Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Cartoon do dia

Rui Gomes, em 23.10.17

 

TQGICZ30.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 04:43

 

image.jpg

 

Gelson Martins foi derrubado na área e, pelo mal dos seus "pecados", viu de imediato o amarelo por suposta simulação. Mas ficaram dúvidas e Rui Costa foi alertado pelos operadores do video-árbitro para rever o lance. A decisão que à partida levou uma mera fracção de segundos para ser tomada, obrigou o árbitro a rever o lance por duas vezes, acabando por recusar reconhecer que errou.

_________________________________________________

 

Mais a Norte, consta que não houve falta de polémica pela arbitragem inclinada do árbitro algarvio Nuno Almeida, na recepção do Aves ao Benfica. Duas grandes penalidades assinaladas a favor dos "encarnadas", uma num lance precedido por falta ignorada pelo mesmo Nuno Almeida, e outra, pelo mergulho de Pizzi. Curiosamente, temos aqui o link do vídeo deste último lance, em que o Record nos brinda com a execução do penálti por Jonas quatro vezes, e a suposta falta sobre Pizzi apenas uma vez e logo no início do vídeo.

 

img_FanaticaBig$2017_10_22_20_16_44_1326463.jpg

 

Para dar algum sentido de humor negro à situação, parece que existiram problemas de comunicação entre os operadores do vídeo-árbitro que se encontravam na Cidade de Futebol e o quarteto de arbitragem liderado por Nuno Almeida.

 

Segundo a informação providenciada pelo conta do Twitter do Conselho de Arbitragem, a quebra ocorreu a partir dos 66 minutos, não tendo existido qualquer interacção entre as duas equipas até final da partida, que o Benfica venceu por 3-1.

Recorde-se que no lance que antecedeu o terceiro golo do Benfica, de Jonas, Lito Vidigal ficou a pedir falta do brasileiro sobre Nildo e exigiu mesmo a intervenção do vídeo-árbitro, algo que, tecnicamente, já não era possível naquele momento.

 

Hilariante !!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:42

Futebol com humor à mistura (9)

Rui Gomes, em 23.10.17

 

0de1a52a5cf29fe3520fef6d2016c84d.jpg

 

Rogério Casanova, jornal Expresso, com a sua análise humorística à performance dos jogadores do Sporting, através da qual, a brincar, se diz muitas verdades. O seu alvo neste dia, o jogo com o Desportivo de Chaves.

 

Rui Patrício

 

Um jogo agradável como elemento mais recuado do meio-campo ofensivo, dando sempre linhas de passe aos colegas e revelando segurança com a bola no pé. Falta-lhe algum rasgo para arriscar mais no drible, no remate, e nos cruzamentos, mas no geral esteve bem nas suas novas funções. Nos últimos minutos recuou para guarda-redes, onde voltou a mostrar que não possui a característica essencial que, como aprendemos esta semana, distingue os grandes guarda-redes: ter culpa nos golos sofridos.
 
 
Cristiano Piccini
 
O tipo de exibição que deve obrigatoriamente levar muitos adeptos a levar à mão à consciência e a pistola ao cepticismo. Eu próprio faço desde já um mea culpa, autorizando que Piccini, a partir de hoje, possa ser valorizado em três milhões oitocentos e setenta e cinco mil euros. Insuperável no 1x1, mesmo dentro da área, a qualidade habitual na recepção com pé, coxa e peitorais, e intervenção directa em três dos golos, a última das quais com uma daquelas situações em que um futebolista profissional encosta o pé a uma forma esférica no sítio correcto e com força suficiente para fazer essa forma esférica sobrevoar um grupo de cidadãos adversários até chegar à cabeça de um cidadão amigo.Há um nome para isso, que nunca será escrito neste espaço, pelos mesmos motivos que os actores nunca dizem o nome de uma certa peça de Shakespeare, chamando-lhe sempre "a peça escocesa".
 
 
Sebastián Coates
 
Negou o direito à auto-determinação dos avançados flavienses e tomou todas as medidas necessárias durante o jogo para subjugar pontuais focos independentistas, administrando com tranquilidade a sua zona de soberania. Ao minuto 69 foi dar uma perninha ao meio-campo e fez uma pirueta por entre dois elementos subversivos, um dos quais o derrubou em falta. Revejam o sorriso que Coates esboçou nesse momento: é aquele o rosto do Poder; é assim que o Leviathan arreganha os dentes quando algo o diverte.
 
 
Jérémy Mathieu
 
Mathieu fez hoje um jogo esquisito. Quanto mais penso no assunto, mais esse me parece o termo técnico adequado para descrever o seu jogo hoje.
 
 
Fábio Coentrão
 
Voltou a sair a 10 minutos do fim, e a equipa voltou a sofrer um golo. Era certamente isto que imaginava o Dr. Alfredo Augusto das Neves Holtreman, quando numa luminosa manhã estival há cento e onze anos decidiu emprestar dinheiro ao seu visionário sobrinho para que este fundasse um clube tão grande como os maiores da Europa: que um século mais tarde esse clube conseguisse lutar arduamente para se reposicionar na senda dos triunfos domésticos - DESDE QUE ESTEJA SEMPRE TUDO RESOLVIDO AO MINUTO 79.
 
 
William Carvalho
 
Estão a ver aqueles dias em que William encarna uma presença remota e autónoma, como se impelida por forças estritamente naturais - o resultado de equações intemporais e não de algo tão banal como "características técnicas" ou "indicações tácticas" - preenchendo o firmamento com a cintilante astronomia das suas aberturas por alto, desenhando uma canópia de ângulos e perspectivas convergentes, e efectuando translações incandescentes sobre o seu próprio eixo, numa órbita de adversários pálidos que circundam o seu corpo com o respeito equidistante típico dos anéis de Saturno?... Hoje não foi um desses dias.
 
 
Gelson Martins
 
Como um blogger libertário ou praticamente qualquer colunista nacional, Gelson comportou-se hoje como um iconoclasta: uma voz livre contra o consenso bien pensant, uma viatura em controversa contra-mão perante o fluxo de ideias feitas e opiniões não-examinadas. Se o lugar-comum da ocasião é que os centros devem ser feitos de uma maneira, lá vai Gelson fazê-los de outra maneira. Se o rebanho determina que a bola deve ir numa determinada direcção, lá vai Gelson atirá-la numa direcção oposta. A postura serviu-lhe para falhar inúmeros passes, contabilizar uma assistência, ajudar q.b. na defesa da causa defensiva, e sair de campo convencido de que, ame-se ou odeie-se a sua exibição, "não deixou ninguém indiferente".
 
 

ng8873176.jpg

 
Bruno Fernandes
 
Algumas perdas de posse escusadas na primeira meia-hora por apostar demasiado na sua capacidade para se desenvencilhar de situações de inferioridade numérica num centro do terreno com excesso de população. Melhorou quando passou a usar a mobilidade e inteligência para encontrar espaços vazios, e encarregou-se de fazer circular a bola, algo que conseguiu quase sempre, excepto quando, como aconteceu ao minuto 50, o árbitro conseguia interceptar atentamente um dos seus passes. Tentou por duas vezes o remate de longe, algo que claramente não é o seu ponto forte. Aliás, é duvidoso que Bruno Fernandes alguma vez consiga voltar a marcar golos de fora da área. Diria até que é impossível que tal aconteça. Certinho. (Pode ser que resulte).
 
 
Marcus Acuña
 
Um jogo indelével que fica marcado por algo que fez duas vezes - e nem sequer me refiro a ter marcado dois golos. Em duas ocasiões, Acuña foi perseguir desalmadamente uma bola perdida que se encaminhava para fora das quatro linhas com o intuito de impedir um lançamento lateral para o adversário, objectivo que em ambas as ocasiões, falhou por milímetros. Fê-lo quando o resultado estava 3-0, fê-lo quando o resultado estava 4-0, e voltaria a fazê-lo, com o mesmo esforço, com um resultado de 750-0 e no último minuto de descontos, circunstância que considero tão sugestiva, profunda e comovente como o último parágrafo d' Os Maias.
 
 
Daniel Podence
 
Usou os primeiros minutos do jogo para declarar os termos da sua dupla abordagem ao jogo desta noite: sem bola, procurar em velocidade o espaço vazio entre as costas do central e as costas do lateral; com bola, procurar o espaço vazio cinco centímetros à frente do pé ou da cabeça da Bas Dost. Demorou apenas um quarto de hora a unir essas duas propensões, assistindo para o 2-0. Foi o melhor em campo na primeira parte, e saiu cedo para descansar, com o jogo resolvido - uma frase bonita e improvável que não me importaria de repetir imensas vezes.
 
 
Bas Dost
 
Muitas conversas entre um adepto sportinguista que tenta informar outro adepto sportinguista sobre um jogo que o segundo não pode, por algum motivo, acompanhar costumam incluir o seguinte diálogo: "então e depois, o que é que aconteceu?" "O que aconteceu? Bem, não vais acreditar, mas..."
 
Só que o interlocutor normalmente acredita, mesmo que aquilo que lhe é dito seja inacreditável, porque a vida nos foi ensinando coisas suficientes para aprendermos algumas. Bas Dost é o futebolista ideal para o clube porque, tal como nós, nunca parece achar nada "inacreditável". Tal como a Alice de Lewis Carroll, consegue acreditar em seis coisas impossíveis antes do pequeno-almoço: que vai chegar àquela bola antes dos adversários; que um hat-trick é uma resposta perfeitamente natural a 360 minutos com um único remate à baliza; que o País das Maravilhas existe; que a felicidade é possível, mesmo que seja efémera.
 
 
Rodrigo Battaglia
 
Ficou na retina uma jogada ao minuto 83, em que se esfarrapou todo para travar a progressão de Djavan e roubar-lhe a bola, como se o resultado estivesse 0-0 e do sucesso dessa acção dependesse a viabilidade das democracias Ocidentais.
 
 
Seydou Doumbia
 
Estava ainda a pensar na melhor maneira de festejar o golo mais feio da sua carreira quando reparou, com visível e compreensível alívio, que o mesmo fora anulado. Pode assim dormir em paz esta noite.
 
 
Bruno César
 
Não foi um alívio ver que ele ia entrar, mas foi um alívio ver que era ele quem ia entrar, se é que me faço entender.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:41

Sporting recebeu e goleou o CD Aves

Rui Gomes, em 23.10.17

 

futsal_sporting-aves_6.jpg

 

Com 2468 espectadores no Pavilhão João Rocha, o Sporting recebeu e goleou o CD Aves por 7-0. Num jogo de sentido único foram os leões a comandar a partida, com excelentes jogadas de entendimento que culminaram na sexta vitória para o campeonato frente ao recém-promovido Aves que não conseguiu, em nenhum momento, responder às investidas do adversário.

 

Na primeira parte a formação leonina circulou a bola com uma grande facilidade e em três momentos conseguiu mesmo materializar as oportunidades criadas e chegar ao golo através de Diogo, Edgar Varela e Merlim. No tempo complementar a história repetiu-se, o Sporting tornou visíveis as limitações que o Aves tem e voltou a ser imperial no jogo. Com Mion a estrear-se na baliza avense, a equipa da casa conseguiu marcar mais quatro golos por intermédio de Diogo, Merlim, João Matos e Fortino.

 

Com este resultado, o Sporting continua a liderar a Liga SportZone em igualdade pontual com o Benfica (18 pontos) mas com um jogo a menos. O próximo adversário é o Lombos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:40

Foto do Dia

Rui Gomes, em 23.10.17

 

22639571_327837627691893_6070246037291794432_n.jpg

 Cristiano Ronaldo Jr. - um futuro leão ?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:39

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 22.10.17

 

297040.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

2018 Aston Martin DB11 Volante - 300 mil dólares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:59

 

image.jpg

 

Gostei muito deste jogo. Pela vitória, claro. Pelos golos, porque sem eles não havia vitória, mas, sobretudo, porque vi uma equipa muito alegre em campo, e quando assim é, a tarefa acaba por ser muito facilitada.

 

Não em pouca dose, esta alegria fica a dever-se às "traquinices" dos homens da frente, nomeadamente Daniel Podence e Gelson Martins - invocando uma combinação de velocidade, criatividade e técnica - sem esquecer Acuña com os seus dois golos e a finalização letal de Bas Dost, que hoje regressou aos golos com um hat-trick de belo efeito.

 

ng8873171.jpg

 

O Sporting alinhou de início com: Rui Patrício, Piccini, Coates, Mathieu, Fábio Coentrão, William Carvalho, Bruno Fernandes, Gelson Martins, Marcus Acuña, Daniel Podence e Bas Dost.

 

Suplentes: Romain Salin, André Pinto, Stefan Ristovski, Bruno César, Mattheus Oliveira, Rodrigo Battaglia e Doumbia.

 

A surpresa óbvia foi a inclusão de Daniel Podence no onze inicial. Isto, por mera coincidência, depois de se debater aqui no Camarote Leonino alguma insatisfação da sua parte, por ter vindo a ser pouco utilizado. O jovem avançado acabou por ser substituído por Battaglia, aos 66 minutos, com direito a uma grande e merecida ovação pelos adeptos em Alvalade.

 

ng8873177.jpg

 

De resto, pouco mais a apontar. Acho que Bruno Fernandes, sem estar mal, acusou um pouco o seu recuo no terreno para complementar William Carvalho no meio campo. Gostaria de ter visto Ristovski entrar para o lugar de Fábio Coentrão, mas Jorge Jesus, como sempre, não resistiu fazer entrar Bruno César.

 

O golo do Chaves mesmo ao cair do pano, era escusado. Algum relaxo de última hora pela defesa do Sporting.

 

Nota: Não posso deixar de comentar o lance que envolveu o vídeo-árbitro, muito porque vai ao encontro dos meus argumentos quanto à funcionalidade do sistema. O árbitro Rui Costa errou na decisão original, houve falta clara sobre Gelson Martins. Depois de ser alertado pelos operadores do VAR, foi chamado a rever o lance, uma, duas vezes, e mesmo assim, recusou voltar com a decisão atrás, ou seja, recusou reconhecer o seu erro. Com ou sem VAR, fica sempre ao critério do árbitro e quando este insiste em errar não há nada a fazer.

 

Além do mais, é curioso como num jogo sem complicações indevidas, Rui Costa consegue fazer um trabalho que deixa muito a desejar. Decerto que terá nota distinta para premiar o calibre da sua performance.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:56

Convocatória para o Chaves

Rui Gomes, em 22.10.17

 

22489761_10154799835276555_6596113054248805850_n.j

 

Jorge Jesus convocou 19 jogadores para o embate deste domingo com o Chaves, a contar para a 9.ª jornada da I Liga.

 

Um destes 19 irá assistir ao jogo na bancada de Alvalade. Creio que há apenas dois candidatos: na defesa, o único dispensável é Stefan Ristovski. Temos os quatro titulares, um terceiro central que é André Pinto e Jonathan Silva, caso algo aconteça com Fábio Coentrão, assumindo que este vai ser titular.

 

Entre os médios, Mattheus Oliveira será o segundo candidato a ficar de fora. Como hipótese muito mais remota, Daniel Podence, mas não quero acreditar que essa seja a decisão de Jorge Jesus.

 

Fora da convocatória não há grandes novidades: Tobias Figueiredo, por lesão; Gelson Dala, que segundo Jesus ainda não está apto para a equipa principal; Petrovic, que apesar de algumas boas indicações não inspira a confiança do treinador e, por fim, Iuri Medeiros. O formado do Sporting não tem tido a oportunidade de jogar com regularidade, porventura o único cenário em que poderia atingir o nível de produtividade desejado. A jogar a espaços, não tem convencido e, muito provavelmente, nunca convencerá, porque não parece ser o tipo de jogador que vai impressionar a "saltar" do banco.

 

Tudo isto leva-nos à inevitável conclusão: Jorge Jesus vai continuar a depender dos usuais 14/15 jogadores e não surpreenderá ver, frente ao Chaves, o mesmo onze que entrou em campo contra a Juventus, na quarta-feira. Com tantas contratações, não deixa de ser causa para reflexão um número tão limitado de opções viáveis.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:08

 

 

Se a memória não me falha, foi Rui Santos que afirmou que Nuno Saraiva considera-se um "grande pigmeu grande". Compreendeu-se a intenção do jornalista, mas acho que o termo é exagerado. Quanto muito, o director de comunicação do Sporting é um grande pigmeu pequeno, e não me refiro à sua estatura física, mas sim ao nível das suas frequentes e depreciativas missivas.

 

Neste caso concreto, o personagem reagiu, no Facebook, à entrevista concedida por Pedro Madeira Rodrigues a O JOGO, na edição deste sábado, na qual o candidato derrotado nas eleições de Março falou, entre outros assuntos, de uma suposta aliança entre o Sporting e o FC Porto.

 

Nuno Saraiva optou por não comentar os vários assuntos debatidos na entrevista e preferiu lembrar as eleições. "Teve cerca de 8%. Se deitarmos o número 8 vemos o sinal de infinito, o mesmo que Einstein atribuía à estupidez humana..."

 

Por outras palavras, chama estúpido a Pedro Madeira Rodrigues. Um texto de Saraiva que apenas serve para reflectir a voz do dono, o desempenho que predomina a sua existência no Sporting.

 

Não sou e nunca fui advogado de defesa do ex-candidato à presidência do Sporting e nem sequer li a referida entrevista, mas não consegui ficar indiferente perante a boçalidade de Nuno Saraiva, apenas porque alguém, porventura, ousou criticar o seu dono.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:12

Insastisfação de Daniel Podence ?

Rui Gomes, em 22.10.17

 

22582312_2072642659688593_4398261126324813824_n.jp

 

Daniel Podence utilizou a sua conta no Instagram para deixar uma mensagem que pode ser considerada enigmática, logo passível de várias leituras, até porque, numa fase inicial, a frase que escreveu estava acompanhada com uma fotografia a preto e branco, na qual o jogador está de rosto fechado e muito pensativo sentado no banco de suplentes. E escreveu Podence: «Um pássaro preso nunca aprende a voar.»


Poucos minutos mais tarde, a fotografia mantinha-se, mas a frase tinha sido retirada. Ora, a frase e a fotografia permitem várias leituras, entre elas a possibilidade de o jogador estar a dar sinais de insatisfação pela sua actual condição no Sporting, onde é apenas o 17.º jogador mais utilizado do plantel.

 

Nas quatro competições em que o Sporting disputa, Daniel Podence regista participação em 6 jogos, 3 dos quais como titular, acumulando 278 minutos de jogo, média de 46,3 minutos por jogo. Mais recente, foi um dos jogadores em destaque no jogo da Taça de Portugal com o Oleiros.

 

Não duvido que o post no Instagram tenha sido uma indicação da sua frustração por ser pouco utilizado por Jorge Jesus. Mesmo com a razão do seu lado, um jogador não se deve manifestar publicamente porque invariavelmente acaba por ser contraproducente. Terá de sofrer em silêncio, continuar a trabalhar e esperar que o treinador venha a reconhecer que não é no banco de suplentes que irá contribuir para a equipa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:11

 

img_infografias$2017_10_21_09_27_33_1325805.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:10

Cartoon do dia

Rui Gomes, em 22.10.17

 

3LKND5AV.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 04:09

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 21.10.17

 

21235632786_1fef0b8b57_b.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

1974 Alfa Romeo Tipo 33 TT 12 - Leilão 2017 - 2,8 milhões de dólares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

 

hoquei_sporting-infante_sagres_7.jpg

 

A equipa de hóquei em patins inaugurou a nova época com um triunfpo folgado sobre o Clube Infante Sagres (7-1), em jogo do Campeonato Nacional disputado no Pavilhão João Rocha. Os leões chegaram ao intervalo com uma vantagem confortável de três golos sem resposta, por intermédio de Ferran Font (9'), Henrique Magalhães (13') e Caio (17'). No segundo tempo, a formação orientada pelo técnico Paulo Freitas não tirou o pé do acelerador e dilatou a diferença para 7-1, já que Toni Pérez (35' e 47'), novamente Ferran Font (36') e ainda Vítor Hugo (49') fizeram o gosto ao stick.

 

 

img_770x433$2017_10_21_19_30_58_1326006.jpg

 

O Sporting manteve a invencibilidade no Campeonato Nacional de voleibol, ao vencer este sábado à tarde no Pavilhão João Rocha o Sporting das Caldas por 3-0. Os leões ganharam pelos parciais de 25-18, 25-20 e 25-17.

Trata-se da terceira vitória da Sporting, que reparte a liderança com o Sporting de Espinho (venceu o Clube K também por 3-0), graças ao facto de somarem nove pontos.

 

 

C_-DsuQVwAAK-fr.jpg

 

A equipa de juniores de futebol triunfou no terreno do Cova da Piedade, por 3-0, em jogo da 9.ª jornada do Campeonato Nacional, Zona Sul. Douglas Aurélio esteve em destaque com dois golos (14' e 15') e, para fechar o marcador, aos 90+3', Babacar Fati com o terceiro tento da tarde. O Sporting tem agora 19 pontos, mantendo-se na liderança da classificação, ficando à espera do jogo entre V. Setúbal e Benfica, terceiro e segundo classificados, respectivamente. O Real Massamá (10.º classificado) é o adversário do próximo sábado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:30

 

9789896579302-a-orgia-do-poder-capa-em-alta.jpg

 

Mais um excerto do livro A Orgia do Poder, obra do jornalista italiano Pippo Russo, sobre a actividade profissional de Jorge Mendes, que o autor considera, com razão de ser, o agente mais poderoso do Mundo.

 

"A capacidade de ter nos seus quadros muitos dos melhores jogadores da actualidade é descrita na imprensa complacente como uma demonstração de qualidade na observação de jogadores. Mas a realidade é diferente e o exemplo de Gonçalo Guedes é disso prova. Jorge Mendes não descobre talentos. Jorge Mendes agarra os talentos já formados ou os que ainda se encontram em formação, mas que já têm um futuro garantido. E o facto de terem relações com outros agentes não constitui um problema. Porque todos eles, sem excepção, deixam o seu empresário para se juntarem à Gestifute.

 

Também Nélson Semedo para a Gestifute. Quem o refere é o artigo de A Bola que deu origem à revista de imprensa deste capítulo. Naquela altura, o jovem ainda está sob o contrato de um outro agente. Trata-se de Abel Silva, antigo jogador do Benfica. No artigo, diz-se que há uma tentativa em curso para anular de forma amigável a relação. Uma postura de ambas as partes claramente diferente daquela que precedeu a rescisão do vínculo entre Gonçalo Guedes e Paulo Rodrigues. Mas esta diferença mostra o denominador comum: seja por via pacífica, seja por via conflituosa, Jorge Mendes leva consigo os melhores talentos do futebol português, e o facto de qualquer um deles ser já agenciado não representa um obstáculo. Este último é um detalhe insignificante. Muito insignificante mesmo, para aquele que é o homem mais poderoso do futebol mundial e que tem por hábito provocar guerras no estrangeiro para assinar com muitos dos melhores jogadores estrangeiros em actividade. Imagine-se se deixaria escapar os mais valiosos que surgem à porta de sua casa.

 

Na verdade, a lista de Gonçalo Guedes e de Nélson Semedo é longa. Abrange jovens jogadores descobertos por outros agentes e por estes levados para as primeiras oportunidades da carreira, mas depois prontos a colocar-se sobre a protecção do mais poderoso. Pretendo, com isto, dizer que Jorge Mendes tem por hábito tirar aos colegas os seus melhores jogadores? Por favor, nunca o faria. Sem dúvida que posso dizer que a força de atracção - digamos assim - de Jorge Mendes é invencível e chega a vergar relações antigas e de lealdade férrea. De resto, ele pode sempre afirmar que, se os outros o procuram para usar os seus serviços profissionais, o que mais poderia fazer?".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:01

Uma dica para Jorge Jesus

Rui Gomes, em 21.10.17

 

4af8580fe8cd6a4846b9aab96cb84a4f.jpg

 

Martin Schmidt, treinador do Wolfsburgo, revelou, esta sexta-feira, que os jogadores são obrigados a escovar os dentes depois dos treinos, uma regra interna do clube alemão. Esta medida, diz o treinador, está relacionada com a recuperação física dos atletas:

 

"No final dos treinos está criada acidez dentro da boca. Isso ataca as gengivas e termina directamente no sangue. Por isso, escovar os dentes ajuda a recuperar melhor a energia porque previne a acidez".

 

Estamos sempre a aprender. Sabendo-se da criatividade técnica de Jorge Jesus, adorava saber a sua opinião sobre esta questão...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00

Leoas são elas

Rui Gomes, em 21.10.17

 

Maria_Botelho_Moniz_2.jpg

 Maria Botelho Moniz

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:19

A mão pesada da UEFA

Rui Gomes, em 21.10.17

 

img_605x340$2017_09_27_22_58_31_1317271.jpg

 

O Sporting foi punido pelo Comité Disciplinar da UEFA com uma multa de 31 mil euros devido a incidentes ocorridos na recepção ao Barcelona, em jogo da 2.ª jornada do Grupo D da Liga dos Campeões, anunciou o organismo esta sexta-feira.

Em causa está a invasão do relvado por parte de um adepto, o bloqueio das escadas no recinto, que vai contra as normas de segurança da UEFA, além do facto de a equipa leonina ter visto cinco cartões ou mais no decorrer do jogo que o Barça venceu por 1-0. 

 

Sobre a entrada do adepto em campo não há nada a dizer, mas a questão dos cartões parece-me muito injusta, dado que está totalmente dependente dos critérios do árbitro e, neste caso em particular, o juiz exagerou imenso com as suas decisões disciplinares contra o Sporting.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:18

UEFA anuncia receitas de 2016/17

Rui Gomes, em 21.10.17

 

2S0JMZTO.jpg

 

O FC Porto recebeu 30,730 milhões de euros devido à participação na Liga dos Campeões em 2016/17, enquanto o Benfica arrecadou 28,540 milhões e o Sporting 18,180 milhões, anunciou esta sexta-feira a UEFA.

Os dragões receberam dois milhões de euros por terem participado no playoff, 12,7 milhões pela fase de grupos e outros seis pela presença nos oitavos de final, com 6,181 milhões provenientes da performance desportiva e outros 3,849 milhões dos direitos televisivos.

 
Já as águias receberam o mesmo valor pela fase de grupos e os oitavos de final, 4,454 milhões em função dos resultados obtidos e 5,386 milhões dos direitos televisivos.

Os leões conseguiram 12,7 milhões da fase de grupos da liga milionária, 1,727 milhões através dos resultados e 3,753 milhões da transmissão televisiva.

A UEFA atribui uma verba base de 12,7 milhões de euros pela participação na fase de grupos, além de bónus por vitórias ou empates e uma percentagem dos direitos televisivos de cada país, conhecido como 'market pool', que é calculado mediante a dimensão do mercado televisivo daquele país, a posição no campeonato e o número de jogos realizados na Europa.

A Juventus, finalista vencida, conseguiu 110,4 milhões de euros, o valor mais alto da temporada, com o Leicester, eliminado nos quartos de final pelo Atlético Madrid, no segundo posto com 81,7 milhões.

  

Em terceiro ficou o vencedor, o bicampeão europeu Real Madrid, com 81 milhões de euros, enquanto os suíços do Basileia receberam 16,3 milhões, o valor mais baixo das 32 equipas que chegaram à fase de grupos.

De 2018 a 2021, o dinheiro será distribuído segundo um novo modelo, que recompensa mais equipas que cheguem longe e clubes que tenham vencido troféus europeus desde 1955.

Na Liga Europa, o Sporting de Braga arrecadou 5,558 milhões de euros, 2,6 milhões pela participação na fase de grupos, 761 mil euros devido aos resultados obtidos e 2,197 milhões pelo 'market pool'.

Os minhotos receberam ainda 235 mil euros adicionais devido aos mecanismos de solidariedade da UEFA a clubes que participam nas pré-eliminatórias da prova, com o Marítimo a receber 480 mil.

O vencedor da prova, o Manchester United, lidera a tabela, com 44,5 milhões de euros, mais do dobro de qualquer outro clube, num pote total de 423 milhões para todos os clubes.

Além destas verbas, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) vai distribuir 4,207 milhões de euros pelos clubes profissionais portugueses que não participaram nas fases de grupos das competições europeias na época transacta.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 05:17

Gosta de carros ?

Rui Gomes, em 20.10.17

 

maxresdefault.jpg

Um dos carros mais caros do Mundo

1956 Maserati A6G/54 Berlinetta - Leilão 2017 - 5 milhões de dólares

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

Comentar

Para comentar, o leitor necessita de se identificar através do seu nome ou de um pseudónimo.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Taça das Taças 1963-64



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D




Cristiano Ronaldo


subscrever feeds