Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

12794566_10153300119256555_3925621463823661539_n.jng6059636.jpg

 

 

O Sporting CP B perdeu hoje na deslocação ao terreno do Olhanense por 1-0, no encontro a contar para a 32.ª jornada do Campeonato Nacional da II Liga. Betinho, já no decorrer da segunda parte, acabou por fazer o auto-golo que colocou os algarvios na frente do marcador e lhes garantiu a vitória.

 

Com este resultado, o Sporting permanece em 12.º lugar, com 40 pontos, 19 atrás do líder FC Porto, e o Olhanense sobe provisoriamente ao 10.º lugar, com 45 pontos.

 

Reconhece-se que a classificação dos "Bês" não é a consideração mais importante, mas não deixa de ser preocupante esta crise de resultados que, salvo erro, regista apenas uma vitória e um empate na última dúzia de jogos.

 

À distância e sem conhecimento do que se passa no foro interno, é difícil apurar a causa desta pouco conseguida fase da época, mas é por de mais evidente que algo não vai bem no reino do "leão" B comandado por João de Deus, que, na foto, está visivelmente chateado com o estado das coisas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:04

45 minutos foram bons !

Rui Gomes, em 15.02.14
 

 

 

O Olhanense não é o Benfica, obviamente, mas notou-se logo a partir do apito inicial o tipo de intensidade e dinâmica de jogo que nos habituámos a esperar da equipa do Sporting esta época. Excelentes movimentos de transição pelas alas, tanto por Heldon como por um muito inspirado Carlos Mané, que acabaria por marcar o único golo da partida, servido de forma exemplar por Fredy Montero. O avançado colombiano deve ter ficado a pensar: "Assim é que se faz, é assim que eu quero ser servido". E de forma inesperada, por ser tão invulgar, até verificámos acção de qualidade pelo miolo, que infelizmente não foi devidamente aproveitada por quem ficou em boa posição de remate em três ou quatro ocasiões, como foi o caso de André Martins. 58 por cento posse de bola e 16 remates contra 5, a favor do Sporting, na primeira parte, em que Rui Patrício só aos 44 minutos foi chamado a fazer a sua primeira defesa do dia e, ainda, o golo mal invalidado a Fredy Montero aos 27', por fora de jogo mal assinalado pelo árbitro auxiliar.

 

O Sporting, por razões difíceis de compreender, reduziu a intensidade e baixou o ritmo do seu jogo após o intervalo, deixando de exercer o controlo que era seu até esse ponto do jogo. Mesmo assim, ainda foram surgindo algumas oportunidades para dilatar o marcador, com destaque para um potente remate de Carrillo, aos 84', que foi ao poste esquerdo da baliza do Olhanense. Apenas em uma única ocasião houve perigo eminente para Rui Patrício, num ressalto confuso em que a bola acabou por ir ao lado.

 

Alguns reparos finais:

 

- Marcos Rojo viu o seu 5.º amarelo da campanha, que significa que vai falhar a visita ao Rio Ave. Até é um mal menor, porque limpa o registo e fica apto para a recepção ao SC Braga na 21.ª jornada. Também em situação de perigo estão Maurício, Adrien e Montero, com 4 amarelos, o último já há diversos jogos.

 

- Inconfundível a presença de William Carvalho no meio campo do Sporting, a lembrar a falta que fez no jogo na Luz.

 

- Fredy Montero fez um excelente jogo, muito embora não tenha conseguido dar ponto final à "seca" de golos, pese o que foi mal invalidado.

 

- O Sporting continua com muita dificuldade no que à finalização concerne.

 

- Wilson Eduardo voltou a demonstrar, na minha opinião, aqullo que eu tenho vindo a referir já há algum tempo: não é um extremo natural, mas sim um falso ponta de lança. O seu primeiro instinto é sempre rematar, e raramente se preocupa a ver primeiro quem pode servir na área, a exemplo daquela jogada em que foi desmarcado por Montero, ficando este, então, à espera da retribuição.

 

- A título de curiosidade, gostaria de saber quem determinou que Jefferson marca bem os livres. Estamos muito mal servidos nesta área.

 

- Acho que hoje tinha sido uma excelente oportunidade para dar 30 minutos de jogo a Shikabala, mas... o  treinador saberá o que é melhor, com certeza.

 

- O Sporting cumpriu a sua obrigação a garantir estes três pontos e agora resta esperar pelos resultados dos rivais. Isto, apesar de Leonardo Jardim ter afirmado, pós-jogo, que o Sporting "não está preocupado com a classificação". Se não está, quem é que vai estar ?... Estas considerações "diplomáticas" ultrapassam-me completamente.

 

- 29255 espectadores em Alvalade. Os adeptos continuam a apoiar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:34

A convocatória para o Olhanense

Rui Gomes, em 14.02.14
 

 

Tal como fez para o recém-embate na Luz, Leonardo Jardim voltou a convocar 20 jogadores para o Olhanense, em vez dos usuais 19. Significa isto que dois dos convocados assistirão ao jogo na bancada de Alvalade. Como ele tem alternado, Vítor Silva esteve fora dos equipados n terça-feira e deverá ser a vez de Magrão, salvo existir uma qualquer outra agenda com o médio brasileiro. A dúvida principal recai sobre o segundo jogador: com William Carvalho e Jefferson de regresso e com Heldon integrado no grupo, há um excesso de extremos no plantel. Por conseguinte, é de prever que a escolha venha deste lote, e o que aparenta ser o candidato principal, pela sua escassa utilização em semanas recentes, é André Carrillo. Não seria a minha opção, mas como Leonardo Jardim anda encantado com o jovem Carlos Mané, entendo que será essa a sua decisão. A única outra hipótese é Iván Piris, mas com Jefferson a regressar de uma lesão, existe sempre a possibilidade de se ressentir, caso entre logo no jogo.

 

Na minha opinião, o técnico não vai querer dar a satisfação a alguns críticos e apresentará novamente a equipa em um 4x4x2, com a seguinte constituição:

 

Rui Patrício; Cédric Soares, Maurício, Marcos Rojo e Jefferson; William Carvalho, Adrien Silva, André Martins e Heldon; Fredy Montero e Slimani.

 

Como sempre, o maior debate centra-se na escolha de extremos, mas como este sistema de jogo apenas pode acomodar um, Jardim insistirá com Heldon, para justificar a sua estreia no "derby" e porque até deu boas indicações no jogo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:33

Já temos árbitro !

Rui Gomes, em 14.02.14
 

 

Hugo Miguel, árbitro internacional da Associação de Futebol de Lisboa, foi nomeado pela Comissão de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol para apitar o jogo da 19.ª jornada, entre o Sporting e o Olhanense, em Alvalade. Este será o segundo desafio da época do Sporting em que o bancário de 37 anos irá actuar. O primeiro foi na 3.ª jornada, pela recepção ao Benfica, que terminou empatado. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:57

 

 

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo da 19.ª jornada da I Liga, frente ao Olhanense, e ainda na "ressaca" do desaire exibicional da equipa leonina na Luz, Leonardo Jardim teceu algumas considerações relevantes para a recuperação imediata da equipa.

 

Começou por considerar que a mensagem do presidente no Facebook não foi uma reprimenda, mas sim uma expressão de insatisfação pelo ocorrido. Decerto que terá sido confrontado por um jornalista com esta questão, mas deveria ser desnecessário o treinador vir a explicar e/ou a justificar os actos do presidente. Com isto em mente, a sua análise da contenda é perfeitamente compreensível, visando união interna, sobretudo, quero crer.

 

Não hesita em sublinhar que a exibição no "derby" foi um dos piores jogos da época para os seus jogadores, que eles reconhecem isso sem a necessidade de alguém lhes dar uma qualquer reprimenda nesse sentido. Acredita, contudo, que os seus pupilos vão dar uma boa resposta já no próximo jogo frente ao Olhanense. Nada a apontar sobre estas considerações, em contrário, até porque a confiança tem que começar com ele e daí ser transmitida aos atletas.

 

Questionado sobre a opção por Heldon no jogo da Luz, o técnico explicou que as suas decisões são baseadas no rendimento dos jogadores e não no seu tempo de casa. Aponta, com toda a lógica, que a competitividade interna é importante para os jogadores se valorizarem e quanto maior competitividade, mais intensidade e qualidade. Relativamente à sua utilização de jogadores, como qualquer outro treinador em qualquer outra equipa, sujeita-se à opinião crítica vinda da bancada do adepto que, quer se queira quer não, não deve ser equacionada na sua tomada de decisões. É perfeitamente natural que os outros extremos tenham sentido a opção pelo recém-chegado jogador em seu detrimento, mas isto são questões com que treinadores lidam todos os dias e, consequentemente, a responsabilidade é toda de Leonardo Jardim. Dito isto, também não é segredo algum que todos os treinadores desportivos têm as suas tendências pessoais, e um qualquer jogador que não merece a confiança de A, B ou C, é um fora-de-série para outro. Exemplos desta natureza são inúmeros no futebol e ainda ontem me lembrei disto quando verifiquei quem marcou mais dois golos pelo Tottenham. Confesso, no entanto, que gostaria de ter ouvido uma explicação mais detalhada sobre o "desaparecimento" de André Carrillo, o extremo mais criativo da equipa e, potencialmente, o mais brilhante.

 

Pelas palavras de Leonardo Jardim, parece que Jefferson não foi tão enorme "bluff" como se entendeu originalmente. Estava apto para jogar na Luz, caso o treinador assim entendesse, e faz parte das contas para o jogo com o Olhanense. O técnico considera que o lateral esquerdino e William Carvalho são "peças" centrais na equipa, porque além de defenderem, fazem parte essencial da construção do jogo ofensivo.

 

Foi também explicado que o objectivo em colocar dois avançados em campo - com Montero a jogar nas costas de Slimani - é de ter mais jogo aéreo e maior presença dentro da área. Quando só joga um, o Sporting conduzirá mais o seu jogo pelos corredores, como tem feito toda a época. O que também é perfeitamente compreensível, mas... falta o tal "10" que tanto nos tem preocupado.

 

Não garante que entrem dois avançados logo de início no embate de sábado, mas a sua estratégia passa por exigir mais intensidade logo no início do jogo e chegar à frente com mais qualidade para viabilizar a finalização. Tudo lógico, decerto, veremos então a execução por parte dos jogadores.

 

Em geral, uma conferência bem conseguida pelo técnico do Sporting, como aliás têm sido praticamente todas durante a época. Não verifiquei qualquer comentário sobre a evolução de adaptação de Shikabala, jogador que pessoalmente desejo ver em campo o mais breve possível, por mais que não seja para se poder determinar se ele terá de facto os atributos necessários para fazer a diferença nesta equipa do Sporting.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:51

Bem embalados !

Rui Gomes, em 15.09.13

 

 

Não obstante a merecida vitória, apenas e tão só por termos sido a melhor equipa em campo, apetece-me dizer - mas não digo - que andamos com a "estrelinha de campeão". Uma primeira parte mais equilibrada do que a segunda em que o Sporting desperdiçou duas ou três boas oportunidades para marcar e que, sem a tal "estrelinha", poderia ter tido um desfecho muito diferente ao intervalo. Aos 39 minutos bola à trave da baliza de Rui Patrício pela marcação de um pontapé de canto em que Maurício falhou na cobertura defensiva. Aos 44 minutos, outro erro do defesa central pelo atraso curto para o guarda-redes e onde valeu Rui Patrício com uma excelente intervenção mesmo à entrada da área. Por fim, o primeiro golo da partida aos 51' por Fredy Monteiro, com um excelente cabeceamento, embora tenha beneficiado de posição irregular no momento em que a bola foi cruzada.
 
Justo relevo para o primeiro golo de André Martins com a camisola da equipa principal do Sporting aos 59 minutos, com um toque muito subtil a bater Ricardo por cruzamento de Wilson Eduardo. O Sporting apresentou-se novamente muito bem organizado, talvez com insuficiência de jogo pelo miolo na primeira parte, e um excelente regresso à titularidade de Diego Capel, um jogador que faz a diferença e que acelera esta equipa do Sporting. Perdi conta das faltas que sofreu e dos cartões amarelos que provocou, um deles, o último salvo erro, que, para mim, devia ter sido vermelho pela falta com os pitões levantados no calcanhar de Capel. Eric Dier muito sereno no eixo da defesa, como nos habituou.
 
Leonardo Jardim terá surpreendido com a entrada de Capel no lugar de Carrillo. Havia alguma expectativa que Rúben Semedo seria a opção pela ausência de Marcos Rojo, pela suposta falta de ritmo de Eric Dier, mas a decisão do treinador não foi surpresa estrondosa. Mais cedo ou mais tarde Eric Dier irá agarrar a titularidade, sendo a única dúvida quem irá substituir.
 
Mais uma vitória que nos permite manter o 2.º lugar na tabela classificativa e uma disposição que só pode dar acrescida confiança aos jogadores leoninos. Olegário Benquerença fez uma arbitragem sem grandes alarmes e não teve influência no resultado. O erro no primeiro golo do Sporting é da responsabilidade do árbitro auxiliar. 
 
Nota à parte: apesar da sua condição como adversário, gostei imenso de rever o nosso "velho" amigo Ricardo, por quem nutro muita estima.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:45

Os convocados

Rui Gomes, em 15.09.13

 

 

 

Para o embate no estádio do Algarve frente ao Olhanense, Leonardo Jardim convocou os seguintes 19 jogadores:

 

Guarda-redes: Rui Patrício e Marcelo Boeck

 

Defesas: Cédric, Welder, Maurício, Eric Dier, Rúben Semedo e Jefferson

 

Médios: William Carvalho, Adrien Silva, André Martins, Rinaudo, Magrão e Vítor Silva

 

Avançados: Cariillo, Wilson Eduardo, Diego Capel, Fredy Montero e Slimani

 

É de esperar os mesmos onze do último jogo à excepção de Rúben Semedo no lugar do lesionado Marcos Rojo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:31

Faltaram os golos,como sempre

Rui Gomes, em 11.05.13

O Sporting dominou o jogo com o Olhanense quase totalmente, mas como já nos habituou desde o início da época, não sabe marcar golos e ainda foi preciso Rui Patrício fazer uma excelente defesa - a sua única da partida - para salvar a vitória conseguida através do belo remate de Diego Capel.

Com o Estoril a derrotar o Beira-Mar mesmo ao cair do pano, o cenário no topo da classificação ficou definido e o Sporting não participará nas provas europeias na próxima época. Resta agora encerrar o campeonato com a visita a Aveiro na próxima jornada, jogo pouco significativo para a equipa leonina mas vai enfrentar um adversário que luta desesperadamente pela permanência na I Liga.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:07

Mais um pequeno passo no rumo certo

Rui Gomes, em 13.01.13

Olhanense 0   Sporting 2 

 

Sem ser brilhante, uma das exibições mais sólidas da época pelo Sporting. Uma equipa bem «arrumada», a mostrar acréscimo de confiança e com diversos jogadores em bom plano, nomeadamente Adrien Silva e Rinaudo na luta a meio campo e uma excelente prestação de Labyad, a marcar um belo golo e a aparecer na sua posição mais natural, no miolo ofensivo e em suporte de Ricky van Wolfswinkel. Sem qualquer mérito meu, preza-me verificar que Jesualdo Ferreira apresentou o sistema tático que eu tenho vindo a sugerir, um 4x3x3 que, em movimento, transforma-se num 4x1x3x2. A defesa não teve quaisquer lapsos de relevo e Rui Patrício só foi chamado a fazer uma única defesa com algum grau de dificuldade. Miguel Lopes algo discreto na sua estreia, especialmente na segunda parte, evidenciando falta de ritmo competitivo. Deseja-se que este notável melhoramento continue, permitindo que a equipa se aproxime mais dos patamares que se exige. 

 

O pior elemento em campo foi o árbitro, num jogo que até não ofereceu complicações invulgares. Diversos erros de ordem técnica ao longo dos 90+3 minutos e critérios disciplinares absolutamente absurdos, com um injustificável número de cartões amarelos: Jeffrén aos 18 min. - Adrien Silva aos 29 min. - Miguel Lopes aos 58 min. - Carrillo aos 69 min. e Rinaudo aos 73 minutos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:44

Juniores: Olhanense 1 Sporting 3

Rui Gomes, em 25.11.12

 

A equipa de juniores do Sporting foi ao Algarve vencer o Olhanense, por 1-3, em jogo a contar para a 14.ª jornada do Campeonato Nacional. Os golos «leoninos» foram marcados por Cristian Ponde aos 19 minutos e por Farley Rosa aos 74. O outro tento foi da autoria de um defesa da casa  na sua própria baliza.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:34

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo