Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

question-guy-600.jpg

 

Ora bem, fez-se a pergunta ontem, repetiu-se a mesma pergunta hoje, e eu vejo tudo menos uma explicação bem fundamentada, mesmo sem ser comprovada, para a (não) existência de mais de 100 mil sócios que aparentemente não estão aptos a votar.

 

Segundo um grupo de leitores - todos eles com algo muito bem definido em comum - não há nada a explicar ou já está tudo explicado. Perante isto, a conclusão óbvia é que a culpa é minha, eu é que se sou de difícil compreensão.

 

Mas não deixa de ser engraçado ler alguns dos comentários - nomeadamente dos tais que têm algo muito bem definido em comum: há quem alega que já explicou tudo, sem explicar coisa alguma; depois temos os de menor idade, factor óbvio mas que fica longe de explicar tudo; outro leitor tem a avó que ainda não pagou as cotas e ainda outro tem cinco amigos nessas circunstâncias; segue um alegado "grande" número que se tornou sócio no último ano, e, por fim, temos a inevitável comparação com o Benfica, pelo usual leitor, como se o nosso rival tivesse direito a voto nas eleições do Sporting. Entre este grupo, há apenas um ou dois leitores que reconhecem que nem tudo é claro, mas esses estão em minoria perante os restantes, os tais que têm algo muito bem definido em comum.

 

Conclusão: fiquei a saber o mesmo, porque tudo o que foi aqui adiantado já é notícia velha e já tinha sido considerado. O meu problema, se é que é um problema, é que eu não acredito que haja mais de 100 mil sócios efectivos que não estão aptos a votar pelo leque de razões citado. É um número elevado de mais para simplesmente ser descartado casualmente, sem explicação lógica. Mas, como já indiquei, o problema será meu !

 

Repito a pergunta: por onde andam mais de 100 mil sócios ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:53

A pergunta continua a ser válida !

Rui Gomes, em 21.02.17

 

1024.jpg

 

A pergunta que apresentámos ontem continua a ser válida e ainda não se vê uma explicação no horizonte. Se Eric Cantona é o sócio n.º 150 mil do Sporting e partindo do princípio que as contas de alguns dos nossos leitores assim como as do jornal A Bola estão certas - que entre 43 a 45 mil sócios estão aptos a votar - qual é a situação dos restantes 100 mil ?

 

- Serão 100 mil menores de idade ?

 

- Serão todos sócios com menos de 12 meses de filiação ?

 

- Os 100 mil deixaram de pagar cotas a tempo de serem elegíveis a exercer o direito de voto ?

 

Por não ter dados concretos à minha disposição, não vou adiantar conjecturas, mas parece-me evidente que há algo neste enquadramento que não bate certo e/ou não está devidamente explicado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:45

Onde param os outros 100 mil ?

Rui Gomes, em 20.02.17

 

thumbnail_RFWallySCP.jpg

 

Jaime Marta Soares, Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, emitiu um comunicado este domingo esclarecendo que os cadernos eleitorais que servem como base para as eleições de 4 de Março estão feitos e disponíveis para consulta no Estádio José Alvalade.

 

A discórdia estava instalada desde que a Lista A, de Pedro Madeira Rodrigues, tinha solicitado a disponibilização dos cadernos, algo que não teria sido feito na data prevista. O Presidente da Mesa esclarece que a lista dos sócios aptos a votar está disponível no Centro de Atendimento a Sócios da Loja Verde, mas também no site, embora aí numa versão em que cada sócio pode consultar apenas a sua situação individual.

 

Entretanto, foi levantada uma questão que parece pertinente sobre o número de sócios, ou seja, admitindo que se tratam de 45 mil sócios com capacidade de voto, onde param os outros 100 mil para perfazer os propalados 150 mil ?

 

- Serão 100 mil menores de idade ?

 

- Serão todos sócios com menos de 12 meses de filiação ?

 

- Os 100 mil deixaram de pagar cotas a tempo de serem elegíveis a exercer o direito de voto ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:15

 

SCP sócia nº 150 000 3.Out.2016.jpg

Imagem 1

 

 

No dia 3 de Outubro de 2016 o departamento de comunicação do Sporting fez espalhar pela imprensa a informação de que tinha atingido o número de 150 000 sócios. Talvez por ser um número redondo e bastante significativo, esta informação foi acompanhada por uma fotografia da nova associada leonina acompanhada pelo presidente Bruno de Carvalho (imagem 1). No mesmo dia foi possível ler na página no Facebook do Sporting o seguinte post: “O Sporting CP acaba de atingir os 150 000 sócios! Obrigado, Leões!” (imagem 2)

 

20078124_5cjFW.png

Imagem 2

 

No jogo com o Real Madrid em 22 de Novembro, os sportinguistas foram informados através dos ecrãs gigantes do Estádio José Alvalade que o conhecido Eric Cantona era o sócio 150 000. Teve direito a imagens com declarações sobre a sua paixão e do seu filho pelo emblema leonino e recebeu uma placa comemorativa do acontecimento. Bruno de Carvalho fez-se fotografar ao lado do antigo jogador, enquanto dizia que “quero agradecer ao Eric por ser o sócio 150 000 do Sporting CP. É esta a dimensão do nosso Clube.” (imagem 3)

 

Cantona sócio 150 000.jpg

Imagem 3

 

Tudo isto é susceptível de parecer confuso, mas é profundamente desrespeitoso para quem, em determinado momento, foi considerada a sócia nº 150 000. Algum tempo depois, por se considerar que afinal não teria a notoriedade suficiente, foi substituída pelo “Eric”. Há ainda outra hipótese que consiste em tudo isto se resumir a uma grande falta de planeamento e que as coisas vão-se fazendo em cima do joelho.

 

Entretanto, foi largamente noticiado que Eric Cantona foi considerado como “Sócio de Mérito” do Sporting. Leão da Guia, aqui no Camarote Leonino, referiu-se a isso com grande assertividade. Neste caso estaríamos perante uma outra problemática, pois ser “Sócio de Mérito” é uma distinção e não uma simples categoria como decorre da condição de sócio efectivo, auxiliar ou atleta. Como Leão da Guia mostrou, a secção III dos Estatutos do Sporting estabelece o contexto em que essa distinção pode ser atribuída. Sendo assim, temos de partir do princípio que se trata de uma informação errada, pois não se verificaram as condições estatutárias obrigatórias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:01

Informação pouco fiável

Rui Gomes, em 12.04.16

 

img_770x433$2016_04_11_23_27_10_1087950.jpg

 

"O Sporting CP subiu mais um patamar no Top-10 dos clubes do Mundo com mais Associados, ocupando, neste momento, a sexta posição do ranking, com 138 mil Sócios. O Clube de Alvalade ultrapassou o brasileiro Internacional, que caiu agora para sétimo".

 

Isto, segundo a informação divulgada esta segunda-feira no site oficial do Sporting.

 

Para ser sincero, nunca acredito muito neste tipo de divulgações por parte dos três "grandes" portugueses, havendo sempre uma vincada tendência para o exagero e até desinformação. Como bem sabemos, os números anunciados nunca correspondem ao registo oficial, tendo em conta o número de sócios que não têm a sua quotização em dia.

 

O timing deste anúncio deixa a ideia que é apenas e tão só mais uma jogada de campanha eleitoral de Bruno de Carvalho, integrando, infalivelmente, a já notória foto "copy paste".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:17

Processos contra sócios

Rui Gomes, em 28.09.15

 

campus_de_justica.jpg

 

É aqui - Campos de Justiça de Lisboa - que esta segunda-feira vão ocorrer audiências com os sócios do Sporting Clube de Portugal que estão a ser processados pelo presidente do... Sporting Clube de Portugal.

 

Desconhece-se os detalhes dos casos em questão, nomeadamente as ofensas dirigidas a Bruno de Carvalho através do Facebook - curiosamente, o seu meio de comunicação favorito - mas parece ser lógico concluir que terão ido muito além de o apelidar de cretino, labrego, otário e estúpido, porque esse tipo de linguagem é utilizada pelo próprio presidente, até no seu (deplorável) discurso em plena Assembleia Geral do Clube.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:48

 

dstq_socionumminuto_227x284px.jpg

 

Segundo os dados do prospecto de emissão do empréstimo obrigacionista da SAD, apresentado na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o Sporting conta com 115 972 sócios a 31 de Dezembro de 2014.

 

Pela mesma via, confirma-se que o FC Porto, a 30 de Junho de 2014, revelou 113 799 sócios, ou seja apenas 2173 a menos do que o Sporting. Já o Benfica continua a liderar, registando 236 044 - mais do que os outros dois juntos - também a 30 de Junho de 2014.

 

A questão crucial com todos, é precisamente o número factual de sócios com a quotização em dia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30

 

2015-01-28-diapJPG.jpg

No decurso do mês de Abril sócios do Sporting foram ouvidos no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP), no Campus de Justiça em Lisboa, com a finalidade serem interrogados e constituídos como arguidos. Todos eles foram notificados através de carta do Ministério Público (MP).

 

A queixa foi apresentada no MP por Bruno Miguel Azevedo Gaspar de Carvalho em virtude do que terá sido escrito nas redes sociais pelas pessoas em causa.

 

O que é possível saber decorre de escassa informação na imprensa ou nas redes sociais. Parece que um manto de silêncio e omissão se abateu sobre esta invulgar situação em que estão envolvidos sócios do nosso clube.

 

Defendo o direito ao bom nome de qualquer pessoa. É um direito inquestionável e inalienável. No entanto, identifico algumas “zonas cinzentas” que não consigo ver esclarecidas:

 

- Não consegui perceber se Bruno de Carvalho apresentou a queixa na condição de cidadão ou de presidente do Sporting. Não é irrelevante saber quem recorreu ao MP, o cidadão ou o presidente.

 

- Consta que a queixa foi redigida pelo dr. Pedro Solano de Almeida, advogado que integra o gabinete jurídico do Sporting. Sendo assim, coloca-se a questão de quem o remunera neste acto processual, se o cidadão Bruno de Carvalho ou se o Sporting Clube de Portugal.

 

- Os respondentes foram contactados por correio. Aparentemente pode-se concluir que foram utilizadas as fichas de sócio do clube para consulta da identificação completa e das respectivas moradas com fins judiciais. Se, de facto, foram utilizadas as fichas de sócio parece haver exorbitação de competências, considerando os termos da proposta para inscrição como sócio onde se estabelece a finalidade dos dados pessoais que são fornecidos pelos candidatos.    

 

- Os respondentes foram confrontados com a leitura feita por funcionários do DIAP de "print screens" de redes sociais, nomeadamente blogues e facebook. Quero acreditar que este trabalho não foi realizado por funcionários do Sporting Clube de Portugal no seu horário de trabalho, pois poderia configurar abuso de serviço prestado por pessoas remuneradas pelo clube. E, por ironia, em consequência remuneradas pelos próprios sócios convocados pelo MP, o que também se poderá verificar com o dr. Pedro Solano de Almeida.

 

Quando Bruno de Carvalho se candidatou à presidência do Sporting Clube de Portugal referiu-se à necessidade de transparência nos actos do clube. Neste caso dos sócios do Sporting que foram processados e convocados pelo MP impera um nevoeiro bastante cerrado. Nem se sabe quantos serão, primeiro falou-se em trinta e um, alguns nomes constaram nas redes sociais, depois que, afinal, seriam menos. Impera a mais absoluta falta de transparência.

 

Numa sociedade democrática, tal como num clube desportivo democrático, a possibilidade de opinar de forma livre e com espírito crítico constitui uma salvaguarda relativamente ao presente, mas também ao futuro. Unanimismos e caudilhismos de qualquer espécie não permitem que, permanentemente, se descortinem as melhores soluções para o Sporting num caminho já enxameado de pedras.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:29

"O Sporting é dos Sócios"

Rui Gomes, em 06.03.14
 

 

O Conselho Directivo e a administração da SAD promovem um encontro com os sócios, a 31 deste mês, pelas 19h00 no Auditório Artur Agostinho, no Estádio José Alvalade, que é destinado a fazer um balanço do primeiro ano de mandato dos órgãos sociais em exercício, com a discussão a incidir sobre seis domínios específicos: futebol; finanças; património; expansão e núcleos; comunicação e marca. No programa da sessão, consta uma intervenção inicial de uma hora por parte de um dirigente afecto tanto à Direcção com à SAD, a que se seguem duas horas abertas a intervenções de associados. A data limite para a inscrição na sessão é 15 de Março.

 

Bem... "O Sporting é dos Sócios" sempre é melhor que "O Sporting é Nosso". Deseja-se que questões pertinentes sejam levantadas pelos sócios presentes e que o encontro não se torne somente em um pró-forma para "inglês ver".

 

Espero estar enganado, mas como a época desportiva está a decorrer suficientemente ao agrado e se os bons resultados continuarem a surgir até ao fim do mês, não é de antecipar a presença de um número muito elevado de sócios, dado que estes normalmente reagem mediante os proveitos desportivos.

 

Dito isto, não deixa de ser curioso que um evento que pretende ser um encontro com os sócios de um clube que conta com cerca de 100 mil, venha a ser realizado em um auditório com capacidade, salvo erro, para somente 250 pessoas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:29

Concepção errónea ?

Rui Gomes, em 27.03.13

Não sei se é apenas uma concepção errónea da minha parte ou uma incontornável realidade do associativismo, em geral, e do Sporting, em particular. Verifica-se muito entusiasmo por estas eleições terem sido as segundas mais participadas de sempre mas, pelos números disponíveis, não sinto que haja assim tão enorme razão para regozijo: dos cerca de 90 mil sócios, só aproximadamente 32 mil têm as quotas em dia e, consequentemente, só esses estiveram aptos para votar neste acto eleitoral. Desse número, pela via presencial e por correspondência, somente 16,055 exerceram o seu direito. A par do País, porventura, verifica-se muita apatia no que a participação directa concerne. Até não será justo apontar desinteresse total pelo Clube mas, evidentemente, não o suficiente para precipitar uma muito maior participação. Alíás, até não é segredo algum que o Sporting chama a si um muito maior número de adeptos, em Portugal e espalhados pelo Mundo, do que sócios. Em modesta escala, esta consideração é comprovada pelos visitantes ao blogue, com origem nos cinco continentes.

É possível, de facto, que a participação dos eleitores seja mais significativa do que eu considero, mas é por de mais evidente que fica longe de ser maciça. O sentido da satisfação expressa estará mais associado ao nível de comprometimento com o futuro do Clube que foi bem demonstrado pelos que participaram, dentro do enquadramento do melhor possível.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:43

 

Um nosso leitor teve a gentileza de nos enviar o texto publicado hoje no Diário de Notícias sobre o uso dos dados pessoais de sócios pela lista B, para efeitos eleitorais. Tanto Rui Morgado da Mesa da Assembleia Geral e José Quintela da equipa de Bruno de Carvalho já surgiram a defender esta acção que, no entanto, foi recusada tanto por José Couceiro como por Carlos Severino por considerarem abusivo.

 

Pode ler o texto aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:21

Segundo o que vem hoje noticiado no Diário de Notícias as três listas de candidaturas tiveram acesso aos dados particulares dos sócios e a lista B de Bruno de Carvalho, em linha com a sua desde sempre conduta sem ética, utilizou a informação para contactar os sócios nas suas residências, algo que já provocou com que muitos tenham manifestado o seu desagrado perante os serviços do Sporting e ainda alguns órgãos da comunicação social. Mais uma reprovável acção por quem há longo não olha a meios para atingir fins, a essência do candidato Bruno de Carvalho, que ele pretende agora transferir para o Sporting, caso seja eleito. A bem conhecida antiga dirigente leonina Isabel Trigo Mira foi uma das pessoas visadas e que já contestou a ocorrência com o clube.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:55

Habilitação para votar

Rui Gomes, em 12.03.13

 

Segundo as informações que me foram comunicadas hoje, o número oficial de sócios que podem exercer o direito de votar no dia 23 de Março é 32,514. Incluindo neste número estão 428 com residência temporária ou efectiva no estrangeiro. Acho este último número baixíssimo, mas da fonte (Sporting) de que veio tenho de aceitar que é factual. Ficamos agora na expectiva de verificar quantos é que vão comparecer nas urnas para votar - via o novo método electrónico presencial - além dos que com certeza irão optar pelo voto por correspondência. Pela impossibilidade dos Núcleos poderem integrar o processamento de votos, não me surpreenderá ver um menor número de votantes do que em 2011, em que 14,205 sócios votaram, correspondendo a 88,530 votos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:02

Alerta aos sócios

Rui Gomes, em 27.02.13

 

O Sporting emitiu hoje uma nova alerta aos sócios que para exercerem o direito a voto nas eleições, deverão ter a sua quotização regularizada, no limite, até ao próximo dia 3 de Março.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:48

O mito em voga

Rui Gomes, em 16.01.13

O mito em voga na praça leonina - propagado pela oposição, leia-se, Bruno de Carvalho e discipúlos - é: «Godinho Lopes deveria tirar ilações da posição dos sócios e facilitar a vida ao Clube, demitindo-se.» 

E as questões que deixo aqui no ar são as seguintes:

1. «Posição dos sócios» - Mas quantos sócios ? Ou será que entre tantos milhares de associados, só o querer daqueles que visam a destituição dos órgãos sociais é que conta ? Qual é a origem de tão enorme e grotesca presunção ?

2. «Facilitar a vida ao Clube» - Voltamos ao ponto 1. - na opinião de quantos sócios ?

3. Partindo do princípio que JUSTA CAUSA vai ser debatida em plena Assembleia Geral, será que, mais uma vez, só os pareceres dos associados ligados à oposição é que contam e que os restantes milhares de sportinguistas devem ser simplesmente ignorados ?

Existe, em tudo isto, mesmo admitindo os prós e contras sobre o actual estado das coisas no Sporting, uma voz ruídosa da minoria que pretende impôr-se à voz mais silenciosa da maioria. Ou será que o Sporting vai ser agora governado por um pequeno grupo de revolucionários cujos protestos são audíveis e visíveis mas cujas soluções para o futuro do Sporting evidenciam-se pela sua ausência ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:35

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds