Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sporting volta a perder no caso Doyen

Ricardo Leão, em 21.06.16

 

19716825_JGhzy.jpg

 

Como era previsível nova derrota para Azevedo de Carvalho e seus pares. O Tribunal Federal Suíço, instância para a qual o Sporting recorreu da condenação do TAS relativa à rescisão dos contratos de parceria por Rojo e Labyab, indeferiu a pretensão do Sporting em congelar o pagamento devido à Doyen no âmbito do processo resultante da transferência do central argentino para o Manchester United, em 2014, por 20 milhões de euros.

Os juízes do referido tribunal vão continuar a avaliar o recurso, que não está fechado e seguirá os seus trâmites, mas entretanto já apreciaram e votaram desfavoravelmente o pedido da administração da SAD para que fosse retido o valor que, de acordo com o Tribunal Arbitral do Desporto, a Doyen terá direito a receber do Sporting por 75% do passe de Rojo.

Agora o pagamento de 13 milhões de euros (12 mais 1 em juros) terá de ser efectuado de imediato.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:52

Transferência de Rojo em dúvida ?

Rui Gomes, em 28.08.14
 

 

Notícias vindas de Inglaterra indicam que  transferência de Marcos Rojo para o Manchester United ainda não foi reconhecida pela "Premier League" e, como tal, o jogador argentino continua a não estar apto para jogar.

 

Sem ser novidade alguma, em causa, os direitos económicos do jogador, sobre os quais a Liga inglesa não permite a participação de terceiros e na sua óptica, o diferendo entre o Sporting e a Doyen Sports levanta dúvidas sobre a eligibilidade do jogador poder receber o certificado para jogar.

 

Como já é do conhecimento público, a empresa de investimento recorreu para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), reclamando que pelo seu 75% investimento no passe do jogador tem direito a cerca de 19 milhões de euros (?), que inclui os 5 milhões dos custos salariais de Nani. O Sporting, por sua vez, denunciou o contrato com a Doyen, citando irregularidades, indicando no comunicado que enviou à CMCVM que só pagaria 3 milhões de euros relativos ao investimento do Fundo.

 

A "Premier League" é muito rigorosa com situações deste cariz e, neste momento, desconhece-se como e quando o imbróglio será resolvido. Certo é que tanto o Manchester United como o jogador - já para não evocar o Sporting - estarão decerto preocupados com a possibilidade da própria transferência poder ficar sem efeito. Nem dá para imaginar as consequências desse hipotético cenário.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:53

 

 

Em princípio e até surgir algum desenvolvimento notável no caso, este será o meu último post sobre a transferência de Marcos Rojo e a triangular negocial/contratual Sporting - Manchester United - Doyen Sports. Neste contexto, recomendo a leitura do post da autoria do nosso amigo Leão de Alvalade, do blogue A Norte de Alvalade, intitulado "O regresso de... Bruno de Carvalho, o negócio Rojo e o pavilhão que ainda não é «nosso»."

 

Recomendo igualmente a leitura dos comentários ao post, alguns dos quais apresentam disposições intrigantes sobre o caso, merecedoras de debate.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:50

Marcos Rojo assinou e foi apresentado

Rui Gomes, em 21.08.14
 

 

«É uma honra poder dizer que agora jogo para o Manchester United. Ter a oportunidade de jogar na "Premier League", a mais excitante do Mundo, e no maior clube, é um sonho para mim. Sou ainda jovem e estou preparado para aprender, e poder jogar sob um técnico tão experiente como Louis van Gaal, é uma fantástica oportunidade para mim. Venho para o Manchester United com a intenção de trabalhar muito com os meus colegas e conquistar títulos e sei que o treinador partilha dessa ambição.»

 

Marcos Rojo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:59

Negócio Nani

Desert Lion, em 20.08.14

 

Por favor entendam: também me vieram as lágrimas aos olhos quando foi confirmado o regresso do Nani! Nem sei como vão passar os próximos dias até o ver de novo em jogo com a nossa camisola. O Nani foi o meu jogador favorito no Sporting e, mais do que isso, apesar de ser visto como um ídolo no Mundo inteiro, nunca negou o seu profundo Sportinguismo e o seu desejo de voltar a estar com a sua família “verde e branca”.

  

Mas, e desculpem lá este “mas” no meio de toda a euforia, como gestor e como sócio, também tenho de colocar algumas interrogações ao modo como este “feito” foi conseguido. Deixo, pois, dois alertas que espero que tenham sido levados em devida conta pela Direcção ao concretizar este negócio.

 

1) Parece que temos mais um processo às costas - e desta vez de valor muito relevante para a débil situação da SAD. Ao rasgarmos o contrato com a Doyen, deixamos de lhes pagar 12 milhões de euros. Acresce que, certamente, para efeitos de contabilização processual, a Doyen vai alegar que o Sporting recebeu um valor adicional de 5 Mio Euros (salários de um ano do Nani), dos quais 75% deveriam ser seus. Ou seja, são mais quase 4 Mio Euros. Já vamos em 16 Mio Euros. Se acrescermos Juros de Mora e alguns artificios de prejuizos provocados, danos a imagem e mais alguns “etcs”, facilmente teremos um processo de valor global na casa dos 20 ou 25 milhões de euros. Ora, tanto quanto sei, hoje em dia, estes casos estão a ser resolvidos nos Tribunais do Comércio em prazos entre um a dois anos. Poderá o Sporting enfrentar uma penhora no valor de 20 milhões de euros, ou mais, nos próximos dois anos? Ou melhor dito, já terá o Sporting crescido neste curto espaco de tempo para poder “aguentar” uma sentença negativa desse montante? Só espero que nunca venhamos sequer a saber...

 

2) Imaginem agora. Eu sou o João. Sou o accionista maioritário da J&Companhia. A J&Companhia é uma empresa falida, que apresentou resultados largamente negativos desde que foi criada. Aliás, a sua situaçãoo é tão má que os seus gestores afirmam que esteve muito próxima de se apresentar a um PER. Descobriu-se agora que um dos activos da J&Companhia vale muito dinheiro. Ao sabê-lo, os gestores trataram de vender esse activo por uma boa maquia. Recebido esse valor, resolveram doá-lo à “Missão Iate de 12 Metros” do João. Que sou eu. E que, portanto, vou ter um Iate de 12 Metros a conta de um activo bem vendido por uma empresa que está falida. O que dirão os credores da J&Companhia, especialmente aqueles que, de boa fé, aceitaram renegociar a salvação da J&Companhia? E os outros accionistas, apesar de grande parte deles serem meus amigos, estarão dispostos a que o retorno de um dos activos da empresa em que participam reverta a meu favor? Não perguntarão eles se e' objecto social da J&Companhia entregar donativos ao João, só por este ser o principal accionista da J&Companhia? Não estará a J&Companhia a “abusar” da sua situaçãoo de participada e a fazer um negócio ilegítimo, desprotegendo os restante stakeholders?

 

Estas são as questões que levanto. Espero, desejo, e bem lá no fundo penso saber, que a actual Direcçãoo do Sporting as tenha ponderado antes de tomar as decisões que tomou no que toca a este negócio. Quero crer que existiu algo de realmente grave no comportamento da Doyen que assegura totalmente a posição da SAD no processo judicial que se seguirá. Quero também crer que as decisões tomadas quanto à Missão Pavilhão o foram de forma totalmente informada e concertada com credores e outros accionistas.

 

Enfim, e apenas para terminar, só espero que convençam o Slimani a não sair ou, se sair mesmo, que contratem outro com características semelhantes. E que agora que temos dois mágicos (Nani e Carrillo) a cruzarem das pontas, tem de haver alguém forte no meio para as enfiar lá para dentro.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:51

 

 

O Sporting confirmou oficialmente, esta terça-feira, via participação à CMVM, a transferência de Marcos Rojo para o Manchester United, a título definitivo. Os detalhes do negócio podem ser lidos no comunicado, limitamo-nos a sublinhar o mais importante:
 
1. 100% dos direitos económicos e desportivos por 20 milhões de euros, a serem pagos em três prestações: 10 milhões de imediato, 5 milhões cada, pagáveis em 1 de Dezembro de 2014 e 1 de Julho de 2015;
 
2. O Sporting terá direito a 20% de uma futura mais valia, por montante superior a 23 milhões de euros;
 
3.  A cedência por uma época, livre de encargos, de Nani.
 
*** Do valor acima referido, serão pagos 4 milhões de euros ao Spartak de Moscovo, de acordo com a percentagem contratualizada.
 
*** Uma vez que o Sporting procedeu à "resolução com justa causa" do contrato celebrado com o fundo de investimento "Doyen Sports", apenas restituirá à empresa os 3 milhões de euros originalmente investidos pela entidade, e não o valor equivalente à sua percentagem (75%) dos direitos económicos do jogador.
 
*** Como um à parte, também foi comunicado pelo Sporting que pretende afectar 9 milhões de euros à construção do Pavilhão.
 
O valor da venda de Marcos Rojo não difere do que já era publicamente conhecido, salvo a percentagem de uma futura mais valia e a cedência de Nani. Como já indicámos em um prévio post, mérito negocial da Sporting SAD pela inclusão do extremo na transferência, que implica uma contribuição significativa para a equipa, e para o Clube, em diversas vertentes, desde que ele venha mentalizado a fazer parte do colectivo e a contribuir para o mesmo. Não será exagero algum adiantar que todos os sportinguistas regozijam por ver o retorno de um dos seus "filhos pródigos".
 
No que à Doyen Sports diz respeito, será recomendável uma certa prudência com a euforia, dado que este caso irá, indubitavelmente, ser decidido em tribunal, com um resultado, neste momento, imprevisível.
 
Ainda um outro à parte, uma vez que os leitores também já estão a celebrar a alegada redução de salário de Miguel Lopes, não refuto de modo algum a sinceridade do seu acto, mas, na minha opinião, preferia que essa redução tivesse sido levado a cabo para facilitar uma nova cedência. A sua permanência no plantel tem o potencial para tapar a ascensão de um dos jovens, nomeadamente Ricardo Esgaio, e nem sequer evoco a situação do novo reforço André Geraldes, por desconhecer o que o treinador e a SAD têm em mente para o seu futuro.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:50

Os alvos do Manchester United

Rui Gomes, em 18.08.14
 

 

O técnico do Manchester United - Louis Van Gaal - tem alvos definidos para reforçar os "Red Devils", com alguma urgência agora, pelo desaire logo na primeira jornada da "English Premier League": Marcos Rojo, Daley Blind, Bastian Schweinsteiger, Arturo Vidal e Angel Di Maria, estão entre os mais em destaque.

 

Segundo o jornal inglês Daily Mail, o Sporting já fez saber a sua preferência por Nani, mas o internacional português não está muito entusiasmado com a ideia de  regressar a Alvalade nesta altura. A outra opção será Anderson, que estará mais receptivo e até já recusou uma cedência para o Brasil.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:18

Com a possibilidade de escolher...

Rui Gomes, em 18.08.14
 

 

A questão que está no ar neste momento é se a transferência de Marcos Rojo para o Manchester United se concretizará, quais serão os valores do negócio caso se concretize e, ainda, se incluirá o empréstimo de um destes dois jogadores, Nani ou Anderson, presume-se, por uma época. Outra disposição que se desconhece, é a receptividade dos jogadores a rumar a Alvalade, especialmente Nani, que terá outros horizontes em mente. 
 
Nani, de 27 anos, tem contrato com os "Red Devils" até 2018, com um salário que se aproxima dos 6 milhões de euros. Anderson, de 26 anos, tem contrato até 2015, com um salário superior a 4 milhões de euros. Ambos estão na lista de dispensas de Van Gaal, muito embora Nani tenha jogado este fim-de-semana. Anderson está de volta a Manchester, depois de ter sido emprestado à Fiorentina em Janeiro de 2014.
 
Creio que surgindo esta oportunidade - por problemática que seja - e havendo a possibilidade de escolha, esta recairia sobre Nani, indubitavelmente, por várias razões, que se resumem a ele ser o melhor jogador entre os dois e jogar a extremo, precisamente a posição que o Sporting necessita de reforçar. Já não evoco o impacte mediático, por ser tão óbvio.
 
Tudo indica que a transferência será mesmo concretizada em breve. A recém-entrevista de Rojo na Sporting TV terá servido para reforçar este cenário. Com ou sem fundamento, de Inglaterra reportam que o próprio Van Gaal já terá contactado Rojo pessoalmente - esperamos que tenha sido com a autorização do Sporting - para o tranquilizar quanto à mudança.
 
*** Em outras notícias, a Imprensa francesa garante que há acordo entre o Sporting e o Lorient sobre Vincent Aboubakar e que a transferência depende somente da decisão do jogador.
 
Não obstante o regresso de Marcos Rojo aos treinos, Slimani continua a trabalhar com a equipa B.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:18

Vamos lá negociar...

Rui Gomes, em 13.08.14
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:46

Mais dúvidas do que certezas

Rui Gomes, em 13.08.14
 
 

Esclareço, desde já, que não assisti às declarações do presidente do Sporting, por conseguinte, o meu comentário é fundamentado nas diversas reportagens disponibilizadas pela comunicação social. Se, porventura, fizer referência a algo que foi incorrectamente reportado, agradeço que corrijam.

 

Depois de ler tudo ao alcance, com muita atenção, devo admitir que acabo por ficar com mais dúvidas do que certezas sobre o actual estado das coisas no futebol do Sporting. Compreendo perfeitamente que o presidente não pode de modo algum revelar determinados detalhes sobre negociações em curso e outras questões do foro interno que são confidenciais. Isso não disputo, minimamente, mas não deixo de questionar a necessidade de tanto alarido para fundamentalmente anunciar que dois atletas do Clube encontram-se sob alçada disciplinar. Dito isto, vamos por partes:

 

Bruno de Carvalho afirmou, inequivocamente, que Marcos Rojo e Islam Slimani estão sob alçada disciplinar por terem transgredido as regras do Clube. Não expandiu sobre a especificidade das transgressões, mas depreende-se que são relacionadas com uma eventual posição que terão tomado para persuadir o Sporting a viabilizar as suas transferências. Não definiu as medidas tomadas nem a duração do processo, mas deixou claro que não estarão disponíveis para o primeiro jogo da Liga frente à Académica.

 

Neste contexto e pela informação disponível, só é possível apoiar a decisão tomada pela Direcção. Os atletas em questão são profissionais, ambos com contratos com ainda alguns anos de duração, e têm de respeitar, integralmente, a entidade patronal, limitando-se a cumprir os serviços para os quais foram contratados. Já a implícita ameaça que os atletas poderão ter que cumprir o balanço dos seus contratos - três anos, salvo erro - nem que seja sem jogar, não pode ser levado tão a sério pelas não insignificantes implicações financeiras. Deixou aberta a hipótese de os jogadores sairem antes do mercado encerrar. Creio que pelo menos Rojo sairá, já não tenho a mesma certeza quanto a Slimani.

 

Com Slimani não aparenta existir qualquer proposta substancial sobre a mesa, mas ficamos na dúvida sobre o caso de Rojo. Houve ou não uma oferta de 20 milhões de euros pelo Manchester United ? Toda a Imprensa, dentro e fora fronteiras insiste que sim, e, por conseguinte, limitamo-nos a questionar se esta não foi de facto aceite pelo Sporting e qual o fundamento para essa recusa. Independente da menor percentagem dos direitos económicos em poder do Sporting, esta verba significa uma valorização muito substancial do jogador.

 

O caso de Eric Dier não merece ser revisitado. Já foi aqui debatido, extensivamente, nunca haverá um consenso entre sportinguistas e nenhuma explicação de Bruno de Carvalho satisfará a contenda. Na realidade, quanto mais ele falar no assunto mais tropeça nos factos, a exemplo desta sua afirmação: "Foi dito pelo Sporting que tinha de treinar e ele disse que não queria."... Eric Dier recusou treinar ???

 

Se já sentia dificuldades em compreender a gestão de Ryan Gauld, a oratória do presidente apenas serviu para complicar ainda mais a situação. "Desde a compra, que há uma tentativa de fazer aí um problema", afirmou Bruno de Carvalho. Não faço a mínima ideia a que se refere. Creio que por parte dos adeptos, não houve qualquer tentativa de criar "problema" algum. Houve, e há, sobretudo, o desejo de o ver jogar para melhor apreciar as suas qualidades. Nesse exclusivo contexto, a sua quase nula utilização durante os dez jogos de pré-época é, indubitavelmente, criticável. Se se refere à comunicação social, acho que já é tempo de Bruno de Carvalho aprender a não dar tanta importância às manchetes sensacionalistas.

  

Deixou expressa a sua sensibilidade aos rumores, à suspeita, aliás, que assume uma posição excessivamente interventiva na contratação de jogadores, por implicação, menosprezando o aval de Marco Silva. Nunca me debrucei sobre esta questão, em profundidade, mas não creio que as suas explicações tenham servido para eliminar essa suspeita: "Todos os jogadores que cá estão, são escolha que passa por mim. Tenho muito gosto por ter escolhido todos. Nem que seja por ser o final da cadeia, para dar o OK."

 

É por de mais evidente que todas as contratações terão de ser aprovadas pelo presidente da SAD. Ninguém refuta essa sua autoridade, especialmente ao que concerne a vertente financeira e outras condições laterais pertinentes. Dito isto, a ideia que Bruno de Carvalho deixa vai mais longe e, nesse sentido, será criticável, porque poucos, se alguns, lhe reconhecem as habilitações e a experiência para determinar os méritos técnicos de um jogador de futebol a este nível de exigência.

 

É óbvio que Bruno de Carvalho pretendeu passar a mensagem para o exterior que o Sporting não é manipulável e que não vai ceder a chantagens nem a pressões, nomeadamente de agentes, fundos e outros intermediários. Uma posição bem definida e, decerto, apoiada incondicionalmente por todos os sportinguistas. Mas também é importante ele reconhecer que um "braço de ferro" com tudo e com todos, embora satisfaça ânimos populistas - já para não evocar o seu enorme ego - não resulta e terá as suas consequências, mais cedo ou mais tarde. É imperativo o Sporting ter um presidente que saiba movimentar-se em torno da mesa negocial, porque só por esse meio é que os interesses das partes serão assegurados, nomeadamente os do Sporting Clube de Portugal. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:03

"Há que evitar o mal-estar" !

Rui Gomes, em 12.08.14
 

 

«São muitos os exemplos de jogadores que ficam nos clubes contrariados, porque deixaram de beneficiar de condições contratuais muito superiores e isso cria sempre um mau relacionamento. Na prática acontece muito haver mal-estar por essas razões. Havendo um convite do Manchester United, é difícil resistir. Não vai ser nada fácil, esta negociação. Mas se o jogador for vendido acima de 20, 25 milhões é um bom encaixe. Qualquer jogador qu possa valer 25 milhões, sem ser um grande atacante e de expressão internacional, é um bom valor. Estamos a falar de um central.

 

É mais complicado substituir Slimani. Não é fácil arranjar atacantes. O Slimani mostrou ser um suplente de grande utilidade e, depois, como titular. É muito mais complicado substituir um Slimani do que um Rojo.»

 

-    Rolão Preto    -

 

Observação: A opinião do antigo adjunto de Lazlo Boloni no Sporting - que eu há muito gostava de ver à frente da equipa B e com uma palavra na formação. Os seus argumentos não deixam de fazer sentido, muito embora seja mais fácil opinar quando não se tem responsabilidade alguma no caso sobre a mesa negocial. Confirmando-se os valores noticiados, também sou de opinião que o Sporting deve aceitar. Se conseguir "espremer" um pouco mais dinheiro dos "Red Devils" ou quaisquer outros benefícios, ainda melhor. Com a saída prematura de Eric Dier, é discutível quão sólida ficará a nossa defesa também sem Marcos Rojo, mas, ao fim e ao cabo, foram contratados três defesas centrais neste defeso por algum motivo que, quero crer, não passará apenas por adornar a equipa B.

 

O técnico também razão em relação a Slimani e neste capítulo o Sporting terá de fazer um maior esforço para o manter na equipa e razoavelmente satisfeito. É reportado que ele recebe actualmente cerca de 200 mil euros líquidos/ano e que o Sporting se prepara para aumentar o vencimento para 300 mil. Em contrapartida, a mesma fonte indica que o Leicester oferece 900 mil/ano líquidos, aproximadamente três vezes o valor do Sporting. Sem querer competir com o emblema inglês - porque não pode - acho que o Sporting poderá ir um pouco mais além para tranquilizar Slimani, até porque além do seu contributo desportivo, existe também a possibilidade muito real de uma valorização acrescida pela participação na Champions.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:13

Rojo a caminho do Southampton ?

Rui Gomes, em 04.08.14
 

 

Desde que o presidente do Sporting garantiu na passada quinta-feira que não haviam propostas para jogadores do Sporting, é de admitir a possibilidade de que tenha surgido alguma oferta, entretanto, a acreditar nas notícias oriundas de Portugal e Inglaterra. 

 

O diário britânico "The Independent" noticia que o Southampton está esperançoso em assegurar os serviços do defesa argentino do Sporting e que já terá em facto enviado uma proposta para Alvalade. Cá no burgo, o Diário de Notícias vai mais longe, reportando que essa oferta é no valor de 14 milhões de euros, menos do que o Sporting deseja para poder garantir 5 milhões pelo seu 25 por cento. Perante este cenário, indica o diário luso, o Sporting terá dado "luz verde" à "Doyen Sports" para negociar directamente com o clube inglês, tendo em conta que o Fundo detém a restante percentagem.

 

Sendo verdade, apresenta uma situação interessante, mas resta saber se a "Doyen Sports" estará disposta a abdicar de cerca de 1,5 milhões de euros da sua percentagem para garantir ao Sporting os referidos 5 milhões. Neste enquadramento, o Fundo acabaria por receber 9 milhões de euros pelo seu 75 por cento.

 

Uma coisa parece certa; não deverão existir questões financeiras por parte do Southampton, dado que já encaixou cerca de 100 milhões de euros em transferências neste mercado de Verão.

 

Consumando-se esta transferência e tendo em conta a saída de Eric Dier, a equipa vai ficar algo vulnerável no eixo defensivo. Nada por enquanto indica que Paulo Oliveira está à altura do desafio, Sarr é ainda uma incógnita e mesmo que o tal Rabia chegue, a opção aparentemente mais lógica será Tobias Figueiredo. Ou será que ele também ainda não está preparado para se afirmar na equipa principal ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:30

Sporting insiste por Jonathan Silva

Rui Gomes, em 25.07.14

 

Como já aqui referimos em diversos posts, o Sporting deseja assegurar uma alternativa a Jefferson e, entre os diversos alvos referenciados, o argentino Jonathan Silva aparenta ser o que mais atenção está a merecer. Segundo as últimas informações noticiosas, um emissário do Sporting terá apresentado uma nova proposta pelo lateral esquerdo, de 20 anos, do Estudiantes de La Plata, nomeadamente 2,5 milhões de dólares (cerca de 1,850 mil euros),a serem liquidados em cinco tranches de 500 mil dólares cada.

  

No entanto, dizem as mesmas fontes noticiosas, o clube argentino está a exigir essa verba mas em euros e não em dólares. Jonathan Silva é considerado uma das novas jovens promessas do futebol argentino e muito embora ele esteja receptivo a mudar-se para o futebol europeu, inclusive para o Sporting, pelas boas informações que recebeu do seu compatriota e ainda "leão" Marcos Rojo, o clube seu empregador terá de ser convencido a abrir as mãos do jogador.

 

Será possível depreender dois cenários pela óptica do Sporting: o primeiro verá a transferência de Marcos Rojo, que provocará uma vaga na defesa leonina, eliminando, então, a hipótese do argentino alinhar a lateral esquerdo. O segundo, que também é de admitir, que Marco Silva não pretenderá retirar Rojo do eixo da defesa, mesmo que este permaneça mais algum tempo em Alvalade.

 

A questão que fica no ar para nós adeptos é se o melhor curso a seguir será mesmo contratar um novo lateral ou tentar aguentar Rojo mais uma época e, nesse enquadramento, considerar utilizá-lo no lado esquerdo da defesa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:53

Adeus William, Rojo e Slimani

Ricardo Leão, em 04.07.14
 

Foto de Catarina Morais - zerozero.pt

 

William de Carvalho está de partida com o Sporting, naturalmente, a não resistir ao aceno de cerca de 38 milhões de euros. Junta-se a Marcos Rojo e, ao que sabemos, Slimani. Vamos ter saudades deles. Obrigado aos três.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:03

 

 

O jornal desportivo espanhol "Marca" dá destaque a Marcos Rojo e Jefferson, incluindo-os no onze ideal da semana entre os jogadores sul-americanos que actuam na Europa, a exemplo também de Luis Suarez do Liverpool, Di Maria do Real Madrid, Kaká do AC Milan, Naldo do Wolfsburgo e Cláudio Pizarro do Bayern Munique.

 

Na performance de Rojo é destacado o golo que ele marcou na vitória sobre o Vitória de Guimarães e Jefferson é apontado como um dos esteios da equipa leonina. Fico satisfeito pelos dois jogadores, e pelo Sporting, mas muito em especial por Marcos Rojo, que me deu indicações desde o primeiro dia do seu enorme potencial.  A sua evolução é visível e sublinhada pela excelente época que tem feito. Tudo indica que participará no Mundial do Brasil, embora provavelmente como lateral esquerdo, e é de esperar que se afirme ainda mais e melhor na próxima época, consideração importante em antecipação da participação do Sporting na Liga dos Campeões. Só lamento o Sporting deter apenas 25 por cento dos seus direitos económicos. Como aconteceu com outros jogadores do género, não esqueço as inúmeras críticas de que foi alvo pelos próprios sportinguistas. Nada de novo aqui !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:18

As últimas do mercado

Rui Gomes, em 31.07.13

 

 

- Adán, guarda-redes suplente do Real Madrid, já foi abordado para suceder a Rui Petrício caso este seja transferido.

 

- Augusto Inácio diz que a intenção é de manter Marcos Rojo e que não há qualquer negociação em curso, no entanto, o fundo de investimento Doyen Sports pretende desviar o jogador porque duvida que o Sporting possa comprar 25% do seu passe como está previsto.

 

- Segundo a imprensa holandesa, Boulahrouz recebeu uma proposta do West Ham para um contrato de duas épocas mais uma de opção.

 

- O avançado brasileiro do Zé Eduardo diz que "não vê a hora de vestir a camisola do Sporting."

 

- Roberto Ayala, director do Racing, declarou que a cedência de Valentin Viola já está certa e que só falta acertar alguns detalhes.

 

- Garry Rodrigues, o extremo holandês que milita no Levski Sófia, está muito entusiasmado com a ideia de poder vir a jogar no Sporting, mas lembra que tem contrato com o seu actual clube até 2016.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:43

Rumores do mercado

Rui Gomes, em 30.07.13

 

 

- O Sporting está em negociações por Zé Eduardo, ponta de lança brasileiro de 25 anos, que pertence ao Génova mas que esteve emprestado ao despromovido Siena em 2012/13, onde participou em 9 jogos, 7 como titular e 2 como suplente utilizado, marcando 2 golos.

 

- Para acautelar uma eventual saída de Diego Capel, o Sporting já abordou o Levski de Sófia pelo extremo holandês de 22 anos, Garry Rodrigues. O jogador confirmou os contactos.

 

- O AC Milan pondera apresentar proposta por Marcos Rojo para substituir o internacional italiano Daniele Bonera que vai falhar os primeiros três meses da época devido a lesão.

 

- O River Plate oferece 500 mil euros pela cedência de Valentin Viola, mais 50 mil do que o Racing de Alvellaneda.

 

- O Sporting continua a mostrar interesse em Kanu, jogador bem conhecido de Leonardo Jardim enquanto no SC Braga.

 

- Agora que deixou de ser pretendido pelo Sporting, Orlando Sá é uma das hipóteses equacionadas pelo Paços de Ferreira.

 

- O Tottenham de André Villas-Boas está agora interessado em Tiago Ilori, depois do Liverpool ter recusado pagar a cláusula de rescisão de 30 milhões de euros.

 

- O Stade de Reims já não está interessado em Atila Turan face à posição do Sporting.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:08

Breves...

Rui Gomes, em 17.07.13

 

- Evaldo e Pranjic jogaram pela equipa B na derrota por penalties frente ao Sporting da Covilhã. Ambos esperam colocação, o primeiro ainda com contrato até 2014 e o segundo até 2015.

 

- Sporting e o empresário de Valentin Viola, seu pai, negoceiam o seu empréstimo ao Racing, por uma época, mas está definido. A cedência prende-se nos valores que o Sporting exige.

 

- Foi confirmado o interesse do Sporting por Welder, lateral direito do Palmeiras, mas nada mais há de novo.

 

- O Parma é noticiado por ter apresentado uma proposta por Marcos Rojo, por valores não revelados.

 

Nota: Qualquer eventual venda de Rojo nunca será por valores que possam justificar o negócio neste momento e, a concretizar-se, será um erro colossal da SAD, indiferente dos argumentos que surgirão pelo seu suposto elevado salário. Além do mais, o Sporting só detém 25 por cento dos seus direitos económicos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:57

Factos e rumores do mercado

Rui Gomes, em 05.07.13

 

* Salim Cissé é garantido. Sporting e a Académica acertaram detalhes e o jogador africano vai assinar contrato por cinco anos.

 

* Sporting e PSV Eindhoven longe de acordo por Stijn Schaars.

 

* Sporting recusou oferta do Catania por Rojo. Sporting só aceita começar a falar com oferta a partir dos 5 milhões.

 

*Sporting e Lyon continuam a negociar Miguel Lopes e a transferência está presa por detalhes. O acordo deverá rondar os 2 milhões.

 

* Fredy Montero voltou a marcar no jogo de despedida do Millonarios. O novo avançado do Sporting marcou 8 desde que chegou em Janeiro.

 

* A "novela" Bruma conhece esta sexta-feira novo desenvolvimento com uma reunião entre o Sporting e o advogado do jogador, Bebiano Gomes, que clama que a sua "interpretação" do contrato de Bruma é que só é válido até 31 de Julho de 2013. Consta que uma das exigências é um salário de um milhão de euros.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:52

O defeso e afins

Rui Gomes, em 30.05.13

Neste período de defeso em que a bola está parada, salvo pela Selecção Nacional que ainda tem dois jogos importantes por disputar, vamos lidando com um vasto leque de conjecturas, boatos e rumores diários sobre o movimento de jogadores e treinadores no mundo do futebol. Meramente para manter aceso o debate sobre a modalidade, em geral, e o nosso Sporting, em particular, vamos comentando o mais construtivamente possível as temáticas de maior relevância, especialmente as que, porventura, mais interessam a sportinguistas, reconhecendo, no entanto, que nem tudo o que é noticiado corresponde à verdade.

O presidente e Augusto Inácio têm discursado imenso sobre o que pretendem para o futebol do Sporting sob a sua liderança, mas muito pelas generalizações ou afirmações que pisam o irrealizável, ainda não se tem um conceito concreto relativamente aos meios a que recorrerão para levar a cabo a complicada missão que assumiram, considerando as limitações dos cofres de Alvalade e os muitos jogadores sob contrato, sejam eles da equipa principal, da B ou do lote dos emprestados. 

Depois da má decisão sobre Jesualdo Ferreira, surgiu a contratação de Leonardo Jardim a estimular os ânimos e a injectar renovada esperança de que na próxima época continuaremos a ter um treinador competente a liderar a equipa. Por muito do que tem constado sobre a venda de jogadores, especialmente aqueles com maior potencial no mercado, não deixa de ser preocupante que alguns dos mais importantes da equipa seguirão outro rumo, para serem substituídos por outros activos "low budget". A contratação de Jefferson encaixa neste enquadramento e só resta desejar que o defesa brasileiro consiga repetir a época que realizou este ano no Estoril, ao nível do Sporting. Já o atraso em contratar o muito badalado ponta de lança do Moreirense, Ghilas, precipita a sensação que um activo um pouco além do "low budget" já não é expectável.

Um dos jogadores mais falados - com razão de ser - é Marcos Rojo, o polivalente defesa da selecção argentina que pode provocar um negócio razoável para o Sporting. Nunca será um "bom" negócio, porque o jogador é jovem e necessita de ser valorizado através de mais uma ou duas época de bom nível. Não é segredo algum que Leonardo Jardim aprecia-o imenso, mas nem esta consideração será um impedimento caso surja uma oferta que satisfaça a SAD leonina. Entre os muitos outros dossiers à mão, encontra-se a renovação de Bruma, processo que aparenta estar num impasse pelo extremar de posições entre as partes. O seu representante Nir Zahavi não dá sinais de querer recuar nas exigências e o Sporting continua a não ceder por as considerar muito altas. Consta que o seu antigo representante Catio Baldé, que ainda age como uma espécie de conselheiro, irá mediar as negociações nos próximos dias para tentar encontrar uma resolução.

Por fim, e não de menor importância, parece-me que um plantel de somente 20 jogadores, como foi enunciado por Inácio - em vez do usual e mais desejado 23 - não é adequado, mesmo para um Sporting não europeu. Partindo dessa base, poderemos então contar com dois guarda-redes, quatro centrais, três laterais, seis médios, inclusive de trincos, três avançados/extremos e dois pontas de lança. Esta disposição obrigará Leonardo Jardim a recorrer frequentemente à equipa B, esta aos juniores e estes aos juvenis, perturbando o mais natural e eficaz curso de evolução dos jovens. A muito propagada ideia de "fazer mais com menos" é viável em certas áreas de funcionamento e gestão, mas não ao que concerne a vertente desportiva, independente da ilusão em voga que o Sporting poderá recuperar os patamares de sucesso seguindo os exemplos do Estoril e Paços de Ferreira, entre outros. Teoricamente é apetecível mas, na realidade, especialmente na do Sporting, não resultará.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds