Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Na realidade, mais da mesma "guerra"

Rui Gomes, em 20.04.17

 

Dando seguimento ao nosso outro post do dia sobre as queixas que Leixões e Freamunde apresentaram à FPF sobre as inscrições, pelo Sporting, de Ryan Gauld e André Geraldes, estamos perante uma outra edição desta "novela" que, na realidade, é apenas e tão só mais da mesma "guerra" entre Sporting e Benfica.

 

img_770x433$2016_01_21_05_36_36_508994.jpg

 

Segundo avança o jornal O Jogo, a Sporting SAD, leia-se Bruno de Carvalho, acredita que esta queixa, motivada por Leixões e Freamunde, terá sido 'orquestrada' pelo Benfica para 'agitar as águas' em semana de «derby».

 

Os responsáveis leoninos acreditam que este processo é motivado pelo Benfica, visto que a queixa movida pela equipa de Matosinhos não acolheu a decisão unânime do Conselho de Administração, acabando por seguir o conselho do departamento jurídico e avançar com a participação. A informação terá sido partilhada por um elemento da estrutura accionista do Leixões. No entanto, a SAD leixonense considera este fundamento falso.

 

A administração do emblema de Matosinhos entende que os pontos perdidos frente ao Sporting B são essenciais para escapar à despromoção. Uma posição partilhada pelo Freamunde, que afirma ter feito a queixa sem o conhecimento da mesma intenção por parte de outros clubes. O Benfica, por outro lado, nega não só as ligações a estes dois clubes como a acusação por parte do Sporting.

 

Caso a Comissão de Instrutores da Liga, que vai receber o processo do Conselho de Disciplina, opte por sancionar o Sporting, a equipa B poderá ser punida com a derrota nos jogos em causa e a subtracção entre dois a cinco pontos na tabela classificativa.

 

Fundamentalmente, mais "lavagem de roupa suja" que em nada beneficia os clubes ou o futebol. Neste clima guerrilha em que se vive tudo é possível, mas, em princípio, não parece ser lógico argumentar que o clube da Luz orquestrou estas recém-acções dos clubes da Segunda Liga, muito em especial em relação ao «derby» de sábado. Por não existir qualquer ligação, não destabiliza de forma alguma os elementos da equipa principal que, decerto, terão entre mãos muitas outras preocupações relativamente ao importante embate que se aproxima.

 

Isto está a chegar a um extremo tão ridículo, que é justo questionar se ainda se joga futebol em Portugal, ou se a modalidade está emoldurada num lamaçal de egos e interesses obscuros, tornando o jogo, em si, secundário.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:20

 

O Conselho de Disciplina da FPF anunciou esta quinta-feira a abertura de processo disciplinar ao treinador do Benfica - bem como ao vice-presidente Domingos Almeida Lima e ao director de comunicação Luís Bernardo - na sequência das queixas apresentadas pelo Sporting. Quanto às participações sobre o comportamento de Jonas e Samaris no clássico, o organismo federativo decidiu não avançar com qualquer processo.

 

Recorde-se que segundo a participação, o Sporting queixou-se de declarações de Rui Vitória de 18 de Fevereiro, antes do jogo com o Braga. Segundo a reclamação, o treinador do Benfica comete infracção ao expor que "ele será o vector de pacificação dos seis milhões de adeptos, avisando o árbitro que este deverá ser comedido, ameaçando-o que não deverá brincar com o trabalho dele e dos seus jogadores".

 

O vice-presidente Domingos Almeida Lima e o director de comunicação Luís Bernardo também foram alvo de queixas:

 

O primeiro por declarações a 23 de Março em que "questiona a parcialidade de Conselho de Disciplina, Comissão de Instrutores, FPF, LPFP";

 

O segundo por comunicado "onde por diversas vezes e em diversos termos se pronuncia sobre parcialidade da justiça desportiva, entidades decisórias e investigatórias".

 

Nuno Saraiva reagiu, publicando um longo texto na sua página de Facebook, onde deixou várias criticas ao presidente do Conselho de Disciplina (CD), José Manuel Meirim, e ao próprio organismo.

 

Entre outras acusações, afirma "No fundo, o que o professor Meirim está a promover é a cultura de que o douto Conselho não pode ser incomodado com pequenos delitos ou infracções - se assim for esses compensam -, porque o palco só deve ser ocupado pela grande criminalidade".

 

E termina... "Apetecia-me fazer um desabafo, mas porque não sei a cor do lápis do professor Meirim, o melhor é guardá-lo para mim".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:55

 

F766PPIA.jpg

 

A origem desta notícia é o jornal A Bola e sendo este o quasi-oficioso porta-voz do clube da Luz, é de admitir que será mais um caso em que "onde há fumo, há fogo".

 

Os encarnados aguardam que o Conselho de Disciplina instaure processos contra o presidente e o director para o futebol do Sporting, e esperam que venham a merecer um pesado castigo por parte da Federação Portuguesa de Futebol, até porque, caso não o faça, será o próprio clube a avançar com uma participação disciplinar.

 

No que a Bruno de Carvalho diz respeito, o Benfica considera que a sua atitude no final do encontro, quando enviou beijos para a bancada, se inserem no artigo 132.º, ou seja, é um incitamento de disciplina, que pode vir a ser castigado com uma suspensão de entre seis a 18 meses.

 

Já quanto a Octávio Machado, o clube da Luz exige que as palavras dirigidas ao árbitro Jorge Sousa, que considerou ter tido “uma noite má e influência decisiva no resultado" sejam também elas sancionadas.

 

Mais umas queixinhas para fazer esquecer o comportamento dos adeptos na Luz durante o jogo e minimizar danos futuros.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:59

 

slimanigaitan1.jpg

 

Ainda outro caso que acentua o intuito desesperado do Benfica em tentar afastar Slimani de competição, mas, mais uma vez, sem sucesso.

 

A Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga decidiu-se pela arquivação da queixa do Benfica contra Slimani num lance com Gaitán (aos 83 minutos), referente à partida do campeonato português (8ª jornada) que teve lugar no dia 25 de Outubro no estádio da Luz.

 

O depoimento do árbitro Carlos Xistra revelou-se decisivo, pois informou que o juiz viu o lance e o sancionou, como se pode ler no comunicado divulgado.

 

«Se as imagens antes visualizadas e que condicionaram a deliberação do arquivamento do CII a 09.12.2015 já não permitiam fundadas dúvidas de que o árbitro tinha visto o lance (de tal modo que apitou e correu no direcção dos jogadores em causa), as declarações agora prestadas pelo Sr. Carlos Xistra confirmam de modo inequívoco tal apreciação. Assim, o árbitro principal, depois de ter sido confrontado com os imagens do lance em apreço, disse "que viu todo o lance, tanto que apitou e se dirigiu para o local, sinalizando o infracção do jogador do Sporting».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:38

 

imgS620I147497T20141212215720.png

 

Foi anunciado esta sexta-feira que a Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) arquivou as queixas do Sporting contra o Benfica, quanto a procedimentos disciplinares, em relação ao «derby» da 8.ª jornada. 

 

Eis o teor da deliberação:

«Analisadas todas as imagens enviadas (...) verifica-se que inexistem indícios suficientes para a instauração de qualquer procedimento disciplinar. É assim na medida em que os comportamentos em causa ou já foram objecto de sancionamento pelo árbitro ou, tendo sido claramente percepcionados pelo mesmo, foram tidos como irrelevantes pelo juiz da partida. Todavia, ainda que assim não fosse, os comportamentos analisados não se revestem das características inerentes ao ilícito disciplinar grave de agressões a jogadores, por não preenchimento dos elementos típicos.»

As queixas mútuas quanto ao desafio da Taça de Portugal aguardam decisão do Conselho de Disciplina da FPF.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:49

 

dueloaosabado.jpg

 

O Benfica apresentou esta terça-feira junto da Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) quatro queixas disciplinares contra Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, Jorge Jesus, o treinador, Jaime Marta Soares, PMAG e Octávio Machado, director desportivo.

 

De acordo com comunicado no site das águias, as mesmas devem-se a "declarações e as condutas públicas, protagonizadas de forma reiterada ao longo da presente época desportiva".

 

Eis o comunicado do Benfica:

 

1. Considerando as declarações e as condutas públicas, protagonizadas de forma reiterada ao longo da presente época desportiva por parte da «Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD», através dos seus dirigentes Bruno Miguel Azevedo Gaspar de Carvalho, presidente do conselho de administração, Jaime Marta Soares, presidente da mesa da assembleia geral do «Sporting Clube de Portugal" (accionista clube fundador da «Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD»), Octávio Joaquim Coelho Machado, director-geral de futebol da «Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD», e Jorge Fernando Pinheiro de Jesus, treinador principal da equipa da «Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD», o conselho de administração da «Sport Lisboa e Benfica - Futebol, SAD» decidiu apresentar participações disciplinares junto da Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

 

2. Com tais participações disciplinares, pretende a «Sport Lisboa e Benfica - Futebol, SAD» que os órgãos jurisdicionais desportivamente competentes averiguem e apreciem tais condutas, no local próprio e em aplicação dos regulamentos aplicáveis.

 

3. Nessas participações constam comportamentos que se enquadram na prática de ilícitos disciplinares muito graves e/ou graves, tais como, entre outros, "exercício e abuso de influência", "coacção sobre árbitros", "declarações sobre arbitragem antes dos jogos", "declarações sobre a organização das competições" e "lesão da honra e da reputação dos órgãos da estrutura desportiva e dos seus membros, árbitros e demais agentes".

 

4. A «Sport Lisboa e Benfica - Futebol, SAD» aguardará pela investigação e apreciação dos factos pelas entidades jurisdicionais competentes, sem prejuízo das providências a tomar em sede criminal, cível e contra-ordenacional.

 

5. A «Sport Lisboa e Benfica - Futebol, SAD» informa que não tem intenção de emitir quaisquer outras declarações públicas sobre a matéria objecto de participação, de modo a preservar o bom nome e imagem das competições e de assegurar o respeito pelos agentes desportivos e pelos titulares dos órgãos desportivos competentes.

 

6. A «Sport Lisboa e Benfica - Futebol, SAD» informa ainda que se reserva a faculdade de comunicar a sua conduta processual junto da CII da LPFP à Secretaria de Estado do Desporto e Juventude (para o efeito de aplicação do artigo 14º do Regime Jurídico das Federações Desportivas - DL n.º 248-B/2008, de 31 de Dezembro).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:52

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds