Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

BFT0HS92.jpgpintodacosta.jpg

 

Muito além da época sem qualquer aproveitamento - tanto desportivo como financeiro - e o estado do futebol profissional do Sporting, onde "estrutura" e "projecto" não passam de termos fantasistas para preencher papel e entreter audiências, foi deveras relevador o recém-reatamento de relações institucionais com o FC Porto - há quem diga que é uma aliança a fim de combater a aparente hegemonia dos "encarnados" - após quatro anos de costas voltadas.

 

No respectivo comunicado para anunciar o acto, entre outras considerações, foi referido o seguinte que dá causa para reflexão:

 

"(...) Verificámos que há caminho que pode e deve ser feito em conjunto, considerando que é muito mais aquilo que nos une do que aquilo que nos separa».

 

A questão, ou melhor, a pergunta que deve ser apresentada aos 89,13% que votaram em Bruno de Carvalho, é se foi em antecipação de tudo isto que lhe transmitiram total confiança e lhe concederam poder absoluto por mais quatro anos, na liderança do Sporting Clube de Portugal.

 

Como a notória falange de apoio tem andado muito desaparecida desde o acto eleitoral, não surpreenderá a sua não participação em esclarecer esta importante questão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:15

Os homens da bola (22)

Rui Gomes, em 25.04.17

 

21024904.jpg

 

«Nós queremos o F. C. Porto campeão dos campeões, o que tem de lutar contra tudo e contra todos. Vamos continuar a lutar e vamos continuar sabendo que há assassinatos no futebol que são atirados para canto e ao mínimo cântico lampião somos castigados e sabendo que ficamos privados de um importante jogador por ter encostado a cara ao quarto árbitro sem ser uma girafa. Isso dá-nos mais força. Deixem de cantar e quem não salta é lampião e passem a cantar e quem não deixe é candeeiro».

 

 

Jorge Nuno Pinto da Costa no dia em que celebrou o 35.º aniversário em que tomou posse como presidente do FC Porto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:05

O problema do lugar...

Rui Gomes, em 17.04.17

 

AI4IS2SE.jpg

 

Num comunicado publicado no sítio oficial, o SC Braga diz "interpretar o comportamento do presidente do FC Porto, ao ausentar-se do lugar que havia assumido na primeira parte, como uma desconsideração para com o clube, a sua Direcção e o seu presidente.

 

À margem dos estados de humor e dos resultados desportivos estão os emblemas e as relações institucionais, que o Sporting de Braga e a sua Direcção sempre estimaram e respeitaram, pugnando, como tal, por idênticas posturas das suas congéneres.

 

O Sporting de Braga reserva o direito de convidar para aquele espaço as entidades e personalidades que bem entenda, ainda que impondo às mesmas uma conduta assente no respeito e na sobriedade".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:25

Os homens da bola (1)

Rui Gomes, em 03.04.17

 

21024904.jpg

 

«Não vale a pensa insistir que não vou falar sobre arbitragem. Pode insistir à vontade que daqui não leva nada. Você vive da chafurdice e eu não».

 

Jorge Nuno Pinto da Costa, em resposta a um jornalista da SIC, após o "clássico".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:56

 

pinto_da_costa_pos_eleicoes%20(3).jpg

 

«Tenho a certeza absoluta que neste momento está muito feliz. Era um homem como infelizmente há poucos. Era um homem que era fácil ser amigo. Já se percebia que era diferente dos outros. Tive o prazer de em 1982, na minha tomada de posse, Fernando Martins ir propositadamente ao Porto dar-me um abraço. Três dias depois vim a Lisboa agradecer. Sentimos uma grande empatia. Quando despoletou o caso 'Apito Dourado' entrevistaram o sr. Fernando Martins que disse que era tudo mentira, que sabia de onde vinha e que não ia dar nada porque era tudo era mentira. Provou-se que era mentira e a prova é que foi tudo anulado, tudo arquivado. Não tive a mínima pena sobre qualquer processo do Apito Dourado. Isto demonstra sua grandeza, a sua amizade. Quando passados tantos anos ainda há um papagaio avençado que na televisão só fala de Apito Dourado...».

 

Jorge Nuno Pinto da Costa à margem do lançamento do livro "Fernando Martins-Retratos de uma vida", no dia em que o antigo presidente do Benfica completaria 100 anos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:51

 

ng570B842A-9751-4FE7-AE6D-1090D681B7C8.jpg

 

«Não estou a pôr em causa a seriedade das pessoas ou segundas intenções. Estou a constatar factos e nós demonstrámos, há quinze dias, numa exposição, que houve 13 penáltis por assinalar. Com o que não foi assinalado com o Marítimo e com o que não foi assinalado hoje, quando o FC Porto perdia, faz quinze. É isso apenas que nós constatamos. Se o Conselho de Arbitragem acha que isto é normal e está correto, se calhar, chegamos ao fim e, em vez de quinze, temos trinta. Mas espero que tomem medidas para que os jogos sejam correctamente dirigidos».

 

Quase que me já tinha esquecido deste Pinto da Costa, cuja carreira como presidente do FC Porto é adornada por um vasto de leque de "triangulações" bicudas - a vasta maioria da sua autoria -, mas nunca constou que qualquer uma delas fosse de natureza ocular.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:00

 

Opinião-250.jpg

 

Até pode ser que Pinto da Costa esteja limitado pela idade, todos mais tarde ou mais cedo acabamos por estar. Mas também pode ser estratégia, pois continua a ser uma velha raposa. Por outro lado, Pinto da Costa, conhece os meandros do futebol como ninguém e sabe que ainda está chamuscado por casos de arbitragem. Portanto é natural que se afaste dessas polémicas.

 

E com todo o respeito pelas opiniões expressas, eu considero que nesta questão de estabelecer influências não há inocentes. No nosso Sporting, se for possível criá-las, não me parece que sejam enjeitadas. Temos um exemplo bem recente de um membro da direcção anterior, embora concretizado de forma grosseira e muito ingénua.


Bruno de Carvalho apareceu na praça como o grande moralizador, mas apenas de fachada. É impossível que alguém queira, como "outsider", mudar uma realidade muito complexa. O estabelecimento de redes de influência, criticável, mas generalizada, exige muita inteligência, alguma paciência, e nunca se faz através de "sound bites" na praça pública.


Sobre a questão dos "vouchers" em concreto, percebo que os sportinguistas queiram alimentar o assunto com o intuito de descredibilizar a direcção do rival. E considero que se cometeram ilícito, devem ser castigados. Cabe às instâncias adequadas actuar em conformidade. Sem pôr em causa a liberdade que todos temos de manifestar opinião soube o que nos aprouver, prefiro a rivalidade que existe dentro das quatro linhas. Talvez porque já esteja afectado pela marcha inexorável do tempo.

 

                                                                                                                   Nação Valente

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:15

Os anos passam e não perdoam

Rui Gomes, em 20.10.16

 

pintodacosta.jpg

 

Ao longo dos anos fomos habituados a um certo tipo de participação pública por parte de Jorge Nuno Pinto da Costa e estranhamos que desde há uns tempos a esta parte a sua visibilidade, e respectiva oratória, tem vindo a ser reduzida significativamente, quase ao ponto de não darmos pela sua existência. 

 

Poderia recorrer ao velho provérbio "quem tem telhados de vidro não atira pedras ao vizinho", mas, na realidade, esta consideração nunca persuadiu o presidente do FC Porto a condicionar a sua oratória, especialmente no que diz respeito aos outros dois "grandes" do futebol português.

 

Acredito mais numa outra realidade que eventualmente afecta todos nós, ou seja, os anos passam - e já lá vão 78 - e não perdoam. A energia mental e física já não é a mesma da nossa juventude e a apetência para confrontação também não se evidencia ao mesmo nível. Creio que só isto explica a reacção de Pinto da Costa à história dos notórios "vouchers" do Benfica, tema que em tempos de outrora daria "pano para mangas".

 

Na ressaca da vitória do FC Porto em Bruges, Pinto da Costa, para além da análise à partida, rejeitou ainda tecer considerações sobre as buscas realizadas pela PJ à SAD do Benfica, no âmbito do caso dos vouchers:

«Isso não me diz respeito. Eu falo do FC Porto e daquilo que interessa ao clube. Para falarem disso têm os comentadores televisivos… Isso são coisas que discutidas não trazem nada de bom ao futebol. Portanto eu não alinho a falar, sobre que clube for, em problemas dessa espécie».
 
Pois... e o sol nasce no Ocidente !... Não, meus amigos, a realidade é mesmo o passar dos anos e... estes não perdoam.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:20

Os tempos verdes de Pinto da Costa

Rui Gomes, em 25.08.16

 

pcgr.jpg

Pinto da Costa, guarda-redes do Sporting Clube de Coimbrões

 

 

Com mais um 'clássico' Sporting - FC Porto a bater à porta, esta interessante curiosidade, provavelmente conhecida de muitos dos sportinguistas mais antigos:

 
Como se testemunha fotograficamente, Jorge Nuno Pinto da Costa – o tão polémico e suspeitoso presidente portista – jogou, de 'leão ao peito', como guarda-redes do Sporting Clube de Coimbrões, uma colectividade de Vila Nova de Gaia, antiga filial do Sporting Clube de Portugal. Aconteceu no início da década de 70, tinha ele pouco mais de 30 anos.
 
E, segundo se dizia na altura, esteve quase a ser contratado – imagine-se! – pelo Sporting, numa aquisição conjunta com Pedroto. O que não se terá concretizado devido, como se especulava, a firme oposição pessoal de João Rocha, que iniciava então a sua longa e pródiga presidência do Sporting.
 
Talvez esta recusa sportinguista tenha contribuído para que Pinto da Costa cessasse definitivamente a sua carreira de futebolista e enveredado, aos 35 anos, pelo dirigismo desportivo – começando, por convite de um amigo, como chefe da secção de hóquei em patins do FC Porto.
 
Enfim, coisas bizarras da história mirabolante do futebol português...
 
 
Nota: Texto da autoria do nosso estimado leitor Leão da Guia, a quem agradecemos, desde já, a gentileza da sua colaboração.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:09

Frase do Dia

Rui Gomes, em 22.05.16

 

84CPZRQ0.jpg

 

«Quando se diz que a Taça de Portugal pode salvar a época, e tal como o nosso treinador disse, o que dizer daqueles que durante épocas salvaram temporadas só com Taças da Liga? O que se pode dizer daqueles que afirmam que a época foi espectacular e que só ganharam a Supertaça? O FC Porto dará sempre muito valor à Taça de Portugal. Não há melhor lugar para a Taça do que no museu do FC Porto. Afinal, foi lá que o nome de Portugal nasceu».

 

O que será do futebol português sem o humor negro de Jorge Nuno Pinto da Costa ?

 

P.S.: O humor negro é um subgénero do humor que utiliza situações consideradas por muitos como de mau gosto ou politicamente incorrectas, preconceituoso, usualmente de natureza mórbida, para fazer rir ou divertir o público menos susceptível.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:43

Frase do Dia

Rui Gomes, em 02.05.16

 

pinto_da_costa_foto_jose_coelho_lusa1739b551.jpg

 

«O Sporting foi a melhor equipa do campeonato, a que apresentou maior dinâmica. Se vencer o campeonato vence com toda a justiça. No campeonato foi beneficiado em dois jogos enquanto, se calhar, alguns só não foram em dois».

 

                                                                                                Jorge Nuno Pinto da Costa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:13

 

pinto_da_costa_2_6054494f_base.jpg

 

À margem da cerimónia inaugural da Peace Run europeia, que arranca esta quinta-feira no estádio do Dragão, Pinto da Costa abordou a arbitragem nacional, denunciando o modo de funcionamento da Comissão de Nomeações do Conselho de Arbitragem.

 

O líder portista criticou a forma como a arbitragem está a ser dirigida em Portugal, acusando Vítor Pereira de fazer sozinho as nomeações. No final de cada reunião da comissão de nomeações, Lucílio Baptista e Luís Guilherme, que também integram o órgão, assinam um documento em que se abstêm das escolhas efectuadas.

 

Até é de admitir que haja uma boa dose de verdade em algumas das disposições citadas por Pinto da Costa, mas vindo de quem vem, é sempre prudente ficar com um pé atrás, não só pelos antecedentes históricos, como também pelos óbvios interesses vigentes. Eis o que ele teve para dizer:

 

«Há uma comissão de nomeações. Ela é formada por três membros. Pelo senhores Vítor Pereira, Luís Guilherme e Lucílio Baptista. Em todas reuniões, o senhor Luís Guilherme e Lucílio Baptista abstêm-se por não estarem de acordo com a forma que está a ser gerida a arbitragem,nomeadamente, pelo senhor Ferreira Nunes de Coimbra, que controla as classificações e também os observadores. Estamos num impasse. Temos um concelho de arbitragem com três elementos que tem de nomear e dois abstêm-se. Se acham que isto dá garantias à arbitragem e aos seus bons árbitros, eu fico surpreendido.

 

Eu acho graça. Quando o Antero me perguntou quem ia ser o árbitro do nosso próximo jogo, eu disse-lhe que era um dos dois. Ou é o João Capela ou o Nuno Almeida. Afinal, acertei.

 

Não sei do que me está a falar (visita da claque portista ao restaurante do pai de Jorge Ferreira). Se é do senhor Jorge Ferreira, eu demarco-me completamente, dele e das suas arbitragens. A claque não tomou posição nenhuma, senão eu teria conhecimento. Até porque as claques não têm nada a ver com a arbitragem, reclamam como qualquer outro adepto. Vejam os programas televisivos de pseudo-comentadores de futebol, o que dizem dos árbitros. Esses é que se deviam demarcar desse tipo de comentários, pois não ajudam o futebol.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:12

"Novela" Carrillo e afins

Rui Gomes, em 29.01.16

 

pinto-da-costa3_13 (2).jpg

Em declarações à SIC, Pinto da Costa revelou informações que aparentam dar mais fundamento aos rumores que ligam André Carrillo ao Benfica. Alega o presidente do FC Porto que na quinta-feira recebeu um telefonema a informar que o jogador peruano ainda do Sporting estava prestes a assinar com os "encarnados":

 

«Telefonaram-me a avisar que o Carrillo estava a assinar pelo Benfica. Até me disseram onde e na casa de quem estava. Não quero saber nada disso, não tenho nada a ver com os outros. Se quer assinar pelo Benfica que assine, faz muito bem.»

 

A ser verdade, é apenas mais um episódio de uma triste "novela" que vê o Sporting perder um atleta de grande qualidade. Se ele acabar por ir para o eterno rival da Segunda Circular, ainda mais desagradável se torna o todo da situação.

 

 

P.S.: Com tudo isto, não podemos perder de vista com quem estamos a lidar e não seria muito surpreendente vir a saber que o real destino de André Carrillo é azul e não encarnado. No futebol português, impossível é nada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:40

O que dizem eles

Rui Gomes, em 22.01.16

 

hqdefault.jpg

 

Em entrevista no programa Júlio Magalhães, do Porto Canal, Jorge Nuno Pinto da Costa revelou que o corte de relações com o Sporting foi decidido unilateralmente por Bruno de Carvalho:

 
«Há um corte de relações unilateral que Bruno de Carvalho decidiu, enviando-me uma carta com um ultimato para em 24 horas pedir desculpa ao Sporting, senão cortava relações (após desentendimento no andebol). Uma carta dessas não tinha resposta e não teve. Isso não invalida que os representantes dos clubes trabalhem juntos na Liga e são dos dos mais activos no trabalho com Pedro Proença. Em termos de futebol, as relações institucionais têm de ficar para segundo plano. Isso não é impeditivo para que o futebol se entenda. Fundamental é que Liga e FPF se entendam para não existirem o futebol bom e o futebol mau.»
 
Para ser sincero, não tenho a certeza, mas creio que o referido desentendimento no andebol remonta a Junho de 2013, na final da Taça de Portugal, ocasião em que Bruno de Carvalho e Adelino Caldeira - vice-presidente do FC Porto - se confrontaram desrespeitosamente.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:13

Quando se ganha, a "música" é outra

Rui Gomes, em 03.03.15

 

pinto_da_costa.jpg

 

A bem dizer, a postura à conveniência do momento, do presidente do clube do Norte, não é novidade alguma. Aliás, temos visto mais e muito pior ao longo dos anos, mas não deixa de ser curioso as diferenças de opinião sobre o mesmo árbitro, de há uns meses a esta parte.

 

A apreciação de Jorge Nuno Pinto da Costa sobre a actuação Artur Soares Dias no "clássico" de domingo passado: 

 

«Gosto do estilo de Soares Dias e apesar de ter registado erros flagrantes contra o FC Porto, tem todas as condições para ser um árbitro de topo europeu. Tem conhecimento, presença e sabe o que é a arbitragem, até porque o seu pai foi um mestre. O Sporting, de certeza, não terá lata de dizer que a arbitragem o prejudicou em qualquer lance.»

 

Uma "música" muito diferente, em Janeiro de 2014, depois da derrota por 2-0, frente ao Benfica:

 

«Os erros de Artur Soares Dias não aconteceram por desonestidade do próprio, mas o juiz da Associação de Futebol do Porto tem de deixar a arbitragem ou pedir escusa dos jogos do FC Porto.»

 

Sobre a vitória da sua equipa e a performance do Sporting:

 

«Desde o início do campeonato que considerei que o título ia ser discutido entre o FC Porto e Benfica. Não contava, talvez, com tantos factos alheios, mas penso que o Sporting está fora desde a primeira jornada. O Sporting, que na quinta-feira tinha mostrado que é uma grande equipa, foi transformado num equipa vulgar. Vulgarizado não porque não tenha valor, mas pela forma como nós jogámos, pressionámos e marcámos. Marco Silva vai ser um treinador de grande prestígio no futebol português.»

 

Pois é... quando se ganha, a "música" é sempre outra.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:13

Cada um com seu cada qual

Rui Gomes, em 10.10.14

 

António Dias da Cunha

 

ng44838223-07A6-4DB2-8AA3-B8640E30FEA0.jpg

 

 

"Só senti atitudes ameaçadoras em Alvalade"

 

 

 

 

 

José Sousa Cintra

 

sousacintrabrunodecarvalho.jpg

 

 

"Nunca tive problemas com o FC Porto ou o seu presidente"

 

 

 

 

O que Bruno de Carvalho pensa do FC Porto e do seu presidente, andamos nós a ler e a ouvir diariamente, já as quezílias e polémicas entre o presidente João Rocha e o clube do Norte e Pinto da Costa, são parte integral da sua história no Sporting.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:41

Almoço de (alguns) presidentes

Rui Gomes, em 09.10.14

 

thumbs_web_sapo_io.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:11

Conversa... entre "amigos" !

Rui Gomes, em 03.10.14

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:06

Frase da Semana

Rui Gomes, em 06.06.14
 

 

«O FC Porto só tem que vender se quiser vender. Se não quiser vender, felizmente, não é obrigado  isso. Se quisesse ter vendido já tinha vendido a equipa toda e não queremos.»

 

-    Jorge Nuno Pinto da Costa    -

 

Nota: Na realidade, as reais "frases da semana" foram todas da autoria de Bruno de Carvalho, mas para não massacrar a temática, seleccionámos esta frase do presidente do clube do Norte.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:30

Aprender com os erros

Rui Gomes, em 07.05.14
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:44

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo