Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A patética volta presidencial

City Lion, em 18.11.16

 

UR3P2GBB.jpg

 

Ontem ganhámos com toda a naturalidade sem forçar muito. De positivo destacaria a exibição de Bruno César, alguns pormenores do Adrien e a boa entrada do André (daí a compará-lo com o Liedson parece-me para já um manifesto exagero).

 

De negativo, para além da fraca assistência (faz pena as claques que deviam apenas apoiar o Sporting serem tão obviamente instrumentalizadas), mais uma exibição miserável do Alan Ruiz (um dia esta contratação e respectivas comissões terão mesmo que ser muito bem explicadas porque, em comparação, até não ficam tão mal vistas as outras contratações cirúrgicas de jogadores como André Geraldes, Aquilani, Azbe Jug, Castaignos (ontem esforçado e só isso), Ciani, Cissé, Dramé, Elias (esqueci-me que estava em campo), Enoh, Everton Tiziu, Gauld, Heldon, Petrovic, Rabia, Rossel, Saar, Sacko, Sambinha, Shikabala, Slavchev, Tanaka, etc etc, sem contar os vários empréstimos falhados (dá-me ideia que aqui o Markovic vai ser o mais significativo) e estou a dar uma tolerância muito grande a jogadores que ainda não renderam mas que eventualmente um dia poderão vir a render.

 

Não posso deixar de destacar a volta presidencial no fim do jogo que surpreendeu muitos dos adeptos presentes mas que eu antes do jogo já previa. Só mostra que o Carvalho está mesmo em pânico e precisa cada vez mais de sentir e ir buscar apoio porque vê o chão a fugir-lhe debaixo dos pés. A coisa meteu vénias e tudo. 

 

Eufórico por golearmos o enorme Praiense, depois do susto inicial, não resistiu a mais uma demonstração do seu ego exacerbado e de mais uma iniciativa de campanha eleitoral. Só tenho pena que não tenha tido o mesmo comportamento junto dos nossos adeptos que foram à Madeira ver o jogo com o Nacional ou antes no empate em casa com o Tondela ou nos maus resultados em Guimarães e Vila do Conde ou até com o Benfica em casa a época passada. Aliás sempre que as coisas correm mal ele foge dos adeptos e deixa a equipa técnica e jogadores entregues a si e aos assobios. Cada vez mais me lembro da frase certeira que o Nani lhe dirigiu há uns anos: “quem não sabe perder também não sabe ganhar”.

 

P.S.: Terça-feira temos uma oportunidade única de ganhar ao Real Madrid que, ao contrário de nós virá de um jogo muito exigente três dias antes, não está em grande forma como vimos recentemente no empate que arrancaram mesmo no fim contra um fraco Légia de Varsóvia e ainda começa a estar com uma onda de lesões (embora a riqueza do plantel dê para compensar muita coisa aqui, mas sem querer ser maldoso, ainda bem que não teremos em Alvalade Kroos, Casemiro e Morata enquanto Benzema, Pepe e Modric em princípio não estarão a 100%).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:30

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D


Posts mais comentados



Cristiano Ronaldo