, alguém que se afirma Sportinguista mas cuja conduta profissional e ética tem sido, em vários momentos recentes, a todos os títulos lamentável, a RTP manipula de forma grosseira e intelectualmente desonesta a realidade, utilizando declarações do Presidente do Sporting Clube de Portugal no passado fim-de-semana e, contrariando-as, com imagens anteriores recolhidas no final do jogo entre o Vitória de Setúbal e o Sporting CP para a Taça da Liga. Isto não é sério, muito menos é digno, e significa uma ofensa a mais de 3,5 milhões de Sportinguistas.

 

Num tempo em que o ambiente no futebol português está crispado e em que todos os cuidados são poucos para fazer baixar a tensão numa industria de massas como é esta, a RTP que devia ter por missão o Serviço Público guiando-se por critérios de objectividade e neutralidade, revela, mais uma vez, preconceito e, atrevo-me a dizer, algum anti-sportinguismo primário.

 

Com esta conduta, a RTP não honra nem prestigia a Comunicação Social portuguesa e arrisca-se mesmo a ser rastilho de cenas pouco dignificantes e indesejáveis no futebol nacional.

 

Por nós, Sporting Clube de Portugal, não toleraremos mais este tipo de comportamento por parte da RTP. Além da competente denúncia à Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC), vamos solicitar, com carácter de urgência, uma reunião conjunta com o Presidente do Conselho de Administração da Rádio Televisão de Portugal e com o Presidente do Conselho Geral Independente, órgão que tutela esta empresa pública.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:15

Será que explica tudo ?

Rui Gomes, em 12.12.16

 

600_574d6c8f0cf2b4e23cc49604.jpg

 

Nuno Saraiva, director de comunicação do Sporting, publicou na sua página Facebook, pouco depois do jogo, uma extensa crítica à equipa de arbitragem liderada por Jorge Sousa, culpando-os pela derrota.

Eis um excerto da publicação de Nuno Saraiva:

«Hoje o Sporting Clube de Portugal perdeu. Noutras ocasiões aconteceu por culpa própria. Desta vez fomos derrotados por influência directa da equipa de arbitragem.

Dois penáltis evidentes (Pizzi aos 24`, que resulta em dupla penalização porque inicia a jogada que dá origem ao primeiro golo do jogo, e Nelson Semedo aos 41`) que, por não terem sido assinalados, determinaram o desfecho do jogo.

Não queremos acreditar que, afinal, as pressões ainda resultem ou que existam profissionais que não estejam à altura de uma competição com a importância do Campeonato Português. Queremos então acreditar que, apenas por triste coincidência, as noites infelizes acontecem demasiadas vezes quando joga o Sporting Clube de Portugal. Veja-se, por exemplo, o que aconteceu na jornada anterior em que, para vencermos o Vitória de Setúbal, tivemos que marcar 4 golos limpos para que dois fossem validados.»

 

Sem pretender minimizar o impacte das decisões da arbitragem, nomeadamente nos dois lances passíveis de grande penalidade, não deixo de questionar se explica tudo sobre o jogo deste domingo entre os eternos rivais.

 

Parece.me que a não finalização do Sporting também contribuiu muito para o desfecho deste embate. Oportunidades foram criadas, mas faltou o melhor, e sem golos não se vence jogos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:24

 

nunosaraiva1dr.jpg

 

 
 
 
Nuno Saraiva SCP
 

 

Rui Gomes da Silva, no seu habitual estilo trauliteiro, questionou o facto de a CMVM não perguntar quem é o investidor do Sporting.

 

Aqui, até porque nos pautamos pela transparência, não temos medo de revelar as coisas. A resposta é simples: ainda não perguntaram pois toda a equipa da CMVM procura obter do Benfica as respostas às seguintes interrogações:

 

- Quem é o Brasa FC e que negócio foi esse?


- Que negócios de branqueamento de dinheiro são aqueles de que se fala no Paraguai?


- Que consequências para o mercado terá o chamado caso "vouchers"?


- Porque é que o Benfica anunciou que recebeu o dinheiro da venda de Renato Sanches a pronto e depois o relatório de contas da Benfica SAD diz o contrário?


- Porque proclamou o Benfica que fez o melhor negócio de direitos televisivos e afinal existem documentos que comprovam o contrário?


- Que ligações existiam entre o Benfica e o BES, nomeadamente o Dr. Amilcar Morais Pires?


- Qual o real montante da dívida do Benfica que está no "Banco Mau" (BES)?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:48

Comunicações sem decoro

Rui Gomes, em 20.11.16

 

 
Nuno Saraiva SCP
 

Ao Rui, Homem e atleta dos melhores, agradeço-lhe todo o Esforço Dedicação Devoção e Glória que nos tem dado. E digo-te, sem qualquer hesitação, que, para mim e, estou certo, para todos nós Sportinguistas e outra gente de bem que não somos nem mesquinhos nem canalhas. Parabéns, Campeão!, estás entre os melhores do Mundo.

 

To Rui, man and athlete of the best, thank you for all the effort dedication devotion and glory which has given us. And I'll tell you, without any hesitation, that, for me, and I'm right, for all of us a like and other good people that we are not petty or scoundrels, you're among the best in the world. Happy birthday, champ!
 

14440633_1894903994065988_8311666068213533401_n.jp

 

Como sportinguista, sinto-me triste e envergonhado ao ler mais um indecoroso post de Nuno Saraiva, director de comunicação do Sporting Clube de Portugal. Por muito menos, ao serviço de qualquer outra entidade patronal digna do nome, seria prontamente demitido. Contudo, como neste caso concreto a sua conduta reflecte apenas o exemplo do seu chefe, uma medalha de honra estará em ordem.

 

"Para todos nós Sportinguistas e outra gente de bem que não somos nem mesquinhos nem canalhas"...

 

Mesmo em referência a qualquer "boca" gratuita de terceiros, nunca deveria ser integrado numa mensagem que visa congratular Rui Patrício pelo décimo aniversário da sua estreia na equipa principal do Sporting.

 

Lamentável, muito lamentável, este momento que se vive no nosso Sporting, onde os dirigentes responsáveis são incapazes de demonstrar o mínimo de decoro e dignidade. E, para agravar este estado das coisas, não faltarão "devotos" para os felicitar por estas indecorosas iniciativas.

 

(Já não perco tempo a comentar a infantil tradução em inglês do texto)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:53

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo