Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sporting arrasa o... da Silva !

Rui Gomes, em 05.10.16

 

Este post foi denunciado e apagado pelo Facebook. O Sporting CP não se calará e por isso volta a publicar !

 

O padrinho da bola...

 

Rui Gomes da Silva é um parasita que, para além de cobarde, é um incompetente.

 

E é um parasita pois vive sempre na sombra de alguém. Nunca teve, nem terá, qualquer tipo de capacidade ou inteligência para ser mais do que um “yes man”.

 

Assim é na política, onde foi sempre, ainda por cima de má qualidade, a sombra de Pedro Santana Lopes.

 

Assim é no Benfica onde nem bem sombra o deixam ser. É, dentro daquele clube, um ser desprezível e desprezado, em que lhe mudam o “pelouro” de tempos a tempos para não contaminar, com a sua burrice crónica, os restantes elementos que junto dele trabalham. Ele bem queria ser a sombra de Luís Filipe Vieira, mas nem isso consegue.

 

rui_gomes_da_silva.jpg

Agora, como notório 'paineleiro' de TV, vive na sombra do departamento jurídico da SIC, vá lá Deus perceber porquê. E enquanto Deus não percebe este ignóbil, eis que ele decide atacar Jesus. Rui Gomes da Silva é um homem com “h” pequeno que se quer colocar em bicos de pés perante Jesus, um Homem com “H” grande que nunca precisou de cunhas e de “amigos” para chegar ao topo. Jesus é um Homem que o Mundo reconhece como um dos melhores de sempre na sua profissão. É um Homem que retirou o clube deste pequeno parasita de uma agonia que se prolongava há mais de 10 anos. É um Homem que faz Rui Gomes da Silva acordar com calafrios e sobressaltado, ainda assombrado por aquele seu riso de palhaço pobre (que nos perdoem os palhaços esta comparação) quando se referia a Jorge Jesus poder ser treinador do Sporting Clube de Portugal. E, claro, os pesadelos do medo do trabalho deste Homem que sabe e respira futebol como poucos.

 

Rui Gomes da Silva é a prova provada de que existem de facto pessoas que teriam de nascer 10 vezes para conseguirem ser alguém na vida, e, no caso deste, senhor talvez fosse melhor acrescentar um número que lhe diz muito: um zero... e não é à esquerda. Seria mesmo à direita, porque teria de nascer 100 vezes para poder ambicionar ser alguém.

 

Parafraseando Jorge Jesus, meu caro Rui Gomes da Silva, para além de parasita, mentiroso, inútil e supérfluo, o caríssimo vale isso mesmo: Bola!

 

Sinto-me dividido com esta postura do Sporting. Por um lado, reconheço que é difícil ignorar tudo e que este personagem merece isto e muito mais, mas não deixa de me entristecer esta constante ignóbil artilharia em público. Acho, sobretudo, que não dignifica a nobre Instituição que é o Sporting Clube de Portugal e que se está a dar excesso de importância a alguém que personifica tudo quanto há de degradante num homem que nem a si próprio se respeita.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:21

 

maxresdefault.jpg

 

Segundo um dos principais princípios de jornalismo, "Os jornalistas devem manter a independência relativamente aos alvos de cobertura jornalística".

 

«A independência é uma exigência subjacente ao jornalismo, a pedra angular da sua validade. Independência no espírito e na mente, ao invés de neutralidade, é o princípio que deve guiar os jornalistas. Embora editores e comentadores não sejam neutros, a fonte da sua credibilidade consiste na sua precisão, honestidade intelectual e capacidade de informar – não na sua devoção a um determinado grupo ou resultado. O jornalista, ao manter a independência, deve evitar qualquer tendência para atitudes arrogantes, elitistas, isolantes, ou niilistas».

 

A SIC vai ainda mais longe no seu desrespeito por este "princípio" e mobiliza-se para, no Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), contestar o processo disciplinar aberto pelo Conselho de Disciplina (CD) ao patarata Rui Gomes da Silva, vice-presidente do Benfica e comentador residente do programa 'O Dia Seguinte'.

 

A estação de TV considera ilegal que as opiniões dos comentadores que desempenhem cargos nos clubes possam ser alvo de procedimentos por parte dos órgãos de disciplina do futebol português. Ora, neste momento, e não por mera coincidência, o acima referido é o único elemento dos programas de debate futebolístico da televisão portuguesa que é dirigente de um emblema, neste caso, do Benfica. Por outras palavras "A independência é uma exigência subjacente ao jornalismo". É óbvio, não é ?

 

Consta que a decisão do TAD em relação a esta acção da SIC, não deverá demorar muito tempo a ser conhecida. Ao mesmo tempo, decorre o tal processo disciplinar do CD, que já notificou o vice-presidente dos encarnados e que, em breve, irá ouvi-lo.

 

Existem leis/regras e estas são supostamente iguais para todos, excepto, pelos vistos, no que diz respeito a um dirigente "encarnado" que, pela influência do "glorioso" cá do burgo, faz com que a lei seja um pouco mais igual à sua inteira conveniência, com o apoio de uma estação de TV, "objectiva e independente", que se apresenta para interceder a seu favor.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:17

 

2015-03-10-h264_thumb0_sec_0.jpg

 

Há cerca de dois anos deliberei deixar de assistir aos programas de debate desportivo na televisão portuguesa. Não assisti, portanto, ao programa Dia Seguinte da SIC Notícias, esta segunda-feira.

 

A julgar pelo número de comentários que nos chegaram já depois das 24h00, consta que o vice-presidente do Benfica, Rui Gomes da Silva, fez referência ao Camarote Leonino. Não sei se o fez citando o nome do blogue especificamente - tudo indica que sim - e em que contexto, embora não seja difícil imaginar.

 

Em abono da verdade, sinto-me lisonjeado - e creio que posso falar pelos meus colegas redactores - que este modesto espaço tenha merecido essa atenção em um programa de vasta audiência nacional, seja através do seu moderador, Paulo Garcia, ou qualquer um dos elementos do painel: Rui Gomes da Silva, José Guilherme Aguiar e Rogério Alves.

 

Que, pela ocorrência, alguns se sintam incomodados e outros partilham do desgosto pelo bem alheio, não surpreende de modo algum. A nós no Camarote Leonino incomoda-nos tanto, como pela semelhante referência, em plena Assembleia Geral, pelo presidente do Sporting Clube de Portugal.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:28

Canalhas e canalhices...

Rui Gomes, em 03.12.15

 

ngC5FDB5E0-E05A-4E7B-AC8B-DC3C11428A43.jpg

Os comentadores do Benfica e os seus dirigentes têm de parar com as canalhices que andam a dizer. O caso do Tonel é uma canalhice. Quem diz isso, é de canalha. Não preciso de conhecer o Tonel, porque mesmo que seja uma pessoa que não conheça, não faço esses juízos. A respeito desses comentadores e dirigentes, já sabia que alguns eram canalhas. Outros são parvos, outros são idiotas e outros nem digo que nome têm. Rui Gomes da Silva? É um dos canalhas de que estou a falar. Esse até disse que, se fosse presidente do Belenenses, o Tonel não voltava a jogar. Se eu mandasse, na altura, ele (Gomes da Silva) nunca teria sido ministro deste país.

 

O facto de o Sporting estar na liderança do campeonato é que está a preocupar muita gente. Sobretudo o Benfica. É uma leitura que está à vista. Basta ler os jornais. Sobre a troca de participações disciplinares, vejo muito barulho mas não vejo consequências. O Sporting está a ir a reboque. Se fosse eu, não ligava nenhuma ao Benfica.

 

 

Confesso que não sou grande admirador de Dias Ferreira, contudo, neste caso concreto, só posso concordar com ele, tanto no que diz respeito às declarações de Rui Gomes da Silva e de outros dirigentes do Benfica sobre Tonel, como também sobre o incómodo e preocupação que o Sporting está a causar, nomeadamente ao clube "encarnado", pela sua liderança do campeonato neste momento. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:58

"Tonel" é nome a lembrar...

Rui Gomes, em 02.12.15

 

M4NNR7PI.jpg

 

À margem da apresentação de um livro que decorreu esta terça-feira à noite na Fnac do Centro Comercial Colombo em Lisboa, Rui Gomes da Silva, vice-presidente do Benfica, recusou inicialmente comentar o recém-comunicado do Sporting em que ele é um dos visados. No entanto, perante a insistência do jornalista, acabou por afirmar o seguinte:

Não faço comentários, vim para a apresentação de um livro. Só tenho uma coisa a dizer: Tonel !

 

Ninguém como este inqualificável personagem para "simplificar" as coisas. Pelos vistos, o nome Tonel vai fazer parte da oratória "lampiónica" nos próximos tempos. Para refrescar memórias do que é verdadeiramente sombrio, talvez não fosse má ideia voltar a publicar uma das gravações do processo Apito Dourado, na qual o principal protagonista é Luís Filipe Vieira, presidente do clube da Luz.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:24

 

Rui Gomes da Silva no programa Dia Seguinte, esta segunda-feira, na SIC, mostrou-se inconformado com o resultado do "derby" e criticou a estrutura benfiquista por não ter reagido aos ataques de Bruno de Carvalho:

 

hqdefault.jpg

Uma coisa é eu achar que sou superior e, se me atacam, isso passar ao lado. Outra coisa é assumir o conflito pelo conflito. Eu não desejo o conflito, mas também não lhe posso virar costas. O que se passa neste momento no Benfica é um aburguesamento da estrutura, não tanto da sua competência, mas da postura. Não concordo e esse é o grande problema do Benfica.

Não incluo Luís Filipe Vieira nesse aburguesamento, porque é uma pessoa dada ao combate, tal como se viu no Apito Dourado. Tudo o resto é com base na anti-conflitualidade, como, por exemplo, os aconselhamentos para as conferências de imprensa do treinador. Eu nem peço conflitualidade, mas peço frontalidade.

A estrutura do Benfica foi chamada de tudo antes da Supertaça e não respondeu. Porque quis fazê-lo depois de ganhar a Supertaça. Depois, parte à procura do prejuízo e chega à segunda fase do conflito, com o presidente do Sporting a dar entrevistas e o Benfica a ser atacado de todos os lados. A opção volta a ser a de não reagir, o que acho mal. Não havendo resposta nem conflitualidade, a estrutura do Benfica está a dizer: façam o que quiserem de nós. O Benfica não reagiu da maneira que seria de esperar para um adepto, um sócio. Eu não quero tempestades, mas não quero dar a outra face quando me batem na outra.

 

 

Por norma, não assisto a estes programas televisivos e esta segunda-feira não foi excepção. Pelas palavras do vice-presidente do Benfica, fico com a ideia que ele terá reconhecido a superioridade do Sporting no embate de domingo. Será possível ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:37

A propósito de ministros...

Rui Gomes, em 15.03.15

 

lopetegui_conf_prebate_noticia.jpg

 

Até admito que não tenho prestado muita atenção à oratória do senhor Julen Lopetegui ao longo da época, sendo possível que já se tenha evidenciado com alguns "impropérios" na defesa dos seus interesses e dos da sua equipa. No entanto, devo reconhecer a exactidão cínica desta sua afirmação - das melhores que já tive ocasião de ler - em relação ao notório vice do clube de Carnide, Rui Gomes da Silva:

 

Rui Gomes da Silva foi ministro. Se eu fosse português ficava preocupado.

 

Se não estou em erro, esta benevolência que foi prestada ao povo português, fica-se a dever, ironicamente, a um sportinguista: Pedro Santana Lopes. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:20

 

13809_10152663078396232_1774162470212125121_n.jpg

 O inconfundível !!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:38

Era o que faltava !!!

Rui Gomes, em 15.04.14
 

 

Não sei bem se devo rir ou respirar de alívio, mas o "one and only" Rui Gomes da Silva declarou esta segunda-feira - no programa Dia Seguinte da SIC Notícias - que não está a pensar ser candidato à presidência da Liga de Clubes. Isto, imagine-se, apesar de ter sido contactado por alguns dirigentes que alegadamente o incentivaram a avançar com uma candidatura. Adorava saber os nomes desses "ilustres" dirigentes, mas dá para imaginar que o primeiro terá sido Jorge Nuno Pinto da Costa !!!

 

O assombroso desplante de certas pessoas é pura e simplesmente inimaginável !... "Não está a pensar", mas depreende-se que a ideia até lhe agrada.

 

Para quem tiver a disposição, o personagem pode visto e ouvido aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:41

O que dizem eles

Rui Gomes, em 26.09.13

 

 

«O grande problema do futebol português, como alguém já disse, é o medo de afrontar determinadas forças, de apontar o dedo a determinadas formas de pressionar arbitragens e formas de resolver jogos. Desse medo a Liga não se preocupa. Respeito os dirigentes da Liga, mas não podem haver dois pesos e duas medidas, uma atitude em relação ao Benfica e outra em relação ao FC Porto. Não queremos que o Benfica seja beneficiado nem toleramos que o Benfica seja a alma negra e o alvo a abater para que ninguém seja levado ao colo em mais um campeonato.»

 

-    Rui Gomes da Silva    -

 

Observação: Era inevitável que este notório personagem integrasse também a campanha em curso para "beatificar" Jorge Jesus e o clube de Carnide. Expressões bastante ilustrativas da sua bem conhecida objectividade, imparcialidade e sentido de justiça desportiva: "dois pesos e duas medidas", não queremos que o Benfica seja beneficiado" e "que ninguém seja levado ao colo". Sim... e o sol também nasce no Poente !

 

Esta hipocrisia patente por quem teve o indecoro de proferir o seguinte:

 

- "No Benfica nunca contamos mentiras".

 

- "O Sporting nasceu do Benfica".

 

- "Não queiram comparar uma agressão com uma pessoa que atira um verylight sem destino".

 

- "O meu filho se for jogador de futebol nunca representaria o Sporting ou o FC Porto, nem que a sua felicidade dependesse disso."

 

O problema do vice-presidente do Benfica e do seu clube é que não estão e nunca estiveram minimamente preocupados com o estado do futebol português, mas apenas e tão com o que os beneficia, em detrimento de seja de quem for. Mentiras ???... Até a data da fundação do seu clube é uma MENTIRA !

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:28

Caso para "ficar com o pé atrás"

Rui Gomes, em 11.06.13

 

É caso para «ficar com o pé atrás» quando o irreverente lampião Rui Gomes da Silva se dá à «gentileza» de passar dez minutos no programa a louvar o Sporting e o seu presidente, inclusive da declaração: "Seja o Sporting bem vindo à realidade do futebol português... o Sporting só tem a ganhar com esta postura (relativamente ao corte de relações com o FC Porto). Este ódio ao Benfica pela esmagadora maioria dos seus adeptos, leva a que nos momentos das decisões se disturbe o espírito no sentido de pensar que o FC Porto está ao seu lado para combater o Benfica (...) por isto eu chego à conclusão que em Portugal só há dois clubes: o Benfica e contra o Benfica."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:03

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo