Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fotografia com história dentro (55)

Leão Zargo, em 16.07.17

 

Azevedo Sporting.jpg

  

O último jogo do “Hércules do Barreiro” no Sporting

 

O mítico João Azevedo já acusava alguma veterania em 1950 quando o jovem Carlos Gomes foi contratado pelo Sporting ao Barreirense. O “Hércules do Barreiro”, também conhecido por “Gato de Frankfurt”, era o dono da baliza leonina desde um longínquo jogo com o Belenenses nas Salésias em Dezembro de 1936, mas continuava ágil entre os postes, valente nas bolas pelo ar e corajoso nas saídas. Carlos Gomes teve de esperar pela sua oportunidade.

 

Na época seguinte, em 1951-52, na primeira jornada do Campeonato Nacional o Sporting foi às Salésias para defrontar o Belenenses. As mesmas Salésias onde Azevedo tinha conquistado a titularidade a Dyson e Jaguaré. Mas, nos azuis havia Matateu, e naquele dia o moçambicano estava com a pontaria muito afinada: marcou quatro golos e os de Belém venceram por 4-3. Os leões perderam o desafio e houve olhares desconfiados na direcção do guarda-redes.

 

O “Hércules do Barreiro” já não entrou em campo no domingo seguinte com a Académica, pois o treinador Randolph Galloway mandou avançar Carlos Gomes para a baliza. Azevedo que chegou a jogar com vértebras e costelas fracturadas, com um pé partido ou com doze pontos na cabeça, e que tinha de fumar um cigarrinho antes dos jogos para acalmar os nervos, não sobreviveu à tarde de génio de Matateu. Foi o seu último dia com a camisola leonina.

 

A fotografia refere-se a uma fase da juventude de João Azevedo. Quando ainda não era um ícone e estava a começar a construir a lenda.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:32

Fotografia com história dentro (22)

Leão Zargo, em 13.11.16

 

Randolph Galloway, Azevedo, Wilson e Vieirinha..jp

 

Preparados para vencer

 

 

“Não é a vontade de vencer que importa – todo o mundo tem isso. O que importa é a vontade de se preparar para vencer.” Paul Bear Bryant, técnico de futebol americano.

 

Num primeiro momento, esta fotografia (época de 1950-51) suscita alguma surpresa. O ambiente é descontraído, impera a boa disposição, e o treinador Randolph Galloway parece um velho professor explicando a matéria aos seus alunos (Azevedo, Wilson e Vieirinha). Afinal, estava preparando os jogadores, a equipa, para vencer.

 

Na realidade, o técnico inglês era um trabalhador incansável, metódico e disciplinador, que treinou o Sporting durante três épocas (1950-51 a 1952-53) e foi três vezes Campeão Nacional. Saiu em 1953, mas deixou a equipa preparada para conquistar o tetra sob a orientação de Tavares da Silva e de Joseph Szabo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:02

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo